Arquivo da categoria: alemao

Podolski não é Seedorf

Leia o post original por Rica Perrone

Simpático, carismático, marketeiro, bom jogador e ponto final.  Podolski especulado no Flamengo pela mídia turca e imediatamente endeusado por parte de alguns mais eufóricos, passa longe de ser o jogador que estão pintando. Aos 31 anos tem status de promessa que não vingou e não de um grande craque. Por ser europeu, sabemos, a midia …

Darmstadt 0 x 3 Bayern de Munique

Leia o post original por Mauro Beting

ESCREVE DANIEL BARUD — @BarudDaniel

Fora de casa, o Bayern venceu a quinta partida na Bundesliga 15/16. Guardiola e seus comandados venceram, sem sustos, o Darmstadt. Com Robben, Ribery e Lewandowsky no departamento médico, Guardiola colocou o jovem Comán, que fazia sua estréia, vindo da Juventus, para atuar como winger direito na equipe bávara.

Rodada 5 - Bundelisga - Darmstadt 0 x 3 Bayern de Munique_POSICIONAMENTO INICIAL

Disposição tática das equipes para a partida. Bayern aparentemente no 4-3-3, enquanto o Darmstadt foi a campo no 4-4-1-1.

Com Müller, Xabi Alonso e Philip Lahm no banco, Guardiola pouco mudou na forma de jogar de sua equipe. Mesmo fora de casa, o Bayern tomou a iniciativa, com organização, mais posse de bola, trocando passes, envolvendo o adversário, com intensidade na marcação.

Taticamente, Guardiola escalou sua equipe sem um esquema fixo (aparentemente um 4-3-3, com muitas variações), com muita troca de posição, muita movimentação, inversão de posição, etc. Götze era o “falso nove”, se movimentando, saindo da área, abrindo espaços para infiltração/penetração dos meio-campistas, fazendo o pivô. Alaba apoiava bastante pelo flanco esquerdo; Rafinha era mais defensivo.

Rodada 5 - Bundelisga - Darmstadt 0 x 3 Bayern de Munique_POSICIONAMENTO 1

Em laranja, o retângulo mostra a intermediaria defensiva da equipe mandante, onde o Bayern ocupava a maior parte do tempo, marcando intensamente.

A equipe da casa, ficava na defensiva. Taticamente, no 4-5-1/4-4-1-1, com Dominik Stroh Engel na frente, isolado. Apostando nos contra-ataques, utilizado os laterais, principalmente Garics, pela direita, aproveitando os espaços deixados por Alaba. Quando tinha a bola, o Darmstadt era vertical, objetivo, mas esbarrava na marcação e recomposição rápida da equipe bávara.

Com maior posse de bola (73% a 27%), o Bayern tinha o controle do jogo, Aos 19’min, Vidal acertou um belo chute  de fora da área, que desviou na zaga, bateu na trave e entrou. 1 a 0.

Aos 23’min, veio a reposta dos mandantes. Em saída rápida, o atacante Engel pegou firme na bola, chutou bem, mas Neuer espalmou. Rode trombou na grande área, mas o juiz mandou seguir.

Com o gol feito, o Bayern diminuiu a intensidade, mas manteve o controle da partida. O Darmstadt aproveitava as chances que tinha, mas falhava nas conclusões e nas defesas de Neuer. Sempre pelos flancos, tentando achar Engel na área.

O primeiro tempo terminou com o Bayern melhor, com mais posse de bola, criou mais, mas não conseguiu converter a posse de bola em gols.

A segunda etapa não foi diferente da primeira. Com o Bayern mais em cima, amassando, abafando, marcando firme, tentando ampliar o placar.

Engel saiu para a entrada de Sandro Wagner, também grandalhão, com a mesma característica: bola aérea.

O Bayern aumentava a posse de bola: 74% a 26%. Aos 16’min, a equipe da Baviera conseguiu ampliar o placar. Em saída rápid de Sebastian Rode pelo flanco direito, que foi a linha de fundo e rolou para a grande área, encontrou Coman livre, que bateu rasteiro no canto direito do goleiro.

Logo em seguida, aos 17’min, Douglas Costa deu bom passe para Rode, que entrou em diagonal, pelo flanco direito de ataque, cara a cara com o goleiro e bateu. A bola bateu na trave e voltou no pé dele, que só rolou para o fundo das redes.

Com o placar definido, Guardiola deu descanso aos seus principais jogadores, já que no meio de semana tem mais. Tirou Vidal (que fez boa partida, se movimentando, armando, criando as jogadas ofensivas) e Douglas Costa, colocando Javi Martinez e Müller, respectivamente.

Mesmo com o placar definido, o time bávaro não perdeu a intensidade e não deixou o ritmo diminuiu, a não ser nos últimos minutos.

Guardiola engatou a 5ª vitória na Bundeliga, assumindo a liderança da competição. Terça-feira, 22, o Bayern volta a campo diante do Wolfsburg, em jogo valido pela 6ª rodada da Bundesliga.

ESCREVEU DANIEL BARUD — @BarudDaniel

Os problemas, as qualidades e os fatos

Leia o post original por Rica Perrone

Senhores, vamos acabar com o blá blá blá. Vamos também tentar evitar a idéia que fazemos de “futebol na europa” assistindo Real x Barcelona e ignorando a média. Ou, mais covardemente ainda, comparando Criciuma x Goiás com um Bayern x Real, como se fosse um jogo comum e semanal. Peguei a última rodada com estatísticas […]