Arquivo da categoria: Alisson

Classificação sofrida reforça tendência de Alisson ser o ‘cara’ da seleção

Leia o post original por Perrone

Neymar, lesionado, sentado nas tribunas da Arena do Grêmio, torcendo pela seleção brasileira. Alisson em campo, defendendo uma cobrança de pênalti e ouvindo a torcida gritar seu nome. A sofrida classificação do Brasil para as semifinais da Copa América, na disputa de pênaltis contra o Paraguai, após empate sem gols diante de um time que jogou com um a menos quase todo o segundo tempo, reforça uma tendência. A de Alisson ocupar o status de principal nome da seleção, substituindo Neymar. Isso, claro, na opinião deste blogueiro.

O goleiro do Liverpool, atual campeão europeu, foi decisivo com o pênalti defendido, apesar de quase não ter sido acionado na Copa América até aqui. Ter seu nome entoado pelos torcedores no momento de dificuldade mostra a confiança depositada nele, considerado por muitos especialistas, incluindo adversários, o melhor do mundo na posição. Ao contrário de Neymar, mais uma vez contundido, agora se defendendo de uma acusação de estupro que ele nega ter cometido e  cada vez mais com seu potencial para ser o melhor do mundo um dia colocado em dúvida.

O quase vexame da seleção também reforça que Tite não consegue fazer com que o ataque seja tão eficiente quanto a defesa. O Brasil martelou, dominou a partida desde o início do primeiro tempo, mas não conseguiu um mísero gol durante os 90 minutos, apesar de jogar com um a mais por bom tempo.

A defesa brasileira praticamente não foi exigida. Mas é emblemático que o responsável por evitar o fiasco tenha sido um defensor: Alisson.

Quero me redimir de um baita exagero

Leia o post original por Craque Neto 10

Já faz algum tempo que critico duramente o Alisson, goleiro do Liverpool, que recentemente brilhou na conquista da Liga dos Campeões com os ‘Reds’. A verdade é boa parte dessa bronca veio do fato de existir um protecionismo dos profissionais que estão na CBF com jogadores revelados no Rio Grande do Sul. Na época do Dunga então, era uma grandeza! A maioria das pessoas não vai lembrar, mas só para dar um exemplo ele teve a cara de madeira de convocar um lateral chamado Géferson com ‘G’. Nunca mais vi notícia desse rapaz! Com o Alisson fui nessa onda, ainda […]

O post Quero me redimir de um baita exagero apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Opinião: Alisson desbanca Neymar como principal jogador da seleção

Leia o post original por Perrone

Quando se apresentar à seleção brasileira para a disputa da Copa América, Alisson vai quebrar uma rotina na seleção brasileira. Na opinião deste blogueiro, pela primeira vez, desde 2013, na Copa das Confederações, o jogador mais importante no time nacional, com status mais elevado na Europa, não será Neymar. O goleiro do Liverpool merece o trono.

Alisson no mínimo manteve na final da Champions, no último sábado (1º), o alto nível de suas atuações nesta temporada e foi decisivo para a conquista do título sobre o Tottenham. Após difíceis defesas, o brasileiro deixou o gramado festejado por companheiros, pelo técnico Klopp e pela torcida como protagonista da decisão.

Hoje, na análise do blog, ele tem mais condições de desequilibrar uma partida a favor do Brasil do que Neymar. De onde tirei isso? da comparação das atuações dos dois na última temporada.

O goleiro foi mais decisivo para o Liverpool do que Neymar, prejudicado por nova lesão, para o PSG.

Alisson decide não só com defesas impressionantes, mas também com lançamentos precisos para seus atacantes em momentos em que o adversário pressiona a saída de bola do Liverpool. Como Firmino, outro campeão europeu, também está convocado, Tite pode aproveitar o entrosamento entre ambos para fazer da ligação direta uma arma da seleção.

Na comparação entre o que os dois atletas entregaram para suas equipes nesta temporada, temos larga vantagem de Alisson. O goleiro foi contratado para resolver um ponto que era considerado frágil pelo Liverpool, então vice-campeão da Champions. Deu certo. Virou um dos principais jogadores de um time estrelado e terminou a temporada com a faixa do torneio mais cobiçado da Europa no peito.

Por sua vez, Neymar desembarcou em Paris para transformar o PSG em campeão europeu. Nada feito. Além disso, ele tem sua condição de protagonista do time ameaçada por Mbappé.

As trajetórias distintas justificam o tratamento distinto dado por comentaristas de diferentes países aos dois brazucas. O goleiro é tratado por muitos como o melhor do mundo em sua posição. Já o atacante é visto por boa parte com desconfiança ou como quem precisa dar a volta por cima imediatamente para ainda poder sonhar com o título de melhor do mundo. Este blogueiro, otimista, está na segunda turma.

 

 

Opinião: para que deveria servir o amistoso com os Estados Unidos

Leia o post original por Perrone

O amistoso contra os Estados Unidos, nesta sexta, às 21h05 (horário de Brasília), em Nova Jersey, marca o início do ciclo do Brasil em busca da disputa da Copa de 2022. Por isso, o jogo não é banal e precisa ser bem aproveitado por Tite.

Porém, na opinião deste blogueiro, o treinador já demonstrou que vai perder algumas oportunidades. As principais são testar Neymar na função de armador, como passou a jogar no PSG, e um novo nome para o gol brasileiro.

Indício de desperdício em termos de experimentar novidades é o fato de o time titular no último treino antes do jogo ter dez atletas que disputaram o Mundial da Rússia. O lateral Fabinho é o único que não participou da disputa.

Pelo que fez nos treinamentos, Tite deve manter Neymar pela esquerda, posição em que depende da aproximação de outros jogadores para render. Isolado na ponta, ele tende a tentar jogadas individuais. Como os adversários dobram ou até triplicam a marcação, fica tudo mais difícil.

Pensando na próxima Copa, Tite poderia aproveitar os jogos contra Estados Unidos e El Salvador, dia 11, para analisar Neymar com mais mobilidade e preocupação em reger o time do que como solista. Tudo indica que isso não vai acontecer.

No gol, está mantido Alisson. Sua presença não acrescenta nada em termos de observação. Como foi titular na Rússia, não há o que o treinador descobrir nele. Muito mais importante seria ver como outro goleiro se sai como titular, ainda que com a certeza de que a vaga seria devolvida a Alisson depois.

Entre os convocados, muito mais valioso seria observar Neto defendendo a meta brasileira desde o começo e por 90 minutos. É capaz que ele entre no decorrer do jogo.

O início de trabalho também é importante para o treinador planejar renovações na zaga e nas laterais.

Entre os zagueiros, ele faz uma boa opção ao começar com Thiago Silva e Marquinhos. O ex-corintiano desponta como futuro do Brasil na posição. Thiago dificilmente chegará em condições de ser titular no Qatar, mas sua experiência é importante para maturar a próxima dupla.

Nas lateais, o único que realmente carrega a bandeira da renovação entre os convocados é Militão, chamado depois da lesão de Fagner. É importante que ele entre no segundo tempo contra os norte-americanos.

Arthur, Andreas Pereira, Lucas Paquetá, Richarlisson e Everton também merecem voltar do giro norte-americano com 45 minutos de seleção no currículo. Menos do que isso, será muita mobilização para pouca observação.

Sem goleiro e centroavante fica quase IMPOSSÍVEL ser campeão

Leia o post original por Craque Neto

Esses dias fiquei pensando sobre a eliminação da nossa Seleção na Copa do Mundo da Rússia. Poxa vida! É inegável que tínhamos uma equipe competitiva, e não vou nem entrar no méritos de que o técnico Tite convocou mal as opções para a reserva, mas sem um bom desempenho do goleiro Alisson e do camisa 9 Gabriel Jesus era impossível ser campeão. Veja bem, já diz o ditado: ‘Toda grande equipe começa com um grande goleiro”. E o que dizer do camisa 1 brasileiro no Mundial, hein? Quase não tocou na bola e quando ela foi… gol dos caras. Sacanagem! […]

O post Sem goleiro e centroavante fica quase IMPOSSÍVEL ser campeão apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Opinião: eficiência defensiva do Brasil dobra dificuldade belga

Leia o post original por Perrone

A Bélgica viverá uma situação bem diferente da que está acostumada ao encarar a seleção brasileira, assim como a maioria das seleções que batem de frente com o time de Tite.

Em confrontos anteriores, os belgas tinham que se preocupar basicamente em defender. Historicamente, com exceções como na Copa de 1994, o poder ofensivo brasileiro deixava a defesa vulnerável. Jogar para encaixar um contra-ataque e balançar as redes era algo bem possível para os rivais.

Agora, a preocupação de quem enfrenta o Brasil é dobrada. Além de trabalhar para não tomar gols, os adversários suam para penetrar na fortaleza em que se transformou a defesa brasileira.

As estatísticas da Fifa relacionadas aos dois goleiros que se enfrentarão nesta sexta (6) em Kazan dão essa noção. Alisson tomou um gol e fez apenas três defesas até aqui na Copa da Rússia. Já o belga Courtois defendeu nove bolas e tomou quatro gols. Ou seja, ele fica muito mais exposto.

Em termos ofensivos, Bélgica e Brasil finalizaram 77 vezes cada durante o Mundial. A eficiência ofensiva dos europeus é maior, pois eles fizeram 12 gols contra 7 do time de Tite.

Porém, na opinião deste blogueiro, o equilíbrio brasileiro entre defesa e ataque pesa a favor da equipe nacional. Será interessante ver os belgas com essa nova tarefa de furar a defesa verde e amarela ao mesmo tempo em que tentam não tomar gols.

Gratidão é tudo na vida!

Leia o post original por Craque Neto

Muita gente me critica por defender a presença do goleiro corintiano Cássio na Seleção Brasileira. E de fato o técnico Tite confirmou neste segunda-feira, dia 14, a presença dele na lista final dos 23 jogadores. Posso falar a verdade? Na minha visão foi merecido e um gesto de gratidão do comandante brasileiro. Arrisco a dizer inclusive que se não fosse o Cássio o Tite NEM na Seleção estaria. Certeza! Afinal, vamos falar a verdade, o goleiro do Timão foi RESPONSÁVEL direito pelos principais títulos do Corinthians na década. Ou alguém duvida que se não fosse ele o Tite levaria aquela […]

O post Gratidão é tudo na vida! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Tite depositará confiança em goleiro ‘super vazado’?

Leia o post original por Craque Neto

Um velho e sábio ditado no futebol já diz: “Todo grande time começa por um grande goleiro”. Difícil discordar disso, afinal analisando as maiores equipes do País todas tinham grandes goleiros. Só pra relembrar alguns na história, Gilmar dos Santos Neves marcou época no Santos de Pelé; o Leão fechava o gol na Academia do Palmeiras; e o que dizer o Raul Plassmann como camisa 1 do excelente time do Flamengo campeão do Mundo em 81?; teve também Zetti no Tricolor bimundial. Depois Marcos e Rogério Ceni marcaram época no futebol paulista. Pois é… e falando de Seleção Brasileira acho […]

O post Tite depositará confiança em goleiro ‘super vazado’? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Leão sobre Alisson: precisa jogar muito na Europa

Leia o post original por Craque Neto

Para Emerson Leão, que é considerado até hoje um dos melhores goleiros do Brasil, Alisson precisa mostrar futebol na Roma, time que defende na Europa, para garantir sua vaga na convocação para a Copa.

O post Leão sobre Alisson: precisa jogar muito na Europa apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Tite é monstro! Mas persistir em alguns erros já é burrice, hein?

Leia o post original por Craque Neto

Nesta quarta o técnico Tite convocou a Seleção Brasileira que irá jogar contra a Colômbia e Equador pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia em 2018. A lista tem 23 nomes e o comandante aposta na base de atletas que já vem tendo oportunidades com ele. De novidades dois baita acertos! Primeiro o goleiro Cássio que lidera a defesa menos vazada do País e vem fazendo grandes jornadas com a camisa do Corinthians. Mesma coisa o atacante Luan, que é o principal nome do Grêmio, talvez o time que vem jogando o futebol mais vistoso do País do ponto […]

O post Tite é monstro! Mas persistir em alguns erros já é burrice, hein? apareceu primeiro em Craque Neto 10.