Arquivo da categoria: Andrés Sanchez

Quanto embróglio e desrespeito com o gringo, poxa vida!

Leia o post original por Craque Neto 10

Como um ex-jogador que fez história no Corinthians fico totalmente indignado pela forma constrangedora como a diretoria do clube (leia-se presidente Andrés Sanchez) está lidando com o caso da renovação do paraguaio Romero. Poxa vida! Acho até que os empresários do gringo quiseram dar uma inflacionada nessa negociação – o que eles tem o direito, diga-se de passagem! – mas acho um erro com a instituição deixá-lo afastado por tanto tempo. Só podem estar de brincadeira com os cofres do Timão! Imaginem pagar 7 meses de salário para esse cara sem ele sequer por o pé dentro de campo para […]

Que curiosa relação existe ali, hein?

Leia o post original por Craque Neto 10

Acho que vou morrer e ainda assim não vou ver de tudo nesse futebol. Tem coisas que por serem aparentemente irrelevantes passam desapercebidos aos olhos da maioria das pessoas. Mas na verdade tem uma tremenda importância para outras. Veja o curioso caso de relacionamento recente entre Corinthians e Fluminense. No meio do ano passado a diretoria do Sr. Andrés Sanchez anunciou a contratação do volante Douglas. Oficialmente o Timão teria pago ao Flu quase R$ 5 milhões por esse rapaz. Não deu nem seis meses e ele foi emprestado de graça ao Bahia. De graça não! Deve ter parte dos […]

Carille na Arábia? De novo???

Leia o post original por Craque Neto 10

Nesta quinta-feira (13) surgiu a informação que o Al Hilal, maior clube da Arábia Saudita, estaria sondando a contratação do Fábio Carille, técnico do Corinthians. Fui tentar obter mais detalhes e descobri que a verdade é que ele teria sido oferecido ao clube gringo. O que são situações bem diferentes, diga-se de passagem! Mas isso tudo me deixa com uma pulga atrás da orelha e a impressão de que tem caroço nesse angu. Ou seja, não é possível que um profissional que tem o carinho quase que unânime da torcida vai se desligar do clube simplesmente do nada. Ainda mais […]

O post Carille na Arábia? De novo??? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Como pode quase 100 jogadores profissionais? Depois reclamam de falta de grana…

Leia o post original por Craque Neto 10

Através do amigo jornalista Rodrigo Vessoni fiquei sabendo da informação de que a diretoria do Corinthians mantém na folha salarial nada mais, nada menos do que 92 jogadores com contrato profissional. Entre esses apenas 36 deles trabalham no time principal sob o comando do técnico Fábio Carille. O restante é um tal de rasgar dinheiro do clube que dá raiva em qualquer torcedor. Veja só, outros 32 jogadores o Corinthians paga para jogarem em outros times. Isso mesmo! Chegou no Timão, não deu certo e como tem contrato em vigência – e pra não tumultuar – foi emprestado. São os […]

O post Como pode quase 100 jogadores profissionais? Depois reclamam de falta de grana… apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Pedido de volta de Dualib deixa Andrés em saia justa

Leia o post original por Perrone

Foto: Edson Lopes Jr./UOL

A possibilidade de Alberto Dualib voltar ao quadro de associados do Corinthians deixa o presidente Andrés Sanchez numa saia justa. O Cori (Conselho de Orientação) analisou o pedido de retorno do ex-presidente e, por 6 votos a 2, recomendou que a reintegração seja aceita.

Porém, a medida sofre resistência por parte de cartolas que são fortes aliados de Andrés. Caso o dirigente rejeite a orientação do Cori para evitar entrar em rota de colisão com eles, tomará uma medida antipática em relação a um importante poder no Parque São Jorge. Além disso, partiu de Sanchez a iniciativa de consultar o conselho de orientação. Em tese, não faria sentido ele pedir um parecer e ignorá-lo em seguida.

O estatuto corintiano diz que é competência da diretoria resolver sobre a readmissão de associados. O ex-presidente encaminhou seu pedido para a direção e Andrés quis ouvir o Cori.

Os únicos votos contrários à volta de Dualib foram de membros do grupo Preto no Branco. Por essa chapa, foram eleitos para o Conselho Deliberativo o diretor de futebol, Duílio Monteiro Alves, e seu adjunto, Eduardo Ferreira. Os dois são homens de extrema confiança do presidente. A ala a que eles pertencem foi a que teve mais votos para o conselho na última eleição.

Ferreira foi um dos principais militantes do movimento Fora Dualib, que ajudou no processo que culminou com a saída do então presidente do “trono”, em 2007. O ex-dirigente renunciou ao posto presidencial e se desligou do quadro associativo em meio a uma série de acusações de irregularidades que sempre negou.

Conforme o blog apurou, Edna Murad Hadlik, que ocupa a primeira vice-presidência do clube, é contra o retorno. Procurada pelo blog, no entanto, ela disse que não se manifestaria.

A maior torcida organizada alvinegra, a Gaviões da Fiel, também se manifestou negativamente em relação à recomendação do Cori. Andrés costuma se dar bem com a cúpula da uniformizada, que neste ano é homenageada numa das camisas oficiais do time.

Diferentes grupos de oposição divulgaram manifestos contra a eventual readmissão de Dualib.

Aos 99 anos, o ex-presidente disse em entrevista ao UOL Esporte que pediu o retorno só para ter a carteirinha de sócio de volta. Ele não pretende voltar a frequentar o Parque São Jorge.

No auge das denúncias contra Dualib, Andrés rompeu com ele e acabou o substituindo no poder. Nos últimos anos, porém, tem feito gestos de aproximação em relação ao ex-dirigente. O atual presidente alvinegro não fala com o blog, por isso não foi ouvido.

 

 

Oposição corintiana se movimenta para cobrar ação contra Odebrecht

Leia o post original por Perrone

Conselheiros de grupos oposicionistas do Corinthians recolhem assinaturas para tentar marcar reunião extraordinária do Conselho Deliberativo com o objetivo de emitir uma posição oficial do órgão sobre eventual ação contra a Odebrecht. A discussão se refere a supostas irregularidades que teriam sido cometidas durante a construção da arena alvinegra e também a obras que a construtora teria deixado de fazer ou executado de maneira incorreta, de acordo com resultado de auditoria encomendada pelo clube.

São necessárias 50 assinaturas de membros do conselho para que a sessão seja marcada. Caso ela aconteça e a maioria decida que o clube deve acionar a empresa, o resultado será enviado para a diretoria. O entendimento desses conselheiros é de que só a direção, sob orientação do presidente Andrés Sanchez, pode tomar a decisão de acionar ou não a construtora. Porém, a aprovação deixaria o cartola pressionado politicamente.

Odebrecht e Andrés sempre negaram terem sido cometidas irregularidades no projeto da casa própria corintiana. A construtora também nunca reconheceu  o resultado da auditoria. E afirma que deixou de fazer parte das obras por conta de um estouro no orçamento, mas em acordo com o Corinthians. Alega ainda que respeitou rigorosamente o contrato.

Trecho do requerimento que está sendo assinado diz que ação, se concretizada, visaria a “apuração de eventuais ilícitos cometidos na construção da Arena Corinthians, bem como pendências sobre obras inacabadas e com defeitos”.

O documento não cita quais seriam os supostos ilícitos, porém, recentemente, como mostrou o blog, conselheiros do grupo de oposição Frente Liberdade Corintiana foram à Justiça Federal para tentar tirar o sigilo de um inquérito no qual ao menos um dirigente corintiano estaria sendo investigado por supostamente receber dinheiro da Odebrecht em esquema de caixa 2.

A medida foi tomada depois de o jornal “O Estado de S.Paulo” publicar reportagem apontando o envolvimento de André Luiz de Oliveira, diretor administrativo do Corinthians e homem de confiança do presidente Andrés Sanchez, no caso. A acusação é relacionada à campanha do agora novamente presidente do Corinthians a deputado federal.

O advogado de André, Júlio Clímaco, nega que seu cliente tenha recebido valores da Odebrecht e cometido irregularidades. Andrés não fala com o blog, mas afirma publicamente não ter existido caixa 2 em sua campanha e nem falcatruas envolvendo a construção do estádio.

Outro trecho do requerimento diz que o pedido “fundamenta-se no que foi deliberado em reunião desse conselho no dia 4 de fevereiro de 2019 tendo transcorrido o prazo de três meses acordado com o diretor presidente da diretoria do Sport Club Corinthians Paulista para tentar uma solução amigável junto à construtora. Caso seja aprovada a proposta (de ir à Justiça), esta servirá de posição oficial do Conselho Deliberativo, a fim de ser remetida à diretoria para a devida análise dentro de seu poder discricionário”.

Em fevereiro, Andrés afirmou em encontro do órgão que estava perto de fechar um acordo com Odebrecht e Caixa sobre eventuais pendências. O trato evitaria o risco de uma longa disputa judicial.

A discussão no conselho deliberativo sobre o acionar a construtora na Justiça é antiga, assim como a pressão de conselheiros para que a diretoria tome esse caminho.

Cartolas corintianos ligados a caixa 2? Oposição vai à Justiça para saber

Leia o post original por Perrone

Conselheiros do grupo oposicionista Frente Liberdade Corintiana apresentaram nesta sexta (10) na Justiça Federal de São Paulo requerimento para levantar (retirar) o sigilo de inquérito no qual pelo menos um dirigente do Corinthians estaria sendo investigado por receber dinheiro de caixa 2 da Odebrecht.

O pedido é uma reação à reportagem do jornal “O Estado de S.Paulo” apontando o envolvimento de André Luiz de Olvieria, diretor administrativo corintiano e braço direito do presidente Andrés Sanchez, no caso.

A matéria diz que gravações de conversas telefônicas que teriam sido entregues por um doleiro à Polícia Federal indicam que André Negão, como é conhecido o cartola, teria combinado o recebimento de dinheiro suspeito. A quantia faria parte de um esquema de caixa 2 para a campanha de Andrés, eleito deputado federal pelo PT. Os dois dirigentes negam terem cometido irregularidades.

“No inquérito que apura o caixa 2 referido, não consta nenhuma gravação dessa ordem. Meu cliente nega qualquer envolvimento nesses fatos de recebimento de valores por parte da Odebrecht. Inclusive já prestou esclarecimentos a respeito no inquérito próprio. Acredito que as gravações estejam totalmente fora de contexto”, disse ao blog Julio Clímaco, advogado criminalista responsável pela defesa de André no caso.

Os conselheiros pedem para, na hipótese de a Justiça entender que não deve levantar o sigilo, terem acesso aos autos com o compromisso de não divulgarem as informações.

Entre outros motivos, o grupo alega que é dever estatutário dos conselheiros zelar pelos interesses do clube e por isso precisam confirmar se informações divulgadas pela imprensa são verídicas.

O Corinthians precisa é POUPAR dinheiro, isso sim!

Leia o post original por Craque Neto

O Corinthians empatou com o Vasco por 1 a 1 no último sábado e o que mais eu ouvi foram as críticas ao técnico Fábio Carille por ter usado uma equipe basicamente reserva e desentrosada contra os cariocas. Posso falar? Eu já disse mais de uma vez que esse negócio de poupar é um TREMENDO erro. A justificativa da comissão é de que pretende evitar uma lesão por excesso de esforço físico. Só pode ser piada, não é? Jogador que não pode jogar de quarta e domingo precisa se aposentar. Ir trabalhar em repartição pública, poxa vida! A verdade é […]

O post O Corinthians precisa é POUPAR dinheiro, isso sim! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Uma história CHUTADA por causa de dinheiro

Leia o post original por Craque Neto

Olá amigos internautas, depois de muito tempo sem ouvir falar do paraguaio Romero, resolvi pedir para a equipe da Band tentar encontrá-lo. Saber do paradeiro do atacante, que desde o final do ano passado anda totalmente esquecido no Corinthians. Para minha surpresa ele ainda anda por lá. Ou seja, para não dar problemas trabalhistas, ele permanece treinando com o time no CT, mas NUNCA mais sequer foi aproveitado para o time principal. Fomos atrás pra saber o porquê disso. Os dirigentes do clube, principalmente o Andrés e o Duílio, defendem a tese de que o clube tentou a renovação de […]

O post Uma história CHUTADA por causa de dinheiro apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Sem parceiro máster, renda corintiana de patrocínio caiu R$ 35,5 mi em 2018

Leia o post original por Perrone

Foto: Daniel Vorley/AGIF

O balanço financeiro do Corinthians referente a 2018 mostra o impacto causado nos cofres do clube por um ano inteiro sem patrocinador máster. Foram arrecadados com patrocínio e publicidade R$ 35.571.000 a menos em relação a 2017, temporada em que o time teve anunciante principal só até abril.

No ano passado, a receita com patrocínio e publicidade foi de aproximadamente R$ 42,8 milhões. Em 2017, a marca foi de cerca de R$ 78,4 milhões. Nos quatro primeiros meses daquele ano, a Caixa ainda estampava a camisa alvinegra.

Em texto que acompanha as demonstrações financeiras do alvinegro, Andrés Sanchez relacionou o jejum de patrocínio à economia brasileira.

“As dificuldades econômicas do país prejudicaram bastante a busca por patrocínios e tivemos que conviver sem um patrocinador máster para o uniforme durante o exercício de 2018, o que representou uma queda expressiva de nossas receitas nesse item”, escreveu o presidente corintiano.

Um quadro sobre a importância de cada receita para o clube ilustra a queda relatada pelo cartola. Em 2017, a arrecadação com patrocínio representou 17% da receita do alvinegro. No ano passado, essa fatia emagreceu para 9%, perto dos 7% atingidos pelo clube social, famoso por ser um saco sem fundo.

Novamente, a maior parte do dinheiro veio das cotas de TV: 42%. Em segundo lugar aparecem as transferências de jogadores com 25%.

Em seu texto, Andrés  ressalta como um dos aspectos positivos a redução do deficit contábil de R$ 35 milhões em 2017 para cerca de R$ 19 milhões em 2018.

O dirigente também falou em crescimento de cerca de 4% nas receitas operacionais do futebol (apesar da falta de patrocinador máster). Essa arrecadação foi de aproximadamente R$ 438 milhões. A receita total do clube no ano passado ficou em cerca de R$ 469 milhões com crescimento de 3,5%.

As despesas operacionais também aumentaram. No futebol elas foram de R$ 377.659.000 em 2018 contra R$ 341.758.000 no ano anterior.

Em sua mensagem, Andrés aponta que “o nível de endividamento global subiu cerca de R$ 26 milhões especialmente pelo aumento de passivos com fornecedores e com explorações de (direitos de) imagem a pagar”.

O dirigente também diz que “50% dos passivos são obrigações a longo prazo, especialmente aquelas relacionadas ao Profut (programa que refinanciou as dívidas dos clubes), com prazo de vencimento de 20 anos”.