Todos os posts de lucasaraujo

Bruno Mendes vence a 16ª rodada

Leia o post original por lucasaraujo

Bruno Mendes venceu mais uma (Foto: Memory Press)

O atacante Bruno Mendes, peça fundamental na vitória por 2 a 1 sobre o Linense, foi o vencedor da 16ª rodada do Troféu Blog do GUARANI.

Autor de um gol e mentor intelectual da jogada do 2º gol, anotado por Oziel, o jovem atacante de 17 anos ficou com a média de 8,40 pontos. Ele foi seguido, justamente, por Oziel, com 7,67, e Neto, com 7,43.

Bruno Mendes venceu duas (Mirassol e Linense) das últimas três rodada e, com isso, subiu na classificação geral.

Confira abaixo a classificação da 16ª rodada:

Bruno Mendes…………………………………….8,40
Oziel…………………………………………………..7,67
Neto…………………………………………………..7,43
Fumagalli…………………………………………….7,39
Wellington Monteiro………………………………..7,16
Domingos……………………………………………7,00
Émerson……………………………………………..6,91
Bruno Recife…………………………………………6,63
Willian Favoni……………………………………….6,25
Max Pardalzinho…………………………………….6,24
Bruno Neves………………………………………..5,90
Bruno Peres…………………………………………5,64
Rafael Araujo……………………………………….5,57

O zagueiro Domingos segue na ponta

 

Passadas 16 rodadas, a liderança ainda é do zagueiro Domingos, mas seus companheiros continuam tirando a diferença aos poucos, deixando a competição cada vez mais embolada. Apenas os jogadores que atuaram em 7 ou mais jogos serão levados em consideração.

Qualquer deslize nestes próximos jogos pode ser fatal para a conquista do Troféu e este blog continuará os acompanhamentos até o final do Paulistão, considerando, agora a fase de Mata Mata.

Domingos…………………………………………7,12 (12)
Fumagalli…………………………………………..6,98 (16)
Émerson……………………………………………6,86 (16)
Neto…………………………………………………6,84 (13)
Fábio Bahia………………………………………..6,84 (11)
Wellington Monteiro………………………………6,55 (14)
Fabinho…………………………………………….6,45 (15)
Bruno Mendes…………………………………….6,30 (11)
Danilo………………………………………………6,29 (14)
Ronaldo…………………………………………….6,16 (14)
Bruno Recife……………………………………….5,99 (15)
André Leone……………………………………….5,63 (9)
Bruno Peres………………………………………..5,41 (11)
Oziel…………………………………………………5,04 (13)

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

Prontos para a batalha

Leia o post original por lucasaraujo

Aproveite e clique aqui para votar no desempenho dos jogadores na 17a rodada do Troféu Blog do GUARANI

O nível técnico totalmente desproporcional este as duas equipes facilitou, e muito, para que o GUARANI batesse a fragilíssima Catanduvense, neste domingo, fora de casa, por convincentes 2 a 1. Afinal, você esperaria o que de um time que tem Chiquinho na lateral direita, Dairo no ataque e Roberval Davino no banco de reservas?

Mas o que mais importa nesta atuação do GUARANI foi ver que o elenco quer mesmo brigar por coisa melhor e maior. O discurso de cada um deles já deixava postas sobre esse “tesão”, mas a atuação contra a Catanduvense foi um bom exemplo.

Oziel comemora: dois gols nos últimos dois jogos (Foto: Memory Press)

Porque, já classificado para o Mata-Mata, o GUARANI tinha tudo para colocar o pé no freio e se poupar para a partida de 4ª feira pela Copa do Brasil. Ou, ainda, tirar o pé porque já estava satisfeito com a conquista.

Só que Vadão e seus comandados foram à luta. Fizeram 2 a 0 ainda no 1º tempo (Fabinho e Oziel) e sequer viram o goleiro Émerson sujar o uniforme. Foi como nos velhos tempos do GUARANI: pegar estes times menos preparados e inferiores tecnicamente, via de regra, era vitória fácil.

Tudo bem que o time começou de forma lenta o 2º tempo e tomou um gol que poderia mudar a partida, mas, tirando os 10 minutos seguintes a este gol sofrido, a partida foi amplamente dominada pelo GUARANI, que se deu ao luxo de perder chances incríveis com Danilo e Bruno Mendes.

Com mais 3 pontos (não perca a conta, já são 33) e com os resultados da rodada, o GUARANI, pela primeira vez, pode questionar, como sempre fez em suas anos áureos, esse modelinho viciado, chato, elitista e anti-democrático dos “times grandes”.

Isso porque vai pegar, no domingo, às 16h, no Brinco de Ouro, o Palmeiras, um dos quatro milionários financiados por cotas de TV desproporcionais da Federação Paulista de Futebol. So que esse “riquinho” está a apenas 2 pontos da gente e, no caso de uma vitória bugrina, o deixaremos para trás, tornando real a possibilidade de se classificar entre os 4 primeiros e fazer o jogo único das Quartas de Final no Brinco de Ouro.

Fabinho abriu a contagem logo aos 5 minutos de jogo (Foto: Memory Press)

Para quem já entrou com apetite para este jogo contra a Catanduvense, imaginem vocês como poderá entrar o GUARANI para pegar o Palmeiras. Notem quanta coisa pode estar em jogo… O GUARANI deverá ter força máxima, muita torcida à favor e tudo aquilo que mais pode empurrar um time (e atrapalhar o outro) rumo aos 3 pontos.

Vejo a partida do próximo domingo como uma das mais importantes dos últimos muitos anos. Pode marcar a retomada da entidade vitoriosa, grande e respeitosa que sempre fomos.

Tudo bem que, na 4ª feira, às 21:50h, tem o Botafogo, no Brinco de Ouro, pela partida de ida da 2ª fase da Copa do Brasil. É outro jogo que vale muito, tem transmissão para todo o Brasil, etc, etc, etc…

Mas o que a gente mais quer é poder, de novo, destronar um grande de São Paulo e fincar nossa bandeira nos pontos mais altos!

Ficha Técnica

Catanduvense 1 X 2 GUARANI

Local: Sílvio Salles
Árbitro: Phillipe Lombard
Auxiliares: Giuliano Neri Colisse e Willian Rogério dos Santos Turola
Gols: Fabinho (G) 5’/1T, Oziel (G) 42’/1T e Alemão (C) 5’/2T
Cartões Amarelos: Alemão (C), Danilo (G), Émerson (G), Neto (G)

Catanduvense
Filippi; Chiquinho, Ednei, Douglas e Anderson Paim (Diniz); Fabinho Carioca, Ricardo Oliveira, Luiz Mário e Nenê Bonilha (Tiago Mineiro); Samuel e Dairo (Alemão). Técnico: Roberval Davino

GUARANI
Émerson; Oziel, Neto (Éverton Páscoa), André Leone e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Fábio Bahia, Danilo e Bruno Neves (Bruno Peres); Fabinho (Max Pardalzinho) e Bruno Mendes. Técnico: Vadão

RAPIDINHAS

– O zagueiro Neto e o atacante Fabinho deixaram o gramado com dores e podem até serem poupados da partida contra o Botafogo na 4ª feira. Contra o Palmeiras, porém, eles devem jogar.

– Nesta 2ª feira começa o Ano 1 do Século II do GUARANI. Enfim, terminou o “Ano do Centenário” e o Bugre completa 101 anos. Convido a todos para ler minha coluna no site Planeta Guarani sobre a data.

– Uma grande preliminar antecederá o jogo contra o Palmeiras. Falo sobre isso em um post futuro, mas vale a pena chegar mais cedo no Brinco.

– Os resultados da 16ª rodada o Troféu Blog do GUARANI serão divulgados nesta 2ª feira na hora do almoço. Já os referentes ao jogo contra a Catanduvense sairão na 5ª feira à tarde. Na Copa do Brasil não teremos edição do Troféu.

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

Jogar para ganhar mesmo!

Leia o post original por lucasaraujo

A alegria pela classificação antecipada para as Quartas de Final do Campeonato Paulista já é para ter acabado, afinal, ainda faltam 3 jogos para o Paulistão acabar e é importante somar o maior número de pontos possíveis.

Se em 2009 eu fiquei meio “p” da vida com o Vadão, que sempre falou que o importante era estar entre os 4 primeiros na Série B, justamente no momento em que o GUARANI disputava a liderança com o Vasco, desta vez gostei bastante do discurso dele e dos jogadores.

O discurso do elenco está alinhado: todos querem mais! (Foto: globoesporte.com)

Não teve um que não falou que o GUARANI vai atrás de mais pontos, que quer terminar com a melhor pontuação e posição possíveis e, por que não, surpreender nas Quartas de Final em diante. Gostei que ninguém falou que a missão estava cumprida, que a briga com os grandes no Mata-Mata era impossível e que nos restava apenas o Troféu do Interior para disputar.

Isso é sintoma de que o GUARANI vai entrar, às 18:30h, deste domingo, em Catanduva, contra a Catanduvense, de olho apenas os 3 pontos que a vitória pode trazer.

É lógico que o jogo tem suas preocupações, afinal, o adversário vive uma situação complicada na tabela. Está em 16º lugar (o primeiro time que não cai), embora já tenha ficado muitas e muitas rodadas no Z4. Joga em casa e tem a chance de chutar para longe o fantasma da Série A2.

Só que eu sou mais GUARANI!

Tirando o Domingos, que será poupado, e Fumagalli, que está suspenso, vamos com nossa força máxima. Isso quer dizer que o “motorzinho” Fábio Bahia, o meia Danilo e o atacante Fabinho, três dos principais destaques do time e que não jogaram no meio de semana por conta de suspensão, estão de volta.

É hora de a inteligência entrar em campo. O desespero está do lado deles, assim como esteve quando enfrentamos o Comercial fora de casa, mas, com rápidos contra ataques, exatamente como em Ribeirão Preto, podemos sair de lá com os 3 pontos.

Vadão já falou que quer mais (Foto: Memory Press)

À torcida bugrina, peço uma coisa que é um pouco difícil de se pedir: vamos com calma nesta reta final, analisando jogo a jogo. Já tem gente querendo escolher adversário para as Quartas de Final, mas ainda é cedo demais para que isso se defina. O G8 está bastante equilibrado, três jogos representam muita coisa e as surpresas, boas e ruim, podem acontecer.

Que venha a Catanduvense!

Ficha Técnica

Catanduvense X GUARANI

Local: Sílvio Salles
Horário: 18:30h
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Rogério Pablo Zanaro

Catanduvense
Filippi; Chiquinho, Ednei, Douglas e Anderson Paim; Fabinho Carioca, Ricardo Oliveira, Luiz Mário e Diniz; Samuel e Dairo. Técnico: Roberval Davino

GUARANI
Émerson; Oziel, Neto, André Leone e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Fábio Bahia, Danilo e Bruno Neves; Fabinho e Bruno Mendes. Técnico: Vadão

RAPIDINHAS

– O GUARANI não vai à Catanduva há 16 anos. A última vez que isso aconteceu foi pelo Paulistão de 1996, mas não foi para enfrentar a Catanduvense. O adversário foi o Novorizontino, que venceu por 1 a 0.

– Por falar em Catanduvense, alguns ex-bugrinos estarão em campo: o técnico Roberval Davino, o atacante Dairo e o goleiro Fillipi. Com exceção do último formado na base bugrina, mas que teve poucas chances, os demais não deixaram saudade alguma.

– Na 2ª feira será divulgado o resultado da 16ª rodada do Troféu Blog do GUARANI. A disputa segue acirradíssima!

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

O vôo da Fênix

Leia o post original por lucasaraujo

Não conheço muito esse assunto de mitologia grega, mas sempre ouvi dizer que a Fênix era um exemplar de pássaro que morria queimada e, depois, renascia sozinha, pronta para dar novos vôos.

Não há símbolo melhor para mostrar o momento atual do GUARANI.

Com a vitória por 2 a 1 sobre o Linense, no Brinco de Ouro, o GUARANI, com 3 rodadas de antecedência, garantiu sua vaga para as Quartas de Final do Campeonato Paulista. Isso mesmo: a mesma instituição que, não muito mais do que 4 meses atrás, era símbolo de atrasos de salário, decadência e total miséria, vai figurar entre os 8 melhores do Estadual.

O grupo comemora: o GUARANI está classificado (Foto: Memory Press)

Ah, mas você pode dizer que o Paulistão não tem valor e pego carona no comentário destas pessoas: se o Paulistão é realmente fraco e fazia 9 anos que o GUARANI não avançava para um mata-mata é porque, sem sombra de dúvidas, a coisa está muito feia no Brinco de Ouro.

Quem aqui não temeu pela perda de pontos por conta de salários atrasados quando essa medida imposta pela FPF passasse a vigorar? Quem aqui não desconfiou da idade média dos jogadores? E do currículo de alguns deles? Quem não fez conta para não cair? Quem não sonhou que este Paulistão iria até o começo de Fevereiro, pois ali venceria o primeiro salário, que não seria pago e começaria um corpo mole incrível? Todo mundo.

Fica de lição, para todo mundo, que, ainda que seja normal palpitar no futebol pela paixão do torcedor, as decisões devem ficar à cargo de quem conhece do riscado. E, nos nossos anos recentes, ninguém mais do que Vadão e Gersinho sabem disso. Portanto, a eles, o meu muito obrigado por terem montado a equipe, traçado as mini-metas, motivado o time e, acima de tudo, terem classificado o GUARANI.

Estendo meu agradecimento aos jogadores, diretoria e equipe de staff (restante da comissão técnica, seguranças, médicos, massagistas, roupeiros…), pois, uma conquista não é feita de uma ou duas pessoas. Isso é produto de um grupo!

Bruno Mendes fez outro: é o 2o gol no Paulistão (Foto: Memory Press)

Por muitas e muitas vezes, eu li, nas redes sociais, a cada vitória ou conquista do GUARANI, que o “gigante acordou”. Confesso que isso sempre me incomodou, pois, a cada vez que o gigante acordava, não demorava muito para ele repousar novamente.

É por isso que eu acho que temos que comemorar demais, mas com cautela. Foi assim que chegamos até onde chegamos (honestamente, eu estou muito, mas muito feliz mesmo com a classificação). Ninguém dava nada para o GUARANI antes de esse Paulistão começar. Pelo contrário, apontavam como provável rebaixado.

Aqui vai um desabafo de um torcedor que, há menos de 1 ano, leu uma das maiores duchas de água fria que um torcedor pode levar: ENGOLE ESSA, LEONEL, QUE DISSE, LOGO APÓS O ACESSO DE 2011, QUE SE MANTER EM 2012 SERIA MUITO DIFÍCIL… DE BUGRINO TORCENDO CONTRA NÓS NÃO PRECISAMOS!!!!!

Ficha Técnica

GUARANI 2 X 1 Linense

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima
Auxiliares: Fábio Luis Freire e Maiza Teles Paiva
Gols: Bruno Mendes (G) 29’/1T, Lenílson (L) 41’/1T e Oziel (G) 16’/2T
Cartões Amarelos: Fumagalli (G) e Elias (L)

GUARANI
Émerson; Oziel, Domingos, Neto e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Willian Favoni (Rafael Araujo), Bruno Neves e Fumagalli; Max Pardalzinho (Bruno Peres) e Bruno Mendes. Técnico: Vadão

Linense
Douglas; Neto (Wellington), Pablo, Fabão e Ademir Sopa; Andrade, Elias, Makelelê e Éder; Lenílson (André Luis) e Chimba. Técnico: Pintado

RAPIDINHAS

– Agora, o GUARANI tem pela frente a Catanduvense, em Catanduva, no próximo domingo, às 18:30h. O meia Fumagali, suspenso, é desfalque certo. Porém, o volante Fábio Bahia, o meia Danilo e o atacante Fabinho voltam após cumprir suspensão.

– Vergonhosa a presença de público neste jogo. Nem 3 mil pessoas. Onde está a maior do interior?

– As contas de 2011 não foram aprovadas pelo Conselho Deliberativo em reunião realizada nesta 5ª feira. Os argumentos foram muitos e deixo para explicar depois. Porém, nada muda: o GUARANI tem até o dia 30 de Abril para publicar seus números.

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

Pela quebra de um “incômodo” tabu

Leia o post original por lucasaraujo

Desde que o Campeonato Paulista começou, o técnico Vadão repetiu insistentemente que para se chegar à fase de Quartas de Final seriam necessários 30 pontos.

Para conseguir isso, construiu as mini-metas, que, em suma, pregavam a soma de, no mínimo, 5 pontos a cada 3 jogos. Considerando o Dérbi como um jogo à parte, o campeonato teria 6 mini-metas. Estava desenhado o caminho para os 30 pontos.

Com um bom começo (bom não, ótimo), o caminho para se chegar nos 30 pontos foi sendo traçado até de forma antecipada. Por isso, hoje, com 27 pontos, diante do Linense, o GUARANI pode chegar aos tão sonhados 30 pontos.

Max Pardalzinho será titular no ataque bugrino (Foto: globoesporte.com)

É claro que a classificação pode não ser conquistada de forma matemática (o jogo entre Paulista e Palmeiras está em andamento e, se o time jundiaiense vencer, atrapalha nossos planos), mas ela virá nas próximas rodadas se o GUARANI vencer logo mais.

E o que significa chegar às Quartas de Final do Paulistão 2012?

Eu poderia falar uma porção de coisas (e vou falar quando ela acontecer), mas, a principal delas, é tirar o GUARANI de uma longa e incômoda fila: não chegamos a um mata-mata no Campeonato Paulista há 9 anos!

Você se lembra da última vez? Eu ajudo: foi no Paulistão de 2003, quando, pelas Quartas de Final, o GUARANI foi eliminado pela Portuguesa Santista ao empatar, em jogo único, por 0 a 0 em Santos. De lá para cá, só coisa ruim…

É tempo demais… não cabe um time, da grandeza do GUARANI, ficar tanto tempo fora dos jogos decisivos do Paulistão. Não entra na minha cabeça um time, Campeão Brasileiro, ter disputado 3 vezes a Série A2 e disputado para não cair em todas as outras 5 oportunidades em que jogou o Paulistão.

Depois de 2 semanas ausente, o capitão Wellington Monteiro está de volta (Foto: RAC)

Que um novo passo no futuro do GUARANI seja traçado a partir da noite desta 5ª feira, afinal, a gente sonha com dias muito melhores!

Ficha Técnica

GUARANI X Linense

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa
Horário: 19:30h
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima
Auxiliares: Fábio Luis Freire e Maiza Teles Paiva

GUARANI
Émerson; Oziel, Domingos, Neto e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Willian Favoni, Bruno Neves e Fumagalli; Max Pardalzinho e Bruno Mendes. Técnico: Vadão

Linense
Douglas; Neto, Pablo, Fabão e Fábio Lima; Andrade, Ademir Sopa, Makelelê e Lenílson; André Luis e Chimba. Técnico: Pintado

RAPIDINHAS

– O técnico Vadão não poderá contar com 3 jogadores suspensos: o volante Fábio Bahia, o meia Danilo e o atacante Fabinho. Em contra partida, o volante Wellington Monteiro volta ao time após 2 semanas afastado por uma lesão na coxa.

– Não nos esqueçamos que, enquanto o GUARANI joga, conselheiros e associados avaliarão as contas de 2011. Tudo muito estranho…

– Será a primeira vez que o goleiro Douglas, um dos principais nomes do Acesso para a Série A em 2009, voltará ao Brinco de Ouro. Desde que saiu do GUARANI, ele ainda trabalhou no Náutico e no Red Bull.

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

Tem coisa estranha aí…

Leia o post original por lucasaraujo

Uma das coisas que nós, bugrinos, sempre quisemos ver no nosso dia a dia é a transparência. Não interessa, pelo menos a mim, enquanto torcedor, saber o valor exato das negociações de jogadores, qual é o salário de um ou outro jogador ou qualquer coisa parecia.

É fato que o futebol é um “veneno” e querer saber sempre mais sobre o nosso time de futebol é algo que pode, de um jeito ou de outro, fazer de conta que somos informados, que temos contatos ou que estamos preocupados com o futuro.

Presidente do Conselho Deliberativo, Antonio Sagula deixou brechas perigosas (Foto: RAC)

Como em todo ambiente profissional, existem coisas confidenciais. Ou você, leitor, na sua empresa, sabe, neste exato momento, se ela está sendo vendida, se está comprando alguma outra empresa, se o salário da diretoria tem diversas opções de bônus, etc, etc, etc…

Portanto, a confidencialidade tem que existir, também, no GUARANI.

Uma das principais formas de transparência de uma gestão esportiva está no tratamento da informação a quem é de direito. Se falamos de um time de futebol, ou seja, uma entidade sem fins lucrativos e com uma enorme gama de associados, levar aos sócios o que lhe é direito, da melhor forma possível, é uma forma de transparência.

E é aí que as coisas estão esquisitas.

Está marcada para esta 5ª feira, às 18:30h, a reunião ordinária do Conselho Deliberativo do GUARANI tendo, como principal pauta, a apresentação das contas do exercício de 2011. Ou seja: na 5ª feira, vamos saber o quanto o GUARANI arrecadou, o total das despesas, o aumento ou redução da dívida e tudo mais aquilo que a tal auditoria contratada pela atual administração levantar.

Pois bem, às 20:30h da mesma 5ª feira, acontece uma Assembléia de Sócios com o mesmo intuito: apresentar aos associados as informações financeiras de 2011.

Sinceramente, há um progresso aí: nunca vi (quem puder me corrigir, que me corrija) as contas do clube serem expostas aos associados. Sou sócio de outro clube em Campinas (além do GUARANI, claro) e nele, mensalmente, as demonstrações financeiras são publicadas em diversos murais espalhados pelas dependências do clube. Inegavelmente, é um progresso.

Na mesma 5ª feira, às 19:30h, o GUARANI recebe o Linense, em partida que pode, em caso de vitória, garantir a classificação para as Quartas de Final do Paulistão. Ou seja: é uma decisão clara.

Portanto, qual é o sentido de se agendar DUAS reuniões de extrema importância, com os dois principais elementos de um clube (conselheiros e sócios) em um dia em que o foco é uma partida decisiva de futebol? Por mais que os públicos possam ser diferentes, as duas atividades estarão esvaziadas e, por conseqüência, o senso crítico será menor. Resumindo: pode ser mais fácil aprovar as contas de uma gestão para lá de duvidosa…

E mais. Todo o processo para a convocação da Assembléia de Sócios foi feito de forma equivocada, uma vez que a divulgação da mesma foi feita apenas em um jornal da cidade e não entre todos os associados (seja por carta ou por comunicação em murais do clube).

Nunca é demais lembrar que, em 1º de Março de 2011, o GUARANI enfrentou o Palmeiras B pela Série A2 do Campeonato Paulista. Naquela mesma data, ocorreu a eleição que definiu Leonel Martins de Oliveira como presidente (destituído pouco mais de 8 meses depois). O jogo, previamente marcado para às 19:30h, foi remarcado para as 21h. Ou seja: o mesmo erro já aconteceu e ninguém se ligou? Por isso vejo tudo isso com muita estranheza.

Que os próximos dias mostrem alguma coisa diferente e convincente, porque brechas para qualquer tipo de interpretação, até mesmo as mais sujas possíveis, estão abertas neste caso.

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

Fumagalli eleito o melhor no Dérbi

Leia o post original por lucasaraujo

Fumagalli comemora o gol de empate no Dérbi (Foto: Memory Press)

O meia Fumagalli, autor do gol que garantiu o empate no Dérbi por 1 a 1, cobrando um pênalti aos 46 minutos do 2º tempo, foi eleito pela torcida bugrina como o melhor jogador do GUARANI em campo.

A média do meia, dono de 6 gols no Paulistão 2012 e 7 na temporada 2012, foi 8,11. O zagueiro Neto, com 7,51, foi o 2º colocado e o goleiro Émerson, com 7,49, ficou na 3ª posição.

Esta foi a 6ª rodada em que Fumagalli saiu vencedor de um total de 15 jogos. Além dele, o atacante Ronaldo faturou 3 vezes, o zagueiro Neto outras 2 enquanto que o goleiro Émerson, o zagueiro Domingos, o volante Wellington Monteiro e o atacante Bruno Mendes venceram apenas uma vez.

Veja abaixo a classificação da 15ª rodada:

Fumagalli………………………………………..8,11
Neto……………………………………………….7,51

Émerson………………………………………….7,49
Ronaldo…………………………………………..7,24
Domingos…………………………………………7,24
Danilo……………………………………………..6,77
Fábio Bahia………………………………………6,44
Oziel……………………………………………….6,35
Bruno Recife……………………………………..6,06
Willian Favoni……………………………………5,99
Bruno Mendes…………………………………..5,97
Thiaguinho……………………………………….5,64
Emílio……………………………………………..4,73
Fabinho…………………………………………..4,59

Domingos lidera, mas a diferença está cada vez menor (Foto: globoesporte.com)

 

Passadas 15 rodadas, o equilíbrio continua. O zagueiro Domingos segue na liderança, mas esta foi reduzida após a boa participação de Fumagalli no Dérbi. Outro que chegou foi o goleiro Émerson, seguido por Fábio Bahia e Neto. As próximas rodadas prometem.

Confira a classificação acumulada até a 15ª rodada, considerando os jogadores que atuaram em pelo menos 6 partidas.

Domingos……………………………………..7,13 (11)
Fumagalli……………………………………….6,96 (15)

Émerson………………………………………..6,86 (15)
Fábio Bahia…………………………………….6,84 (11)
Neto……………………………………………..6,81(12)
Wellington Monteiro…………………………..6,52 (13)
Fabinho…………………………………………6,45 (15)
Danilo…………………………………………..6,29 (14)
Ronaldo………………………………………..6,16 (14)
Bruno Mendes…………………………………6,13 (10)
Bruno Recife…………………………………..5,96 (14)
André Leone…………………………………..5,63 (9)
Bruno Peres……………………………………5,39 (10)
Oziel……………………………………………..4,89 (12)

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

“O sabor mágico da cereja do bolo”, por Max Franco

Leia o post original por lucasaraujo

 

Max Franco, o bugrino de Sergipe

A caminhada na avenida dos derbis havia começado dura e sofrida. Os garotos menores Bugrinos haviam sido derrotados em duas oportunidades no Brinco de Ouro pelos seus maiores rivais. Sentiram o gosto amargo da derrota em sua taba.

A caminhada na avenida dos derbis havia se tornado ainda mais escura, trágica e fúnebre numa quinta-feira de verão. Alguns “torcedores de verde” seduzidos para a briga de rua, pelo que exploradores da violência organizada afirmam “ser algo que está no DNA do homem”, subiram a histórica avenida que leva o nome de um grande campeão e, mais uma vez, sentiram o gosto amargo da derrota com a agressão estúpida, com o coma e com a morte de um deles.

A revolta havia tomado conta da maioria na facção verde, houve até quem falasse em vingança, mas teve também quem condenasse a violência e a insensatez.

No domingo à tarde, em meio ao clima de desgosto, o Bugre teria que seguir sua caminhada contra um adversário de amarelo que, até então, nunca havia vencido. Houve minuto de silêncio, mas prevaleceu o futebol com gols, dois belos gols, que premiaram dois garotos polidos na academia Bugrina e trouxeram um pouco de alegria e esperança aos torcedores.

Começava, então, a confusa caminhada na semana do derbi centenário entre os principais rivais. Ninguém sabia, ao certo, quando e onde seria o jogo e em que condições ele se realizaria. Houve presidente pedindo a transferência do local da disputa e autoridades anunciando jogo com uma única torcida ou portões fechados. Pareciam não saber o que fazer, até que a polícia resolveu dar “blits”, nas sedes de uma das torcidas verde e de outra torcida ligada à rival, decretar oito prisões preventivas, ocorrendo seis delas e duas fugas, além das torcidas organizadas serem proibidas de entrar nos estádios de São Paulo. Nada mal para combater a violência entre torcidas, ainda que atrasado.

Enfim, o grande dia do derbi centenário havia chegado e o Bugre e sua torcida deveriam subir a avenida, cercados de segurança até o Moises. A rivalidade era o atrativo maior do derbi e o clima estava tenso fora e dentro do campo, mas, das arquibancadas, a TV só mostrava a maior torcida presente, que cantava e gesticulava provocante como vencedora dos acontecimentos, até então. A torcida verde era menor, mas podia ser ouvida ao fundo.

No campo, o jogo começou nervoso, marcado e equilibrado, até que “o homem de laranja”, que corria próximo ao meio de campo, resolveu marcar uma penalidade na área verde que só ele viu e, de quebra, “amarelou o xerife” da defesa Bugrina. A torcida alvinegra explodiu com a marcação, mas a TV, no detalhe angular oposto ao do juiz, acusou a falha e a injustiça da punição. O batedor correu pra bola e, nervoso, chutou da trave prá fora. Ufa!

Daí prá frente, sentindo que poderia se impor, o GUARANI reagiu, se adiantou, começou agredir e ameaçou a meta adversária, até que Fabinho, o mais experiente e ameaçador dos atacantes do Bugre, resolveu tornar as coisas mais difíceis e, num instante de arriscada e desnecessária “catimba”, provocou a sua expulsão e o “empurra-empurra” que deu ao juiz a oportunidade de fazer média e mandar um zagueiro da rival para o chuveiro mais cedo.

Restaram dez contra dez e mais espaço no campo, que foi melhor aproveitado pela rival no segundo tempo, quando o GUARANI perdeu a força do contra-ataque e, muito recuado, tomou o gol, depois de uma falha na marcação. Dalí em diante, a maioria de torcedores das arquibancadas não parou mais de cantar, de provocar e de ser mostrada pela TV.

A trágica caminhada, que começou com as derrotas no Brinco de Ouro e que teve seu ponto trágico no meio da avenida, parecia que ia terminar com o Moisés em festa alvinegra, até que “o pagé Vadão” tirou do banco outro garoto daqueles que costumam dar alegrias e resolveu arriscar a única cartada que tinha àquela altura dos 44 minutos do tempo final, colocando Ronaldo em campo.

Confesso que achei que era tarde demais, mas, do meu sofá, fora do clima do estádio e sem a sensibilidade do pagé, só fiz pensar positivo e balbuciar “tomara que dê certo”. Pois é, instantes após, Ronaldo foi derrubado na área alvinegra por um daqueles medíocres marcadores de cara feia da rival, provocando o pênalti que, indiscutivelmente, foi marcado.

A maioria cantante calou-se, a minoria verde sofrida e desprezada se ergueu cheia de expectativa.  “Fumagol” correu tranqüilo pra bola e, com raiva, meteu a “gorduchinha” no ângulo superior direito do goleiro que, desesperado, acabara de saltitar e se mexer de um lado a outro na linha do gol, como um macaco diante da presa que a ele se lançara, para confundi-la. O Bugre havia empatado o jogo aos 45 e “lá vai pedrada”, estufando a rede do Moisés.

A minoria verde explodiu de êxtase, a TV foi obrigada a mostrar essa festa, o futebol havia exorcizado todos os horrores e, surpreendendo em campo na forma de gol, dava a alegria e confiança aos Bugrinos para voltarem na avenida do campeão, tendo saído da festa “rindo por último” e sentindo “o sabor mágico da cereja do bolo”.

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

Vitória da paz e “vitória” do GUARANI

Leia o post original por lucasaraujo

Antes de começar a ler o post, clique aqui para avaliar o desempenho dos jogadores. É a 15a rodada do Troféu Blog do GUARANI

Um Dérbi com pouco mais de 7 mil pessoas, com as duas equipes fazendo um campanha razoável (como competir com os milionários da capital fica difícil, resta brigar por posições do 5º lugar em diante) e com a possibilidade de o vencedor abrir grande vantagem para o perdedor ou passar o perder, soa muito estranho.

Também pudera: o clima, por conta de tudo aquilo que antecedeu os 100 anos de Dérbi, era o pior possível. Para ir ao jogo teve muita gente que “negociou” com a família ou que criou coragem onde não tinha. O sonho era de um sábado de paz.

Fumagalli: o autor do gol de empate foi para a galera (Foto: globoesporte.com)

E não é que foi mesmo? Não foi registrado nenhum incidente nas imediações do jogo, nem muito menos no intervalo, quando as coisas sempre esquentaram. A subida e a descida da torcida do GUARANI foram tranqüilas e a chegada da delegação alviverde, também.

Por isso, tudo aquilo que todo mundo quis aconteceu: a paz venceu!

Mas, por que não, dizer que, dentro de campo, o GUARANI também venceu?

Convenhamos: com tudo o que jogou contra nós (ou alguma pessoa séria vai dizer que eles tiveram um pênalti bem marcado e que o gol deles não estava impedido?), ter conseguido um heróico empate nos minutos finais, em um pênalti claríssimo, mantendo os 2 pontos de vantagem para eles, não é uma vitória?

Pênalti perfeito é pênalti convertido: 1 a 1 aos 46 minutos 2o tempo (Foto: globoesporte.com)

E digo mais, agora a respeito do time. O 1º tempo até que foi legal, mas o 2º tempo deixou demais a desejar na parte técnica e tática. Foi (e só tinha que ser) no coração que conseguimos esse ponto precioso.

Exageradamente, o GUARANI alçou bolas na área. Tá certo que eles são bem fracos pelo alto, mas daí a resumir todas as jogadas de ataque à cruzamentos? Sequer havia uma referência na área a ponto de justificar tudo isso…

Fisicamente também foi complicado. Com 10 em campo, todo mundo tem que correr um pouquinho mais e, num time com média de idade relativamente alta, uma hora o cansaço pesa.

Somar a roubalheira da arbitragem, o cansaço do time, a falta de objetividade tática e técnica e até mesmo a desvantagem numérica nas arquibancadas (estávamos com uma torcida 6 vezes menos que a deles) tinha tudo para dar uma derrota.

Para este blogueiro, a expulsão de Fabinho foi justa (Foto: globoesporte.com)

Mas não deu.

E não deu porque estamos falando de um time extremamente aguerrido. Podem chamar de guerreiros, batalhadores, heróis, dedicados, perseverantes e o qual mais adjetivo relacionado à “luta” você quiser. O fato é que, hoje, em Campinas, só um time joga até a última gota de suor: o GUARANI FUTEBOL CLUBE.

Provavelmente, o outro lado da cidade foi dormir chateado, afinal, fazia festa até os 45 minutos do 2º tempo. Justo eles, que gostam de falar que o GUARANI acabou, que estamos falidos, etc, etc, etc… Para os torcedores que ainda insistem nisso, apresento meu cartão de visitas: sou GUARANI, o Único Campeão Brasileiro do Interior do Brasil!

A classificação está muito mais do que bem encaminhada. Pelas contas do Vadão, o GUARANI deveria terminar a próxima rodada (Linense, no Brinco de Ouro, 5ª feira, às 19:30h) com 25 pontos. Hoje, temos 27, com a possibilidade de chegar a 30 na próxima. Bom, né?

Que venham os próximos desafios porque o último, com muito suor, conseguimos “vencer”!

Ficha Técnica

aapp 1 X 1 GUARANI

Local: Moisés Lucarelli
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Rogério Pablo Zanaro
Renda: R$ 150.475,00
Público: 7.143 pagantes
Gols: Diego Sacoman (pp) aos 26’/2T e Fumagalli (G) (pênalti) aos 46’/2T
Cartões Amarelos: Willian Magrão (pp) e Cicinho (pp), Domingos (G), Fábio Bahia (G), Willian Favoni (G), Danilo (G) e Oziel( G)
Cartões Vermelhos: Fabinho (G) e Wescley (pp)

aapp
Lauro; Guilherme, Wescley, Diego Sacoman e Uendel (Gian); Gerson, Willian Magrão (Caio), Cicinho (Rodrigo Pimpão) e Renato; Enrico e Roger. Técnico: Gilson Kleina

GUARANI
Émerson; Oziel (Ronaldo), Domingos, Neto e Bruno Recife; Willian Favoni (Thiaguinho), Fábio Bahia, Danilo e Fumagalli; Fabinho e Bruno Mendes (Emílio). Técnico: Vadão

RAPIDINHAS

– Fabinho pediu para ser expulso. Tudo o que um árbitro quer em um Dérbi é motivo para expulsar alguém e deixar a partida mais tranqüila. Falha grave de um dos grandes ídolos da torcida bugrina!

Vadão: nunca perdeu um Dérbi e não foi desta vez (Foto: globoesporte.com)

– Que estrela tem o Vadão para Dérbis, hein? Colocou Ronaldo com 42 minutos e, 3 minutos depois, ele sofreu o pênalti que garantiria ao técnico bugrino a invencibilidade em Dérbis!

– O GUARANI terá muitos problemas para enfrentar o Linense. Com Wellington Monteiro ainda sendo tratado como dúvida pelo DM, Fábio Bahia, Danilo e Fabinho estão suspensos.

– Sem brincadeira. No momento em que Fumagalli estava ajeitando a bola para bater o pênalti, facilmente uns 100 bugrinos faziam suas preces pelo gol. Tinha gente ajoelhada, rezando, de mãos dadas, de costas para o campo… o que esse GUARANI não faz com a gente…?

– De arrepiar a festa que a torcida bugrina fez na chegada do ônibus do GUARANI no Brinco de Ouro. Fabinho foi carregado, Fumagalli se jogou de dentro do ônibus e Ronaldo foi exaltado. Vadão, Gersinho e até mesmo o presidente Marcelo Mingone foram efusivamente exaltados!

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI

A paz vale mais do que 3 pontos

Leia o post original por lucasaraujo

No dia em que o Dérbi completa 100 anos, teremos a edição de número 188 do mais tradicional confronto do futebol do interior do Brasil e, talvez, um dos mais importantes de todo o país.

Ainda que em número forçadamente reduzido, a torcida bugrina estará presente (Foto: Bugremídia)

Eu tinha me programado, semanas atrás, para fazer uma espécie de cobertura especial desta data tão importante, trazendo momentos inesquecíveis para o GUARANI.

Só que, diante dos últimos acontecimentos, abortei meus planos.

O falecimento banal, brutal e delinqüente de um torcedor do GUARANI, após confronto com torcedores do nosso adversário após dois derbinhos dos times Sub 15 e Sub 17, somado com as conseqüências disso (manifestações pela paz, cerceamento das torcidas organizadas no jogo de logo mais, possibilidade de futuros Dérbis com apenas uma torcida no futuro…) me fez inverter a ordem das coisas.

O futebol é uma diversão como qualquer outra. Tá certo que a carga emocional é muito maior e o envolvimento dos torcedores acaba sendo maior do que as emoções proporcionadas por um filme ou um teatro, mas, o final tem que ser o mesmo: todos voltam, seguros, para casa.

Se você me perguntar se eu quero que o GUARANI ganhe o Dérbi, respondo que sim e, se possível, com a maior diferença de gols possível. Perder para o maior rival não está nos planos de ninguém e os 986 bugrinos que forem para o jogo, representando os milhares de torcedores do GUARANI pelo mundo, vão lá para empurrar os comandados de Vadão.

Vadão jamais perdeu um Dérbi: ponto para nós (Foto: EPTV)

Só que a paz vale muito mais do que os 3 pontos que estão em jogo logo mais. Meu maior desejo é que tudo transcorra na mais perfeita paz, sem nenhum extremismo por parte de torcedores de nenhum time ou pela segurança que fará o jogo. Tanto torcedores como jogadores, dirigentes e comissões técnicas devem estar, ao final da partida, tão saudáveis como estão nesse momento (embora tenha muita gente já “tomando uma” como “aquecimento” para o Dérbi).

Que o jogo se resolva dentro do campo, com os personagens sendo os próprios jogadores,

Ficha Técnica

aapp X GUARANI

Local: Moisés Lucarelli
Horário: 18:30h
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Rogério Pablo Zanaro

aapp
Lauro; Guilherme, Wescley, Diego Sacoman e Uendel; Agenor, Gerson, Willian Magrão e Renato; Enrico e Roger. Técnico: Gilson Kleina

GUARANI
Émerson; Oziel, Domingos, Neto e Bruno Recife; Rafael Araujo, Fábio Bahia, Danilo e Fumagalli; Fabinho e Bruno Mendes. Técnico: Vadão

RAPIDINHAS

Depois de cumprir suspensão, Domingos volta à zaga (Foto: globoesporte.com)

– A torcida do GUARANI se concentrará no Brinco de Ouro desde as primeiras horas da manhã deste sábado. A subida está marcada para acontecer a partir das 16h.

– Arrisco a dizer que este será um dos piores Dérbis em termo de público. Se levarmos em consideração a campanha dos dois times (nós somos o 6º e eles são o 7º), será ainda mais feio…

– Vetado pelo DM, o volante Wellington Monteiro segue de fora do time titular. Em seu lugar deverá jogar Rafael Araujo. Nas demais posições, o GUARANI colocará em campo o que tem de melhor.

__________

Concordou? Discordou? Tem alguma coisa para falar? Comente sobre este post clicando abaixo.

Curta a fanpage do Blog no Facebook para acompanhar em primeira mão as novidades! Clique AQUI

Siga o Blog no Twitter (@blogdoguarani): Clique AQUI