Todos os posts de Milton Neves

Matemáticos: SP é favoritaço, Galo corre por fora e Fla virou zebra

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Rubens Chiri/SPFC

É, meus amigos, o tempo passa voando mesmo.

Afinal, já superamos, e muito bem, a metade do Campeonato Brasileiro de 2020, apesar de todas as dificuldades deste terrível ano.

Por isso já deu para sacar quais times brigarão pelo título, por vaga na Libertadores e contra o rebaixamento.

E isso, é claro, se torna um prato cheio para os matemáticos da bola.

Eles não acertam todas, obviamente, até porque o futebol não é uma ciência exata.

Mas, geralmente, os resultados não costumam fugir muito de suas previsões, não.

E, de acordo dois dos institutos mais respeitados do Brasil, o São Paulo, segundo colocado com dois jogos a menos que o líder Atlético-MG, já está com pelo menos uma mão na taça.

Pois é!

Para o site “Chance de Gol”, desenvolvido e mantido por Marcelo Leme de Arruda (doutor em Estatística pelo IME-USP e Pós-Doutor pelo DEX-UFLA), o Tricolor tem no momento 58,4% de chances de título no Campeonato Brasileiro.

Na sequência, aparece o Galo, com 14,8% de chance; Palmeiras, com 9,4%; Flamengo, com 7,3%; Grêmio, com 5,4%; Internacional, com 2,1%; e o Fluminense, também com 2,1%.

Já o site “InfoBola”, mantido pelo conhecidíssimo matemático gaúcho Tristão Garcia, não é TÃO otimista com relação ao possível título são-paulino.

Para ele, as chances se apresentam da seguinte forma: São Paulo (46%), Atlético-MG (19%), Flamengo (13%), Palmeiras (7%), Grêmio (5%), Fluminense (4%), Internacional (3%) e Santos (3%).

REBAIXAMENTO

Para o “Chance de Gol”, os mais ameaçados pelo Z-4 são Goiás (90,9%), Botafogo (83,3%), Coritiba (81,6%), Sport (66,6%), Vasco (26,4%), Bahia (17%), Atlético-GO (9,4%), Ceará (8,5%), Athletico-PR (6,4%), Bragantino (5,5%), Corinthians (3,2%) e Fortaleza (1,1%).

Já para o “InfoBola”, as chances de rebaixamento se apresentam da seguinte forma: Goiás (89%), Botafogo (79%), Coritiba (75%), Sport (32%), Vasco (26%), Ceará (22%), Bragantino (17%), Atlético-GO (15%), Athletico-PR (14%), Bahia (13%), Fortaleza (10%) e Corinthians (8%).

E aí, amigo internauta, o que pensa sobre essas previsões dos matemáticos da bola?

Opine!

Eu não queria estar na pele de Duílio Monteiro Alves

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O Corinthians elegeu no último sábado o seu novo presidente.

Se trata de Duílio Monteiro Alves, de nome já extremamente conhecido pelos alvinegros.

E de sobrenome também.

Seu pai, Adilson Monteiro Alves, foi o histórico diretor do Timão na época da Democracia Corintiana.

Seu avô, Orlando Monteiro Alves, também foi um marcante cartola corintiano.

E Duílio venceu o pleito do Coringão com 1.081 votos; seguido por Augusto Melo, que teve 939; e pelo ex-presidente Mário Gobbi Filho, que recebeu 783.

Bom, e sejamos francos, o novo mandatário alvinegro terá nesses próximos três anos mais trabalho que Papai Noel no dia 25 de dezembro.

Afinal, Andrés Sanchez, talvez o maior presidente da história do Corinthians ao lado de Vicente Matheus, está deixando o clube neste momento em uma situação financeira para lá de complicada.

A Neo Química Arena já está bem encaminhada, inclusive pelo acordo com a Caixa, mas ainda será um peso enorme a ser carregado pelo Timão por muitos anos.

Além disso, segundo meu amigo Rodrigo Vessoni, que sabe tudo do clube do Parque São Jorge, com a recente chegada de Jemerson, o Timão alcançou a marca de 92 jogadores sob contrato.

E, mesmo assim, Vagner Mancini muitas vezes precisa quebrar a cabeça para colocar 11 bons atletas em campo.

Isso prova que foram contratações feitas nos últimos anos com pouquíssimo critério, de baciada.

Por tudo isso, a dívida estimado do clube no momento é de aproximadamente… R$ 921,9 milhões!!!

E deve bater 1 bi em pouquíssimo tempo!

Ou seja, como administrar toda essa herança e, ainda assim, montar um bom time para acalmar os ânimos da Fiel, que já se cansou de ver o Alvinegro nos últimos anos lutando apenas contra o rebaixamento?

Essa é a pergunta que não quer calar e que veremos nos próximos meses se o novo presidente do Corinthians saberá responder.

Portanto, desejo toda sorte do mundo a Duílio Monteiro Alves.

Meus parabéns por essa vitória no pleito alvinegro.

Mas saiba que eu que não queria MESMO estar na sua pele para resolver tantos pepinos nesses próximos três anos.

Opine!

O São Paulo está se encaminhando para quebrar o jejum de títulos!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Reprodução/Twitter

Bahia 1 x 3 São Paulo

O São Paulo, por caminhos “tortos”, tem a faca e o queijo nas mãos para lutar mesmo pelo título do Brasileiro.

E também da Copa do Brasil.

Não será uma parada fácil, com o Galo de Sampaoli muito bem, o Flamengo de Rogério Ceni fortíssimo e o Palmeiras que engrenou de vez com o português Abel Ferreira.

Mas, explico essa questão dos “caminhos tortos”.

É que o time de Fernando Diniz ficou de fora da Libertadores e, assim, pôde ter mais tempo para se preparar para uma competição tão longa como o Campeonato Brasileiro, que por conta da pandemia só vai terminar em 2021.

A Copa do Brasil, onde também tem boas chances, não vai atrapalhar tanto.

Por isso, caso não desperdice boas chances de vencer, como aconteceu na rodada passada contra o Ceará, o Tricolor estará no páreo.

E o Luciano, que fase espetacular não é mesmo?

Ele marcou dois e Arboleda o outro do time são-paulino. Clayson diminuiu para o Bahia.

Muita gente não acreditava na troca entre o Tricolor Gaúcho e o Tricolor Paulista, que mandou Everton para Porto Alegre…

E o moço está voando!

Será que o São Paulo, que precisa muito voltar a ser campeão, vai conseguir sair da fila?

OPINE!

 

Marinho, o atacante que Tite desconhece, segue como protagonista do Santos!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Divulgação/Santos F.C

Santos 4 x 2 Sport

Marinho, o atacante santista que Tite não conhece, mais uma vez brilhou na boa vitória do Santos diante do Sport na Vila Belmiro.

Ele marcou um dos gols (de pênalti), deu assistência para outro (de Bruninho), e sofreu um pênalti (convertido por Soteldo). O outro gol santista foi de Lucas Braga.

O Peixe, para surpresa de muitos (inclusive de mim), que não botava muita fé na equipe, principalmente por tantos problemas extra-campo, segue “comendo pelas beiradas”.

Bem na Libertadores, o time de Cuca segue fazendo bonito no Brasileirão.

Será que terá fôlego para acompanhar o pique dos supostamente favoritos, no caso o Galo, o Mengo e o Verdão?

OPINE!

Verdão está com jeito de que vai ‘atropelar’ no 2º turno!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Divulgação/Palmeiras

Palmeiras 3 x 0 Athletico-PR

O Verdão, embalado por vitória na Libertadores contra o Delfín por 3 a 1, fora de casa, fez mais uma vítima, agora pelo Brasileirão, o Furacão, no Allianz Parque.

Patrick de Paula e Rony marcaram os dois primeiros na etapa inicial. Rony, novamente, fez o terceiro no começo do segundo tempo, garantindo a vitória Alviverde, quebrando sequência de três vitórias do rubro-negro paranaense.

Depois de muita gente torcer o nariz para o time esmeraldino, o bom trabalho de Luxemburgo e Andrey “Cebola”, foi “turbinado” pelo português Abel Ferreira, que se encaixou como uma luva para comandar o time.

A impressão, que já é quase certeza, é de que este time, que aos poucos vai recompondo seu elenco, tão afetado pela covid-19, vai mesmo “atropelar” neste segundo turno do Campeonato Brasileiro, deixando Galo e Mengo assombrados…

Será que depois de Jorge Jesus levantar o caneco em 2019 teremos outro português campeão do nosso Brasileiro, agora o bom Abel Ferreira pelo Verdão?

OPINE!

Palpites: SP seguirá empacado; Palmeiras e Santos vão se dar bem

Leia o post original por Milton Neves

Rodada meio esquisita e dividida mais uma vez por causa das eleições, com jogos acontecendo no sábado e na segunda-feira.

Mas, mesmo assim, teremos bons duelos pelo Brasileirão.

E vocês sabem que aqui no Blog do Milton Neves vocês descobrem antes de todo mundo os resultados da rodada, não é mesmo?

É que o “DataNeves” tem margem de erro muito menor do que muitos institutos de pesquisa por aí.

Portanto, veja abaixo quem se dará bem e quem se dará mal nos jogos do final de seman e de segunda-feira.

SÁBADO:

Palmeiras 2 x 0 Athletico-PR – Aos poucos, o Verdão vai voltando com seus jogadores principais, recuperados de Covid ou de lesão, e fica ainda mais forte. O Furacão, que tem sido apenas uma brisa neste ano, não terá chances diante dos atletas comandados por Abel Ferreira.

Santos 1 x 0 Sport – Jair Ventura começou muito bem lá na Ilha do Retiro. Mas, nos últimos jogos, está em queda-livre. E o Peixe afundará o Leão ainda mais neste sábado.

Bahia 1 x 1 São Paulo – O Tricolor, que chegou a sonhar com o título, já está tirando o cavalinho da chuva. É que, pelo visto, a equipe de Fernando Diniz só sabe “falar grosso” com o Flamengo.

SEGUNDA-FEIRA:

Vasco 1 x 1 Ceará – Empate que não será bom para ninguém. Principalmente para o Vasco, que está com a corda bem apertada em seu pescoço.

Grêmio 2 x 0 Goiás – O Tricolor gaúcho engrenou e agora ficou difícil de segurar. E não será o lanterna que conseguirá, não é mesmo? Aposto em vitória tranquila da equipe comandada por Renato Gaúcho.

Fluminense 2 x 0 Bragantino – Assim como o Santos, o time carioca tem surpreendido nesta temporada. E o Braga não será capaz de pará-lo.

E você, amigo internauta, o que espera para os jogos de sábado e de segunda-feira?

Opine!

Veja aqui quando teremos novos Pelés e Maradonas no futebol

Leia o post original por Milton Neves

O mundo segue chorando a morte do ídolo Diego Armando Maradona.

Ele que pode não ter sido o maior jogador de futebol de todos os tempos, até por ser impossível superar um tal Edson que jogou “um pouquinho” aqui no Santos e na seleção brasileira

Mas, sem dúvidas, Diego foi, é e sempre será o atleta mais idolatrado por seu país de origem.

É uma triste constatação, mas enquanto Maradona, genial com a bola nos pés e extremamente polêmico fora dos campos, é reverenciado como um Deus pelos argentinos, por aqui os brasileiros seguem maltratando e desdenhando simplesmente de… Pelé!

E muitos justificam tal birra pelo Atleta do Século por um episódio familiar que eles nem imaginam de fato o que aconteceu.

Uma pena…

Mas, em primeira mão, revelo para vocês o novo estudo realizado pelo “DataNeves”.

Após minuciosa análise, o seríssimo instituto aponta agora de quanto em quanto tempo nascem gênios do futebol como Cristiano Ronaldo, Neymar, Messi, Maradona e Pelé.

Confira abaixo:

Um novo Cristiano Ronaldo, teremos de 21 em 21 anos.

Um novo Neymar, de 23 em 23 anos.

Um novo Messi, de 67 em 67 anos

Um novo Maradona, de 623 anos em 623 anos.

E um novo Pelé, de nunca mais em nunca mais.

E mais uma consideração sobre esses gênios da bola:

O Messi teve em toda a sua carreira a múltipla internet para divulgar todos os seus dribles, assistências e gols até mesmo em treinamentos.

Diego Armando Maradona só teve o satélite levando até nossas televisões todos os seus jogos na Itália, na Espanha e na Argentina.

Já Pelé só teve o boca a boca e o sinal de fumaça dos Apaches.

Por isso pessoas de outros países, geralmente mais jovens, não conseguem entender porque nós, que vimos o Rei do Futebol de perto, não temos a menor dúvida de que ele foi o maior de todos os tempos.

Opine!

Será enorme gol contra se o São Paulo recorrer ao tapetão

Leia o post original por Milton Neves

Esse Ceará 1 x 1 São Paulo da última quarta-feira ainda dará muito pano para a manga…

E não pela partida em si, que foi, de fato, bem ruinzinha…

Aliás, a impressão é que o Tricolor, que poderia ter assumido a liderança provisória do Brasileiro se vencesse, só sabe “falar grosso” mesmo com o Flamengo.

Mas a polêmica do duelo, claro, aconteceu pela tremenda barbeiragem do pessoal que opera o VAR.

Sim, não tem nem como culpar o árbitro Wagner do Nascimento Magalhaes.

Ele recebeu o “ok” da equipe de vídeo e validou o gol anotado por Pablo, que teve posição de impedimento do mesmo jogador no início do lance.

E tem menos culpa ainda o auxiliar, que acertou em um segundo o que o VAR demorou “horas” para ver.

E é claro que, agora, o São Paulo tem todo o direito de ir ao STJD pedir a anulação do jogo.

E é “causa ganha”, já que o árbitro realmente apitou o reinício e a equipe do Ceará colocou a bola em jogo.

Mas, como esse erro aconteceu para evitar um muito maior – um gol absurdo que estava sendo validado -, não pegaria muito mal para a imagem do São Paulo entrar com recurso pedindo essa anulação?

É direito do clube, mas é moralmente correto?

Para mim, não é moralmente correto e pegaria, sim, muito mal para a imagem do Tricolor.

E isso acabará se tornando uma grande mancha caso o São Paulo venha a ganhar o título.

Para sempre, os rivais lembrarão: “Mas também, teve que ir ao tapetão pedir a anulação de um jogo por causa de um lance que o árbitro, mesmo que por linhas tortas, acertou”.

Não é verdade?

Bola para frente, Tricolor.

Por mais que seja um direito seu, no futebol é sempre melhor ganhar no campo, e não nos tribunais.

Certo?

Opine!

Apesar da vitória, Corinthians apresentou futebol digno de Série B

Leia o post original por Milton Neves

Coritiba 0 x 1 Corinthians

Pessoal, pergunta sincera: vocês por acaso se lembram do último jogo do Corinthians sem sufoco?

Olha, eu puxei pela memória aqui e, honestamente, não me recordo.

É impressionante como a Fiel não tem paz!

Neste Brasileirão, ou é uma derrota, ou um empate suado ou, por fim, uma vitória em um sufoco absurdo.

E o triunfo diante do Coritiba, na noite desta quarta-feira, não quebrou este “tabu”.

Os três pontos vieram, mas foi cada susto, principalmente no segundo tempo…

Inclusive, o resultado foi muito injusto com os donos da casa.

O Coxa merecia ao menos o empate no Couto Pereira.

E esse sufoco todo, para mim, só comprova que o Timão não se livrará tão fácil assim da briga contra o Z-4.

Será um verdadeiro sufoco até a 38ª rodada!

E eu não sei se vai escapar, não, viu?

Atlético-MG 2 x 1 Botafogo

Quem também enfrentou um ligeiro sufoco na noite desta quarta-feira foi o Atlético-MG.

O jogo contra o Botafogo tinha tudo para ser tranquilo.

Mas, lá no Mineirão, o duelo de alvinegros acabou sendo dramático.

Bom, só que no frigir dos ovos, deu Galo, mais líder do que nunca do Brasileirão.

E acho que agora o Maior de Minas não vai mais “engasgar”, não!

Opine!

Parece que o São Paulo só sabe “falar grosso” com o Flamengo!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Rubens Chiri/São Paulo

Ceará 1 x 1 São Paulo

Foram três vitórias fantásticas em sequência do São Paulo para cima do badalado Flamengo.

Uma pelo Brasileirão, por 4 a 1, e duas pela Copa do Brasil, por 2 a 1 e 3 a 0, respectivamente.

E isso bastou para que nós tivéssemos a impressão de que o Tricolor de Diniz estava se tornado um time imbatível, favorito a todos os títulos ainda possíveis em 2020.

Mas, domingo, os são-paulinos já tinham levado um grande balde de água fria no empate diante do frágil Vasco da Gama, no Morumbi.

E hoje, contra o Ceará, os torcedores do time paulista perceberam que não podem exagerar na ilusão.

O São Paulo precisava de uma vitória simples para, enfim, assumir a liderança do Brasileiro.

Mas, mas uma vez, falhou diante de um adversário claramente mais fraco.

Teve um primeiro tempo aceitável, quando abriu o placar com o zagueiro Diego.

Mas, logo no início da segunda etapa, levou o gol de empate, marcado por Léo Chú, e passou o restante do duelo meio atordoado.

Chegou a marcar mais um gol com Pablo, mas o tento foi muito bem anulado pelo bandeira.

E aqui cabe uma observação: na checagem, o VAR validou o gol do São Paulo e, logo depois que o árbitro autorizou o reinício da partida, pediu para esperar novamente e confirmou a posição de impedimento de Pablo no início do lance.

E isso certamente vai dar pano para manga…

Afinal, o árbitro já tinha reiniciado duelo, não poderia mais voltar atrás.

O caso certamente acabará no STJD.

Bom, no fim das contas, a impressão que fica é que o São Paulo só “fala grosso” mesmo com o Flamengo.

Contra os demais times, segue instável e sem passar confiança aos seus torcedores.

Certo?

Delfín 1 x 3 Palmeiras

É, gente, parece que esqueceram de avisar ao Palmeiras que a equipe alviverde jogaria completamente desfalcada hoje contra o Delfín, pela Libertadores.

Sim, pois apesar de ter perdido “meio time” por lesões ou por Covid-19, o Verdão não tomou conhecimento do rival e enfiou 3 a 1, mesmo fora de casa.

Ou seja, já era, não é mesmo?

O Verdão já está nas quartas de final!

Opine!