Todos os posts de Milton Neves

Altitude da Bolívia mata o primeiro! Dona Fifa, quando você vai acordar?

Leia o post original por Milton Neves

Victor Hugo Hurtado morreu na altitude boliviana

Sempre falei e escrevi em todas as minhas tribunas que é uma vergonha termos futebol profissional nas alturas da Bolívia, do Peru ou mesmo do Equador.

Só Deus sabe como nunca tinha morrido ninguém nesta terrível condição para a prática de esportes.

Mas não é que, infelizmente, no último domingo, tivemos a primeira morte que se tem notícia lá nas alturas da Bolívia?

E não foi de jogador, não.

Foi de um árbitro, de apenas 32 anos (TRINTA E DOIS ANOS!!!), durante uma partida do Campeonato Boliviano no Estádio Villa Ingenio de El Alto, que fica 4.090m acima do nível do mar!!! (clique aqui e saiba mais sobre o lamentável acontecimento).

Bom, e a morte de um árbitro BOLIVIANO (ou seja, acostumado com a altitude) prova o grande risco que é um estrangeiro jogar futebol por lá.

Vale lembrar que, em 2007, a Fifa chegou a proibir partidas internacionais acima de 2.500m de altitude.

Mas, depois de muita reclamação, principalmente por parte de Evo Morales, presidente boliviano, a entidade refugou e voltou a permitir jogos nas alturas.

Bom, mas e agora, Dona Fifa, quantas pessoas precisarão morrer em partidas de futebol “lá nas nuvens” para que a senhora tome uma atitude?

É urgente!

Opine!

Mais um jogo chato do Corinthians, agora com contribuição do Athletico

Leia o post original por Milton Neves

Love fez o primeiro do Timão. Foto: Daniel Vorley/AGIF/Via UOL

ATHLETICO 0 x 2 CORINTHIANS

Meus amigos, o meu amado Corinthians jogou. Mas, mesmo amando tanto esse time, nem preciso vir aqui dizer o jogo teve momentos chatos, não é mesmo?

Só que desta vez o Furacão colaborou. É que, de olho na decisão da Recopa Sul-americana, que tem jogo meio de semana, o bom Tiago Nunes colocou um time reserva em campo. O Furacão não fez nem ventinho.

Aí, o que aconteceu? Gol nosso, quero dizer… do Corinthians, aos 13 minutos do primeiro tempo, com Vágner Love e pronto. Acabou ali o futebol.

Carille tenta, mas o Timão não consegue produzir. Dá até desespero ver o tricampeão paulista em campo jogando desse jeito. O Athletico teve dois gols anulados pelo VAR. E foram bem anulados. Quando não, Cássio apareceu para fazer boa defesa.

Lá no final, depois de um chutão para o alto do lateral Fagner, o zagueiro dormiu e Pedrinho fechou a conta. Moral da história: Corinthians chutou uma vez, fez o gol. Zaga vacilou no fim, Pedrinho fez outro e o Timão venceu. Mas vou te falar: não tem “largura” que dure a vida inteira.

SÃO PAULO 0 x 0 BAHIA

Jogo com expulsões e sem fortes emoções. Apesar do São Paulo ter tentado o gol boa parte do tempo, não fez uma grande partida. Cuca foi prejudicado pela expulsão do garoto Toró. Como já havia feito substituições ficou sem alternativa para corrigir a ausência do garoto. Bahia poderia até ter vencido essa partida. No meio de semana as duas equipes voltam a se enfrentar, mas pela Copa do Brasil.

INTERNACIONAL 2 x 0 CSA

Inter fez o que dele se esperava. Pegou um adversário de qualidade bem inferior e venceu. CSA vai disputar outro campeonato neste brasileirão: tentar tirar pontos dos adversários em casa e vencer confrontos diretos com clubes que lutarão para permanecer na Série-A.

CHAPECOENSE 1 x 3 FORTALEZA

E esse foi um grande exemplo de disputa direta contra as últimas posições. Resultado pra lá de importante para o time do técnico Rogério Ceni. De quebra, o ex-goleiro ainda levou a melhor contra Ney Franco, desafeto dos tempos de São Paulo.

GOIÁS 1 x 0 BOTAFOGO

Resultado bom para o time do Paraíso Verde e Plano do Brasil. O Goiás interrompeu a boa sequência de vitórias do Botafogo e, de quebra, subiu bem na tabela, grudando no grupo da frente.

Será que o resultado de hoje embala o Timão?

Algum time terá força para alcançar o Palmeiras?

OPINE!

Quanta emoção… Na 5ª rodada já sabemos que o Verdão será campeão…

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Palmeiras 4 x 0 Santos.

Ah, esses malditos pontos corridos…

Estamos na quinta rodada do Campeonato Brasileiro e já sabemos que o Palmeiras será o campeão.

Não há disputa quando um clube tem um elenco tão superior aos demais  – mesmo que adversários como o de hoje-, o Santos, jogue bem mais bonito.

No Pacaembu, uma goleada para ficar para a história.

Gols de Gustavo Gómez e Deyverson, ambos na primeira etapa, e Raphael Veiga e Hyoran no segundo tempo.

Pois é, naquele esquema que a gente jogava bola na infância: vira 2, acaba 4…

O Peixe teve uma atuação irreconhecível, principalmente na etapa inicial.

O pragmatismo de Felipão venceu o futebol encantador de Sampaoli, o Rinus Michels da Vila.

Um massacre digno de time campeão.

A previsibilidade deste tipo de campeonato dá sono, não é mesmo Vitor Guedes?

Foi ele, meu colega de “Agora São Paulo”,  quem deu a este campeonato, a alcunha de “pontos corridozzzzzzzzz”.

Aí, dirão os otimistas: “haverá uma intensa disputa por vagas na Libertadores e a luta para não cair para a Série B!”.

Nossa, que emoção, não é mesmo?

Uma geração de novos torcedores, com este modelo Brasileirão, nunca verá seu time ser campeão.

NUNCA!

Nos próximos dez anos, podem me cobrar, não mais que quatro ou cinco clubes diferentes serão campeões brasileiros!

Parabéns, Verdão, antes de o inverno chegar já pode encomendar as faixas pelo título de 2019!

Volta “mata-mata”, urgentemente!

Atlético-MG 2 x 1 Flamengo.

No Independência, mesmo  jogando com um a menos desde o final do primeiro tempo, quando Elias foi expulso, o Galo venceu.

Sem apito para ajudar os rubro-negros (ah, os anos 80…), o Galo foi valente, heroico e destemido para ganhar do Mengo, favorito para muitos.

O time mineiro abriu o placar com Cazares aos 27 minutos de bola rolando, mas Bruno Henrique apagou a festa da Massa três minutos depois.

Então, logo no começo do segundo tempo, Chará fez um golaço e garantiu o triunfo do Atlético.

O Galo, que começou o Brasileirão com apetite e deu uma patinada, ganha fôlego com esta ótima vitória.

MAIS CEDO…

Fluminense 4 x 1 Cruzeiro.

Pensem em duas propostas de jogo diferentes. Bem diferentes…

O arrojado Fernando Diniz contra o conservador Mano Menezes.

Se entre Palmeiras e Santos venceu o conservadorismo de Felipão, aqui as coisas foram bem diferentes…

Um que joga buscando o gol e o outro que monta seu time para não sofrer gol…

Bom, mas o Flu conseguiu abrir frente de 2 a 0, com Nino no final do primeiro tempo e Luciano no comecinho do segundo.

Mas a Raposa tem, pelo menos no papel, um time mais forte e logo diminuiu, com Robinho, em uma saída errada de Ganso, logo depois do segundo gol tricolor.

Mas, se a proposta é arriscar e buscar sempre o gol, melhor para o Flu, que chegou ao terceiro com João Pedro e novamente com ele, ao quarto, já nos acréscimos.

Com o resultado, o time carioca sobe bem na tabela enquanto a equipe mineira no meio dela…

Assim como agrada ver o Santos jogar, o Flu também tem um quê de colírio para os olhos.

Mas, contra o pragmatismo do Palmeiras, nenhuma chance…

OPINE!

Tite, em queda livre, insiste com Gabriel e pipocou com Neymar

Leia o post original por Milton Neves

Foto: CBF

Ora, Tite, Gabriel Jesus é convocação-remorso por você ter arrebentado a cabeça do menino, escalado como “beque” na Copa da Rússia-2018.

E virou até convocação-compaixão!

Ora, compaixão por compaixão, chama então o Sidão, mas por culpa da Globo.

Enfim, o gaúcho Adenor, em queda livre, chamou nossos 23 “craques” para a Copa América, uma Série B com ares de Série C do futebol de seleções.

E sexta-feira Tite não foi aquele mala nota 9,27 das últimas entrevistas: levou só razoável 4,99.

Ah, bons tempos em que a gente no Brasil brigava com os colegas de escola porque seu time teve mais convocados para a seleção do que os deles.

E na garganta eu ganhava de goleada lá de minha turma de Muzambinho-MG, porque meu Santos FC já era a própria seleção brasileira com alguns “enxertos” de Botafogo, Flamengo e Palmeiras.

E com todo mundo jogando no… Brasil!!!

Eram jogadores brasileiros da Vila, do Parque Antarctica, de São Januário, de General Severiano e um outro de Belo Horizonte e de Porto Alegre.

Ah, que pena!

Isso era, e bota “era” nisso.

Hoje jogador brasileiro é chamado e tem clube pedindo dispensa, casos de Antony e de Rodrygo.

Mas deixemos de sonhar e vamos ao Tite, que ameaçou virar Feola-58, Aymoré-62, Zagallo-70, Parreira-94 e Felipão-2002, que eu coloquei na seleção sem nem um “muito obrigado”, até hoje, o que é impressionante.

E depois, bem mais tarde, ele “tomou” o lugar de Mano Menezes e levou os 7 a 1 no lombo que serão esquecidos dentro de rápidos 10 milhões de anos.

“E aí, Felipão, quantos gols fez a Alemanha?” Foto: AFP/via UOL

Sim, Tite chegou à Rússia como mais provável novo campeão, mas foi pífio.

E de lá para cá só piorou.

Perdendo, e bem provavelmente perderá, Tite dançará.

E olha, essa Copa América será disputada sem nenhum clima de rivalidade – espécie dos antigos octogonais do Chile e de bons Torneios Ramón de Carranza, na Espanha – vamos ter agora no Brasil uma festa de futebol em que nada acontecerá à nossa seleção.

Time palmeirense campeão do Ramón de Carranza de 1975

Exagerando, países do pedaço virão preparar seus times comuns na expectativa da chegada das Eliminatórias para a Copa de 2022 no Qatar.

O Brasil ganhando a Copa América, nada acontecerá, mas se perder, repito, Tite cai e eu colocaria Sampaoli, o único técnico que consegue fazer com que eu enxergue algo daquilo que se chama de tática.

Eu, Stevie Wonder, Geraldo Magela e Ray Charles andamos vendo claramente que o Santos joga futebol com movimentação de todos atacando, defendendo e trocando posições.

“Mais um pouco”, com dois holandeses tipo Van Hanegem e Rensenbrink, o Santos passará a voar.

Van Hanegem e Rensenbrink: dois grandes craques da “Laranja Mecânica”

É um milagre de um time com sérios problemas de caixa, de crise política e elenco de jogadores não badalados e já quase sem Rodrygo.

Mas toquemos a bola como der, do jeitinho que Bolsonaro tenta emplacar o vespeiro da Reforma da Previdência, imprescindível e não adiável.

Mas o time está jogando sem técnico com todo mundo palpitando e jogador querendo entrar na marra.

Precisamos de um trio unido de credibilidade com Paulo Guedes, Joaquim Levy e Sérgio Moro sentados no banco dos treinadores.

São três mestres que podem ensinar aos zeros, 1, 2 e 3 que imóvel não tem compra e venda enrolada e nem rachadinha, ao contrário das prefeituras, câmaras municipais, assembleias legislativas e palácios do Governo.

Guedes, Levy e Moro: três grandes mestres que podem nortear o governo

Conheço bem um menino nascido em 6 de agosto de 1951 que domina o mercado imobiliário melhor do que a história do Santos FC.

E aprendi com ele que não se movimenta propriedade de múltiplos imóveis na velocidade da luz.

Nem imobiliária consegue, e com valores díspares.

E repito, os três mestres Gudes, Levy e Moro podem ensinar aos incautos como se deve atuar no mercado imobiliário.

E, sobre isso, sugiro até um jeito melhor.

É só comprar, comprar e comprar e pagar, pagar e pagar, e à vista – porque prazo não presta, prazo vence – e aí você vai arquivando suas escrituras de imóveis para aluguel com a página final do documento de compra carimbado por cartório: “Quem não registra não é dono”.

E no imóvel a coisa menos comum do mundo é a venda na rapidez de um relâmpago.

É assim que se faz, evitando-se que cabaços ou gulosos quebrem a cara ou que tenham eventualmente um imóvel de propriedade questionada na Justiça, um mico moral e financeiro.

E, de pato para ganso, cito a mais importante entrevista política dos últimos tempos na Rádio Bandeirantes com Jair Bolsonaro, provocando uma onda de inveja nos interiores de fiscais permanentes do alheio.

Conseguimos em 70 minutos revelações que pautaram toda a imprensa brasileira e até o The New York Times.

Entrevista de Bolsonaro no “Domingo Esportivo Bandeirantes” foi parar até no… The New York Times!

Para Eduardo Oinegue, do Grupo Band, foi uma rara entrevista que repercute até hoje nos temas “Moro no STF”, “correção do Imposto de Renda pela inflação” e “uso correto do teleprompter”, que o presidente precisa treinar.

E já aprendeu um pouco em Dallas.

Foi monumental feito jornalístico do Grupo Bandeirantes e não desfrutável, como a de Lula antes da eleição, tocada por apoiadores lulistas de ocasião, com gente que já foi serrista, fernandista e… malufista (!!!), que até abaixo-assinado fez pró-Maluf contra Suplicy na eleição para prefeito em 1992.

Enganados, ou mal informados, até Osmar Santos (ele ficou inconformado quando descobriu que foi usado) e João Agripino Dória assinaram.

Ah, e sobre o governo federal, noticiou-se que eu mais nove colegas vamos fazer a comunicação na TV para acelerar a Reforma da Previdência.

Fui consultado e o faço por convicção e honra.

E pedi módicos R$ 500 mil pelo trabalho, com o dinheiro indo direto para entidades filantrópicas de Muzambinho.

Mas é bom frisar: não tem nada fechado.

Se não sair, vou lamentar muito por minhas queridas casas salvadoras de vidas da minha terra.

Opine!

Tite, em má fase, chama óbvios e sacaneia Lucas Moura!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Saiu a convocação da seleção brasileira para a Copa América de 2019, talvez o último ato de Tite no comando do escrete canarinho.

Como ele está em má fase, não é verdade?

E como é chata a sua coletiva…

E ele acabou mesmo levando o brigão Neymar, e isso era óbvio.

Agora, ele não tem o DIREITO de dar a braçadeira de capitão ao craque do PSG.

Ora, Neymar não é “capitão” nem de sua vida, como pode ser comandante de uma seleção tão importante quanto a brasileira?

Sem condições…

Bom, e totalmente discutíveis as convocações de Fagner, Coutinho e Gabriel Jesus.

A de Gabriel “Jejum”, inclusive, é mais ou menos uma “convocação-remorso”.

Afinal de contas, Tite estragou a carreira do garoto ao escalá-lo como “zagueiro” na Copa da Rússia.

A cria palmeirense nunca mais foi a mesma em campo…

Mas a grande injustiça mesmo foi com Lucas Moura.

Pô, como deixar de fora um jogador que vive uma fase tão decisiva?

Difícil de entender…

Confira a lista completa abaixo:

Goleiros:
Alisson (Liverpool)
Ederson ((Manchester City)
Cássio (Corinthians)

Laterais
Daniel Alves (PSG)
Fagner (Corinthians)
Alex Sandro (Juventus)
Filipe Luís (Atlético de Madri)

Zagueiros
Thiago Silva (PSG)
Marquinhos (PSG)
Miranda (Inter de Milão)
Éder Militão (Porto)

Meio-campistas
Casemiro (Real Madrid)
Fernandinho (Manchester City)
Arthur (Barcelona)
Allan (Napoli)
Lucas Paquetá (Milan)
Philippe Coutinho (Barcelona)

Atacantes
Richarlison (Everton)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Roberto Firmino (Liverpool)
David Neres (Ajax)
Neymar (PSG)
Everton (Grêmio)

E aí, gostou dos convocados por Tite?

Opine!

Bolão do Miltão: Timão, ‘embalado’ por derrota, perde outra…

Leia o post original por Milton Neves

Bolao-GIF-600

CAMPEONATO BRASILEIRO – 5ª RODADA

Fluminense 0 x 2 Cruzeiro. Depois de empate pela Copa do Brasil contra o mesmo Flu, a Raposa vence no Brasileirão!

Atlético-MG 1 x 1 Flamengo. O Galo sempre foi prejudicado em confrontos contra o Mengo… Mesmo assim, não perderá para o Rubro-negro!

Palmeiras 2 x 1 Santos. De virada, vitória do Verdão contra o meu Peixe…

São Paulo 1 x 0 Bahia. Será no sufoco, um gol no finalzinho da partida, mas o Tricolor paulista vence o Tricolor baiano!

Internacional 2 x 0 CSA. Aqui, a lógica.

Chapecoense 1 x 0 Fortaleza. A Chape se recupera e fica com os três pontos!

Goiás 1 x 1 Botafogo-RJ. Tudo igual na capital goiana! Falando no confronto… Um dos maiores artilheiros do futebol mundial deu muitas alegrias às torcidas do Esmeraldino e do Alvinegro da estrela solitária… Clique aqui e veja sua página na seção “Que Fim Levou?”.

Athletico-PR 2 x 1 Corinthians. Pois é… “Embalado” pela derrota na Copa do Brasil para o Mengo, o Timão não consegue voltar nem com um pontinho de Curitiba…

Ceará 1 x 1 Grêmio. O Vozão começará na frente mas será castigado no final…

Vasco 0 x 0 Avaí. Sempre tem um jogo sem gols… Será este, na estreia de Luxemburgo no comando do Vasco…

COLOQUE SEU E-MAIL NA MENSAGEM PARA CONTATO, OK? SOMENTE SERÃO VÁLIDOS PALPITES COM O E-MAIL, POIS DO CONTRÁRIO NÃO TEREMOS COMO NOS COMUNICAR COM O VENCEDOR.

Os palpites postados serão válidos até 18h (horário de Brasília) deste sábado (18/05/2019)

ATENÇÃO: Apenas um prognóstico (com os respectivos placares completos) por participante, um único IP, ok? Aqueles que enviarem mais de um prognóstico não serão considerados. Os palpites que não tiverem e-mail para contato também não serão considerados. Favor escrever os nomes dos times da mesma forma que no post. Do contrário, não poderão ser validados. Portanto, não valerão palpites com abreviaturas, apelidos e sem acentos. Também só serão considerados palpites em uma única mensagem, ou seja, não valem palpites em duas mensagens (uma com alguns jogos e outra com outros). Vencerá aquele (a) que acertar mais jogos, mas em caso de empate, o ganhador será definido por sorteio.

E o felizardo (ou felizarda) vai receber em casa um par de calçado Rafarillo de acordo com a disponibilidade que o fabricante tem em estoque, não necessariamente igual aos exemplificados abaixo.

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE DA RAFARILLO

ABAIXO, MENSAGEM DO VELLOSO, QUE RECEBEU UM LINDO RAFARILLO

Estes são Alex e Luciano, do Rancho 53, com seus sapatos Rafarillo. À direita, foto do calçado Rafarillo da Camila, da Band

Milton Rafarillo red

O Itaquerão não bota medo em mais ninguém! Mengão 98,26% classificado!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Marcello Zambrana/AGIF (via UOL)

CLIQUE AQUI E LEIA TAMBÉM A MINHA OPINIÃO SOBRE ATLÉTICO 0 X 0 SANTOS

Corinthians 0 x 1 Flamengo

Em Itaquera, Corinthians e Flamengo fizeram um duelo digno.

Digno de… Série C!

Inaceitável que os times de maiores torcidas do Brasil façam uma partida tão ruim quanto a da noite desta quarta-feira.

Chances, mesmo, apenas no segundo tempo.

Algumas do Flamengo, quase nenhuma do Corinthians.

Aí, aos 34 minutos da etapa complementar, o Rubro-Negro achou o seu merecido gol com Willian Arão (olha a “Lei do Ex” aí), de cabeça.

Talvez a zaga alvinegra tenha cochilado em função da falta de emoção do confronto…

Nos minutos finais, o Timão até ensaiou uma pressão, mas não conseguiu balançar as redes do time carioca.

A verdade, gente, é que o Itaquerão já não está colocando medo em mais ninguém.

E o bom Fábio Carille, hein?

O que aconteceu com o seu Corinthians de 2019, que ultimamente só empata ou perde?

Bom, no fim das contas, a vaga na próxima fase da Copa do Brasil está 98,26% nas mãos do Flamengo.

Mais fácil o Bolsonaro “contratar” a Dilma para um de seus ministérios do que o Corinthians vencer no Maracanã

Certo?

Fluminense 1 x 1 Cruzeiro

E o Fluminense, do bom Fernando Diniz, tinha tudo para seguir os passos do Timão e praticamente se despedir da Copa do Brasil.

Mas o gol no finalzinho, marcado por João Pedro, foi um banho de água fria na equipe do Cruzeiro.

Agora, o Tricolor das Laranjeiras chegará empolgado para o duelo de volta, em Belo Horizonte.

Enquanto a Raposa, que já tinha a vaga na mão, jogará pressionada.

Olha, estou achando que o Fluzão levará essa, hein?

Opine!

Esperava mais do meu Galo e do meu Peixe!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Ivan Storti/Santos FC

 Atlético-MG 0 x 0 Santos

Atlético e Santos tiveram algumas chances, é verdade.

Mas, por causa da característica ofensiva das duas equipes, todo mundo esperava muita bola na rede neste clássico alvinegro, que acabou em um 0 a 0 bem sem graça…

Que tenham guardado os gols para o duelo de volta, que será disputado em São Paulo.

E, dessa vez, a “Lei do Ex” não funcionou.

Geuvânio, cria da base santista, foi muito mal e acabou substituído por Cazares, mesmo o equatoriano ainda não estando 100%.

Exagero algum dizer que o camisa 49 foi o pior em campo…

E a tal “lei” também não funcionou com Ricardo Oliveira.

Incrível como o “Pastor” anda sem o seu habitual faro de gol, não é verdade?

Não à toa a torcida atleticana anda zangada com ele…

Bom, mas e para o duelo de volta, o Galo tem chances?

Ou o Peixe levará a melhor?

Opine!

Fiel ou Nação: qual a torcida mais poderosa?

Leia o post original por Milton Neves

Mais um duelo de mata-mata entre Corinthians e Flamengo, e novamente válido pela Copa do Brasil.

Bom, e mesmo com esse primeiro confronto sendo em Itaquera, eu estou achando que, diferentemente do que aconteceu na temporada passada, o Rubro-Negro levará a melhor.

1 a 0 em São Paulo e 2 a 1 na Cidade Maravilhosa.

Podem apostar!

Mas, sabem como é, em dia de Flamengo e Corinthians sempre rola aquele papo das maiores torcidas do Brasil.

Sobre isso, não há dúvidas, realmente existe muito mais flamenguista no mundo do que corintiano.

Mas, a questão mais relevante é: dentre as duas torcidas, qual é a mais poderosa?

Isso porque a Nação Rubro-Negra é meio que, digamos, “terceirizada”.

Tem muita gente nos mais longínquos pontos do Brasil que torce, por exemplo, para São Raimundo e Flamengo, para Atlético Acreano e Flamengo ou até mesmo para Rondoniense e Flamengo.

Enquanto o corintiano é corintiano e ponto!

Em São Paulo ou na China!

E tem o fato também de o Timão possuir a maior torcida do Sudeste, a região mais populosa e economicamente mais forte do Brasil.

Mas, ainda assim, vale ressaltar que, segundo o último Datafolha, são 36 milhões de flamenguistas contra 28 milhões de corintianos

Uma diferença de aproximadamente 8 milhões de pessoas (mais ou menos o tamanho da torcida do Grêmio, a sexta maior do Brasil).

Levando tudo isso em consideração, responda.

Fiel Alvinegra ou Nação Rubro-Negra: qual a torcida mais poderosa do Brasil?

Opine!

Os rivais não largam do pé do Timão

Leia o post original por Milton Neves

As maldosas imagens acima estão rolando para todo o lado nas redes sociais.

Nossa, como o pessoal tem inveja do meu querido e amado Corinthians, não é mesmo?

Pô, vocês precisam deixar a Fiel em paz…

Mas na realidade, pessoal, é que toda brincadeira tem um fundinho de verdade.

E, nesse caso, a verdade é que o Timão tem tudo mesmo para seguir o resto da temporada como mero coadjuvante.

Isso se não tiver que brigar para se manter na Série A…

Opine!