Arquivo da categoria: bolsonaro

Autodestruição

Leia o post original por Rica Perrone

Bolsonaro é um cara bruto, pouco diplomático e muito disso o levou ao cargo que ocupa. Quando compra briga com a imprensa ele divide opiniões: metade acha que ele sabe o que está fazendo, a outra metade que ele está postando qualquer coisa. Sou da segunda opinião. Embora eu tenha convicção de que na guerra…

O silêncio não é defesa

Leia o post original por Rica Perrone

Eu quero saber o que o Queiroz fez e se o Flávio estava envolvido. Como todas as pessoas de bem do país, devemos esperar esclarecimentos de tudo que possa nos prejudicar. Há neste caso diversas questões políticas e como sempre digo, embora seja difícil pra alguns, eu escrevo sobre comportamento, nunca sobre a política em…

O Brasil e os canudos

Leia o post original por Rica Perrone

É óbvio que não faz sentido, mas dá margem pra lacração. Toda vez que um artista/celebridade/aspirante enxerga a oportunidade de se posicionar conforme a cartilha, ele o fará. Os 80% deles que discordam ficam mudos. Porque é o Brasil, onde a minoria faz mais barulho que a maioria e onde estar com a maioria causa…

Não há nada errado a não ser má vontade

Leia o post original por Rica Perrone

Aconteceu com Diego Souza, agora com o Palmeiras. Os derrotados na eleição de 2018 não conseguem entender muito bem a diferença entre campanha e cargo. Vou tentar explicar embora pra petista não adiante muito tentar seguir uma linha. Quando em campanha você está tomando partido. Concordo que não deva ser feito por clube nenhum, apenas …

Tá fácil, Joãozinho!

Leia o post original por Rica Perrone

Joãozinho é um menino levado. Mais do que levado, arrogante e quase burro. Mas ainda assim, só um menino tentando acertar. Ele veste qualquer coisa, não faz cerimônias para quase nada, mas é bastante radical com relação a sua alimentação. Joãozinho não come palmito. A mãe respeita o pequeno João. Gosto é gosto. Embora as…

7/10 – Dia da independência

Leia o post original por Rica Perrone

Há muito desconfiamos, mas era preciso uma prova determinante para poder garantir. O Brasil não é mais um país manipulado pela mídia, classe artistica e velhos partidos. Em 2018 os três poderes escolheram dizer “não” a um só homem, que sequer tinha tempo de resposta. Eram miseráveis 8 segundos de tv, o que até outro…