Arquivo da categoria: Borja

De Carlos Eduardo a Cueva. Reforços rivais fazem de B. Henrique pechincha

Leia o post original por Perrone

Em janeiro, o Flamengo contratou Bruno Henrique junto ao Santos por R$ 23.620.000 conforme mostra balancete financeiro do rubro-negro, sem contar gastos com comissões de empresários. Na ocasião, pode ter parecido caro já que se tratava de um jogador prejudicado por contusões e com apenas dois gols em 2018. Porém, hoje, a comparação com reforços de valor semelhante adquiridos por outros clubes transforma a aquisição do atacante numa pechincha.

É justo começar a sessão de tortura com os torcedores rivais do Fla pelo Palmeiras, único no Brasil com bala na agulha atualmente para trazer jogadores do mesmo calibre que os trazidos pelo clube da Gávea.

Um dos reforços mais criticados pela torcida alviverde, o atacante Carlos Eduardo, custou cerca de R$ 23 milhões, valor próximo ao de Bruno Henrique. O desempenho de ambos na atual temporada, porém, é distante.

O ex-santista já balançou a rede 18 vezes no Brasileirão deste ano e cinco na Libertadores. Pouco aproveitado no Palmeiras, Carlos Eduardo fez 20 jogos e anotou só um gol em 2019, de acordo com dados publicados pelo clube em seu site. A diretoria alviverde joga na conta de Felipão a escolha pelo jogador que estava no Pyramids, do Egito.

As comparações ficam ainda mais angustiantes para o palmeirense se Borja entrar na roda. Com ajuda de dinheiro emprestado pela parceira Crefisa, o alviverde pagou em fevereiro de 2017 US$ 10,5 milhões (cerca de R$ 32,6 milhões pela cotação da época) pelo colombiano.

Só que uma cláusula previa que, se ele não fosse vendido até agosto, o alviverde teria que desembolsar mais US$ 3 milhões (aproximadamente R$ 11.340.000 na ocasião) pela compra junto ao Atlético Nacional, da Colômbia. No total, o investimento foi de cerca de R$ 43.940.000.

Com essa grana daria para ter comprado Bruno Henrique e ainda sobrariam R$ 20.320.000. A diferença chega perto do que o Flamengo desembolsou pelo zagueiro Rodrigo Caio, segundo dados oficiais do clube: R$ 21.200.000.

Enquanto Bruno Henrique é ídolo no Flamengo e esperança de gols na final da Libertadores neste sábado (23), contra o River Plate, em Lima, Borja é espinafrado pelos palmeirenses. Segundo as estatísticas do Palmeiras, ele precisou de 111 jogos para marcar 36 gols.

Se essa conversa está ruim para o palmeirense, imagine para o santista. O torcedor do alvinegro do litoral paulista viu sua diretoria topar pagar ao Krasnodar (RUS) cerca de R$ 26 milhões por Cueva. Ou seja, mais do que recebeu por Bruno Henrique.

A primeira parcela só vence no ano que vem, mas, com fraco desempenho em campo e polêmicas fora dele, o peruano já não faz parte dos planos de Jorge Sampaoli, para desespero do presidente santista, José Carlos Peres.

O torcedor do Atlético-MG também tem uma comparação para chamar de sua. Em junho do ano passado, o clube contratou Chará por aproximadamente R$ 22.680.000. São R$ 940 mil a menos do que o Fla pagou por Bruno Henrique.

Desde sua chegada, o colombiano marcou dez gols pelo Galo (um em 2018). São oito tentos a menos do que Bruno Henrique fez este ano só em jogos pelo Brasileirão.

No Corinthians, o balanço financeiro do clube relativo a 2018 certamente vai provocar desconforto no torcedor que notar o meio-campista Araos como o reforço que gerou a maior despesa numa lista de 35 nomes publicados. De acordo com o documento, o chileno custou R$ 20.603.000. Com mais R$ 3.017.000, bem menos dos que os R$ 9.832.000 gastos para ter o volante Richard, seria atingido o valor de Bruno Henrique. Araos foi emprestado para a Ponte Preta, e Richard para o Vasco.

Colaborou Thiago Fernandes, do UOL, em Belo Horizonte

O ano em que o Marketing está vencendo a técnica

Leia o post original por Craque Neto 10

Quando a ‘mamãe’ Leila, presidente da patrocinadora master do Palmeiras, ajudou o clube a formar um elenco de jogadores caros, causou uma movimentação grande no futebol. Afinal como pode um time de futebol investir tanta grana assim em reforços? O tempo provou que esses jogadores caros, como os gringos Borja e Guerra, por exemplo, não era lá essas coisas. Mas ainda assim uma equipe forte foi criada que teve como prêmio o título do Brasileirão do ano passado. Vencido por méritos, mas pouco para quem tinha a expectativa do bi da Libertadores e do inédito Mundial de Clubes. Mas virou […]

O post O ano em que o Marketing está vencendo a técnica apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Ganhando se rasga dinheiro e ninguém fala nada!

Um passarinho verde me contou que o Palmeiras já estuda há algum tempo se desfazer dos gringos Borja e Guerra. Segundo a avaliação do clube – e demorou, hein?! – o colombiano não vai mais conseguir render um futebol condizente com a grana que pagaram por ele. O Guerra, então, nem se fala. O principal craque da Libertadores de 2016 sofreu com as lesões e pouco jogou pelo Verdão. Mas o que fica de concreto nessa história é o seguinte: juntando os dois a ‘mamãe’ Leila e a Crefisa desembolsaram incríveis R$ 43 milhões (são 33 do Borja e mais […]

Para Palmeiras, aproveitar pouco os reforços faz parte do planejamento

Leia o post original por Perrone

Zé Rafael é um dos reforços pouco aproveitados por Felipão. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

Felipão tem apanhado nas redes sociais por aproveitar pouco a maioria dos seis reforços contratados pelo Palmeiras para esta temporada. Porém, para a diretoria está tudo dentro do roteiro, conforme a estratégia do clube para 2019. Assim, o discurso alviverde é de que não há desconforto com as escolhas do treinador.

Para entender esse raciocínio é importante lembrar que o alviverde não desmanchou o time campeão brasileiro do ano passado. A partir daí, a tese da diretoria é que em sua maioria os reforços buscados são jovens promissores, o que não vale para o já experiente Ricardo Goulart, titular de Felipão. O entendimento da direção foi o de que se os principais jogadores permaneceriam não era uma questão de vida ou morte trazer atletas prontos para a titularidade.

VEJA TAMBÉM:

A conversa é de que a intenção foi buscar jogadores com grande potencial. E sem pressa para aproveitá-los. O mais importante seria adaptá-los ao clube, à comissão técnica, aos companheiros, ao estilo de jogo do time, à cidade, aos rivais, à torcida e até a imprensa local.

Por essa versão, o plano é preparar os reforços para entrarem aos poucos até ficarem prontos para substituir os campeões brasileiros. É o caso de Zé Rafael, contratado depois de se destacar no Bahia. O meia de 25 anos está sendo preparado para ocupar o posto de Dudu, na hipótese de ele ser vendido. Hoje, no entanto, a máxima é de que Dudu é quem precisa ser cobrado para decidir jogos, não Zé Rafael. Ao mesmo tempo há a compreensão de que peças fundamentais na conquista do Brasileirão tenham mais oportunidades em caso de alguns desempenhos ruins. Ao mesmo tempo, nada impede os mais jovens de atropelarem os medalhões.

Arthur Cabral, 20 anos e que arrebentou pelo Ceará, segundo a lógica da direção palmeirense, esta sendo moldado para repor uma futura saída de Borja. O colombiano, porém, está mal e não consegue se manter no time titular. Mesmo assim, Arthur só jogou 68 minutos. Apesar do pouco tempo em campo, o atacante já fez um gol. Existe a avaliação no clube de que uma contusão no púbis, tratada logo em sua chegada à Academia, atrasou a trajetória de Arthur no alviverde.

O volante Matheus Fernandes, de 20 anos, contratado junto ao Botafogo, também está na lista dos que a diretoria considera como sendo forjados. Neste caso, especificamente para cobrir uma eventual saída de Bruno Henrique. Matheus passou por um intenso trabalho de reforço muscular. O meio-campista não foi nem inscrito no Campeonato Paulista. Nesse ponto, entra em campo outro argumento palmeirense: o limite de 26 atletas profissionais inscritos por clube no Estadual. No Brasileirão, esse número subirá para 40. Por isso e pelo fato de ser um campeonato mais longo a expectativa é de que todos tenham mais oportunidades.

Dentro do planejamento para este começo de temporada, a comissão técnica sente falta de Carlos Eduardo, que foi contratado para de cara ser mais aproveitado. O clube gastou cerca de R$ 25 milhões para tirá-lo do Pyramidis, do Egito, por entender, que não tinha nenhum atacante rápido como ele. Porém, o jogador não foi bem no começo e acabou retirado da lista do Paulista depois de machucar o tornozelo. A análise é de que sua velocidade fez falta na derrota por 1 a 0 para o San Lorenzo, na última terça, pela Libertadores, na Argentina. No clube, há quem aponte que ele sentiu emocionalmente o peso do clássico contra o Corinthians, pela primeira fase, e que por isso não foi bem. Seria um dos sintomas de que o atacante de 22 anos ainda precisa ser lapidado, assim como outros de seus novos companheiros em busca de afirmação no Palmeiras.

 

 

Borja é jogador de bolinha de gude!

Leia o post original por Craque Neto

Posso até falar bobagem e o Borja desandar a fazer gols do dia pra noite no Palmeiras, mas a verdade é que esse rapaz não é nem de longe jogador para vestir a camisa 9 do clube. Falta pra ele fundamentos! Não sabe cabecear, dominar e nem chutar a bola direito. O torcedor alviverde mais crítico, que sabe analisar os jogos, sabe que estou falando a verdade. Sem clubismo nenhum. Não consigo entender a insistência do Felipão em escalá-lo como titular nas partidas mais importantes. Ele foi artilheiro da Libertadores do ano passado? É Pelé por causa disso? Nada! No […]

O post Borja é jogador de bolinha de gude! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Clássico tão diferente e tão igual ao mesmo tempo

Leia o post original por Craque Neto

Casa cheia no Allianz Parque para acompanhar o duelo entre Palmeiras e Santos no Paulistão. Era a partida que reunia os líderes de seus grupos e colocava frente a frente duas equipes com estratégias bem distintas. O Verdão do Felipão é um time mais tático que tem como prioridade a parte defensiva. Não à toa é a melhor defesa da competição com apenas dois gols sofridos em oito partidas. Do outro lado o ofensivo Jorge Sampaoli, que faz do Peixe o melhor ataque DISPARADO com 16 gols nos mesmos oito jogos. Quando começou o jogo eu sinceramente achava que a […]

O post Clássico tão diferente e tão igual ao mesmo tempo apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Clássico tão diferente e tão igual ao mesmo tempo

Leia o post original por Craque Neto

Casa cheia no Allianz Parque para acompanhar o duelo entre Palmeiras e Santos no Paulistão. Era a partida que reunia os líderes de seus grupos e colocava frente a frente duas equipes com estratégias bem distintas. O Verdão do Felipão é um time mais tático que tem como prioridade a parte defensiva. Não à toa é a melhor defesa da competição com apenas dois gols sofridos em oito partidas. Do outro lado o ofensivo Jorge Sampaoli, que faz do Peixe o melhor ataque DISPARADO com 16 gols nos mesmos oito jogos. Quando começou o jogo eu sinceramente achava que a […]

O post Clássico tão diferente e tão igual ao mesmo tempo apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Cadê o Real Madrid das Américas?

Leia o post original por Craque Neto

Acompanhei o empate sem gols entre Ferroviária e Palmeiras e fiquei bem decepcionado com o que vi. A equipe alviverde se mostrou fácil de marcar e com poucos recursos táticos. Fora que tem um monte de jogador de ‘nome composto’ que visivelmente não tem a menor condição de vestir a camisa do clube. E tendo em vista que a patrocinadora investiu mais de R$ 200 milhões na formação desse elenco a pergunta que fica é: cadê o tão valorizado Palmeiras, considerado por muitos o Real Madrid das Américas? Pensando na temporada passada, onde foi merecidamente campeão do Brasileirão, o Felipão […]

O post Cadê o Real Madrid das Américas? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Neto para diretoria do Palmeiras: Contratem o Benzema!!!

Leia o post original por Craque Neto

O apresentador de ‘Os Donos da Bola’ da TV Bandeirantes brincou com o fato da possível saída do colombiano Miguel Borja para um clube chinês, e afirmou que o Palmeiras deveria contratar o valorizado centroavante do Real Madrid.

O post Neto para diretoria do Palmeiras: Contratem o Benzema!!! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Desmontar o esquema por causa do Lucas Lima? Sério isso, Felipão?

Leia o post original por Craque Neto

Fiquei sabendo que o Felipão provavelmente utilizará o Lucas Lima contra o Boca Juniors na semifinal decisiva da Libertadores. Isso mesmo! De acordo com informações dos repórteres que acompanham o Verdão o treinador possivelmente utilizará o meia no lugar do atacante Willian. Posso falar? Acho um tremendo erro! Vejam bem, na minha visão – e na maioria das pessoas -, o grande diferencial desse Verdão virtual campeão do Brasileirão é a utilização do Dudu e do Bigode pelas pontas com um centroavante mais centralizado. Isso mesmo! Pode variar o Borja ou o Deyverson que sempre o jogo funcionou justamente por […]

O post Desmontar o esquema por causa do Lucas Lima? Sério isso, Felipão? apareceu primeiro em Craque Neto 10.