Arquivo da categoria: Champions

Opinião: mudar formato aumenta crise de identidade do Mundial de Clubes

Leia o post original por Perrone

Desde sempre a disputa pelo título de campeão mundial de clubes sofre uma crise de identidade. Os diferentes formatos e nomenclaturas geram desnecessárias polêmicas entre torcedores sobre quem é legítimo detentor do título e desvaloriza o produto.

Tudo que a competição não precisava é de mudança, como a anunciada agora pela Fifa. De cara, a decisão de realizar o torneio a cada quatro anos cria o incômodo de quebrar a tradição de se definir quem é o melhor de cada ano.

Os critérios para a escolha dos participantes, ainda não definidos oficialmente, têm potencial problemático. A Conmebol, por exemplo, pretende enviar como seus representantes os campeões das quatro Libertadores anteriores à edição do Mundial a ser disputada. Como a qualidade dos times no continente sofre brutais mudanças rapidamente, é possível ver equipes absurdamente enfraquecidas entrando em campo.

Os europeus sofrem menos com a irregularidade de seus clubes. Um modelo assim, em tese, reduziria ainda mais as chances de representantes de outros continentes levantarem a taça. A tendência é que os times da Europa dominem as fases mais agudas da competição. Será que faz sentido um torneio assim diante do sucesso que é a Champions?

Com tantas incertezas, a Fifa deveria se preocupar mais em ouvir jogadores e torcedores antes de escolher um caminho. É preciso saber o que mais motiva atletas e fãs para que o Mundial seja, enfim, um sucesso. Também é necessário que o novo formato tenha vida longa. Cada vez que uma fórmula é testada e abandona, menos credibilidade tem a competição. E mais discussões pouco produtivas acontecem.

Mais uma final do Real Madrid

Leia o post original por Flavio Prado

O Real Madrid de Zidane vai entrar para a história como um time vencedor, mas não como um time brilhante. São poucos os jogos em que esse Real Madrid atropela o adversário, mas é eficiente e frio na hora de decidir.

Outra coisa indiscutível é a qualidade técnica desta equipe. Não tem como não reconhecer a força de um elenco que conta com jogadores como Sérgio Ramos, Marcelo, Modric, Kroos, Cristiano Ronaldo e outros. Coletivamente é bom, mas nada brilhante e até parece em alguns momentos que rende menos do que pode.

O Bayern teve chance de vencer nos dois jogos e não aproveitou. O Real Madrid é cirúrgico, errar contra o time espanhol é fatal e o Bayern errou nas duas partidas.

O Real Madrid vai para sua terceira final consecutiva em busca do tri e não tem como não acreditar que podem conseguir. A temporada no geral foi a pior das últimas três, no campeonato espanhol não chegou nem perto da luta pelo título, mas a Liga dos Campeões tem outro formato, outras circunstâncias e o Real Madrid se dá muito bem nestas condições.

Real Madrid está na final da Champions jogando pouco futebol. Não merece ser campeão.

Leia o post original por Nilson Cesar

Não sou daqueles que acha tudo maravilhoso na Europa. Sou sim realista. O Real Madrid está na final da Champions jogando pouco futebol. Pode é claro jogar muito mais pelo elenco que tem. Vem contando demais com o fator sorte. Cristiano Ronaldo está rendendo bem abaixo do que pode e isso reflete diretamente no rendimento do time. Vou torcer muito pelo Liverpool estar na final e ganhar o título. É a equipe de melhor rendimento nesta fase decisiva. Pela bola que o Real Madrid vem jogando não merece o título. Vamos aguardar .O que é certo é que ainda teremos muitas emoções na Champions League.

Real Madrid está na final da Champions jogando pouco futebol. Não merece ser campeão.

Leia o post original por Nilson Cesar

Não sou daqueles que acha tudo maravilhoso na Europa. Sou sim realista. O Real Madrid está na final da Champions jogando pouco futebol. Pode é claro jogar muito mais pelo elenco que tem. Vem contando demais com o fator sorte. Cristiano Ronaldo está rendendo bem abaixo do que pode e isso reflete diretamente no rendimento do time. Vou torcer muito pelo Liverpool estar na final e ganhar o título. É a equipe de melhor rendimento nesta fase decisiva. Pela bola que o Real Madrid vem jogando não merece o título. Vamos aguardar .O que é certo é que ainda teremos muitas emoções na Champions League.

Semifinais Champions

Leia o post original por Flavio Prado

Real Madrid x Bayern– Os dois mais poderosos dos semifinalistas se enfrentam. Nos últimos dois confrontos recentes o time espanhol levou a melhor. O Real Madrid cresceu na parte final da competição e joga com grande confiança. Cristiano Ronaldo tem sido decisivo mais uma vez.

O time alemão teve desempenho melhor que o espanhol ao longo da temporada, mas sofreu bastante contra o Sevilla. Os times da Espanha são dominantes nos últimos anos na Europa e o Bayern teve problemas com Barcelona e Atletico também nas últimas edições.

Liverpool x Roma– Os italianos foram a grande surpresa das quartas ao derrubarem o Barcelona, merecem respeito, mas vejo o time inglês melhor.

O trio Salah, Mane e Firmino é sensacional, se encaixam perfeitamente. Um problema do time de Klopp pode ser ter que trabalhar com a posse de bola principalmente no primeiro jogo em casa. O Liverpool prefere roubar a bola do adversário do que rodar em busca de espaço.

 

Guardiola esta distante de ser gênio como treinador!

Leia o post original por Nilson Cesar

Claro que Guardiola é um grande treinador mas esta distante de ser gênio. Não existe isso no futebol. Continuo entendendo que o treinador tem 20% de importância ou um pouquinho mais em uma equipe. Essa adoração com Guardiola acho um grande exagero. O atleta de futebol dentro de campo é que tem importância de verdade. Cobra-se muito o treinador e o atleta é poupado. Acho Guardiola muito bom sim, mas o fato é que sem Messi não ganhou uma Champions . Tem que ganhar. Vamos aguardar….

Os oito finalistas da Champions

Leia o post original por Flavio Prado

Real Madrid, Barcelona, Sevilla, Bayern, Juventus, Roma, Manchester City e Liverpool disputarão a reta final da Champions League.

Pela primeira vez na história, apenas as quatro principais ligas da Europa terão representantes nas quartas.

Na próxima temporada, Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália terão 4 representantes cada um na fase de grupos. A tendência é de uma elitização que dificilmente será revertida. Dinheiro, audiência e representatividade pesam cada vez em um mundo que busca o lucro e a expansão da competição no mundo. Para isso é importante que os times mais famosos estejam na competição.

Manchester City e Bayern apresentam ótimo futebol na temporada. O Barcelona tem Messi e o Real Madrid tem uma equipe forte e vencedora e um fenomenal artilheiro como Cristiano Ronaldo. Acredito que o título ficará entre essas 4 equipes.

Champions

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: AFP

Os jogos de Liverpool e Manchester City eram amistosos. Com as goleadas na ida, os dois ingleses já tinham a classificação garantida.

O segundo jogo entre PSG e Real Madrid foi muito inferior ao primeiro. A vantagem de dois gols do time espanhol era considerável e a equipe de Cristiano Ronaldo não deu a chance do adversário sonhar. Zidane foi feliz nas substituições no primeiro jogo e na escalação do segundo. O jovem Asensio foi decisivo no duelo.

O grande jogo da semana foi entre Tottenham e Juventus. O time inglês foi muito bem nas duas partidas, diferente do PSG que teve bons momentos apenas em Madrid. Mauricio Pochettino elevou muito o nível do Tottenham, hoje consegue competir em alto nível na Europa. A Juventus segue com sua força defensiva e com jogadores letais no ataque, principalmente os argentinos Dybala e Higuain. Massimiliano Allegri é ótimo técnico, merece um lugar mais destacado nas análises de treinadores pelo mundo.

Liga dos Campeões: segunda semana das oitavas

Leia o post original por Flavio Prado

Bayern x Besiktas: Confronto definido. A expulsão logo no início resolveu o duelo que já tinha um desiquilíbrio natural. O time alemão chega forte na reta final.

Chelsea x Barcelona: O time inglês perdeu a chance de abrir vantagem no confronto. O Barcelona de Valverde sofre para quebrar defesas, o Chelsea tirou os espaços e foi muito perigoso nos contra-ataques. O empate em um erro individual deixa o Barcelona como favorito.

Sevilla x Manchester United: O resultado não foi ruim para o time de Mourinho, mas a atuação foi vergonhosa. Com o investimento que fez, o time inglês poderia buscar algo mais, além de jogar para não perder.

Shakhtar x Roma: Foi um belo jogo na Ucrânia. A vantagem é pequena, mas será uma missão difícil para os italianos. Alisson evitou que o confronto fosse decidido a favor do time de Fred, Marlos e Taison.

Real Madrid x PSG: jogo com peso no mundo todo

Leia o post original por Flavio Prado

Na volta da Liga dos Campeões, o jogo que mais chama a atenção é entre Real Madrid e PSG.

Vale ressaltar o peso deste duelo e da competição no cenário mundial. Todos as pessoas que se interessam por futebol no mundo querem assistir Real Madrid e PSG. Os grandes duelos entre os principais times europeus são mundiais. Não acho que a condição financeira chega o único fator que explica o peso da Champions no cenário mundial.

O dinheiro é fundamental, mas se o produto não for bem vendido a repercussão não será tão grande. Vender bem significa valorizar o evento, trabalhar para melhorar sempre a competição, para isso é necessário ter pessoas que se preocupem com isso, profissionais que entendam o que o mercado consumidor do futebol espera de uma competição.

Sempre é possível melhorar, nunca o campeonato será perfeito. O que funcionou por algum tempo, não funcionará anos depois. O mundo muda, as pessoas mudam, é preciso estar ligado nisso.

Dentro de campo, os jogos normalmente são muito bons na Liga dos Campeões, mas se não for bem vendida, divulgada e valorizada, a competição não alcança totalmente seu público alvo.

Este é o verdadeiro conceito de uma Liga, não é apenas uma entidade formada por clubes. A Liga é uma empresa que trabalha para melhorar e vender seu produto, no caso um produto universal. Um detalhe importante é saber entregar o que o público espera e dentro de um universo tão grande é preciso entender o que vende bem em cada parte do mundo.

A Liga dos Campeões é muito mais do que o jogo, apesar do jogo ser muito bom, mas se outros fatores não acompanharem, a divulgação e a propagação não será tão grande.