Arquivo da categoria: Coluna do Minwer

A síntese de um ano

Leia o post original por Ju Brito

Dia cinza, num ano cinza

Apesar de ter sido um jogo de 4 gols, só golaço do Fernando e a boa jogada do Leandro no 1ºgol merecem algum destaque nesse empate, que nos leva do nada pra lugar nenhum. Afinal, foi apenas mais uma partida na espera pelo ano que vem. Situação recorrente e inaceitável prum clube do tamanho do Grêmio.

Grêmio 2×2 Palmeiras foi exatamente como vem sendo o ano de 2011: feio, lento, modorrento, frustrante. A improvisação do Alemão na vaga do Marquinhos denotou duas coisas: 1) a predileção quase doentia do Celso Roth em usar o Adílson em qualquer função vaga no time. Talvez seja uma gratidão por ter contado com ele como lateral direito na sua estréia, contra o mesmo Palmeiras no 1º turno. Explica, mas não justifica. 2) a falta de opções no elenco pra suprir as eventuais ausências dos meias. Falha grave na montagem do grupo de jogadores no início do ano, bem como na hora que se buscou reforços no meio da temporada. Aqui ficou explícita a entrega da chave do vestiário para o treinador – qualquer um dos que passaram ali nesse ano.

O pior de tudo é que não há sinais de que as lições sofridas durante o ano tenham sido assimiladas. Basta ver que a tão esperada entrevista coletiva em que o Odono prometia encerrar a novela da contratação do Kleber foi um remake da presepada que envolveu o mercenáR10 no início do ano. Enquanto os mandatários do Grêmio vão sendo reincidentes em seus erros, nos resta esperar e cobrar por resultados condizentes com as promessas feitas ainda em 2010.

Minwer Daqawiya, sócio e conselheiro gremista, hoje interino do blog, numa merecida folga da Juliana de Brito