Arquivo da categoria: Comissão técnica

O São Paulo perdeu a vergonha de ser derrotado .

Leia o post original por Nilson Cesar

Um clube tão vencedor quanto o São Paulo perdeu a vergonha de ser derrotado . Isso é triste demais . Vários elencos , vários treinadores e a vergonha de perder não existe mais no Morumbi . A derrota vem sendo assimilada com tranquilidade . 6 vezes campeão brasileiro , 3 vezes campeão do mundo e 3 vezes campeão da Libertadores da América . Um clube tão grande e tão vencedor não poderia aceitar a…

Fonte

Diagnóstico de um time que em quinze dias se tornou previsível e não confiável

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maior do Mundo;

Para escrever num blog tão “canhão” como esse é preciso ter responsabilidade. Geralmente assisto cada jogo do São Paulo no Morumbi duas vezes para avaliações posteriores. Uma em campo e a segunda no VT, logo após a opinião calorosa e ‘torcedora’. Desta vez passei o sábado e o domingo assistindo três vezes a derrota. Tortura? Não, trabalho. A idéia é tentar apresentar aos amigos uma explicação para a brutal queda de rendimento.

Encontrei.

Certamente não é o único motivo para apenas um ponto em doze jogados desde a grande vitória diante do Cruzeiro, mas é bastante plausível e até foi comentado por algumas pessoas no último post. Os adversários do São Paulo (principalmente SCCP, Flamengo e Fluminense) encontraram um jeito de jogar no erro da equipe de Muricy Ramalho, adiantando a marcação nos volantes e jogando pelas laterais do campo. Quem reparou comprovou: a saída de bola de Souza e Denílson ficou muito mais difícil com o adversário em cima, o que obrigou PH Ganso a recuar para tentar armar o jogo. Criou-se um “vácuo” entre meio e ataque, facilitando o jogo adversário.

A verdade é que o sistema implementado já ficou conhecido pelos clubes que nos enfrentaram. Será preciso novas formas de jogo para fugir do time que se tornou previsível. Como disse anteriormente, é claro que este não é o único fator mas, dentro de campo acredito que ele seja um dos principais. Com ou sem Muricy, que ainda se recupera de mais um susto (ou seria aviso do corpo?), será preciso muita dedicação dos jogadores para reverter esse quadro.

Outro fator, comentado desde o início do ano, é tão revelador quanto este acima. Há um problema claro de formação de elenco para um clube que fala que sua meta é ser campeão brasileiro. Campeonatos de pontos corridos não são vencidos por times e sim por elencos. O quadrado mágico é excelente quando funciona, mas quando está bem marcado ou estafado, desmonta qualquer boa possibilidade de produtividade. O Cruzeiro tem um ótimo time, mas possui um elenco que roda muito e por conta disso gasta menos energia. Lição aprendida com o São Paulo de 2006, 2007, 2008 e, por que não, 2009 quando perdemos o tetra consecutivo lado a lado com o campeão?

Por essas e outras temos que nos posicionar como postulantes a Libertadores, também defendendo atenção total com a Sul-Americana, que é um torneio de tiro curto e totalmente possível de ao menos se chegar na final. Além das consequências boas de um título, coroa a chegada de bons valores neste ano ao clube e encerrar com ainda mais glória o trabalho de um dos maiores goleiros da história do futebol.

O Huachipato vem aí. Que esse ciclo negativo se encerre nesta terça-feira.

Saudações Tricolores!

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

Criciúma será o próximo clube a eliminar o São Paulo de uma competição? Com a palavra os jogadores, Muricy e diretoria!

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maior do Mundo;

O Criciúma será o primeiro adversário do São Paulo na Copa-Sulamericana 2014.

O clube catarinense, que luta contra o rebaixamento no Brasileirão deste ano e foi eliminado na Copa do Brasil pelo Londrina, conquistou o direito de jogar a competição internacional. Ainda haverá sorteio para definir os mandos de campo mas a principal dúvida na cabeça do torcedor são-paulino é essa: Seria o Tigre o próximo clube a eliminar o Tricolor de uma competição neste ano?

Infelizmente temos todos os motivos para acreditar que sim.

O primeiro deles é o recente e bizarro histórico do São Paulo diante de pequenos. Fomos eliminados por Ponte Preta (Sul-Americana 2013), Penapolense (Paulista 2014) e Bragantino (Copa do Brasil) com derrotas vergonhosas no Morumbi. Isso é, nem clube pequeno anda respeitando o maior estádio particular do país. Perdemos o mando em nosso próprio sagrado domínio.

Outro grande motivo é a frouxidão desse estrelado elenco. O resumo do pensamento do atual jogador do Tricolor pode ser sintetizado nas gélidas declarações do camisa dez Paulo Henrique Ganso após um dos maiores fiascos da história do clube. Segundo uma das contratações mais caras da história do clube, está “tudo bem”, perdemos para uma equipe iluminada como o Bragantino e não estávamos num bom dia. Vamos deixar claro: Ganso não é o único culpado da situação do clube, mas tais declarações simbolizam a falta de vergonha na cara de um grupo que ganha muito bem para este tipo de atitude dentro e fora de campo.

Não vamos também esquecer das últimas escolhas de nosso técnico. Muricy poupou jogadores em um jogo decisivo para aproveitá-los no Brasileirão. Por que não faria isso na Sul-Americana? Não temos elenco equilibrado e não estamos em condições de poupar ninguém e o jogo de quarta provou isso. Kaká, por exemplo, que ficará quatro meses no Tricolor e depois se mandará para os Estados Unidos, nem ao jogo compareceu. O jogador esteve em evento em uma das ruas mais badaladas da cidade. Precisava dessa? Justo ele, que foi citado pelos jogadores como um novo líder dentro de campo?

Enfim, a resposta da pergunta do título está com os jogadores, a comissão técnica e a diretoria do clube. Tem muita coisa errada e a responsabilidade tem que ser dividida por todos. Mas a primeira mudança tem que ser de atitude. O Criciúma vem como favorito no mata-mata da Sul-Americana até que o São Paulo prove o contrário.

Estaremos de olho, rapaziada. Queremos empenho, produtividade, profissionalismo e resultado.
Não a badalação, falta de compromisso, picuinhas e desculpas vazias. Aqui é São Paulo. Cadê o trabalho?

Saudações Tricolores!

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

Tricolor em busca da regularidade

Leia o post original por daniel perrone

Imagem: Site Oficial / saopaulofc.netNação do Maior do Mundo;

Depois de uma semana inteira de preparação e volta de jogadores de contusões, o São Paulo entrará em campo mais forte neste domingo as 18h30 no Morumbi.

O time titular que inicia a partida deverá ser formado por Rogério Ceni, Douglas, Antônio Carlos, Rafael Tolói e Álvaro Pereira. Denílson, Souza, PH Ganso e Kaká. Alexandre Pato e Alan Kardec. Além de Kaká (que finalmente reestréia no Morumbi), Antônio Carlos volta a zaga e Osvaldo retorna como opção no banco de reservas.

É a melhor formação possível. Lucão trabalha como reserva imediato de Tolói ou Antônio Carlos, Hudson e Maicon podem suprir Souza e Denílson, o próprio Maicon (que rende melhor como meia), juntamente com Bosquilia, também pode entrar no lugar de Ganso ou Kaká e Osvaldo e Ademílson completam a suplência direta no ataque.

Falta apenas Luis Fabiano se recuperar para que o São Paulo inicie aquela que seria sua melhor formação e escalação desde o fim da Copa do Mundo. Se estivessem chegado “agora” da Europa para o clube, Denílson e Pato seriam recebidos pelo torcedor como titulares absolutos e escalados naquela eterna busca da escalação ideal dos comentários do blog. Mas ambos não renderam ainda o esperado e são dúvidas para o restante do ano. Douglas, o ponto fraco da escalação, também precisa cumprir melhor a função de marcar e ser de vez em quando opção no ataque.

Da escalação acima, exceto os já “macacos velhos” Kaká e Denílson, não se vê nenhuma cria recente da base Tricolor. Concordo que Muricy Ramalho não tem como primeira opção trabalhar com jogadores de base, mas muitas chances foram dadas para Ademílson, que não aproveitou como se esperava. Rodrigo Caio, antes da lesão, se firmou na defesa e certamente jogaria como titular nesse ano. A história diz que, salvo uma safra absurda, um time brasileiro que quer ser campeão deve contar com dois ou no máximo três jogadores de base no time titular. Foi assim com os menudos do Morumbi (Muller, Silas e Sidney contavam com um restante de time experiente e Careca no comando de ataque) e até com aquele time de 2003 com Robinho e Diego.

Com uma sequência regular, esse time deve crescer de produção ao longo do ano. Provavelmente no segundo semestre do Brasileirão e no decorrer da Copa do Brasil. Pelos resultados ruins conquistados nos últimos meses, não sei se haverá tempo para pensar em título, mas dá para brigar por uma vaga no G4 com o embolado pelotão que caracteriza o torneio nacional. Já a Copa do Brasil, um torneio diferente, pode ser a saída triunfal do ano.

Tem como dar carona ao Morumbi? Precisa de carona? Entre no Carona Tricolor
e anuncie lá a sua necessidade: https://www.facebook.com/caronatricolor

Saudações Tricolores!

Imagem: Site Oficial | São Paulo FC

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

O melhor marketing é ter Kaká em campo

Leia o post original por daniel perrone

Imagem: SPFC Site OficialNação do Maior do Mundo;

Deu no Globoesporte.com: Kaká já está em plenas condições físicas para estrear neste fim de semana com a camisa do São Paulo FC. O jogador foi liberado para jogo pelo preparador Sérgio Rocha.

Com a liberação do profissional especializado pela parte física do clube, não vejo nenhum obstáculo que impeça Muricy Ramalho de colocar a maior contratação do ano (ainda que por empréstimo de seis meses) para jogar. Há dois fortes motivos para isso: O primeiro é que Kaká, com sua técnica, nadaria de braçada no meio-campo do time atual. O segundo é o tempo de permanência do jogador no Brasil. O Orlando City a princípio pede que o jogador se apresente no ano que vem para a pré temporada. Considerando que Dezembro terminam os campeonatos no Brasil, o jogador teria cerca de quatro meses de aproveitamento pelo Tricolor (agosto, setembro, outubro e novembro). Bem menos que o estipulado em contrato.

Há um boato que a diretoria Tricolor deseje que ele estreie em casa, portanto contra o Criciúma no dia 02 de agosto. Eu acho pura bobagem. Se está em condições, que seja escalado já, ainda mais com mais uma semana de treinos antes da partida no Serra Dourada. O são-paulino que quer ver Kaká no time pouco se importa se ele vai fazer sua re-estréia dentro ou fora de casa. Ele quer ver o São Paulo ir para as cabeças. Se ganhar do clube goiano (partida dificílima no cerrado) certamente o Morumbi mais uma vez estará lotado. Se o resultado em Goiânia não for o desejado, ainda assim acredito que haverá mais de 40 mil para ver o jogador na próxima partida no Morumbi. Claro, Kaká não está em ritmo de jogo mas é ídolo internacional e muito garoto que não acompanhou sua rápida passagem pelo Tricolor no início dos anos 2000 vai querer ver o jogador ao vivo no Morumbi. O melhor marketing é ter Kaká dentro de campo jogando e esse aperto de mão com PH Ganso (foto) pode render muitos gols ao Tricolor, mas tem que entrar em ação o mais rápido possível.

Não vejo porque segurar. Muricy: Bota logo o cara para jogar e vamos fazer deste time um time!

Saudações Tricolores!

Atualizado: O boato citado no texto de que o marketing Tricolor esteja segurando a estréia para o Morumbi é, como o próprio nome diz, um boato. O interesse do marketing do clube é que Kaká estréie o quanto antes, de preferência no Serra Dourada. Aliás, para os profissionais do marketing Tricolor é até melhor ele estrear fora pois assim dá para fazer duas ações; uma na estréia e outra na estréia no Morumbi. Vamos aguardar.

Atualizado II: Kaká está liberado pelo Orlando City para jogar em Goiânia. Agora é com Muricy.

Atualizado III: A renda da estréia de Kaká no Morumbi é do Orlando City. Não vejo nada de mal nisso. É apenas remanejamento de dinheiro para o empréstimo do jogador ao SPFC.

Imagem: SPFC Site Oficial

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

Nova numeração do semestre sugere linha defensiva com quatro jogadores

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maior do Mundo,

O SPFC anunciou a numeração dos jogadores para este semestre.

Tirando as camisas que todo mundo sabe de quem são, Kaká herdou a #8 de Souza, Rafael Tolói ficou com a #2, Souza ganhou a #5 (seu número favorito) que era de Wellington, Rodrigo Caio usará a #3, Kardec ficará com a #14 (eternizada por Aloísio Chulapa) e Pato manteve a #11.

As grandes surpresas para mim são a camisa #7 sem dono (de quem será?) e a numeração de Rodrigo Caio. É apenas uma suposição mas a nova numeração sugere que Muricy pode trabalhar em uma linha de quatro jogadores na defesa com Tolói na direita, Antônio Carlos, Rodrigo Caio (que pelo novo número deve permanecer mesmo como zagueiro) e Alvaro Pereira. Douglas, o #23, pode contrariar o que escrevi.

Maicon, que na cabeça de Muricy poderia ser o #7, manteve a #18. Com a linha de quatro jogadores, o meio pode ficar com Souza, Ganso e Kaká e o ataque com três homens de frente. Mas se optar por Maicon como titular, o ataque teria apenas dois homens de frente.

É bom sempre esclarecer que diferente dos velhos e bons tempos em que o futebol era jogado com bola branca e chuteiras pretas, hoje em dia a numeração representa muito mais uma fixação de marca que uma sugestão de escalação. O mais importante é termos alternativas e formações diferentes.

Veja a numeração completa no site oficial do SPFC: http://bit.ly/1vS3UrO 

Saudações Tricolores!

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

Desafio: sair do papel e ir para o gramado

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maior do Mundo;

O São Paulo voltou a treinar na manhã desta terça feira. Após a temporada americana, onde a equipe aprimorou sobretudo o aspecto físico dos atletas, agora será a vez do grupo melhorar a parte tática do elenco, visando as competições do segundo semestre.

O retorno de Rafael Tolói (foto), feliz e com ritmo de jogo, é por enquanto a única novidade do elenco que treinou no estádio do Morumbi, já que Cotia e Barra Funda ainda estão ocupadas pelas delegações da Colômbia e EUA respectivamente. Atualização: Com a eliminação dos Estados Unidos, o Tricolor voltou ao CT da Barra Funda nesta quinta.

A volta do zagueiro, preterido ano passado com a chegada de Lúcio, certamente dará mais alternativas táticas a Muricy: Rodrigo Caio, que andou oscilando boas e más apresentações na zaga poderá ganhar uma chance no meio-campo, ao lado de Souza. O atual camisa 7, que acabou sendo eleito o melhor jogador mundial realizado em Toulon jogando na posição de volante, poderá se posicionar a frente da zaga ou até sendo um terceiro zagueiro em determinados momentos das partidas, liberando Douglas e Alvaro Pereira para o ataque.

É claro que este tipo de função carece de muito treinamento. É preciso haver sintonia entre todos os jogadores da equipe para realizar as duas variações táticas durante os jogos: Um ataque com alas ou uma defesa sólida em um tradicional 4-4-2. Mas ficará interessante, principalmente se Tolói voltar com algo a mais na bagagem e se entrosar rapidamente com Antônio Carlos. Álvaro Pereira e Douglas carregarão o piano em uma formação e poderão brilhar no setor ofensivo na variação 3-5-2, contando com as assistências de Ganso no ataque.

Ah, o ataque. E por que ainda não falei do setor ofensivo neste texto? Porque com o time que teremos no papel, ainda mais com a iminente chegada de Kaká, nem que seja por seis meses, a obrigação é que Muricy faça esse time jogar. Se alguém te falasse que em 2010 teríamos Ganso, Kaká, Pato e Luis Fabiano (com Kardec e Osvaldo de lambuja) no elenco certamente você iria duvidar. Pois é; o elenco ofensivo está aí e é comparável até com o da Seleção Brasileira nesta Copa do Mundo. Ou vai me dizer que Neymar, Hulk, Fred e Oscar são melhores…

Apesar do poderio bélico beirando ao ‘fantástico’, o torcedor ainda está desconfiado, e com razão, pois alguns jogadores do elenco ainda não desenvolveram o futebol prometido com a camisa do maior clube do país. Por isso, Muricy terá nas mãos o “trabalho” que tanto anda propagando nos comerciais da TV: O desafio agora é fazer com que o elenco saia do papel, funcione no gramado e de fato brilhe nos campeonatos do semestre.

Fácil não será, tem muito clube se preparando tão bem quanto nós. Mas ainda aposto no Maior do Mundo: Quero que o maior goleiro da história se despeça com honras de campeão, coisa que ele sempre foi em sua história., quero que essa aposta ofensiva dê resultado e quero que o clube cresça cada vez mais e dê alegrias aos seus presentes e futuros torcedores.

Saudações Tricolores!

Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

São Paulo define “contratações” para a temporada: Rafael Tolói para a defesa e Rodrigo Caio para o meio. Agora vai?

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maior do Mundo;

Nem Lugano, e pelo visto, nem Kaká. De acordo com o Globoesporte.com, a diretoria do São Paulo, ao menos por enquanto, encerrou as contratações para o restante da temporada com a chegada “déjà vu” de dois atletas: Rafael Tolói para a zaga e Rodrigo Caio para o meio-campo.

Óbvio que o título do post é uma ironia. Nenhum dos dois foi realmente contratado. Tolói, que esteve na Roma por seis meses, volta e empréstimo ao final de junho para fazer dupla de zaga com Antônio Carlos. Dessa maneira, Rodrigo Caio deve jogar ao lado de Souza na linha de volantes da equipe. O jogador foi eleito o melhor atleta no mundial sub21 jogando exatamente nesta posição. Alan Kardec, o único jogador de fato contratado, fará sua estréia com a camisa do Maior do Mundo nessa sexta em amistoso contra o Orlando City.

A solução encontrada pela diretoria não foi surpresa. Desde o início de 2014 e principalmente na gestão Aidar, o São Paulo sinalizou com a possibilidade de enxugar os gastos realizados nos últimos anos. O Tricolor gostaria de vender alguns atletas encostados no elenco para melhorar o plantel, mas não encontra comprador que suporte os salários pedidos. Portanto, a solução caseira esperada.

A pergunta que fica é: Será que esse elenco será suficiente para levar o clube ao heptacampeonato, a inédita Copa do Brasil ou ao menos a mais uma participação na Libertadores? Na melhor das hipóteses, Tolói aprendeu a ter um melhor posicionamento na sua passagem pela equipe italiana e agregará isso a equipe. Rodrigo Caio se firmará como primeiro volante e fará um belo campeonato. Na pior das hipóteses, os dois (e Kardec) não serão suficientes para conduzir a equipe aos títulos. Fico no meio termo. Com muita gente fazendo figuração encostada em Cotia, o elenco ainda carece de peças defensivas para se firmar um campeonato longo como o Brasileirão, mas pode surpreender pois tem ótimos meias e atacantes. Se alguns deles surpreenderem (como Ganso, Boschilia, Pato, Luis Fabiano e o próprio Kardec) podemos sonhar alto sim.

Temos ainda uma vantagem histórica: Geralmente Muricy acerta seus times na segunda metade dos semestres que trabalha. Foi assim no TRIcampeonato consecutivo ganho por ele com o São Paulo. A não ser que ocorram reviravoltas (Rodrigo Caio vendido e Kaká voltando, hipóteses para mim pouco prováveis neste momento), é assim que iremos até o final do ano.

Agora vai?

Saudações Tricolores!

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

A pausa da Copa poderá ser benéfica ao Tricolor. Mas o clube precisa se planejar!

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maior do Mundo,

Os jogadores do São Paulo não terão tempo para curtir a Copa do Mundo aqui no Brasil. Dia 13 eles chegarão em Orlando para participar das atividades previstas na excepcional e atípica pré-temporada. A ordem é o elenco se preparar com excelência para o segundo semestre.

A parada em uma Copa, que tradicionalmente ferrou o Tricolor em duas Libertadores (2006 e 2010) desta vez poderá ajudar o clube. Se a diretoria e a comissão técnica fizerem um bom planejamento o time poderá crescer no segundo semestre. A pausa pode ser um aliado do Tricolor: Os diretores terão tempo para correr atrás dos reforços que o elenco precisa e Muricy terá todos os jogadores atuais a disposição para encaixar o time.

Na minha opinião de torcedor falta um bom zagueiro para vestir a camisa e alguém para jogar ao lado de Souza na volância. Este alguém poderá ser Rodrigo Caio, conforme o último texto. O meu time atuaria basicamente no 4-4-2, com Rodrigo Caio alternando o sistema para um 3-5-2 de acordo com a situação do jogo. Três atacantes? É possível, dependendo do andamento das partidas. Mas não seria a minha primeira opção.

O tricolor ficará quinze dias na Flórida, e no dia 20 de junho participará de um amistoso contra o Orlando City na ESPN Word Wide Sports. A Passaporte FC, agência oficial do clube, levará torcedores interessados em assistir o jogo em Orlando de uma maneira mais que especial. O pacote VIP para Orlando inclui seis noites de hospedagem em hotel quatro estrelas, traslados para o jogo e para os parques da Disney, assistir dois treinos do Tricolor em solo americano, tirar fotos e pegar autógrafo da delegação, ganhar uma camisa autografada dos jogadores e até ir ao jogo junto com a delegação. Mais informações com a Passaporte FC Tel. 11 3739 5222 ou marcelo@passaportefc.com

Saudações Tricolores!

PS: Leitor, se você não sabe escrever ou pretende ofender a instituição e o
blogueiro, não perca o seu tempo. Só leia o blog que assim você já está participando. 

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!

Rodrigo Caio atuando como volante no meio-campo seria um problema a menos

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maio do Mundo;

A matéria do Globoesporte.com confirma: Atuando como volante, Rodrigo Caio foi considerado o melhor jogador do Torneio de Toulon e ajudou seus companheiros a conquistar o título junto com a Seleção Brasileira Sub21. O jogador foi elogiado pela crítica internacional, que aponta um bom futuro dentro e fora do Brasil.

Ótimos argumentos vindos do mercado internacional, que podem ajudar Muricy e a diretoria do São Paulo a sanar um dos problemas atuais da equipe. Muito criticado pela irregularidade da defesa são-paulina, agora Rodrigo Caio tem um forte motivo para repensar a idéia de ser zagueiro e aceitar a condição de primeiro volante na equipe: A sua atuação de gala na França.

O atleta, de ótimo vigor físico, poderia tanto atuar ao lado de Souza, como também como um terceiro zagueiro em algumas situações de jogo, sanando um dos problemas no setor que é o coração da equipe. A camisa cinco da seleção serviu bem a Rodrigo Caio, que poderá fazer bem a cobertura nos laterais, liberando mais o camisa oito para o jogo.

Deste modo, a diretoria Tricolor poderia focar de um bom nome na zaga para completar a equipe titular. E opções para compor o elenco, que terá os garotos Ademílson, Boschilia, Evandro, João Schmidt e Auro como alternativas. Este bom zagueiro atuaria ao lado de Antônio Carlos. Breno deve voltar mas não seria aproveitado nos próximos meses. Que tal investir em gente como Alex (PSG)?

Saudações Tricolores!

PS: Leitor, se você não sabe escrever ou pretende ofender a instituição e o
blogueiro, não perca o seu tempo. Só leia o blog que assim você já está participando. 

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!