Arquivo da categoria: copinha

Não tem Copinha… não tem Mundial….

Leia o post original por Craque Neto

Acabou agora! O Figueirense derrotou o Palmeiras por 1 a 0, em Capivari, em jogo válido pelas Oitavas da Copa São Paulo de futebol de Juniores. Com o resultado mais uma vez o Verdão, favorito ao título, ficou a ver navios na principal competição da categoria. E pra falar a verdade agora em 2019 eu estava acreditando nessa equipe do técnico Wesley Carvalho. Afinal fez uma baita temporada no ano passado, conquistando praticamente tudo o que podia, e nessa edição foi líder do grupo e classificou com goleadas na segunda e terceira fases. Essa eliminação me fez lembrar um samba […]

O post Não tem Copinha… não tem Mundial…. apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Opinião: destaque do Corinthians na Copinha, Oya é desafio para Carille

Leia o post original por Perrone

Fábio Carille esteve em Itu para assistir a vitória do Corinthians por 4 a 1 sobre o Sinop-MT, no último sábado (5) e viu Fabrício Oya marcar seu terceiro gol em dois jogos nesta Copa São Paulo. O treinador corintiano tem motivos de sobra para pensar sobre o futuro do destaque alvinegro na competição.

Aos 19 anos, o meia faz sua quarta e última apresentação no torneio sub-20. Então, caberá a Carille decidir o que o clube deve fazer com sua revelação nos próximos meses.

Obviamente, Oya não é um jogador pronto. Precisa ser lapidado. Também não merece carregar o status de craque, pelo menos por enquanto. Porém é o atleta de maior potencial no atual time corintiano na Copinha. Deve ser tratado com boa vontade pela comissão técnica da equipe profissional e pela diretoria alvinegra.

O meia tem bom passe, inteligência na armação de jogadas, faz assistências e gols. Ainda é especialista em cobranças de escanteios e faltas, características importantes para definir jogos.

Como ocorreu recentemente com Pedrinho, há no Parque São Jorge e em parte da imprensa quem diga que Oya não tem força muscular para aguentar o tranco no profissional. Porém, faz parte da tarefa da comissão técnica saber alternar o trabalho de ganho muscular com a maturação em campo.

É mais interessante para o clube, cuidar metodicamente da evolução de Oya, dando aos poucos oportunidades para ele na equipe de cima, do que terceirizar o serviço para uma agremiação pequena do futebol brasileiro, como o alvinegro faz constantemente. A temporada é longa e desgastante, sempre haverá espaço para dar chance a um jovem promissor como Oya.

Será desafiador para Carille entender as necessidades do meia. E do Corinthians, mas não só a curto prazo. Os resultados imediatos são fundamentais para a sobrevivência dos treinadores, no entanto, preparar jogadores com potencial para se tornarem grandes e pensar no que o clube pode ganhar lá na frente são características dos treinadores de ponta.

 

Isso sim é Flamengo

Leia o post original por Rica Perrone

Não foi uma grande exibição, mas isso pouco tem a ver com a “grande conquista” desta quinta-feira.  O Flamengo mais Flamengo é aquele que não é obrigado a ganhar e ganha. Mais ainda só aquele que é favorito a vencer, e perde.  Hoje, a obrigação não existia.

No Brasileirão, das 5 vezes que chegou nas semifinais do Brasileirão, foi campeão em todas. Na Copinha, das 4 finais que disputou, venceu as 4.  Na Copa do Brasil não vence sempre, mas chega quase sempre pelo menos nas semifinais. É um time de chegada em mata-mata.

Curiosamente sua diretoria prefere hoje os pontos corridos. Também não chega a ser curioso considerando a diferença entre o Flamengo de 100 anos e o que a diretoria atual projeta.

Mas o antigo e o novo tem algo em comum: fazem em casa. Infelizmente a lenda de fabricar craques foi virando piada quando alguns dos seus eram trocados ou perdidos por centavos e iam brilhar fora. Flamengo faz craque… pros outros.

E mais uma vez a vida lhe oferece a chance de usar suas crias. De parar de olhar pro mercado e “monitorar” o próprio berço.  Se ali não tem um Neymar, eu garanto que tem muita gente melhor que Gabriel, Mancuello, Vaz, Cuellar, entre outros do time principal.

Esses meninos jogaram uma final irritante.  Pra mim, saopaulino, especialmente.  Sabiam fazer cera, prender a bola, truncar o jogo e como disse mais um Silva, “final não se joga. Se ganha”.

Eu não sou maluco de discordar desse moleque.  Por mais que eu ame futebol bem jogado, a final é a final. E dali se quer a taça, nada mais.

O São Paulo ficou com os aplausos, o bom futebol, a imagem de que “não merecia perder”, mas… a taça ficou na Gávea. Acho que todo saopaulino trocaria o bom futebol por ela. Entao Silva tem razão.

Flamengo marrento, folgado, decisivo e vencedor. Coletivo, esforçado, surpreendente e promissor. Flamengo que canta o hino no vestiário antes do jogo, que corre pra nação no final, que chama ela quando o jogo aperta.

Flamengo mais Flamengo que isso, pode “monitorar” o mercado do mundo todo. Não haverá.

Abs,
RicaPerrone

Flamengo deixa o São Paulo só no “cheirinho”!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Staff Images / Flamengo

São Paulo 0 x 1 Flamengo

Não é nenhum exagero dizer que foi um massacre!

Afinal, o São Paulo praticamente não saiu do campo de ataque após o Flamengo abrir o placar na decisão da Copinha, logo aos dois minutos do primeiro tempo.

Mas, diferentemente do que costuma dizer o meu amigo Parreira, no futebol o gol não é apenas um detalhe.

Por isso, o Rubro-Negro deixou o Tricolor só no “cheirinho” e conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior pela quarta vez.

Que coisa, hein, são-paulinos?

Nem na Copinha?

Bom, mas sabemos que o grande troféu da equipe de base é revelar jogador.

E então, será que tem algum do Tricolor preparado para o time profissional?

E do Flamengo?

Opine!

Essa Copinha é uma ABERRAÇÃO!

Leia o post original por Craque Neto

Se não me engano o ano era 1983, eu entrava em campo pelo Guarani para disputar minha primeira e única Copa São Paulo de Juniores. Lembro que eram uns 20 times,  apenas os melhores e maiores clubes estavam na disputa. Só tinha moleque bom de bola e a competição era intensa. Passados quase 35 anos no que se transformou esse torneio, hein? Pra mim, com toda a sinceridade, uma ABERRAÇÃO! Gostaria de saber que campeonato no mundo reúne 128 times em 32 grupos e mais de 2 mil jogadores? Só pode ser piada de mau gosto! O mais politicamente correto vai dizer que […]

O post Essa Copinha é uma ABERRAÇÃO! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Sr. Olhão: Carta ao Muricy

Leia o post original por Rica Perrone

Muricy Ramalho é um dos maiores vencedores do futebol brasileiro, apesar de pessoalmente não gostar da maneira como geralmente jogam suas equipes, é inegável que ele consegue resultados e principalmente títulos. Além da competência, Muricy parece estar no lugar certo, na hora certa, como no Santos de Neymar campeão da Libertadores, ou no extremamente organizado …

DNA rubro-negro

Leia o post original por Rica Perrone

Existem campeões e campeões. Os que planejam, os que dão sorte, os que ganham num erro do adversário, os que tem um craque que resolve.  Tem quem goleie na final, tem quem ache aquele gol numa bola perdida e transforma uma atuação ruim numa partida épica. E tem o jeito Flamengo de ser campeão. Quando …

O “Apitinho-Amigo” bem que tentou, mas, nos pênaltis, o Corinthians deixou escapar o título da Copinha para o Flamengo! “E o Milton Neves acertou na mosca” (Ricardo Boechat)

Leia o post original por Milton Neves

cor x fla

Os cariocas roubaram a cena no aniversário de 462 anos da cidade de São Paulo!

O “Apitinho-Amigo” bem que tentou dar aquela força para o Corinthians, ao anular um gol legal do Flamengo no começo do segundo tempo.

Mas, mesmo assim, o Rubro-Negro conseguiu levar a partida para os pênaltis e, após seis cobranças de cada lado, conquistou o caneco.

E não é que eu acertei meu palpite?

Afinal, falei nos últimos dias em todas as rádios do Grupo Bandeirantes que daria Fla nas cobranças de penalidades!

E Ricardo Boechat não levou fé na minha previsão…

Tristeza para a torcida corintiana, que lotou o Pacaembu na esperança de conquistar neste ano o torneio pela 10ª vez.

Mas, honestamente, fazer essa boa molecada da base vingar no profissional valeria muito mais do que um troféu no Parque São Jorge, não é verdade?

E reza a lenda que quando o Corinthians não vence a Copinha, é sinal de que o ano também não será dos melhores para a equipe principal.

Será?

E parabéns ao Flamengo, três vezes campeão da Copa São Paulo.

Mas que também fiquem de olho na molecada, para no futuro não ter que gastar milhões para contratar um mico como Paolo Guerrero.

Afinal, não dizem na Gávea que “craque o Flamengo faz em casa”?

Opine!

Falha do goleiro do Botafogo-SP dá ao Corinthians mais um título da Copinha, talvez o único motivo de alegria para os alvinegros em 2015!

Leia o post original por Milton Neves

pantera

Botafogo-SP 0 x 1 Corinthians

Que pena, Botinha…

Na decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Botafogo-SP, pelas chances criadas, até merecia vencer o Corinthians.

Mas uma falha do goleiro Thalles, talvez o grande destaque da equipe do interior na Copinha, que aceitou um chute de longa distância de Maycon, acabou jogando no colo do Timão mais um título do torneio.

Agora, o Alvinegro é eneacampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Mas, pelo que o time principal mostrou nos amistosos de pré-temporada, é muito provável que esse seja o único motivo de alegria para os corintianos em 2015.

Por isso, alvinegros, comemorem MUITO!

Afinal, daqui 10 dias, diante do Once Caldas, é bem provável que vocês já não tenham motivos para sorrir.

Ah, e é bom lembrar que, em campeonato de base, mais do que ganhar, o importante é revelar bons jogadores.

Coisa que o Corinthians não faz há tempos.

Opine!