Arquivo da categoria: coutinho

Ex-companheiros de Pelé também encaram problemas com pagamentos no Santos

Leia o post original por Perrone

Os recentes atrasos salariais no Santos afetaram também ídolos do clube que atuaram com Pelé. Pelo menos parte deles afirma que não recebeu em dia quantias referentes a um contrato para representar a agremiação em eventos. Além disso, o modelo de acordo está sendo revisto. A direção  alega que desembolsa R$ 10 mil mensais com cada um dos cinco ex-atletas envolvidos no projeto e estuda uma forma de manter a utilização da imagem deles, mas de uma forma que os ex-jogadores sejam mais aproveitados e que a relação custo-benefício seja melhor para a agremiação. Por essa versão, a despesa anual é de R$ 600 mil.

Rosângela Cleiry Honório de Oliveira, uma das filhas de Coutinho, falecido no mês passado, diz que seu pai também foi atingido pelos atrasos. Porém, ela não pretende reclamar porque avalia que o clube gastou até mais do que o valor da dívida ao bancar o funeral do ex-atacante.

Indagada pelo blog sobre o assunto, Rosângela disse que o Santos atrasou os pagamentos de dezembro, janeiro, fevereiro e estava atrasado em março. Segundo ela, o valor inicial era de R$ 5 mil mensais, foi dobrado e depois voltou para a primeira quantia. “Não tenho do que reclamar. Não vou perguntar nada para o santos sobre esse assunto. Eles gastaram mais com o enterro do que os valores atrasados. E nem é uma questão de dinheiro, e pela maneira como eles nos trataram quando meu pai morreu. Deram atenção, não deixaram faltar nada. Isso me fez entender o amor que meu pai sentia pelo Santos. Até então eu não entendia”, afirmou Rosângela.

Na semana passada, o ex-atacante Edu respondeu que o clube acertou o valor atrasado referente a dezembro e que estava de devendo os valores de janeiro e fevereiro. Outro ex-companheiro lendário de Pelé, Dorval, disse que houve um atraso mas que agora estava tudo certo. Assim como a filha de Coutinho, ambos não fizeram críticas ao Santos.

Rosângela e Edu alegam que o contrato se renova automaticamente e continua valendo (obviamente não para Coutinho). Procurada pelo blog a assessoria de imprensa do alvinegro do litoral respondeu que os pagamentos fazem parte do projeto de auxílio aos ex-jogadores batizado de “Ídolos Eternos”. Porém, afirma que o contrato se encerrou em dezembro, ou seja, não existiriam vencimentos atrasados em 2019. “Estamos procurando a melhor forma para eles e para o clube de renovar”, afirmou a assessoria. O clube não detalha a questão dos atrasos, mas admite que os veteranos sofreram com “problemas de fluxo de caixa” que atingiram o time profissional.

 

Opinião: não viu Coutinho jogar? Conversar com quem viu é obrigatório

Leia o post original por Perrone

Não vi Coutinho, morto nesta segunda (11), jogar. Mas cresci ouvindo dos mais velhos uma brincadeira que terminei por dotar quando quero dizer que faço uma dupla boa com alguém: “aqui é Pelé e Coutinho, né, Coutinho?”, digo olhando para o parceiro em questão. Não é demérito ser comparado ao ex-companheiro do Rei. Pelo contrário, é de se orgulhar.

Para resumir a história, basta dizer que Coutinho não virou um mero coadjuvante apesar de jogar ao lado do melhor de todos os tempos, na minha opinião. Ouvindo os mais velhos e lendo, descobri um atacante com raro senso de colocação na área, eficiente por baixo e pelo alto e com talento suficiente para tabelar com Pelé. Não é pouca coisa. Não vou tentar ser didático comparando o ídolo santista a alguém da atualidade por achar difícil acertar.

A escassez de imagens do futebol dos anos 1960 e a impaciência cada vez maior para longas leituras por parte da maioria das pessoas tornam mais difícil manter viva a lembrança sobre esse craque. Cabe ao Santos e ao futebol brasileiro de maneira geral, incluindo a imprensa, fazer com que as novas gerações tenham pelo menos uma ideia do bolão que Coutinho bateu.

Se você, como eu, não teve a chance de ver esse craque em ação, puxe uma cadeira ao lado do primeiro senhor que você encontrar e que tenha tido esse prazer. Não irá se arrepender, garanto.

Brasil 2×0 Costa Rica

Leia o post original por Rica Perrone

Nervoso, de cara fechada e muito mais tentando não errar do que acertar. Esse foi o Brasil que entrou em campo contra a Costa Rica. Pressionado, sob desconfiança gerada pela confiança conquistada. Quem diria? Jogar bem, no Brasil, é motivo de prejuízo. Por 90 minutos buscamos. Por 45 erramos. O que a Costa Rica fez…

Pra vencer Copa precisa das individualidades, viu!?

Leia o post original por Craque Neto

Quando o técnico Tite divulgou a lista dos 23 relacionados para a Copa do Mundo da Rússia a maioria das pessoas ficou satisfeita. Afinal se questionava pontualmente um ou outro nome. Normalmente aqueles que ficam na reserva e mal entram em campo. Até porque nas mãos do comandante a Seleção havia feito uma campanha brilhante nas Eliminatórias. E passados dois jogos do Mundial fico com a sensação de que está faltando um jogador que chame a responsabilidade nesse time. Pelo amor de Deus! Nas edições vencidas pelo Brasil sempre teve craques decisivos. Foi assim no Tri com o Pelé, até […]

O post Pra vencer Copa precisa das individualidades, viu!? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Um “tatiquês” rápido sobre a seleção

Leia o post original por Rica Perrone

Talvez haja nessa seleção algumas discussões táticas pouco produtivas em virtude da mudança do futebol. Se vários treinadores não acompanharam, imaginem torcedores. Quando se fala da seleção brasileira atual muita gente enxerga isso aqui: Os volantes bem “volantes”, os “meias” bem “meias” e dois “atacantes.  Era isso até outro dia, natural que ainda muita gente…

Aos 23

Leia o post original por Rica Perrone

Caras, hoje é o melhor dia da vida de vocês.  Estar entre os 23 eleitos para representar o país onde mais nos orgulhamos, esperamos algo e somos referência mundial não é um sonho de jogador. É um sonho de todos nós. Até porque ser jogador é o primeiro sonho de todo menino.

99,9% deles não conseguem. Dos que conseguem, 0,02% chegam a times grandes. E destes, 1% chegam a vestir essa camisa amarela. Numa Copa do Mundo, nem 0,0001% destes.

Se vocês estão embarcando nesse vôo, não sejam tolos de carregar na mala o peso da responsabilidade ou do medo. Levem com vocês apenas a esperança, o sonho e o prazer de terem chegado até ai.

Em 2014 um medo de todo jogador de seleção foi assassinado publicamente:  o que vai acontecer se perdermos?  Pois bem. Perdemos em casa da pior forma possível. Aconteceu rigorosamente nada. Críticas, rótulos, todos no vôo seguinte pros seus países e salários em dia, brilho na Europa, conquistas por clubes… nada mudou.

Ou seja. Perder não mata ninguém.

E toda vez que que saímos daqui com obrigação de ganhar, perdemos. Porque a obrigação tira o prazer. E não há prazer maior do que ser campeão do mundo pra um jogador de futebol.  A obrigação não existe.

Existe a oportunidade. Talvez a responsabilidade.  Mas por nos representar bem, não por nos fazer melhores. Somos os melhores, isso nunca mudou. Nem mesmo o 7×1 mexe nesse óbvio fato de sermos os donos do futebol, a referência dele no planeta e a maior fábrica de talentos do mundo.

Caras, não deixem que nossa mídia e nossa ansiedade transformem o sonho em obrigação. O que vocês tem é nada, e o que podem ter na volta é absolutamente tudo. Não tem como voltar com menos do que estão indo. Então viagem sorrindo, leve, felizes.

A gente precisa de educação, saúde, políticos menos filhos da puta e segurança. Não precisamos ganhar a Copa. Nós QUEREMOS ganhar, é diferente.

Ao contrário de 2014, onde corriam para evitar o pior, corram pra fazer gols, divirtam-se, driblem, façam dancinhas, pagode no vestiário e não leiam jornais.

Nós bordamos 5 estrelas nessa camisa sorrindo e não jogando por medo e pressão. Vocês são nossa esperança de algo bom em 2018, não nossos escolhidos para evitar uma frustração.

Sou ateu, mas vocês não são. Que Deus os acompanhe, os abençoe e lhes protejam. Nós queremos ser representados, não necessariamente coroados. Algumas das melhores seleções que tivemos não venceram, mas jogaram futebol.

Levem com vocês apenas a certeza de que a única hora que esse país é referência é quando se coloca uma chuteira nos pés. E isso não é “culpa” de vocês. É graças a vocês.

Boa sorte! Não pra vocês. Pra “nós”!

abs,
RicaPerrone

Preocupação com lateral e Paulinho no topo. As lições do jogo na Rússia

Leia o post original por Perrone

É indiscutível que a Rússia foi um bom teste para a seleção brasileira. Apesar da derrota por 3 a 0, os russos dificultaram o jogo para a equipe de Tite no primeiro tempo. O amistoso em Moscou serviu para mostrar que…

… apesar de Neymar, Gabriel Jesus e Coutinho, Paulinho pode se transformar no jogador mais importante do Brasil na Copa do Mundo. Sua atuação ofensiva no segundo tempo foi fundamental pra desmantelar o sistema defensivo russo. O volante sofreu um pênalti, marcou um gol e por muitas vezes se apresentou como opção para os companheiros no ataque.

… Tite precisa se preocupar com seu lateral direito titular. Daniel Alves errou passes perigosamente. Uma dessas falhas, na etapa inicial, quase resultou em gol russo.

… será preciso de muita velocidade para derrubar retrancas na Copa do Mundo. Diante da Rússia, essa rapidez só foi alcançada na etapa final. No primeiro tempo, o Brasil sofreu para entrar na área adversária.

… ainda é necessário encontrar uma fórmula para Gabriel Jesus ser mais efetivo contra adversários que fecham bem a grande área.

… dá pra jogar bem sem Neymar, caso ele tenha algum problema no Mundial. Se isso acontecer, a seleção vai depender muito de Paulinho e Coutinho.

 

 

Comentaristas discutem sobre atacantes convocados por Tite

Leia o post original por Craque Neto

Douglas Costa, Neymar, Roberto Firmino e Diego Souza foram os atacantes convocados por Tite para a próxima partida que a Seleção enfrentará. Para Neto, o técnico errou.

O post Comentaristas discutem sobre atacantes convocados por Tite apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Uma lenda chamada Santos

Leia o post original por Odir Cunha

Outro dia o novo presidente da Fifa, um tal de Gianni Infantino, soltou um documento dizendo que a Fifa só considera campeões mundiais oficiais os clubes que ganharam a competição organizada por ela a partir de 2000 (?). O homem perdeu uma grande oportunidade de prestar um importante serviço à história do futebol, pois com sua nota ele apenas admite que na época mais competitiva desse esporte, em que grandes esquadrões se espalhavam pela Europa e América do Sul, por incompetência ou falta de estrutura a Fifa não conseguiu produzir uma competição mundial entre os clubes, deixando esse encargo para a Uefa e Conmebol.

Seria bem mais digno a Fifa soltar uma nota tipo: “Como se sabe, não organizamos as disputas mundiais de clubes desde 1960, só o fazendo a partir de 40 anos depois. Entretanto, validamos as competições anteriores por julgarmos que elas atenderam ao objetivo de definir o melhor clube de cada ano.” Pronto, a federação, humildemente, reconheceria que não inventou o futebol e que se valeu dos esforços das entidades europeia e sul-americana para manter o interesse pelo esporte que ela tem a obrigação de cuidar.

Amigos me pediram para fazer um dossiê para oficializar os títulos mundiais desde 1960. Há vários motivos para isso. Um deles é que África, Ásia e Oceania nem tinham uma competição oficial para definir seu representante. Portanto, o duelo pelo título mundial teria de ser, mesmo, entre o campeão da Europa e o da América do Sul, como ocorreu.

Ocorre que a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa foram criados pela mesma entidade que em 1971 criou também o Campeonato Nacional. No caso, revelou-se decisivo o testemunho de João Havelange, presidente da CBD e depois da CBF, o homem que lançou todas essas competições com o claro intuito de definir o campeão brasileiro. Mas com a Fifa é diferente. Ela pode alegar, como alega, que só pode oficializar as competições que realizou.

Já teve presidente da Fifa que considerou válidas todas as disputas mundiais de clubes, outros que ficaram em cima do muro e agora temos mais esse que, sem apresentar nenhum estudo ou justificativa, diz uma bobagem dessas. Qual a culpa que o futebol tem se uma entidade fundada em 1904, 56 anos depois ainda não conseguia organizar uma simples melhor de três entre o campeão europeu e o sul-americano, a ponto de abrir mão desse encargo para as bravas Uefa e Conmebol, que se incumbiram da tarefa com um sucesso absoluto? Agora, a história do futebol deve ser punida pela incompetência da entidade que deveria preservá-la?

Não creio que deva ser assim, mas admito que tudo é uma questão de caráter das pessoas que dirigem a Fifa. Burocraticamente podem, mesmo, reconhecer como oficiais apenas as competições que organizaram, legislando em benefício próprio e validando até um torneio mambembe, como o de 2000, no qual faltou o campeão sul-americano e ficou mais quatro anos sem ser realizado novamente. Sim, se quiser a Fifa pode fazer isso. Como eu disse, é uma questão de caráter.

Agora, como todos poderão ver no documentário acima, produzido pela tevê italiana, há um time que pairou acima de currículos e burocracias, até se tornar uma lenda. Assista e não se emocione se for capaz. Será difícil, pois o próprio locutor diz que “Santos era la squadra più emozionanti del pianeta”. Isso não é apenas deixar um nome na lista dos campeões da história, mas construir essa história de um jeito único. E eterno.

Agora ouçam um santista inteligente, corajoso e irreverente:

E você, o que você acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Escolha o seu livro e pague só o valor em promoção. Sem frete.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Time dos Sonhos – A história completa do Santos até o título brasileiro de 2002.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar de “Time dos Sonhos” com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e os ebooks de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time por apenas 49 reais.

dossie - livro
Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar do “Dossiê” por apenas 49 reais, com frete grátis, dedicatória exclusiva ao autor e, se quiser, os três ebooks de livros sobre o Santos.

segundotlat
Segundo Tempo, de Ídolo a Mito.
Apenas R$ 69,00
Clique aqui para adquirir um exemplar de “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e três ebooks de presente (Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time) por apenas 69 reais.

Sonhos mais que possiveis - capa
Sonhos mais que possíveis – 60 histórias de superação de atletas olímpicos.
Apenas R$ 17,00
Clique aqui para comprar o livro de bolso “Sonhos mais que possíveis”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 17 reais.

Dinheiro
Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Apenas R$ 26,00
Clique aqui para comprar o livro “Dinheiro, é possível ser feliz sem ele”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 26 reais.

Atenção: os livros Dossiê unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, Time dos Sonhos e Dinheiro é possível ser feliz sem ele oferecem descontos incríveis para quem comprar dois exemplares. Entre na loja e confira!

Clique aqui para entrar na livraria do blog e fazer a festa


Santos x Benfica

Leia o post original por Odir Cunha

Festa na embaixada de São José dos Campos

Alô, alô, santistas de São José dos Campos e região. Neste domingo, dia 9, a partir das 9 horas, a Embaixada do Peixe em São José dos Campos promove a festa “Futebol e Churrasco”, com a exposição da Taça de Campeão Paulista de 2016 e a apresentação da Nova Camisa III.
O evento será realizado na Associação Sabesp, na Travessa Lineu de Moura, 522, próximo ao Clube Santa Rita.
Contribuições para participar da festa:
Futebol: 10 reais.
Churrasco individual: 25 reais. Churrasco dupla: 40 reais. Número da rifa, com diversos prêmios: 10 reais para Sócio e 15 reais para não sócio.

Promoção dos livros Time dos Sonhos e Dossiê acaba neste domingo

Só para lembrar que nesse domingo, às 24 horas, acaba a promoção do livro Time dos Sonhos. Até lá, quem comprar apenas um exemplar do livro que é chamado A Bíblia do Santista, receberá mais um exemplar gratuitamente, ou, se preferir, um exemplar do Dossiê, além de três livros eletrônicos: Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Tudo isso por apenas 68 reais, com as despesas de correio incluídas.

A partir de segunda-feira a livraria do blog zerará o seu estoque e só voltará a funcionar em novembro. Se quer receber um livro nesse período, vá à página “Comprar Livros” neste blog, ou clique no link abaixo para comprar apenas um exemplar do livro Time dos Sonhos e receber outros quatro de presente:
http://livraria.lojaintegrada.com.br/time-dos-sonhos

E você, o que acha disso?