Arquivo da categoria: Cristiane

Futebol feminino deve ser valorizado na sequência

Leia o post original por Craque Neto 10

Este domingão (23) ficou marcado pela eliminação da Seleção Brasileira para a França na Copa do Mundo de futebol feminino. E foi um jogão, viu?! O time do Vadão ficou no empate por 1 a 1 com os anfitriões no tempo normal e acabou caindo após um gol chorado na prorrogação, marcado pela Henry. Curioso, hein? De lembrar que no Mundial de 2006, só que masculino, o Brasil também caiu para os franceses com o gol de outro Henry. Que coisa, hein?! A verdade é que nossa Seleção caiu de pé. Ou seja, diante de todas as dificuldades fez um […]

Vadão: Você foi irresponsável com as meninas!

Leia o post original por Craque Neto 10

O apresentador do programa ‘Os Donos da Bola’ da Band mandou um recado para o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, comandante da Seleção Feminina. Segundo Neto ele foi irresponsável ao substituir Marta e Formiga durante o jogo contra a Austrália pela Copa do Mundo de futebol feminino.

O post Vadão: Você foi irresponsável com as meninas! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Temos que VALORIZAR nossas meninas!

Leia o post original por Craque Neto 10

Ao lado do meu amigo Luciano do Valle participei da transmissão da Band da partida entre Brasil x Austrália. Foi o segundo jogo das nossas meninas que na estreia já haviam vencido a Seleção da Jamaica por 3 a 0. Era um desafio mais difícil já que na terra do Canguru o esporte é bem difundido entre as meninas. E a turma da Marta e da Cristiane até que começaram arrasadoras. Abriram 2 a 0 e tinham tudo para conseguir uma vitória até certo ponto tranquila. Mas o gol nos acréscimo da primeira etapa foi um balde de água fria. […]

O post Temos que VALORIZAR nossas meninas! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Jogo do Brasil com Camarões não foi para inglês ver

Leia o post original por Antero Greco

A fama dos ingleses de lotarem estádios de futebol corre o mundo. Normalmente, não há espaços vazios nos jogos domésticos, seja lá qual for a divisão. O mesmo não se pode dizer do futebol olímpico ­– pelo menos o feminino. A primeira rodada das disputas da categoria mostrou grandes, nesta quarta-feira, clarões imensos nas arquibancadas, até na estreia do time da casa.

O público nem de longe lotou o Millenium Stadium, em Cardiff, para ver a vitória da Grã-Bretanha sobre a Nova Zelândia por 1 a 0. E grande parte se mandou quando rolou a bola para Brasil x Camarões. Quem ficou viu uma exibição tranquila de Marta, Formiga & Cia. As africanas não foram páreo para as medalhistas de prata dos dois últimos Jogos, que venceram por 5 a 0 e consolidaram o favoritismo na chave, que também também britânicas e neozelandesas.

A tarefa foi liquidada em dez minutos, tempo suficiente para os dois primeiros gols – Francielle, de falta, e Renata Costa. O Brasil percebeu a fragilidade das adversárias e nem se preocupou em acelerar o ritmo. Chegou na área quando e como queria. O esquema armado pelo técnico Jorge Barcellos (3-5-2) sequer foi testado.

A farra continuou na fase final, com os gols de Marta (pênalti), Cristiane e Marta mais uma vez. Marta, a estrela da companhia, o destaque da competição, teve desempenho aquém do habitual. No primeiro tempo, principalmente, andou sumida. Quando despertou, desequilibrou, com os gols, os passes, os dribles e a assistência.

O Brasil abriu bem o caminho para a disputa por mais uma medalha no futebol feminino.  Já o público não curtiu o aperitivo oferecido antes da abertura oficial da Olimpíada.