Arquivo da categoria: Cuca

Opinião: Cuca deveria falar em falha de marcação em Dudu, não em sorte

Leia o post original por Perrone

Depõe contra Cuca a declaração dada pelo técnico do São Paulo afirmando que o gol de empate do Palmeiras neste sábado (13) foi espírita e que a iluminação do Morumbi atrapalhou o goleiro Volpi. Soa como desculpa esfarrapada de treinador que não admite os erros de seu time e ainda desmerece os acertos do adversário falando em sorte incrível.

O técnico são-paulino seria mais justo e condizente com a realidade se falasse que houve uma falha de marcação de sua defesa no lance. É inadmissível num jogo de alto nível um jogador, ainda mais habilidoso como Dudu, ter tanto tempo para receber a bola, passar, avançar e ficar livre, parado, esperando o passe de volta. Só quando o palmeirense tenta o chute aparecem três tricolores para fazer o bloqueio. Daí a bola bate na defesa, sobe e Volpi se atrapalha.

Essa falha foi um dos motivos para o São Paulo não sair do Morumbi com a vitória por 1 a 0 e não um fator sobrenatural. Outra causa, bem racional, é o recuo do time da casa no segundo tempo. Depois de uma etapa inicial quase que perfeita, os são-paulinos abandonaram o campo de ataque. Ficaram espremidos na defesa, apenas convidando o time de mais qualidade do Brasileirão a fazer o gol. Não deu outra.

Que Cuca resolva tentar emplacar em público uma versão fantasiosa para o empate eu até entendo. Acho um método ultrapassado, mas compreendo. Agora, se ele não apontar os erros visíveis para seus jogadores e trabalhar para corrigi-los, lascou-se. Nesse caso, a esperança que o são-paulino teve com a eficiente atuação no primeiro tempo do clássico vai embora pelo ralo.

Cuca é poupado de cobranças por aliados de presidente do São Paulo

Leia o post original por Perrone

Foto: Marcello Zambrana/AGIF

Apesar de pressionar Leco por mudanças no departamento de futebol do São Paulo, a base aliada do presidente poupa o técnico Cuca.

O treinador sofre críticas, mas a maioria do grupo entende que ele não é o problema central. O discurso interno é de que o técnico ainda precisa de mais tempo para desenvolver seu trabalho.

A avaliação também é de que há um defeito estrutural e antigo na condução do futebol tricolor que afeta o desempenho do treinador. Ou seja, trocar mais uma vez de comandante sem arrumar a casa não seria produtivo.

Nesse cenário há  mais cobranças sobre funcionários do departamento de futebol do São Paulo, como Raí, Lugano, Alexandre Pássaro, que toca contratações, analistas de desempenho e responsáveis pelas áreas médica e física do que em relação ao treinador do time.

Existem até queixas de que falta na direção questionamentos a algumas decisões técnicas de Cuca.

Pelo menos parte dos descontentes acredita que Leco possa fazer tais mudanças estruturais durante a parada para a Copa América. Isso, segundo eles, ajudaria o trabalho do técnico.

Como mostrou o blog, os aliados do presidente que querem alterações dizem que não pregam necessariamente demissões, mas uma mudança de filosofia no CT da Barra Funda.

 

 

Foda-se o Leco

Leia o post original por Rica Perrone

Se o presidente do SPFC fosse o Lula, a diretoria toda formada por empreiteiros e o departamento de finanças orientado pelo Eike Batista, ainda assim não justificaria. Uma coisa é um clube perdido, outra coisa é um time desinteressado. Se encontram em algum momento da discussão, é claro, mas num geral podem se isolar um…

Não faça com os outros o que não quer pra você!

Leia o post original por Craque Neto

Observei as imagens do treino desta terça-feira (2) e pude constatar que o Cuca e o Vágner Mancini ficaram o tempo todo trocando ideias sobre  time. Os dois juntos. Sempre. Em algum momento até dividiram a ordem. Fiquei sabendo que provavelmente o Mancini assinará as súmulas das partidas pelo menos até o final do mês. Mas é fato que o Cuca vem ditando as regras desde que foi anunciado na queda do Jardine. Ou será que alguém duvida que ele que liberou o Diego Souza ao Botafogo e fez tantas outras coisas? Só que essa mudança – a inclusão do […]

O post Não faça com os outros o que não quer pra você! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Opinião: Tchê Tchê precisa mais do SPFC do que o clube precisa dele

Leia o post original por Perrone

Tchê Tchê é um jogador de qualidade e pode ser útil ao São Paulo em diferentes funções. Porém, na opinião deste blogueiro, sua contratação não deveria ser prioritária. Neste momento, o volante precisa mais do clube do Morumbi do que o contrário.

Originalmente, o ex-palmeirense atua como segundo volante. Nesta posição podem atuar o atual destaque são-paulino, Liziero, e Hernanes, ambos versáteis. Ou seja, não existia uma carência nesse setor.

Por outro lado, Tchê Tchê precisava de um time no qual tivesse mais oportunidades para jogar, pois estava na reserva no Dínamo de Kiev. O São Paulo pode dar a ele essa chance. Além disso, jogando em seu país, num ambiente com o qual está acostumado, o atleta tem mais possibilidades de retomar seu auge, o que, claro, seria ótimo para o clube. Sobretudo porque será treinado por Cuca, com quem teve papel importante na conquista do título Brasileiro pelo Palmeiras em 2016.

A análise desses fatores coloca Tchê Tchê na figura de aposta do novo treinador são-paulino. A indicação é de que o técnico tem certeza que pode fazer com que ele retome seus melhores dias. Além disso, sugere valorizar a versatilidade do volante, que pode atuar também na lateral-esquerda e como meia. Nesse sentido, ele é uma boa opção reforçar um elenco que hoje não é robusto. Dá pra entender Cuca ter pedido sua contratação, mesmo conseguindo visualizar o São Paulo forte sem a presença dele.

Opinião: Cuca demorou tanto que chega ao São Paulo em momento inoportuno

Leia o post original por Perrone

Depois de muito esperar, o São Paulo recebe nesta segunda o técnico Cuca. Na opinião deste blogueiro, o clube errou ao esperar tanto pelo treinador, apesar de sua indiscutível qualidade. O problema é o tempo perdido até que o trabalho dele comece. Só que ele foi liberado por seu médico antes do esperado (15 de abril) e chega num momento inoportuno na análise do blog.

Mancini, que não havia feito o time decolar, finalmente colocou a equipe tricolor nos trilhos a partir das quartas de final do Campeonato Paulista com o maior aproveitamento de atletas revelados na base. O São Paulo ficou mais rápido, leve e técnico com atletas como Antony, Liziero e Igor Gomes. Um padrão de jogo começou a ser visto. Mas, justamente neste momento Cuca chega. E agora, ele vai manter na íntegra o trabalho de Mancini? Difícil que isso aconteça. Todo treinador tem suas particularidades. Por menos que ele tente mexer, alguma coisa vai mudar. A reação dos atletas à essa alteração é uma incógnita.

Para trocar o comando no jogo decisivo das semifinais com o Palmeiras, no próximo domingo (7), acredito que fosse melhor esperar o Estadual passar. Se o São Paulo ainda estivesse desorientado como na primeira fase, seria melhor Cuca já assumir. Mas, agora que as coisas começaram a funcionar há mais riscos do que benefícios na troca. No meu entendimento, pensando na vaga para a final,  em um só jogo é mais fácil desandar algo com o novo comandante do que acontecer uma melhora substancial que justifique a aposta.

Outro ponto é que a diretoria não poderá cobrar Cuca se a equipe for eliminada, afinal ele acabou de chegar. E se o novo treinador levar o clube do Morumbi ao título, os cartolas reconhecerão o trabalho de Mancini? Pra mim ficou tudo muito arriscado e estranho. Nesse novo panorama seria mais prudente a mudança ocorrer depois do Paulista.

Opinião: Pato acerta com quem mais precisa dele

Leia o post original por Perrone

Com o anúncio do São Paulo sobre a volta de Pato, o atacante está indo para o clube que mais precisava dele, entre os dois que o disputaram. No Palmeiras, o jogador seria um luxo. No Morumbi, ele é uma necessidade.

O alviverde tem um elenco robusto a ponto de deixar Borja e Arthur Cabral na reserva. Claro que Pato seria útil. Teria condições de se firmar como titular. E daria um bom motivo para Borja, desgastado no clube, ser vendido em breve. Mas o time de Felipão não está desesperado atrás de um atacante. Viverá sem Pato numa boa. Pode muito bem brigar por todos os títulos que disputar com as opções disponíveis.

No São Paulo a situação é diferente. Quando chegar, Cuca terá que montar uma equipe. Pablo não rendeu o esperado até aqui. Carneiro parece não ter muito mais a entregar além do que já entregou. Há a necessidade reforçar o ataque. Além disso, jovens promessas despontam no Morumbi. A experiência de Pato pode ajudar. Tudo isso, explica o São Paulo ter entrado com mais fome na negociação do que o Palmeiras.

Para Pato, voltar a vestir a camisa tricolor também é melhor, apesar de neste momento as chances de levantar taças seja maior no alviverde. Ele vai ganhar mais no São Paulo. Terá ao seu lado uma torcida que o admira e tende a ser mais paciente do que provavelmente seria a palmeirense. As chances de jogar serão maiores. Ele chega para ser titular. No Allianz Parque, teria que brigar pela posição, acredito. E na futura equipe de Cuca sua chance de ser protagonista é maior. Do outro lado teria que brigar para ser o cara do time com Goulart, Dudu e Scarpa, entre outros.

Nesse cenário, os cartolas são-paulinos comemoraram. Os palmeirense ligaram o modo “vida que segue”.

Será que o São Paulo irá ressurgir?

Leia o post original por Nilson Cesar

O São Paulo fez uma boa atuação diante do Ituano e venceu no Morumbi. Alguns garotos mostrando grande potencial. O que mais gostei de ver foi a vontade de vencer. Um time aplicado do primeiro até o último minuto. Igor Gomes mostra ter muito talento e o tempo vai nos mostrar onde poderá chegar. Antony é um jogador de grande futuro se entender que não pode ter uma bola só para ele. Luan e Cia também…

Fonte