Arquivo da categoria: Daniel Alves

Crítica de Daniel Alves à política do SPFC gera nova pressão sobre Leco

Leia o post original por Perrone

Nos últimos dias, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, tem se reunido com conselheiros do São Paulo para falar, principalmente, dos planos do clube para 2020. Nos encontros o presidente tricolor voltou a ouvir pedidos de reestruturação nos métodos de trabalho no CT da Barra Funda, um antigo desejo de opositores. Dessa vez, porém, uma entrevista dada por Daniel Alves se queixando da política são-paulina agregou ao cardápio solicitações de alteração no departamento de comunicação responsável pelo futebol do clube.

Diferentes grupos políticos pediram alterações no setor, mas não necessariamente trocas de profissionais. Leco ouviu que jogadores estariam sendo influenciados por funcionários em relação a como devem se comportar em entrevistas que abordam a política interna principalmente com o intuito de defender quem trabalha no CT.

Nenhuma prova de que tal influência ocorre foi apresentada. Entrevista dada por Daniel Alves, após a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, no final de novembro, é citada pelos queixosos. “A sensação que tenho é que aqui no São Paulo existem vários partidos. Isso é um problema, porque não gera estabilidade. Não é todo mundo que quer a mesma coisa. Nós queremos uma coisa, mas o entorno do São Paulo é muito pessimista, quem está fora quer entrar e às vezes joga um pouco sujo”, disse o jogador na ocasião.

Na mesma oportunidade, o lateral e meio-campista defendeu o diretor executivo de futebol são-paulino. “A gente não cogita esse tipo coisa [saída de Raí] pelo simples fato que a gente quer estabilidade dentro do clube”, declarou o atleta ao ser perguntado a respeito da pressão sobre o dirigente remunerado. Naquele momento a cobrança de conselheiros pela queda de Raí era intensa.

Os grupos que levantaram a possibilidade de Daniel Alves ter sido sugestionado pelo departamento de comunicação afirmam que o jogador está há pouco tempo no Morumbi e não teria elementos para analisar a política interna.

Nesse contexto, os conselheiros afirmam que os responsáveis pela comunicação no time de futebol precisam se preocupar em defender mais a instituição e menos os funcionários. Uma das sugestões é deslocar parte da equipe para o Morumbi, afastando alguns dos profissionais de colegas de CT.

Procurada, a direção de comunicação disse que devido ao envolvimento no “caso Jean” não seria possível ouvir Leco sobre a opinião do presidente em relação às reclamações e se ele pretende tomar alguma atitude. O departamento de comunicação também não se pronunciou sobre as queixas dos conselheiros.

Internamente, no entanto, quem defende os responsáveis pela área afirma ser impossível um funcionário do clube influenciar um jogador com a patente de Daniel Alves. Vale lembrar que Dani historicamente adota posicionamentos firmes em público. Também existe o sentimento de que há membros do Conselho Deliberativo interessados na troca de pessoal na comunicação para fazer suas próprias indicações. O assessor de imprensa de Daniel Alves não foi procurado porque não fala com o blog.

Conselho do SPFC cobra parcerias por D. Alves e redução de 50% em dívida

Leia o post original por Perrone

Com José Eduardo Martins, do UOL em São Paulo

Um dos principais motivos que fizeram o Conselho de Administração do São Paulo vetar o orçamento apresentado pela diretoria para 2020 foi uma discordância sobre a relação entre despesas e receitas. O órgão deseja que o orçamento permita uma queda de 50% no endividamento a curto prazo do clube. Porém, o blog não teve acesso a esses valores. Outro pedido do grupo, que colabora com a gestão, é a apresentação de parceiros para ajudar a bancar os salários de Daniel Alves.

Integrantes do Conselho de Administração atuam em conjunto com funcionários do departamento financeiro para preparar uma peça substitutiva, conforme apurou o blog. Em linhas gerais, o trabalho é básico: cortar despesas em todas as áreas, principalmente o futebol, e criar novas expectativas de receitas.

O entendimento é de que o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, teve autorização para fazer um alto investimento no elenco para a atual temporada. A menos que aconteça uma considerável injeção de dinheiro, principalmente com a venda de atletas, a ideia que é os gastos sejam menores e mais certeiros nas contratações. A diretoria é cobrada para evitar despesas com jogadores que não conseguem ser titulares.

As alterações no orçamento almejadas pelo Conselho de Administração também atingem as categorias de base. O órgão considerou altos para a situação do São Paulo os números apresentados no relatório original. A primeira versão registrou previsão de investimento de R$ 22,8 milhões na formação de atletas e despesa de outros R$ 300 mil em melhorias no CT de Cotia.

Direção já havia cortado custos

Em relação ao profissional, já existia por parte da diretoria a projeção de redução de gastos com salários, encargos e direitos de imagem no próximo ano no valor de R$ 26,8 milhões. Preocupada em reduzir custos, a diretoria apresentou previsão de compra de direitos econômicos de apenas três jogadores com despesa total de R$ 19,5 milhões. Isso, além de gastar R$ 2 milhões para exercer a opção de compra dos direitos de Igor Vinícius.

Também demonstrando interesse em apertar os cintos, a diretoria projetou só fazer novos gastos com contratações se a meta de redução salarial for superior ao montante previsto. Nesse caso, será investida metade da quantia excedente.

Outro ponto que fez membros do Comitê de Administração torcerem o nariz para o orçamento foi a não apresentação do projeto detalhado, com nomes de parceiros, para pagar os gastos salariais com Daniel Alves. Eles esperam que a direção faça isso ainda nessa semana.

Procurado pelo blog, o diretor financeiro do São Paulo, Elias Barquete Albarello não respondeu às perguntas feitas por aplicativo de mensagem por celular até a publicação deste post.

Criticado em clássico, Daniel Alves tem estatísticas a seu favor

Leia o post original por Perrone

Criticado por parcelas da torcida e da imprensa devido a sua atuação na derrota do São Paulo por 3 a 0 para o Palmeiras, na última quarta (30), Daniel Alves tem uma série de estatísticas a seu favor. Ele está entre os dois melhores do time no Brasileirão em pelo menos quatro fundamentos importantes, de acordo com o site “Footstats”. Além disso, no clássico em que foi contestado o lateral e meia teve desempenho semelhante à sua média na maioria desses fundamentos.

Dani é quem mais acerta cruzamentos em média por jogo no Brasileiro entre os atletas do São Paulo: 2,4. Diante do alviverde, no Allianz Parque, ele cruzou duas bolas com precisão.

O ex-jogador de Barcelona e PSG divide com Antony a liderança do ranking de média de assistências da equipe no Nacional: 0,2 por partida. Contra o Palmeiras, como o time tricolor não fez gols, não houve assistências.

Nos dribles, Daniel Alves só fica atrás de Antony. O veterano tem média de um drible certo por jogo contra 1,4 da revelação são-paulina. No clássico no Allianz, o lateral e meia driblou corretamente uma vez, exatamente dentro de seu padrão. Contra a equipe de Mano Menezes ele ainda foi o atleta tricolor que mais acertou passes (99). Seu índice de acerto nas trocas de bola foi de 93,3%. A marca supera sua média na competição, que é de 89,1% e não está entre as mais altas do time.

No Brasileirão, Dani é ainda o segundo são-paulino que mais recebe faltas com média de 2,3 por apresentação. Só Antony (2,6) apanha mais. Em compensação, o experiente jogador da seleção brasileira é o comandado de Fernando Diniz com maior marca de faltas cometidas por jogo. São 2,8 em média. E ele manteve esse ritmo contra o Palmeiras. Foi o recordista são-paulino de infrações com três.

Na lista de são-paulinos que mais desarmam corretamente no Campeonato Brasileiro em média, Daniel só fica atrás de Reinaldo. Dani tem marca de dois desarmes certos por jogo (justamente o que registrou no clássico) diante de 2,2 do colega.

 

Daniel Alves é o novo PRESIDENTE do São Paulo!

Leia o post original por Craque Neto 10

Acredito que a maioria das pessoas tenha ouvido o áudio do ex-coordenador Vágner Mancini que foi vazado por algum amigo dele TRAÍRA no WhatsApp. Ele diz em alto e bom som que quem contratou o técnico Fernando Diniz para o São Paulo foi o lateral, meia, atacante – ou o que ele quiser ser – Daniel Alves. É inacreditável a moral que esse rapaz chegou no clube do Morumbi. Chegar com prestígio para poder jogar como meia, vestir a camisa 10 e falar umas bobagens na coletiva, isso eu até entendo. Mesmo sabendo que é errado. Mas chegar ao ponto […]

O post Daniel Alves é o novo PRESIDENTE do São Paulo! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

De grana curta a D. Alves meia. O que substituto de Cuca vai encontrar

Leia o post original por Perrone

O futuro substituto de Cuca, que pediu demissão nesta quinta (26), vai encontrar um cenário desafiador no São Paulo, interinamente comandado por Vagner Mancini, coordenador técnico tricolor. Abaixo, veja quatro desses desafios.

1 – Aperto financeiro

O escolhido terá que conviver com a necessidade do clube de arrecadar uma quantia significativa vendendo jogadores no final do ano. Isso porque o orçamento do São Paulo para 2019 previa a arrecadação de R$ 120 milhões com a negociação de jogadores. O clube não divulgou números oficialmente, mas não esconde que essa meta não foi atingida. As principais receitas com transferências neste ano vieram das vendas de Morato (R$ 27,3 milhões) e Rodrigo Caio (R$ 22 milhões).

Gastos com contratações, a eliminação ainda na fase preliminar da Libertadores, dívidas não pagas por outros clube e uma mudança no sistema de pagamento das cotas de TV no primeiro semestre fizeram o São Paulo pegar mais de R$ 37 milhões emprestados nos seis primeiros meses de ano. Nesse cenário, é improvável que o próximo treinador possa pensar em grandes contratações, pelo menos no início de seu trabalho.

2 – Daniel Alves

Uma das primeiras decisões que quem substituir Cuca terá que tomar é em relação ao posicionamento do jogador da seleção brasileira. Para o ex-treinador, seria desperdício colocar o veterano na lateral direita, posição na qual atua na equipe de Tite. Ele preferia escalar o astro no meio-campo por entender que nesse setor seu talento pode ser mais útil ao time.

Apesar de demonstrar satisfação com a escolha do ex-chefe, Daniel ainda não apresentou seu melhor futebol, o que gera discussões entre analistas e no próprio clube sobre qual seria seu melhor lugar em campo.

3 – Torcida impaciente

Tempo para ajustar o time é o que o futuro comandante são-paulino não terá. Em meio a uma seca de títulos, os torcedores do São Paulo têm demonstrado pouca paciência com o time. Cuca e os jogadores foram alvo de protestos após a derrota por 1 a 0 para o Goiás na última quarta, no Morumbi.

4 – Dificuldade em casa

Outro obstáculo a ser superado é o jejum de vitórias no Morumbi. São três jogos seguidos sem vencer em casa. Antes da derrota para o Goiás, o São Paulo empatou com CSA (1 a 1) e Grêmio (0 a 0).

Agora quero ver CHUPAR essa manga, viu?!

Leia o post original por Craque Neto 10

Segundo informações do repórter do UOL, José Eduardo Martins, o São Paulo não encontrou os parceiros que tanto falava há cerca de 60 dias e terá que bancar sozinho os salários do lateral/ala/meia Daniel Alves. Pelo que foi apurado o atleta tem vencimentos mensais na casa do R$ 1,5 milhão, o que o coloca no topo de jogador mais bem pago do futebol brasileiro. Isso só pode ser brincadeira, não é verdade? Mais uma bola fora gigantesca do presidente Leco e de seus péssimos assessores. Até porque assinar um contrato desses sem ter o parceiro ‘confirmado’ é simplesmente dar um […]

O post Agora quero ver CHUPAR essa manga, viu?! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

A imprensa é culpada pela má fase do SP? Para vai Daniel!

Leia o post original por Craque Neto 10

E aí amigos do Blog, vocês viram o que o Daniel Alves disse após o empate contra o CSA no Morumbi? Ele afirmou em alto e bom som que a imprensa inventa crise nos clubes. Só pode ser piada, vai! Foram os jornalistas que gastaram uma fortuna em um monte de jogador preguiçoso? Foi a imprensa que eliminou o time de quase todos os campeonatos em 2019? Ridículo! Pra piorar ele falou que a imprensa não tem moral pra falar deles porque nunca jogou bola. Aí piorou! Quem disse que precisa ter sido jogador pra saber analisar futebol? Para vai! […]

O post A imprensa é culpada pela má fase do SP? Para vai Daniel! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Virou a chavinha??? Agora é só ninguém atrapalhar!

Leia o post original por Craque Neto 10

Alguém aí viu Athlético/PR x São Paulo? Acho que não, viu?! Quer dizer, apenas o público presente na Arena da Baixada em Curitiba. Isso porque naquele rolo de direito de transmissão, nem Globo e nem o Esporte Interativo puderam transmitir. Resumo da ópera: a maioria esmagadora dos torcedores tricolores ficou rezando em casa. E querem saber? A força positiva deu certo e o time do Cuca venceu seu quinto jogo consecutivo. Isso faz com que o São Paulo assuma a quarta posição do Brasileirão com 30 pontos. Apenas dois de diferença para o líder Santos. Querem saber? Pelo visto – […]

O post Virou a chavinha??? Agora é só ninguém atrapalhar! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Mistério sobre parceiros para pagar Daniel Alves gera preocupação no SPFC

Leia o post original por Perrone

Quem são os parceiros que vão ajudar o São Paulo a pagar os salários de Daniel Alves? Quanto cada um vai bancar? Por que eles ainda não deram as caras se o retorno deve ser com publicidade?

Conselheiros e membros do Conselho de Administração do clube buscam respostas para essas perguntas. Parte deles demonstra preocupação com o tema já que o lateral vai receber aproximadamente R$ 1,5 milhão por mês. Isso após um primeiro semestre de aperto financeiro no Morumbi. A diretoria recorreu a vários empréstimos e chegou a atrasar direitos de imagem.

Por enquanto, a direção faz mistério. “Desculpa, não posso falar absolutamente nada sobre isso”, disse ao blog Elias Barquete Albarello, diretor executivo financeiro do São Paulo. Já a assessoria de imprensa do clube não respondeu ao questionamento feito por este blogueiro até a publicação deste post.

Dois membros do Conselho de Administração do clube confirmaram que estão em busca de informações sobre o tema. De acordo com um deles, por enquanto, tudo o que a diretoria diz é que a operação está equacionada com parceiros, sem revelar suas identidades. A expectativa deles é de que a direção esclareça o assunto na próxima reunião do órgão. Na última, Daniel Alves ainda não tinha sido contratado e não foi apresentado projeto para isso. Fonte ligada ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, confirma que no próximo encontro do órgão devem ser dadas explicações.

Daniel Alves estreou com gol na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, mas não houve ação do grupo de parceiros para explorar publicitariamente o momento. Esse é um dos fatos que incomodam pelo menos parte dos membros do Conselho Administrativo. Mas há uma ala mais paciente, que aguarda a próxima reunião sem criticar a falta de esclarecimentos até agora.

Como mostrou o UOL Esporte, o projeto prevê que o São Paulo desembolse valor equivalente a seu teto salarial para pagar Daniel Alves. O restante seria pago pelos parceiros, que explorariam a imagem do lateral.

Colaborou José Eduardo Martins, do UOL, em São Paulo

 

Daniel Alves é predestinado !

Leia o post original por Nilson Cesar

Daniel Alves é o jogador que mais títulos conquistou no mundo . São 40 títulos conquistados . Trata-se ainda do melhor lateral direito do planeta. Se tivesse feito um filme sobre a sua estreia no São Paulo não poderia ser melhor . O time venceu por 1 x 0 com um gol dele . Gosto mais de ver o Daniel na sua posição e acho que vai acabar jogando por lá . Com as voltas de Pato, Pablo e Hernanes o…

Fonte