Arquivo da categoria: DataNeves

Exclusivo! Título mundial do Corinthians faz a Fiel explodir no país, passando o Flamengo pela primeira vez na vida!

Leia o post original por Redação Terceiro Tempo

E o DATANEVES foi a campo.

São milhares de pesquisadores.

Em todo o Brasil e aqui nos EUA.

Do Oiapoque ao Chuí, a Fiel se agiganta e a torcida do Mengão se apequena.

Nove milhões de rubro-negros ou faleceram, largaram do futebol por desânimo continuado ou viraram Fluminense.

Aqui nos EUA, desde Nova Iorque até a brasileira Miami, para cada flamenguista existem 27.97 corintianos.

É uma avalanche da Fiel pra todo lado e o Flamengo, tão apequenado nos últimos anos, já entra na mira do São Paulo na briga pela vice-liderança das torcidas.

E na “pesquisa” ficou clara a terceirização da torcida do Flamengo, a maior terceirização do futebol do mundo.

Ou seja, de “genuíno” mesmo, o Mengão só tem 61,07% de seus torcedores que aparecem nas enquetes por aí.

Os outros 38, 93% têm o Flamengo como segunda opção.

Neste quesito, o time da Gávea só perde para a Portuguesa de Desportos, Bangu, América-MG, América-RJ e para qualquer adversário do dia do Corinthians na opção “segundo time”.

Aos milhares, saltaram aos olhos e aos números os votos dos torcedores brasileiros na seguinte base:

“Sou Remo e Flamengo, ASA de Arapiraca e Flamengo, BOA Esporte e Flamengo, Grêmio-RS e Flamengo, Treze de Campina Grande e Flamengo, Cruzeiro e Flamengo, América-RN e Flamengo, Figueirense e Flamengo, Atlético-PR e Flamengo, Londrina e Flamengo, Vitória-BA e Flamengo, Leônico-BA e Flamengo, Nacional-AM e Flamengo e Tupi-MG e Flamengo”!

É o chamado “amor opcional por tabela”.

Ou seja, o flamenguista é o único torcedor do país que foi sempre duplo na loteria esportiva pagando pelo palpite simples.

E na pesquisa feita nas maternidades brasileiras, constatamos que estão nascendo 277 corintianos (inclusive dois netos meus a caminho) , 87 sãopaulinos e 33 flamenguistas por dia.

Abaixo, os números mundiais do DATANEVES.

OPINE!

Instituto DataNeves confirma: não houve impedimento no gol do Santos!

Leia o post original por miltonneves

Contra fatos (e fotos) não há argumentos.

Depois de mais de quatrocentos corintianos choramingarem aqui no Blog, recorri aos avançados recursos tecnológicos do Instituto DataNeves.

E o Timão tem a cara de pau de reclamar de três impedimentos que não existiram. Só faltou crucificar o pobre assistente Emerson de Carvalho, que agora será devidamente inocentado.

A justiça é cega, mas o nosso tira-teima tem “olhos de águia”.

Na televisão, como diria o sábio Oscar Roberto Godói, os dedos são torcedores e podem congelar milésimos de segundo antes ou depois do lance.

Aqui não tem disso, nada de passionalidade clubística. ”Aqui é trabalho, meu filho!”.

Vejam imagens inéditas que provam, definitivamente, que o tento do Santos foi legal!

E agora, os corintianos vão pedir desculpas ao bandeirinha?

Opine!

Corinthians só aparece em 1º no ranking de maior torcida do Brasil se a boa educação for deixada de lado. Como a regra de boas maneiras manda colocar as mulheres à frente, então o Flamengo é o líder!!!

Leia o post original por Milton Neves

Vamos parar com isso. O Corinthians não é o primeiro do ranking e ponto final.

Os números do Ibope são claros e podem ser consultados na tabela ao lado. Corinthians e Flamengo seguem empatados na liderança.

E o Timão, evidentemente, perde no critério de desempate… a educação!

Ora, se os dois clubes encabeçam a pesquisa, a etiqueta não manda que as mulheres sejam sempre as primeiras?

Então, entrega a taça para o Flamengo, que tem a Patrícia Amorim como presidenta e uma torcida composta em sua maioria pelo público feminino!

Agora, não custa nada dizer que torcida não ganha jogo. Caso contrário o próprio time da Gávea teria perdido de goleada para o São Paulo na reestreia do Luís Fabiano…

Da mesma forma que o último título de relevância do Corinthians não teria sido a conquista da Série-B em 2008…

Até porque time grande não joga a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista nada mais é do que uma espécie de pré-temporada de luxo.

Aliás, o que adianta ter a maior torcida e não ganhar dentro de campo?