Arquivo da categoria: Dedé

Opinião: Libertadores tem a final que merece

Leia o post original por Perrone

A vergonhosa final da Libertadores entre River Plate e Boca Juniors parece até ter sido encomendada para simbolizar décadas de decadência e descaso com o torneio sul-americano.

Conmebol, clubes, torcedores,  jogadores e árbitros merecem a final que têm. Foram anos valorizando a batalha campal como se fosse sinônimo de garra.

A cada edição, jogadores (claro que há exceções) estufam o peito para falar que a Libertadores é diferente, tem que ter raça, e dentro de campo vários se estapeiam.

Muitos dos juízes são molengas, demoram para expulsar brigões, perdem o controle dos jogos e cometem erros inadmissíveis, contribuindo para afundar o torneio na lama.

Parte dos torcedores colabora para o clima bélico. São chuvas de cadeiras, rojões e sinalizadores na direção de torcedores rivais. Cusparadas e uma infinidade de objetos lançados em jogadores adversários.

A Conmebol quase sempre age como a mãe que tenta minimizar os erros de seus filhos. Punições irrisórias são distribuídas aos montes a cada ano.

Basta olhar a ridícula pena dada ao River depois de seus torcedores atacarem o ônibus do Boca antes do segundo jogo da decisão deste ano. Multa de US$ 400 mil (cerca de R$ 1,5 milhão) e dois jogos em torneios promovidos pela entidade com portões fechados.

É pouco pelo estrago feito por parte dos torcedores do clube. Mas é muito perto da pena cumprida pelo Corinthians após sinalizador disparado por sua torcida matar o boliviano Kevin Espada em 2013. Depois de recorrer, o alvinegro fez só um jogo em casa com portões fechados, pagou US$ 200 mil (aproximadamente R$ 772,5 mil em valores atuais) e ainda conseguiu anular decisão que vetava seus torcedores como visitantes por 18 meses.

Tudo isso é assistido pela maioria dos dirigentes de clubes sem fazer cobranças para que a Conmebol acabe com o circo de horrores. A inércia sugere que cada um espera o momento de seu time ser favorecido pela falta de pulso da confederação sul-americana.

Uma parcela da imprensa também tem culpa no cartório por romantizar a corroída Libertadores.

De forma caprichosa, quase que toda essa corrosão foi resumida na temporada 2018. Teve praticamente de tudo. Erro grosseiro de arbitragem, como na expulsão do cruzeirense Dedé, jogador do Santos atuando suspenso, o clube sendo punido no mesmo dia em que jogaria por sua permanência na competição com a partida interrompida por falta de segurança e torcedores chilenos vandalizando a Arena Corinthians, entre outros fatos lamentáveis.

As cerejas no bolo são os acontecimentos envolvendo a decisão, com direito a adiamentos, indefinições e agendamento da final fora do continente.

Nada espelha melhor a cara da Libertadores do que tal desfecho. Ao mesmo tempo, a situação é um convite para que clubes sérios se recusem a disputar o certame, a menos que uma mudança radical aconteça. Mais fácil vexame maior rolar em 2019 do que isso acontecer.

Leia também:

Final da Libertadores em Madri é “irreversível”, diz presidente da Conmebol

River cita G20 e diz que se recusa a jogar final em Madri

Ex-River, técnico do Real diz que Libertadores perdeu significado

Verdão quer formar SUPERTIME para 2019!

Leia o post original por Craque Neto

Quando falo que a conquista do Brasileirão é pouco para o torcedor do Palmeiras, não é em tom de provocação. Tenho certeza que é o mesmo sentimento de todos. Poxa vida! A grana que o Verdão tem colocado em seu departamento de futebol é uma coisa incrível! Era para buscar títulos muito mais importantes. E pelo visto a sina do tão sonhado e inédito Mundial de Clubes ainda persiste na cabeça da diretoria e principalmente na mente da ‘Mamãe’ Leila Pereira, dona da patrocinadora master do clube. Tive a informação que o Palmeiras estaria atrás de três grandes jogadores para […]

O post Verdão quer formar SUPERTIME para 2019! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Cruzeiro foi SACANEADO na Argentina! E pelo VAR… é mole?

Leia o post original por Craque Neto

O que vi na noite dessa quarta em Buenos Aires, na Argentina, é a maior prova de que esse tal de VAR, o árbitro de vídeo, está longe de ser a solução dos problemas do futebol mundial. O Cruzeiro foi encarar o Boca Juniors no estádio de La Bombonera e além do time gringo também teve pela frente o Sr. Eber Aquino. O lance da expulsão do zagueiro Dedé foi um dos maiores absurdos que vi em décadas de futebol. Visivelmente foi um acidente a trombada do brasileiro com o goleiro adversário. Não houve nenhuma agressão. O mais impressionante é […]

O post Cruzeiro foi SACANEADO na Argentina! E pelo VAR… é mole? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Me ajuda a te ajudar, CBF!

Leia o post original por Rica Perrone

Eu não carrego comigo nenhuma “raiva” da CBF como a maioria foi induzida pela mídia a ter. Entendo que ela é uma organização política e portanto qualquer exigência sobre sua motivação pró espetáculo é uma ilusão de quem não conhece o sistema e quer muda-lo pelo twitter. Mas entendo que ela tem defeitos graves. Especialmente…

Melhor DEFESA do País e não é à toa!!!

Leia o post original por Craque Neto

Eu estava analisando a tabela do Brasileirão e fiquei IMPRESSIONADO com um número especificamente. Não é com a briga na parte de cima entre Flamengo, Fluminense e Galo. Se bem que o trabalho do Abel Braga com a molecada do time das Laranjeiras é louvável. Também acho bem comum o Grêmio estar começando a figurar entre os primeiros mesmo poupando seus principais jogadores na maioria das partidas. Me chama a atenção o fato do Cruzeiro ter a MELHOR defesa do País. Impressionante sofrer apenas 3 gols em 7 partidas! Ainda mais estando apenas na décima colocação da tabela. Imaginem se […]

O post Melhor DEFESA do País e não é à toa!!! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Dedé, o sofrimento de um zagueiro

Leia o post original por Antero Greco

Quando Dedé começou a aparecer no Vasco, houve consenso: lá estava o novo zagueiro da seleção. Jogava sério, quando preciso; fazia graça, quando dava.

Era um Luiz Pereira dos tempos modernos, sabia defender, sabia desarmar, sabia atacar e tinha intimidade com a bola.

Mas jogador de futebol também precisa de sorte. E esta tem faltado para Dedé.

O destino é rigoroso. Para quem calça chuteira e põe uniforme de time grande, as contusões e os sustos são uma ameaça constante.

Quem lembra de Carlos Alberto Borges? O moço apareceu no Parque Antártica jogando o fino da bola, muito tempo atrás. Um dia um raio caiu no Centro de Treinamento do Palmeiras durante um coletivo e nunca mais o meia repetiu as grandes jogadas.

Zé Sérgio era um ponta promissor, brilhou na Copa de Ouro no Uruguai, no início dos anos 80, e era nome certo na seleção de Telê Santana que iria à Espanha. O estilo veloz, cheio de dribles, começou a ficar escasso, até que um exame positivo de doping (depois revisto) reduziu o jogo vistoso e encantador a um camisa 11 normal.

A gangorra do gramado fabrica ídolos com a mesma velocidade com que os engole.

E, quando as contusões se tornam rotineiras, o jogador precisa de muita força de vontade para reagir.

O massagista Mário Américo, que participou de inúmeras Copas do Mundo, contava sempre que era uma espécie de psicólogo dos craques campeões. Passava horas a fio fazendo compressas, aplicando toalhas, recuperando Pelé & Cia Ltda. Com isso, virava confidente, psicólogo, amigo e esperança final de jovens que só queriam jogar futebol.

O zagueiro Dedé, agora no Cruzeiro, precisa de gente como o velho Mário Américo a seu lado. Depois de ser submetido a uma cirurgia no joelho direito em 2015, voltou a jogar neste ano. Infelizmente sofreu nova lesão. Na mesma perna. Deve ficar mais dois meses em recuperação.

Na vida como nos campos ninguém sabe o futuro.

E Dedé está aprendendo isso do jeito mais dolorido.

(Com Roberto Salim.)

No sobe e desce do Brasileiro só o Cruzeiro permanece lá em cima

Leia o post original por Quartarollo

Cruzeiro perdeu a segunda consecutiva e a sexta no Brasileiro. Foi neste domingo à tarde, no Maracanã, diante do Flamengo por 3 x 0. Os dois primeiros gols tiveram falhas gritantes da zaga cruzeirense. Dedé fez o favor de fazer … Continuar lendo

São Paulo encurta distância para a Raposa e pode sonhar com título. Arbitragem continua errando muito no Brasileiro

Leia o post original por Quartarollo

São Paulo fez o que faz normalmente contra o Cruzeiro. É histórico. Sempre consegue bons resultados e neste domingo não foi diferente, no Morumbi. Venceu por 2 x 0 com mais um gol de Rogério Ceni contra o goleiro Fábio … Continuar lendo