Arquivo da categoria: disputa

Bela virada do Santos

Leia o post original por Flavio Prado

copete3

O Santos conseguiu uma grande vitória contra a Ponte Preta e está na briga pelo título. Dorival Júnior foi decisivo no resultado. Depois de um primeiro tempo em que teve muita posse de bola, mas poucas finalizações, no segundo o treinador mexeu na equipe e melhorou o rendimento.

As mudanças não foram só nas alterações. Léo Citadini e o menino Arthur entraram bem, mas não foi só ma questão individual. Yuri entrou no lugar de Noguera, qualificou a saída de bola e a pressão cresceu, os laterais vieram para o meio para evitar o contra-ataque e os pontas abriram, Copete mais aberto cresceu de produção.

O Santos tem um elenco reduzido, durante a competição perdeu jogadores para as seleções principal e olímpica, Gabriel foi negociado e mesmo assim o time manteve um bom desempenho na maior parte do tempo. Dorival é o técnico da série A com mais tempo de trabalho e está fazendo diferença.

Palmeiras abre vantagem

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras

A rodada foi ótima para o Palmeiras. O time fez sua parte contra o Figueirense em Florianópolis e contou com as derrotas de Flamengo e Atlético-MG.

Cuca tem muitas opções no seu elenco e sabe usar. Neste domingo colocou Jean no meio-campo e funcionou, em muitas outras oportunidades jogadores que saíram do banco resolveram.

O Palmeiras não tem feito atuações brilhantes, Flamengo e Galo também não, acho possível jogar bem, mesmo na reta final, mas essa é outra discussão. O fato é que o Palmeiras é um time difícil de ser batido, perde pouco, soma pontos e tem alternativas para reverter situações difíceis.

Foi um passo importante na luta pelo título, ainda não definitivo, mas o Palmeiras encaminhou bem sua situação. Ainda tem jogos complicados pela frente, principalmente os duelos contra Santos e Atlético-MG fora de casa, mas o time mostra consistência e seus adversários também perderão pontos na competição.

Corinthians fez bom jogo, mas falta força ofensiva

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press
Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

 

Na comparação com jogos anteriores, o Corinthians fez boa partida contra o Atlético-MG, mas não conseguiu vencer.

O time passou por muitas mudanças na temporada, tanto no elenco, como na comissão técnica. Como consequência o time perde desempenho e quando joga bem precisa aproveitar. Poderia ter vencido o Atlético, mas o setor ofensivo do Corinthians é fraco, sem dúvida a posição mais carente no grupo.

Gustavo fez um gol de cabeça que foi anulado, discordo da marcação da arbitragem, mas na análise técnica do jogo, o time deveria ter criado mais oportunidades pelo que apresentou no jogo. A falta de uma melhor qualidade ofensiva fez com que a expulsão de Leandro Donizete não fizesse tanta diferença.

Palmeiras abre distância

Leia o post original por Flavio Prado

gabriejesusO Palmeiras abriu 3 pontos de vantagem em relação ao Flamengo e 5 pontos em cima do Atlético-MG. O campeonato está muito apertado na disputa entre os 3 primeiros colocados, qualquer vantagem é fundamental.

Em alguns momentos de sua história recente, o Palmeiras tropeçou em pequenos, neste campeonato o time está firme, normalmente leva vantagem contra os times da parte debaixo da tabela. Vencer os pequenos é fundamental nos pontos corridos, entre os grandes, um tira ponto do outro e as coisas se equilibram.

Outro ponto importante neste sistema é o elenco e neste quesito o Palmeiras leva vantagem em relação aos rivais.

Os times de Cuca são muito intensos. Atacam bastante, usam a velocidade, bolas aéreas, procura pressionar os adversários. Na defesa, o treinador opta pela marcação individual, raro no futebol atual, muitas vezes funciona, mas em alguns casos deixa buracos. De qualquer forma é um Palmeiras forte e bem treinado e que mostra força para conquistar o Brasileiro.

Vitória tranquila do Palmeiras

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press
Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O Palmeiras não sofreu para vencer o Corinthians em Itaquera. Fez um gol no início do jogo com Moisés e não tomou pressão. Mesmo com as limitações do elenco, o Corinthians é difícil de ser batido em casa, estava invicto como mandante no Campeonato Brasileiro.

Cristóvão Borges tinha uma missão difícil. Substituiu Tite, ídolo da torcida, pegou um elenco completamente modificado e perdeu jogadores já com seu trabalho em andamento, saíram Bruno Henrique, Elias e André. Não é fácil remontar um time com a bola rolando, Cristóvão é diferente de Tite, faria mudanças de acordo com suas preferências e teve que fazer outras forçadas. A colocação na tabela é melhor do que o futebol apresentado.

O Palmeiras termina uma sequência de cinco jogos difíceis. Venceu Fluminense, São Paulo e Corinthians e empatou com Grêmio e Flamengo, sai desses confrontos na liderança. Até o fim do campeonato, o Palmeiras tem mais dois jogos muito difíceis contra Atlético-MG e Santos fora de casa, mas é um time preparado para encarar qualquer desafio.

Na briga pelo título, vejo Palmeiras e Flamengo com um jogo coletivo melhor do que o Atlético-MG. O Galo individualmente talvez tenha o elenco mais forte, mas não joga bem como equipe. Na briga pelo quarto lugar, o Santos é o grande favorito. O Grêmio caiu muito e o Corinthians joga mal faz tempo.

Vitória importante do Corinthians

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

O Corinthians ganhou do Vitória em Itaquera e aliviou um pouco a pressão. Apesar de todas as críticas, o time está em terceiro lugar no campeonato e próximo do líder Palmeiras.

Muitas mudanças aconteceram no elenco e na comissão técnica. O jogo é coletivo, a campanha está até acima do normal. Cristóvão é diferente de Tite, ele ficou incomodado no seu primeiro jogo contra o Atlético-MG, ficou impressionado com a consistência defensiva do time, mas não gostou da falta de efetividade no ataque, quase não finalizou no jogo. O técnico fez modificações, colocou mais um atacante, aumentou o número de finalizações, mas errou muito na pontaria e a defesa ficou mais exposta. O time ainda busca o equilíbrio e leva tempo.

As críticas são normais no futebol, mas o torcedor deve entender o momento. Muitas mudanças aconteceram e não é bom para o clube a pressão em cima do treinador.

Líder empata e embola o campeonato

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

O Palmeiras mais uma vez não venceu a Ponte Preta em sua nova arena. Em 3 confrontos no estádio, são duas vitórias do time de Campinas e agora um empate. A Ponte faz bom campeonato, está muito perto de alcançar seu primeiro objetivo que é chegar em uma pontuação segura em relação ao rebaixamento, vai tirar pontos de outras equipes fortes.

Na próxima rodada, Gabriel Jesus deve retornar, reforço fundamental para o Palmeiras, fez muita falta durante a Olimpíada. O elenco é bom, mas algumas peças são difíceis de substituir, Gabriel Jesus é um dos melhores jogadores em atividade no país.

Atlético-MG e Flamengo venceram e encostaram. O Galo cresceu muito, elenco forte e com regularidade nas atuações. O Flamengo monta um time forte com o campeonato em andamento. Diego pode acrescentar muito, mas foi apenas seu primeiro jogo, vamos ver se o time consegue uma sequência de boas atuações. Tem potencial, mas pelo pouco tempo de trabalho as oscilações serão normais.

Corinthians assume a liderança

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Depois de dois empates consecutivos, o Corinthians venceu o Internacional fora de casa e é o novo líder do Campeonato Brasileiro.

As duas derrotas do Palmeiras para Atlético-MG e Botafogo embolaram o competição.

No momento, temos 6 times que parecem se destacar em relação aos outros.

O Corinthians é o líder, tem bom elenco, mas foi formado com bola rolando. O time ainda oscila e falta mais qualidade no ataque. Mesmo com tantas mudanças, o Corinthians continua sendo um dos times mais difíceis de serem batidos na competição.

O Santos assumiu o segundo lugar. O elenco não tem peças como Palmeiras e Atlético-MG, mas consegue manter um bom nível de atuação mesmo desfalcado. Dorival Júnior faz excelente trabalho, a melhora no desempenho como visitante foi fundamental para o crescimento da equipe.

Depois de alguma rodadas na liderança, o Palmeiras caiu para o terceiro lugar. Agora precisa de tranquilidade, tem bom elenco e bom treinador, não pode transformar os últimos tropeços em algo maior do que realmente é, a ausência de Gabriel Jesus pesa muito, mas é possível render bem, mesmo sem o principal jogador da equipe.

O Grêmio tem bom time e sequência de trabalho com Róger, faltam peças de reposição, as ausências de Walace e Luan pesam bastante. Deve estar sempre entre os primeiros, podem faltar opções para buscar o título.

Perto dos 4 primeiros está o Flamengo. O time investiu pesado e se reforçou durante o campeonato, ainda precisa de maior regularidade nas atuações, mas tem elenco para ficar entre os melhores.

O Atlético-MG tem um dos melhores e mais caros elencos do país. Começou mal, mas tem ótimos jogadores, mostra evolução no coletivo, se acertar como equipe, será um forte candidato ao título.

Jogos sem importância na Série A. Não é bem assim

Leia o post original por Mion

A realidade com ou sem dor

Com exceção da briga por rebaixamento, do vice (Grêmio x Galo) e Libertadores, também há outro objetivo que pouco recebe atenção tanto da imprensa quanto de torcedores: vaga à Sul-Americana. É um torneio internacional que coloca os clubes em evidência na América do Sul. E nesta luta está tudo indefinido.

São 8 times (quase metade dos participantes da Série A)  que ainda brigam por vagas: Flamengo, Cruzeiro, Ponte Preta, Santos, Náutico, Coritiba e até remotamente Portuguesa e Bahia, esses dois últimos também “nadam” atrás de pontos para não caírem.

O desprezo à Sul-Americana me lembra muito até o início da década passada quando os brasileiros pouco se importavam com a Libertadores. O crescimento do São Paulo como clube aconteceu exatamente por ser vencedor do torneio e despertar a atenção não só dos brasileiros, mas principalmente dos europeus. O Mundial de Clubes também virou sonho de consumo. O Chelsea vive em função da disputa, tanto que o lesionado capitão Terry está passando por um trabalho intenso para poder jogar o torneio.

O futebol é atração mundial, chegou ao patamar das TVs transmitirem jogos do futebol russo, amistosos entre seleções do Japão e Gana. O mundo está ligado e a Sul-Americana é uma vitrine maravilhosa de divulgação de clubes e jogadores, gerando recursos, oportunidades de muita exposição na mídia. Um gol marcado no torneio é repetido por TVs do mundo inteiro, além de notas e até matérias em sites. Logo a maioria dos jogos finais do Brasileirão vale sim e muito. Quem não quiser enxergar que continue no seu quadrado.

Sem ajuda do apito o Fluminense tremeu para o Grêmio; e o Palmeiras tem vitória “canto do cisne”!!!

Leia o post original por miltonneves

E o campeonato não acabou!

O mediano Fluminense tremeu para o imortal Grêmio, e sua liderança já está ameaçada.

Na primeira etapa, Vanderlei Luxemburgo deu um nó tático no retranqueiro Abel Braga.

E no segundo tempo, os gaúchos voltaram melhor e conseguiram abrir o placar com Elano, em belíssima cobrança de falta.

Infelizmente o goleiro gremista é novo e inseguro: dois gols em menos de cinco minutos e uma virada que ninguém imaginava.

Aí o árbitro (que não marcava faltas em Kleber) expulsou Marcelo Moreno e complicou muito a vida dos visitantes.

O empate foi digno da imortalidade do Grêmio.

E mostrou a fragilidade defensiva do FluminenC.

Ainda dá tempo, Galo!

Em Pituaçu, o Palmeiras começou a “operação milagre”.

O jovem e veloz time do Bahia foi surpreendido pelos comandados de Gilson Kleina.

Mas essa é a típica vitória “canto do cisne”: a ave que passa a vida toda muda e só canta antes de morrer.

O rebaixamento acontecerá em dois âmbitos.

O Verdão cairá porque é fraco e pelo psicológico abalado.

Pode preparar a lápide.

Você acredita no milagre palmeirense?

E o Fluminense vai amarelar na decisão?

Opine!