Arquivo da categoria: Dourado

Dourado e seus impactos

Leia o post original por Rica Perrone

Talvez seja uma questão de tempo, talvez seja de mentalidade.  Mas quando vejo o Dourado negociar com o Flamengo eu sinto o que muito tricolor esta sentindo: um Fluminense menor.

Eu sei que a diferença de valores é grande. Que naturalmente o Flamengo tende a ter mais dinheiro, mas por outro lado você vender um jogador que não queria vender ao seu maior rival gera algum impacto na cabeça do torcedor, na imagem do clube e na postura do time.

Sim, o Flamengo é hoje subir um passo na carreira do jogador. O Fluminense jogará um ano pra não cair, o Flamengo olhando pra títulos. Um paga em dia e ganha cada vez mais, o outro vive um caos político e um racha com a torcida.

Mas daí a ver até a “birra” ser engolida pela necessidade, machuca.

Nem mais o “pra você, não!”, que o torcedor adorava, dirigente mais ainda.  E obviamente o tricolor se dividirá em dois. O que assume o cenário e o que brigará dizendo que “não me importo. Por 4 milhões eu acho que negócio é negócio”.

O segundo é mentiroso. Mas foda-se.

O Flamengo contrata (se confirmado) um atacante muito bom, que cobra penaltis como ninguém. Será uma bela opção ao Guerrero. E o Fluminense aceita que seu time não tem mais nenhum grande jogador. Todos foram vendidos.

“Ah mas a Chapecoense com time sem estrela faz bom campeonato e sobrevive há anos”….

A Chapecoense não tem pressão. Tudo que ela faz é surpresa. O Fluminense é o Fluminense.

Eu entendo que pagar dívidas é fundamental.  Mas o rico, quando vê que a conta não fecha se vira e ganha mais.  O pobre economiza.

Essa mentalidade diz muita coisa sobre um cidadão, uma empresa e um clube.

O Fluminense hoje não acredita em seu próprio poder de manter o status de gigante. O Peter pensava assim quando dizia ao conselho que eram o Fulham do Brasil. E o Abad, pelas atitudes, idem.

É um bom negócio pro Flamengo. Emblemático pro Flu.

abs,
RicaPerrone

O que vocês estão fazendo?

Leia o post original por Rica Perrone

Normalmente acho que torcedores exageram quanto ao desespero. Dessa vez, eu também estou tentando entender e não consigo, o que me faz compreender o pânico.

A diretoria do Fluminense conseguiu perdeu uma ação de milhões pro Levir porque não foi na audiência. Teve um ano “ok”, diz estar quebrada, sem grana, culpando a gestão anterior que por acaso foi a “situação” que a elegeu. Não entendo.

Sabe que sua maior chance de ganhar dinheiro se chama Scarpa. Adivinha qual o jogador do grupo que eles deixaram ter meses de atraso suficientes pra ir na justiça e sair “de graça”?  Ele mesmo.

Feito isso, perdem a chance de receber 30 milhões e ainda deverão 10.  É uma das maiores cagadas da história do clube. Um “prejuizo” de 40 milhões por algo que todo clube pequeno sabe fazer: Não atrasa mais do que a justiça permite para rescindir.

O Scarpa tem razão.  Não em sumir, achei um absurdo! Mas em entrar na justiça e sair de graça? Ele tá certo. Ele tem propostas, o clube atual não paga, ele usa os recursos legais e vai pra onde quiser. Todos nós faríamos isso. Provavelmente sem sumir, é claro.

Em meio a dever pra elenco, proposta por Fred.  Com o jogador já na justiça, pagam o que devem e deixam o elenco que ficará a ver navios.  Piora o ambiente. O time se desfazendo, jogadores se recusando a vir pro Flu com medo de não receber e rebaixamento.

E vocês querem que o torcedor não esteja em pânico? Aí vem o Corinthians e manda oferta pelo Dourado, o único que sobrou. E o clube pode vende-lo porque a situação que era ruim se tornou ainda pior com a “perda” do Scarpa.

É surreal.

Não tem explicação. Como você pega um jogador de 30 milhões e o transforma numa dívida de 10?

Eu não sei o que a diretoria do Fluminense está tentando fazer. O problema é que desconfio que ela também não saiba.

abs,
RicaPerrone

CBF do Marco Polo escalou Chicão no GreNal

Leia o post original por Fernando Sampaio

CBF do Marco Polo escalou Chicão no GreNal

Chicão escalado no GreNal.

Meu Deus !!! Fala sério.

Deu merda. Óbvio.

Edilson deu três socos na cara do Dourado. Foi expulso. E o agredido também foi expulso. Ficou revoltado. Óbvio. Eu teria surtado. Apanhou e saiu expulso. E o Vitinho que iniciou tudo, após uma porrada no gremista caído, levou só amarelo. Pixotada. Típica do Chicão.

Já falei mais de uma vez: A arbitragem da CBF com Marco Polo ficará uma tragédia.

Se o STJD fosse sério Edilson levaria um gancho legal.