Arquivo da categoria: erros

Arbitragem não para de decepcionar . Até quando ?

Leia o post original por Nilson Cesar

Erros grotescos de arbitragem em quase todos os jogos no futebol brasileiro . O pênalti dado contra o Palmeiras no Pacaembú no jogo contra o Cruzeiro foi uma piada de mau gosto. Toque de mão muito fora da área e os caras marcam pênalti . O trio de arbitragem deveria ser suspenso até o final do ano no mínimo . Urgentemente é necessário o VAR em todas as grandes competições . Futebol não é coisa para amadores. Trata-se de um negócio que envolve muito dinheiro no planeta e precisa ser levado a sério . Os dirigentes precisam se tocar e essa questão de arbitragem de péssima qualidade é para ser resolvida com extrema urgência ! Já passou dos limites tantos erros .

Mediocridade da arbitragem é mundial

Leia o post original por Nilson Cesar

Constatei isso nas últimas Copas do mundo e vejo também nas principais competições do planeta. Os árbitros pelo mundo são muito fracos . É verdade que o jogo é cada vez mais rápido. Câmeras espalhadas em todas as partes evidenciam os erros  da arbitragem cada vez mais. Credito muito os erros a prepotência dos árbitros. Alguns sentem-se fantásticos e inatingíveis e mais importantes que os atletas. Acho que boas reciclagens e boas doses de humildade diárias poderiam fazer muito bem para esses caras . Não adianta só profissionalizar. É necessário baixar a bola da arbitragem e punir de verdade erros inconcebíveis .

O mais incontestável; o que mais errou

Leia o post original por Rica Perrone

Tite é o melhor treinador que temos na América do Sul. Não há qualquer contestação sobre seu trabalho, qualidade ou seriedade. Mas as escolhas de Tite nessa Copa do Mundo foram parte responsável pelo futebol da seleção ter tido uma queda tão grande das Eliminatórias pra cá. Foi incoerente ao trocar o Marquinhos do nada…

São Paulo precisa voltar a ser protagonista.

Leia o post original por Nilson Cesar

Chega de ser coadjuvante em todas as competições. O São Paulo que ganhou 3 vezes o titulo da América e 3 vezes campeão mundial inter-clubes precisa voltar a ganhar títulos. O seu torcedor não aguenta mais. Erros seguidos de sua diretoria levaram a essa situação. É hora de parar de errar e contratar gente capaz de ganhar competições. A história do São Paulo é de um clube vencedor. É necessário urgentemente união entre todas as partes lá no Morumbi para que se crie um projeto São Paulo campeão novamente. O seu torcedor tem toda razão em reclamar e estar muito insatisfeito com o seu time. Já passou da hora de voltar a acertar!

Arbitragem não é mal intencionada. É ruim de verdade.

Leia o post original por Nilson Cesar

Não acredito que exista arbitro mal intencionado. O problema é que com raras exceções os caras são ruins de verdade. O arbitro quer chegar em casa e ser cumprimentado pela família  pelo trabalho que realizou. Em um campeonato tão longo como o Brasileirão os clubes serão beneficiados e prejudicados. Erros nunca deixarão de existir,mesmo com o arbitro de vídeo. Se o arbitro de vídeo for bem empregado teremos erros minimizados. É necessário sim mais concentração e mais treinamento dos árbitros. Não me iludo pois a história irá mostrar que erros de arbitragem teremos para sempre.

Erros de arbitragem têm para todos os lados

Leia o post original por Nilson Cesar

Temos um campeonato brasileiro longo demais. É evidente que erros de arbitragem irão ocorrer.

As vezes o clube é beneficiado e em outras oportunidades acaba sendo prejudicado. Entendo que ao longo da competição as coisas se compensam. Acho que nenhum arbitro entra com o objetivo de errar ou prejudicar premeditadamente. Existe sim árbitros ruins de verdade. O Palmeiras está muito próximo do título brasileiro e acho ridículo entender que se for campeão é por causa de auxílio de arbitragem.

O Palmeiras vem liderando o campeonato já faz muitas rodadas e mesmo sem jogar um futebol excepcional as outras equipes ainda não ultrapassaram. Na verdade estamos vivendo um campeonato muito legal em termos de disputa e emoções estarão reservadas até o final. Eu continuo apostando as minhas fichas no Verdão.

Campanha renove seu cartola: troque o treinador caro por um presidente contratado da nova geração, como Juninho Paulista, e obtenha resultados incríveis!!! E alô, dona Fifa, não passou da hora de implantar a tecnologia no futebol e diminuir os terríveis erros de arbitragem???

Leia o post original por Milton Neves

jpApós a grande campanha do Ituano no Paulistão, lanço uma campanha:

Que os times grandes de SP, RJ, MG e RS larguem de contratar treinadores por preços milionários e passem a investir em cartolas de sucesso.

Como os ótimos exemplos de Juninho Paulista, Rodrigo Caetano, Leonardo e Eduardo Maluf.

Afinal, entre os comandantes existem muitos nivelados e dois ou três que se destacam além da média.

E mesmo assim, nem sempre um Muricy faz grandes trabalhos.

Vide o próprio Luxemburgo, sem títulos expressivos faz tempo.

E já passou da hora da dona Fifa apelar para o “olho eletrônico” no futebol.

Os erros fatais pró-Cruzeiro e Flamengo só engrossam a lista de falhas de arbitragem que poderiam ser evitadas com o auxilio da tecnologia.

Existe muito mais em jogo do que definir quem vence e quem perde.

E ai, amigo internauta, qual dirigente você gostaria no seu time?

OPINE!!!

 

Futebol brasileiro desaprendeu “Bê-a-Bá: passar a bola

Leia o post original por Mion

A verdade com ou sem dor

Profissional a palavra define alguém especialista em alguma função. Em qualquer profissão tem ações básicas de iniciantes. Não dá para conceber um engenheiro civil falhando nos cálculos matemáticos, médico que erre ao tirar a pressão arterial de uma pessoa. É mais ou menos isso que está ocorrendo com a boa parte dos jogadores brasileiros. O passe tornou-se um dilema, algo simples aparentemente, porém sem o passe não há organização tática, nenhuma jogada acontece. Além de jogadores mal formados na base, o futebol brasileiro sobrevive de correria, ligações diretas ao ataque, e jogo aéreo. Apesar da marcação forte sem espaços, quando há técnica apurada, nada impede o passe de qualidade. Vou dar três exemplos rapidinhos de três grandes clubes: Fluminense, Flamengo e São Paulo caminham para 650 passes errados após 21 jogos, uma média de 30 por partida.

Bem o oposto ao Barcelona, transformou o passe em arte. E através dele domina e dilacera os seus adversários. Dificilmente erra mais do que 10 por jogo. Até no passe curto os jogadores brasileiro se batem. É o tal de perde e ganha, mais parece um jogo de pebolim. Sem uma sequência de toques e passes corretos o futebol fica chato, não evolui. Também há outro fator fundamental: confundir velocidade com afobação. Botaram na cabeça dos jogadores brasileiros a necessidade de em três ou quatro passes chegar ao gol adversário. Isso se chama de contra-ataque, é uma bela arma, entretanto deve ser utilizada pontualmente quando surgir oportunidade, o adversário errar e der espaço para isso. Viver só de contra-ataques é estratégia de pobreza tática e técnica. Muita limitação, o mesmo acontece com o jogo aéreo. No Brasil as cobranças de escanteio e de falta arrancam a vibração do torcedor como se fosse cobrança de penalidade máxima. Este é o resumo o nosso futebol, enquanto não muda vamos agüentando os jogos de pebolim. Além de feio o “bate e volta” cansa muitos os olhos.