Arquivo da categoria: Estádios da Copa

Com uma atuação pífia, sem vontade e de forma desordenada, Seleção Brasileira volta a tropeçar nas olimpíadas

Leia o post original por Milton Neves

pdt_img_134213

O Brasil volta a empatar sem gols contra uma fraca seleção, desta vez foi contra o Iraque.

De forma desordenada, onde cada jogador faz o que quer, a seleção não conseguiu criar jogadas e quase perdeu o jogo.

O “capitão” Neymar não fez nada em campo além de se irritar e se esconder.

Gabriel Jesus, de forma egoísta, tentou carregar o mundo nas costas.

Gabigol, como um juvenil, nada fez a não ser provocar os adversários.

E o gol que o Renato Augusto perdeu?

Amigos jogadores, assistam a uma partida do basquete americano e aprendam o que é amor à camisa.

Capitão, jogue mais bola, seja mais Marta e menos Neymar!

Temos um catadão de bons jogadores, que fazem o que bem entendem.

Onde está o espirito olímpico?

Se o Brasil não vencer o próximo jogo, a chance de ser eliminado das olimpíadas, logo na primeira fase, é grande.

E tem mais, existe algo mais imbecil do que esse grito de “bicha”? Ainda mais contra os pobres coitados do Iraque.

 

Com pontas “infernais”, Seleção Brasileira joga muito e vence o Peru. Acertou, hein, Dunga?

Leia o post original por Milton Neves

arq_167723

Nos anos dourados do futebol brasileiro, contávamos com grandes pontas como Garrincha e Jairzinho.

E não é que o técnico Dunga, nesta noite, nos fez lembrar dessa época?

Com Willian pela esquerda e Douglas Costa pela direita, a Seleção Brasileira venceu o Peru por 3 x 0, jogando muita bola.

O Peru até tentou surpreender com um lance ou outro, mas não foi páreo.

Willian, em uma jogada espetacular, encontrou Douglas Costa dentro área, que só precisou empurrar a bola para as redes.

No segundo tempo, Douglas Costa (o Neymar que dá certo) destruiu a defesa peruana e deu uma linda assistência para o gol do excelente Renato Augusto.

Douglas Costa ainda participou diretamente do terceiro gol, marcado pelo lateral Filipe Luís.

Acertou em cheio, hein, Dunga?

A Seleção Brasileira termina o ano em terceiro lugar.

Neymar, aprenda com Willian e Douglas Costa, pois jogar Eliminatórias não é fácil.

Outros jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018

Colômbia 0 x 1 Argentina: o volante Biglia marcou o único gol da partida, mas nossos “rivais” terminam o ano fora do grupo de classificação.

Venezuela 1 x 3 Equador: a grande surpresa da competição vai tirar um “grandão” da próxima Copa do Mundo. Fidel Martínez, Jefferson Montero e Caicedo marcaram para o Equador, e Josef Martínez descontou para a Venezuela.

Paraguai 2 x 1 Bolívia: Lezcano e o palmeirense Lucas Barrios marcaram os gols da vitória, enquanto Yasmani Duk diminuiu o placar.

Uruguai 3 x 0 Chile: Godin, Martín Cáceres e Álvaro Pereira anotaram os gols da Celeste. O “Mago” Valdivia conseguiu ser expulso após o final da partida, é mole?

Foto: UOL

Com ajuda do Apito, Corinthians vence o Coritiba e “comemora” o título do Brasileirão com sua torcida. No Sul, Ponte Preta é vítima de vitória imoral do Internacional

Leia o post original por Milton Neves

arq_167724

Corinthians 2 x 1 Coritiba: logo no começo do jogo aconteceu um lance “inusitado” em Itaquera, pênalti para o Corinthians.

Jadson converteu a cobrança e anotou o centésimo gol do Corinthians no Itaquerão.

Poucos minutos depois, o lateral-direito do Corinthians colocou a mão na bola dentro da área do Coritiba e o árbitro nada marcou.

Ou seja, o Coxa foi operado duas vezes. Assim fica fácil ser campeão, hein?

Com ajuda do Apito Amigo, o valente time do Coxa  foi derrotado.

Negueba marcou para o Coritiba, mas o atacante Lucca entrou e garantiu a vitória do Timão.

Agora, o Corinthians torce para um tropeço do Galo amanhã, para poder oficializar a conquista de mais um Brasileirão, o sexto em sua história.

Internacional 1 x 0 Ponte Preta:  com um gol legal, mas imoral, o Internacional venceu a Ponte Preta.

A equipe da Macaca colocou a bola para fora, para que um jogador recebesse atendimento e o Inter, a pedido do Argel, não devolveu a pelota e o gol saiu no lance seguinte, em um belo chute do atacante Vitinho.

Faltou fair play. Que feio hein, Inter?

Vai colocar esse lance no DVD?

Atlético-PR 2 x 1 Avaí: sem motivação na tabela, o Furacão venceu o Avaí com certa tranquilidade.

Sidcley e Walter marcaram para o Atlético e Anderson Lopes descontou para o Avaí.

Fluminense 2 x 3 Chapecoense: de virada, o Time de Santa Catarina venceu o Tricolor e mostrou que vai permanecer na Série em 2016.

Gustavo Escarpa e Jean marcaram para o Fluminense e Túlio de Melo, Thiego e Camilo anotaram para a Chapecoense.

Série B

Bahia 1 x 2 Santa Cruz

Macaé 0 x 2 Vitória

Criciúma 1 x 0 Botafogo

Náutico 2 x 0 Paraná

Sampaio Corrêa 1 x 1 Oeste

CRB 4 x 1 Atlético-GO

Imagem: reprodução

ABCD: Brasileiros bombando, viva o macarrão e xô, pizza!

Leia o post original por Milton Neves

pdt_img_121607

Estou jogando minha pequena toalha.

Não pude em 2015 meter o pau nos “pontozzzzz morridozzzzz…”.

Foi e está sendo um sucesso o nosso futebol pós-Felipão-7 a 1.

E é paradoxal.

Mesmo com tanto cartola ruim e com o brutal apequenamento de nossa Seleção.

Fizemos uma Copa pífia, vergonhosa, inesquecível.

E o defunto ainda não esfriou.

Levará séculos.

Pobre Barbosa, o sem culpa.

Bem feito para Felipão, que enterrou sua biografia.

Quem mandou ser carreirista e tomar o lugar do mediano Mano?

Pelé não disputou em 1974 a Copa da Alemanha para manter sua coroa no lugar, e Felipão deveria ter se contentado com 2002.

Tiro no pé.

E em 400 milhões de todos os nossos pés.

Hoje Felipão está na China mais trilionário do que nunca.

China que recebeu em 1.271 o mítico veneziano Marco Polo.

Aos 17 anos ele se mandou para lá, lutou contra Kublai Khan, neto de Gêngis Khan, e teria inventado o macarrão.

Só que não é verdade.

250 anos antes o italiano macarrão já existia conforme escreveu Martino Corno no livro “Vermicelli e Maccaroni Siciliani”.

Mas ele desbravou o mundo e adorava viajar.

Foi um Marco Polo internacional!

Já o nosso Marco Polo…

E será que a sua auto-reclusão na CBF e no Brasil está dando sorte aos nossos campeonatos?

Bobagem minha.

Mas como pode o abecedário da bola, na base do ABCD, estar tão maravilhoso em nossos Brasileiros, se a Seleção Brasileira e nossos cartolas estão tão mal?

Marin está preso.

E parem de dizer e escrever que aquele apartamento dele com 200 metros quadrados no 41º andar do Trump Tower da Quinta Avenida de Nova York, vale só 2 milhões de dólares.

Ora, conheço quem compraria 50 apartamentos do mesmo padrão por essa quantia incompatível de Série Y em Manhattan, território de “jogo pesado”.

Ainda mais sendo um imóvel na cara do Central Park e com uma vista maravilhosa.

Vale por volta 8 a 10 milhões de dólares.

E os outros dirigentes?

Carlos Miguel Aidar também danificou a sua biografia.

Marco Polo Del Nero não aceita nem jogar truco aqui do lado no Paraguai.

Laor e Odílio são réus perante a Justiça espanhola na esteira da mal cheirosa venda de Neymar, um enigma.

Mesmo assim o Corinthians empolga, o Galo também, o Grêmio sem Felipão cresceu, o Santos sem dinheiro pós-Laor e Odílio virou competitivo e as outras séries estão lotando estádios.

Na Série B, Botafogo e Vitória vão voltar, sete times lutam por duas vagas, e nas esquecidas Séries C e D temos e tivemos emoções a mil com públicos recordes.

Vila Nova-GO, Lusa, Brasil de Pelotas, Fortaleza, Asa, Tupi-MG, Londrina, Confiança, Botafogo-RP, São Caetano, River-PI, Lajeadense, Caldense, Ypiranga-RS, Remo e Operário-PR empolgam e empolgaram seus torcedores nesta reta de chegada da temporada.

E com esses times todos tão abnegados viajando para todo lado neste Brasilzão de Deus!

Coisa que nosso Marco Polo definitivamente não gosta de fazer, ao contrário de seu xará famoso que tanto o fez há 800 anos.

O mesmo italiano Marco Polo que não inventou de fato o macarrão, mas o nosso Marco Polo adoraria reinventar a pizza.

Foto: UOL

Corinthians vence o Santos e torce contra o Atlético-MG para disparar na liderança

Leia o post original por Milton Neves

elano-comemora-gol-do-santos-contra-o-londrina-1429142322970_615x300

Jogando sob uma temperatura de “78º graus”, Corinthians e Santos fizeram um clássico lento e sem criatividade.

Já disse e volto a repetir, Corinthians e Santos é jogo de horário nobre, com o mundo transmitindo. Ainda mais agora, com quatro jogadores de Seleção Brasileira.

Deixar o melhor jogo da rodada para as 11h00 é burrice.

Voltando ao jogo, o rápido time do Santos se arrastou em campo e se não fosse o goleiro Vanderlei, teria tomado quatro gols no primeiro tempo.

Com a segunda etapa mais quente ainda, os jogadores voltaram desanimados ao gramado.

E o jogo foi definido com um pênalti, cometido pelo ingênuo lateral Zeca e bem marcado pelo homem do apito.

Após a excelente marcação do pênalti, o árbitro expulsou David Braz no lugar do Zeca, como pode?

Jadson bateu, abriu o placar e ainda teve tempo de marcar mais um gol.

Se o Galo tropeçar frente ao Flamengo, daqui a pouco, o Corinthians fica com o título.

Goiás 3 x 0 Joinville

Com um sol para cada time no centro do Brasil, o Goiás venceu o Joinville por 3 x 0, com gols do zagueiro Fred e o atacante Erik (duas vezes).

O Esmeraldino saiu da zona de rebaixamento e afundou o JEC no Z-4.

Já são três times da linda Santa Catarina na zona da degola, que fase, hein?

Foto: UOL

Boicote da Globo e da CBF ao Allianz Parque deve complicar ainda mais a vida do Corinthians. Afinal, quem vai querer batizar o Itaquerão sabendo que terá seu nome constantemente censurado pela emissora e pela entidade?

Leia o post original por Milton Neves

allianz

Foto: Guilherme Palenzuela/UOL

O assunto bombou durante o final de semana.

Antes da partida entre Palmeiras e Atlético-MG, uma empresa contratada pela CBF, sem mais nem menos, cobriu a placa que mostrava o nome do estádio palmeirense, o Allianz Parque.

Entendo que foi um belo tiro no pé, pois a censura acabou dando ainda mais visibilidade para a marca que batizou a arena verde.

No entanto, vejo que tal atitude, somada ao boicote da Globo, que insiste em chamar o estádio de Arena Palmeiras, pode dificultar ainda mais a vida do Corinthians, que tenta há “séculos” vender os naming rights do Itaquerão.

Afinal, a cesura da emissora e da entidade que comanda o futebol brasileiro, por mais que cause muita repercussão, passa a impressão de que o patrocínio se dá de uma maneira ilegal.

Isso deve afugentar ainda mais as empresas que tinham a intenção de batizar o Itaquerão.

Pobre Corinthians…

Cada dia que passa, o sonho da casa própria vai se tornando um mico ainda maior para o Alvinegro.

Era melhor ter arrendado o Pacaembu e, com 25% do dinheiro enterrado na zona leste, teria um estádio igual ao do exemplar Allianz Parque do Palmeiras.

Agora é tarde…

Opine!

Corinthians tropeça na Libertadores, mas garante o primeiro lugar do grupo. Inter atropela Universidad de Chile

Leia o post original por Milton Neves

7UPuOkpoW_2rOb-eD7wkQIjcyUK0xcODwa7lOQw75dI

Em um jogo equilibrado, o Timão empatou em  0 x 0 com o San Lorenzo pela fase de grupos da Copa Libertadores.

A primeira etapa foi  fraca tecnicamente. O atacante Vagner Love teve pelo menos duas chances claras de abrir o placar, mas se embananou com a bola.

O segundo tempo não foi diferente, parece que o 0 x 0 foi bom para as duas equipes.

Se o Corinthians vencer o São Paulo na última rodada, bastará uma vitória simples para o San Lorenzo conseguir a classificação. Foi um jogo “muy amigo”?

O Corinthians não mostrou a mesma raça dos outros jogos e muito menos a técnica.

Nem a torcida dos são-paulinos ajudou o Timão a vencer.

Faltou motivação?

Se jogar essa bolinha contra o embalado Palmeiras, será eliminado do Paulistão no domingo.

Internacional x Universidad de Chile

Em uma grande falha do nosso conhecido Johnny Herrera, Nilmar abriu o placar antes dos 10 minutos. Logo depois Eduardo Sasha ampliou o marcador. Ainda na primeira etapa, Nilmar marcou novamente. Valdivia (o que joga sempre) anotou o dele no segundo tempo.

Outros jogos da Libertadores:

Boca Juniors 2 x 0 Montevideo

Zamora 0 x 4 Palestino

Jogos de volta da Copa do Brasil:

Bragantino (classificado) 1 x 0 Lajeadense

Bahia (classificado) 3 x 2 Nacional-AM

Sport (classificado) 4 x 1 Cene

Fortaleza (classificado) 2 x 1 River-PI

Imagem: Lucas Micheletti

Corinthians joga por apenas 45 minutos e vence Ponte Preta com ajuda do “Apito Amigo”. São Paulo sofre no início, mas corta as asas do surpreendente Red Bull com um imponente 3 a 0

Leia o post original por Milton Neves

11115979_832448296826372_1146328523_n

Corinthians 1 x 0 Ponte Preta

Em clima de decisão, Corinthians e Ponte Preta iniciaram a partida em meio a uma charmosa névoa de fumaça formada pela Fiel, que fazia grande festa.

A festa continuava nas arquibancadas quando ainda no início do jogo, Elias deu uma entrada criminosa no “muso” Rildo, jogada que ficou apenas no cartão amarelo. APITO AMIGO!

Fágner iniciou uma boa troca de passes aos dez minutos de jogo que quase terminou em um gol de Elias.

O bom Renato Cajá também mostrou o ar de sua graça e, por pouco, não terminou em gol o passe que deu a Biro Biro.

O primeiro tempose estendeu com as duas equipes jogando de forma aberta, mas estranhamente não se viu o costumeiro domínio corintiano na Arena Corinthians.

Prova disso foi o gol marcado pela Macaca aos 37 minutos, mas foi anulado. Falha GRAVÍSSIMA da arbitragem.

Mesmo após o lance, a ponte não se abateu e só não abriu o placar, novamente, porque Cássio fez mais um de seus milagres.

As equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas posturas, mas era fácil nota que a Ponte Preta começou a perder força.

Aos dez minutos, após uma belíssima troca de passes, Renato Augusto fez o primeiro gol da partida.

Era o que o Corinthians necessitava para enfim sentir-se em casa. Mas não por muito tempo.

Nos últimos minutos de jogo a Ponte voltou a pressionar e mesmo sem garantir a vaga mostrou que pode fazer um bom Campeonato Brasileiro.

A partida do Corinthians não foi ruim, mas os comandados de Tite começam a mostrar deficiências que há pouco tempo não eram visíveis.

São Paulo 3 x 0 Red Bull Brasil

Ainda abalado com a saída de Muricy, o São Paulo entrou em campo contra o Red Bull disposto a espantar qualquer possibilidade de agravar ainda mais a situação do clube, que terá pela frente algumas decisões nas próximas semanas.

O bom trabalho feito pelo jovem técnico Maurício Barbieri era evidenciado pelo bom posicionamento da equipe de Campinas. Bom desarmes e contra-ataques levaram perigo ao Tricolor por algumas vezes.

Mas é nesse tipo de jogo que os grandes jogadores fazem a diferença, e dessa forma ninguém melhor que Rogério Ceni para abrir o placar, em falta cobrada com perfeição.

A partir daí o jogo ficou nas mãos do clube do Morumbi, que sem muitas dificuldades ampliou o placar, com gol de Alexandre Pato.

Dez minutos depois foi a vez de Ganso marcar o seu e comemorar de forma misteriosa.

Foi apenas questão de tempo para o apito final e a confirmação da vaga nas semifinais, jogo em que o novo técnico já deverá estar a frente da equipe.

E para você, torcedor, o futebol mostrado hoje é suficiente para tirar o favoritismo do Alvinegro de Itaquera?

A invencibilidade irá cair,ou o título invicto acontecerá como em 2009?

O bom resultado deixa o São Paulo com moral para conseguir arrancar para o título?

OPINE!

São Paulo vence e Luis Fabiano bate recorde. Corinthians ganha do Marília e torcida fica animada para a Libertadores

Leia o post original por Milton Neves

600

Penapolense x São Paulo

O time da cidade de Penápolis começou melhor e teve duas ótimas chances nos primeiros seis minutos de jogo.

Fisicamente superior, o time do interior de São Paulo correu mais e obrigou o goleiro Rogério Ceni a trabalhar.

Mas time pequeno não pode dar bobeira contra os grandes. Na primeira jogada de ataque do São Paulo, o polivalente Michel Bastos abriu o placar.

Só parte física não ganha jogo, o atacante Diego Rosa perdeu um gol claro e deixou de empatar a partida.

O São Paulo jogou no contra-ataque e quase marcou o segundo gol. Em boa jogada do ótimo Michel Bastos, Luis Fabiano definiu bem, mas o goleiro Leandro Santos defendeu.

Na segunda etapa o Penapolense começou pressionando, mas no primeiro ataque do São Paulo, a bola sobrou para Luis Fabiano e o matador anotou seu gol de número 200 com a camisa do Tricolor.

Aos 33 minutos o atacante Crislan diminuiu o placar, mas a reação do Penapolense acabou por aí.

Reinaldo, que havia acabado de entrar em campo, cruzou para a grande área, mas a bola desviou em Jailton e entrou.

Com a vitória garantida, o São Paulo apenas administrou o placar de 3 x 1 e esperou a partida acabar.

Corinthians x Marília

O Marília começou com todo o gás, mas em um belo lance, logo aos 10 minutos de jogo, o meio campo do Corinthians fez uma ótima jogada e marcou o gol.

Jadson, aposta do técnico Tite, deu um presente ao Renato Augusto, que definiu bonito para abrir o placar.

Os times criaram boas oportunidades, mas perderam os gols. O Corinthians sentiu a parte física e administrou o jogo até o final do primeiro tempo.

O Corinthians voltou para o segundo tempo com a corda toda e aos 10 minutos de jogo Fagner marcou o segundo gol. O lateral chutou de muito longe e contou com a sorte de a bola desviar em Gilberto.

Meu Timão está bom mesmo hein? Logo em seguida Guerrero marcou o terceiro gol do Corinthians.

Segura o Peruano, pois o Palmeira está de olho. Tô avisando!!!

Com esta ótima vitória, o Timão está preparado para disputar a primeira fase da Copa Libertadores da América?

A torcida ficou animada.

Nos outros jogos:

Barcelona 3 x 2 Villarreal.

Internacional 1 x 1 Lajeadense.

Atlético-MG 2 x 0 Tupi. O Lucas Pratto gosta de raposa assada.

Vasco da Gama 2 x 0 Cabofriense.

Joinvelle 2 x 2 Avai.

Opine!

Valdívia genérico marca e Palmeiras perde. Joinville é derrotado pelo Oeste, mas vence a série B e Avaí fica com a última vaga da primeira divisão

Leia o post original por Milton Neves

f

O Internacional começou a partida com todo gás. Precisando da vitória para fugir do rebaixamento, o Palmeiras entrou em campo com quatro volantes e jogou no contra-ataque.

O Palmeiras teve a primeira chance do jogo com Marcelo Oliveira, o volante chutou para fora.

Aos 23 minutos da primeira etapa a defesa do Verdão falhou e o Colorado marcou o gol com o atacante Taiberson, que teve a ajuda de Marcelo Oliveira, ao desviar a pelota.

Após sofrer o gol o Palmeiras precisou atacar o Inter. Deu certo, aos 38 minutos, ainda da primeira etapa, o meio-campista Wesley fez boa jogada e encontrou Renato na área, que desviou de cabeça e empatou a partida.

O segundo tempo começou igual, o Inter partindo para o ataque e o Palmeiras jogando no contra-ataque, por uma bola.

Quando o Palmeiras estava melhor em campo o Inter voltou a marcar, em jogada de laterais. Wellington Silva cruzou para Fabrício, que subiu mais que Lúcio e testou no ângulo de Fernando Prass.

O Valdívia genérico, que está jogando mais que o original, entrou em campo e marcou um golaço. O garoto acertou um belo chute de fora da área e deu números finais ao jogo.

Ainda deu tempo do gringo Allione ser expulso pelo segundo cartão amarelo e Bruno César levar cartão vermelho direto, por agredir Fabrício.

A situação do Verdão na tabela é crítica, o time vai disputar o último jogo com chance de rebaixamento. Já o Inter conseguiu uma vaga na próxima Copa Libertadores da América.

Criciúma x Sport

O Criciúma já rebaixado, recebeu o Sport em um jogo sem importância na tabela. Os visitantes abriram o placar com o ótimo lateral-direito Patric.

No segundo tempo o jogo melhorou e o Criciúma empatou com Lucca, mas logo em seguida o Sport voltou a marcar com Ewerton Páscoa.

Lucca estava em noite inspirada e empatou a partida novamente. O jogo terminou 2 x 2.

Série B do Campeonato Brasileiro

O Joinville visitou o Oeste e precisava vencer ou até mesmo perder, contanto que a Ponte Preta não vencesse, para ser campeão.

O único gol da partida foi marcado pelo atacante Cristiano, do Oeste. O time de Santa Catarina perdeu, mas foi Campeão Brasileiro.

A Ponte visitou o Náutico e só a vitória lhe traria o título. O meia Vinícius saiu na frente, a Macaca empatou com Renato Cajá, mas viu o troféu escapar de suas mãos.

O Boa Esporte também precisava vencer o rebaixado Icasa para conquistar o acesso à série A. O time mineiro marcou dois gols, mas levou três e deixou a vaga escapar.

O Avaí aproveitou a bobeira do Boa, venceu o Vasco com um único gol, do ídolo Marquinhos, e ficou com a quarta vaga da séria A do Brasileirão.

O Avaí se juntou ao Vasco, Ponte Preta e Joinville. Os quatro estarão na série A do Campeonato Brasileiro de 2015.

Portuguesa, Vila Nova e Icasa começaram a última rodada rebaixados. O América de Natal levou uma goleada do Paraná, viu o Bragantino vencer o ABC e caiu para a série C do Brasileirão.