Arquivo da categoria: estados unidos

Baita personalidade? A menina que desafiou Trump!

Leia o post original por Craque Neto 10

Eis que acompanhei atentamente a vitória da Seleção Norte-Americana contra as Inglesas pela Copa do Mundo de futebol feminino. Um placar de 2 a 1 sofrido com direito a defesa de pênalti da goleira Naeher. É a terceira final consecutiva de Mundial dessas meninas que são de fato uma das mais poderosas do planeta. Mas o que mais que chama a atenção desse grupo – além da bola de alto nível, é claro! – é a personalidade e autenticidade da capitã Megan Rapinoe. No início dessa semana, após um treinamento, ela disse em alto e bom som que um time […]

Baita personalidade? A menina que desafiou Trump!

Leia o post original por Craque Neto 10

Eis que acompanhei atentamente a vitória da Seleção Norte-Americana contra as Inglesas pela Copa do Mundo de futebol feminino. Um placar de 2 a 1 sofrido com direito a defesa de pênalti da goleira Naeher. É a terceira final consecutiva de Mundial dessas meninas que são de fato uma das mais poderosas do planeta. Mas o que mais que chama a atenção desse grupo – além da bola de alto nível, é claro! – é a personalidade e autenticidade da capitã Megan Rapinoe. No início dessa semana, após um treinamento, ela disse em alto e bom som que um time […]

Opinião: para que deveria servir o amistoso com os Estados Unidos

Leia o post original por Perrone

O amistoso contra os Estados Unidos, nesta sexta, às 21h05 (horário de Brasília), em Nova Jersey, marca o início do ciclo do Brasil em busca da disputa da Copa de 2022. Por isso, o jogo não é banal e precisa ser bem aproveitado por Tite.

Porém, na opinião deste blogueiro, o treinador já demonstrou que vai perder algumas oportunidades. As principais são testar Neymar na função de armador, como passou a jogar no PSG, e um novo nome para o gol brasileiro.

Indício de desperdício em termos de experimentar novidades é o fato de o time titular no último treino antes do jogo ter dez atletas que disputaram o Mundial da Rússia. O lateral Fabinho é o único que não participou da disputa.

Pelo que fez nos treinamentos, Tite deve manter Neymar pela esquerda, posição em que depende da aproximação de outros jogadores para render. Isolado na ponta, ele tende a tentar jogadas individuais. Como os adversários dobram ou até triplicam a marcação, fica tudo mais difícil.

Pensando na próxima Copa, Tite poderia aproveitar os jogos contra Estados Unidos e El Salvador, dia 11, para analisar Neymar com mais mobilidade e preocupação em reger o time do que como solista. Tudo indica que isso não vai acontecer.

No gol, está mantido Alisson. Sua presença não acrescenta nada em termos de observação. Como foi titular na Rússia, não há o que o treinador descobrir nele. Muito mais importante seria ver como outro goleiro se sai como titular, ainda que com a certeza de que a vaga seria devolvida a Alisson depois.

Entre os convocados, muito mais valioso seria observar Neto defendendo a meta brasileira desde o começo e por 90 minutos. É capaz que ele entre no decorrer do jogo.

O início de trabalho também é importante para o treinador planejar renovações na zaga e nas laterais.

Entre os zagueiros, ele faz uma boa opção ao começar com Thiago Silva e Marquinhos. O ex-corintiano desponta como futuro do Brasil na posição. Thiago dificilmente chegará em condições de ser titular no Qatar, mas sua experiência é importante para maturar a próxima dupla.

Nas lateais, o único que realmente carrega a bandeira da renovação entre os convocados é Militão, chamado depois da lesão de Fagner. É importante que ele entre no segundo tempo contra os norte-americanos.

Arthur, Andreas Pereira, Lucas Paquetá, Richarlisson e Everton também merecem voltar do giro norte-americano com 45 minutos de seleção no currículo. Menos do que isso, será muita mobilização para pouca observação.

Dunga já tem time para estrear nas Eliminatórias?

Leia o post original por Quartarollo

O Brasil estreará nas Eliminatórias, em  Santiago do Chile, contra o campeão da Copa América e talvez a equipe que melhor esteja jogando na América do Sul, o Chile de Sampaoli, que tem defeitos, mas também tem muitas virtudes.

Jogo será dia 8 de outubro, uma quinta-feira. O segundo encontro desta primeira ronda será, em Fortaleza, no Castelão, contra a Venezuela, no dia 13 de outubro, uma terça-feira.

Depois das vitórias nos amistosos nos Estados Unidos contra Costa Rica, 1 x 0, e Estados Unidos, 4 x 1, agora é hora de confirmar o time para as Eliminatórias.

Qual será a equipe? Com certeza Neymar e mais dez para os jogos seguintes.

Ele está suspenso para os dois primeiros jogos pela burrada que fez na Copa America por motivo fútil.

Ontem contra os americanos quando Neymar entrou, o Brasil foi muito melhor.

Fez dois gols e mostrou toda a sua classe como um dos melhores do mundo na atualidade.

Mas como Neymar não jogará contra Chile e Venezuela, é bom levar em consideração o que o time fez sem ele.

Foi razoável contra a Costa Rica e melhor contra os Estados Unidos.

Dunga não deve mexer muito na escalação. Vai aproveitar o entrosamento desses dias nos Estados Unidos e jogará em Santiago no contra-ataque que é rápido e eficiente.

Dá para vencer o Chile com folga jogando dessa maneira.

Por incrível que pareça acho que terá mais problema com a Venezuela, que é pior que o Chile e por isso não sairá para o jogo.

O técnico Dunga gosta que o adversário o ataque para ele ter o contra-ataque.

Quanto é obrigado a propor o jogo, e ainda sem Neymar, a coisa fica mais difícil por pior que seja o adversário.

Fazer o quê? Esse é o atual estágio do futebol brasileiro com os jogadores daqui ou de fora.

Até gostaria de ver gente mais entrosada formando a Seleção nesses jogos das Eliminatórias.

São apenas dois jogos por data e o time não tem tempo para treinar mesmo.

Cheguei a sugerir em premiar o time que estivesse na frente no Brasileiro na hora da convocação.

Ele seria o representante brasileiro com alguns enxertos pontuais como o genial Neymar e mais um ou outro.

Até porque amigo, a diferença dos demais é mínima. Os que jogam na Europa são todos coadjuvantes.

Não temos mais Ronaldo, Careca, Romário, Rivaldo, Ronaldinho, Roberto Carlos, Cafu e outros mais.

É assim. Isso já não nos pertence mais.

Alguns bons jogadores estão surgindo, mas ainda não seriam para esta Seleção.

Apesar de tudo acho que o Brasil se classifica para a Copa de 2018 sem muita dificuldade.

Hoje na América do Sul seria a terceira força atrás de Chile e Argentina empatado com a Colômbia.

Como se classificam quatro diretamente e o quinto vai para a repescagem, a chance é enorme.

Normalmente a quinta vaga é disputada pelo Uruguai. Tem sido assim nos últimos mundiais, mas até a Argentina já foi a Copa ganhando de um representante da Oceânia.

Vale lembrar que nessas Eliminatórias os primeiros seis jogos serão um teste importante para Dunga e sua rapaziada.

Além dos jogos contra Chile fora e Venezuela, em Fortaleza, ainda neste ano tem o confronto com a Argentina, em Buenos Aires, e Peru, aqui no Brasil em local ainda não definidos.

Os encontros acontecem nos dias 12, uma quinta-feira, e 16 de novembro, uma segunda-feira.

No início do ano que vem, em março, os confrontos serão contra Uruguai, dia 24, aqui no nosso país, e Paraguai, em Assunção, dia 29.

Se passar bem por esses seis jogos vai deixar bem encaminhada a classificação para o Mundial.

 

Seleção dos EUA, que “logo, logo começará a dar trabalho”, leva goleada do Brasil em casa! Neymar marca dois gols e se isola no quinto lugar do ranking dos artilheiros da seleção!

Leia o post original por Milton Neves

Estados Unidos 1 x 4 Brasil

Pois é, meus amigos…

Não deu para a seleção dos Estados Unidos, do atacante que mais persigo no futebol mundial: o ALTIDORE.

Em Foxborough-EUA, o time da casa levou uma senhora goleada do frágil escrete canarinho: 4 a 1, fora o baile!

E, por essas e outras, fico pensando o motivo de muitos insistirem em dizer todo ano que “vocês verão daqui um tempo, essa seleção americana vai começar a dar trabalho”.

Pois eu vou buscar uma cadeira para esperar sentado que essa previsão se concretize.

Bom, e este jogo ficará marcado na carreira de Neymar.

Afinal, o craque do Barça, que entrou no segundo tempo, marcou dois gols e se isolou na quinta colocação do ranking dos artilheiros da seleção brasileira.

São 46 gols contra 44 de Jairzinho, que agora é o sexto.

Pelé (95), Zico (66), Ronaldo (62) e Romário (55) seguem liderando o ranking.

Mas, do jeito que a coisa anda, é bem provável que Neymar PELO MENOS chegue bem perto do Rei nesta lista, não é mesmo?

Hulk e Rafinha Alcântara também balançaram as redes pelo Brasil, enquanto Danny William diminuiu para o time da casa.

Opine!

Só faltou o Tite

Leia o post original por Quartarollo

A Seleção Brasileira desfalca vários times porque não respeita a Data-Fifa e mantém vivos os jogos dos Campeonato Brasileiro.

É o que vai acontecer nas próximas rodadas. Seleção está nos Estados Unidos para dois amistosos contra Costa Rica, sábado, e Estados Unidos na terça-feira.

Elias, do Corinthians, por exemplo, perderá três jogos importantes.

Nesta quarta-feira contra o Fluminense, no Itaquerão; domingo o clássico com o Palmeiras, na Arena Palestra Itália, e dia 9 de setembro o encontro com o Grêmio na Arena Corinthians.

São jogos cruciais para o time que lidera o Campeonato e perde um jogador de muita importância.

Além de Elias, o Corinthians também perdeu para a Seleção parte da sua ótima Comissão Técnica.

Estão convocados pela CBF o fisioterapeuta Bruno Mazziotti, o preparador físico Fábio Mahseredjian e o analista de desempenho Fernando Lázaro.

Mahseredjian viajou para os Estados Unidos e os outros dois vão com a Seleção Olímpica para a Le Mans para o amistoso contra a França, dia 8.

Só faltou mesmo Tite, que na verdade deveria estar lá por ser hoje o melhor técnico em atividade no futebol brasileiro.

Ele já falou sobre isso aqui mesmo na Jovem Pan. Esperava ser chamado após a Copa e não foi.

Ressuscitaram Dunga que tinha feito um bom trabalho para a Copa-2010, na África do Sul, e acabou demitido porque foi eliminado pela Holanda, 2 x 1.

Hoje, acredito, que a Seleção estaria em melhor mãos com Tite.

Torço pelo trabalho de Dunga e não sou daqueles que o tratam como um mau treinador.

Acho que tem méritos, fez um bom trabalho, conhece a Seleção por dentro e também a CBF.

Foi jogador importante embora de pouca categoria. Era um líder nato e tem isso também como treinador, mas era a vez de Tite.

Como ele não foi, resta torcer pelos seus companheiros de Comissão Técnica que foram pelo menos reconhecidos pela CBF.

Quem sabe sendo campeão brasileiro novamente a Dona CBF se lembre dele da próxima vez?

Ser eliminado em casa virou mania nacional. Até o vitorioso volei embarcou nessa

Leia o post original por Quartarollo

Mas que mês de julho é esse?

“Comemoramos” a pior derrota do Brasil em Copa do Mundo, 7 x 1, para a Alemanha, no dia 8 e ontem a derrota de 1950 para o Uruguai, 2 x 1, no Maracanazo, e hoje o super vitorioso volei masculino dançou.

Ficou com inveja do futebol e foi eliminado dentro de casa mesmo não estando em quadra.

A França ganhou um set dos Estados Unidos e embora tenha perdido de três, tirou o Brasil da Liga Mundial.

O time de Bernardinho dependia desse jogo para continuar em quadra.

Nada que se compare a goleada na Copa e derrota em final, mas parece que virou mania nacional ser eliminado dentro de casa.

Ainda bem que Liga Mundial tem todo ano.

Ainda bem que não vamos ter que esperar 4 anos para tentar dar o “troco”.

Ainda bem que Bernardinho não é Dunga.

Ainda bem que Neymar não joga volei embora tenha metido os pés pelas mãos na Copa América.

Ainda bem que há a esperança.

O Pan está apenas começando para o volei e em Toronto o Brasil venceu a Colômbia por 3 sets a 0.

Marin sonha todos os dias com o Brasil

Leia o post original por Quartarollo

José Maria Marin tem sonhos todos os dias com a pátria amada.

Aos 83 anos de idade está preso na Suiça e agora os Estados Unidos o querem em seu território para julga-lo por corrupção.

Marin sonha com a democracia brasileira e principalmente com as nossas leis.

Aquelas mesmas que dizem que até os 18 anos o criminoso não tem culpa e a partir dos 70 anos não pode ser preso.

Aqui escolhemos bandidos por faixa etária.

Querem mudar essa situação quanto aos menores, mas aqueles velhos maiores continuam gozando de uma lei esdruxula que mostra que a nossa Constituição não é seguida à risca.

“Todos são iguais perante à lei” diz a nossa Carta Magna. Nem todos, meu caro, nem todos.

Se for um bandido rico a diferença é muito grande.

Vai poder pagar os melhores advogados com dinheiro que roubou e ainda terá a mídia à disposição para jurar inocência todos os dias.

Em último caso há a delação premiada para diminuir um pouquinho a pena que nunca é cumprida na íntegra.

Aqui também é o país de um sexto da pena. Nunca se cumpre na sua totalidade.

Se for político só pode ser julgado por um tribunal supremo e se tiver formação superior pode ficar em cela especial até ser julgado.

E ainda poderá dizer que é uma intriga, uma orquestração da oposição contra sua pessoa.

Ninguém acredita, mas os tribunais no fim acabam acreditando tanto é que vivem liberando bandidos conhecidos.

Diante do que foi exposto, é claro que Marin gostaria de estar por aqui.

Estaria livre, rindo da situação e gastando o dinheiro que “supostamente” desviou.

É por isso também que Ricardo Teixeira voltou correndo para a terrinha quando as coisas ficaram pretas para seus ex-pares da Fifa.

Se continuasse nos Estados Unidos estaria no mínimo com tornozeleira.

O Brasil é um país diferente. É uma realidade à parte.

Aqui faltaria tornozeleira e alguns movimentos ditos sociais, que representam apenas algumas parcelas da população, diriam que seria um cerceamento à pessoa.

Haveria manifestação na avenida paulista.

Aqui um dos mais procurados pela Interpol é deputado federal, é ultra-direita, filhote da ditadura, faz acordo com a suposta esquerda para ajudar na eleição de um prefeito que também se diz de esquerda, vai à festa da vitória, canta a música do adversário, mas se puser o pé fora do país é preso imediatamente.

Enquanto continua seu “isolamento” aparece de vez em quando fazendo propaganda na televisão e repete a frase: “lugar de bandido é na cadeia”.

Não me diga? É mesmo, é?

E VIVA O BRASIL.

 

 

 

Share This:

Corintiano Milton Neves leva seu pé quente até Fort Lauderdale, orienta Tite, beija o distintivo do Corinthians e agita o treino do Timão nos EUA!

Leia o post original por Milton Neves

1Abençoando meu Timão! Enquanto o Corinthians treinava aqui em Fort Lauderdale eu demonstrava meu tradicional amor pelo maior de todos. Certo, Edu?

2

Mauro, Bruno Mazziotti, o corintiano e torcedor do Strickers Milton Neves, Mauro Don Juan Naves e Fábio Lucas Neves em treino do Timão na Flórida

3

Mauro Van Basten é o melhor custo-benefício indicando jogador bom pro meu Timão: Ralf, Romarinho, Paulinho, Cristian, Luciano e Elias. Além de ser grande contador de histórias. Ao lado, Fábio Lucas Neves e Ricardo Taves, da Comunicação do SCCP

4

O vizinho Guerrero ouviu de mim: “Fique no meu Corinthians onde você é ídolo eterno, e na China e Oriente Médio você só ganhará dinheiro sumindo do mapa!”. Senti que ele ficará, meus manos!

5

Orientando o meu Timão! Antes do treino hoje o técnico Tite pediu que eu orientasse nossos craques. Jamais poderia me furtar de tão honrosa missão. Vamos ganhar tudo!

6

Quando deixei o treino por instantes para uma mini-entrevista coletiva para a crônica especializada, senti os jogadores orfãos. Mas logo voltei.

7

Fábio Santos: “A primeira vez que apareci na TV foi com você na Record em 2004 e eu era do São Paulo. Minha mãe sempre me fala disso e ganhei um cooler!”. Grande cara, grande jogador e grande vencedor!

8

Emerson Sheik, bem magrinho: “Você já me irritou com algumas abobrinhas na TV, mas gosto de você porque é do ramo!”. Está em ótima forma!

9

Em meio aos meus ídolos me senti um peixe dentro d’água. Vai Curintcha, é nóis!

10

Na tenda do grande Fort Lauderdale Strikers, os craques de meu Timão me receberam com enorme carinho. Em todas as fotos vocês conferem a localização do estádio. Aqui jogaram Pelé, Figueroa, Beckenbauer, Marinho Chagas e George Best, informaram Ricardo Geromel e Rafael Bertani

11

Fábio Santos e Bruno Mazziotti: excelentes profissionais e ótimos anfitriões

12

O staff do Corinthians e do Strikers recebeu a mim e meus filhos com enorme carinho. E o Ricardo Geromel da camisa amarela é irmão do zagueiro Geromel do Grêmio

13

Geromel e o bugrino Sesso foram testemunhas: treinador Tite ouviu atentamente meus conselhos para a gente ganhar tudo em 2015

14

Treinador Tite me prometeu que jamais se esquecerá das aulas táticas que lhe ministrei em Fort Lauderdale

15

Eu também fui um louco corintiano da invasão da Fiel tomando os EUA por Fort Lauderdale. Vai Curintcha, é nóis!

1

O que é bom tem que ser repetido: ao beijar o sagrado distintivo do meu Timão senti uma emoção indescritível e única aqui em Fort Lauderdale

Opine!

Gilmar Rinaldi não é contra psicólogo na Seleção e garante que nenhum jogador está vetado para convocação

Leia o post original por Quartarollo

Psicólogo só para dar uma palestra e ir embora não adianta. Para Gilmar Rinaldi, novo coordenador de Seleções da CBF, a presença do profissional tem que ser mais constante como já aconteceu em outras competições. Apesar do fiasco contra Alemanha … Continuar lendo