Arquivo da categoria: estatísticas

Jogar bem, melhor e bonito

Leia o post original por Rica Perrone

Quando um time joga bem? O que é jogar bem? Qual a diferença entre bem e bonito? Sem o tatiquês midiático que dificulta o entendimento é difícil resumir. Mas tentarei. Os números do jogo mostram o que? Muita coisa. Não mostram o resultado no placar, mas o que aconteceu em campo eles ajudam a mostrar…

Arte versus estatística

Leia o post original por Odir Cunha

image
Pelé, com a camisa 10 da Seleção e o vídeo de seu gol contra a Itália: única referência ao futebol no Moma, o museu de arte moderna mais importante dos EUA.

Todo campeonato de futebol terá um campeão, mesmo medíocre. Porque os campeonatos, mesmo nas épocas áridas, sem talento e inspiração, precisam ter seus campeões. Terão bajulações e fama passageiras, mas engrossarão as estatísticas. Assim, tal time terá um título a mais e os estatísticos louvarão os números, como se eles pudessem ser eternos, o que nunca conseguirão, pois só a arte é eterna.

No Moma, o decantado museu da arte moderna de Nova York, a humanidade é representada nas telas e comentada em variadas línguas, pois gente de todo o mundo se espreme em seus corredores em busca das mensagens mais profundas que o homem produziu em forma de arte. Aqui não há espaço para que, fez menina do que o máximo.

Sem nenhuma supresa eu e Suzana encontramos a camisa 10 da Seleção Brasileira e o vídeo de Pelé marcando o primeiro gol da decisão da Copa de 70. Sim, nós já sabemos, mas é sempre emocionante se deparar com a consciência da imortalidade de Pelé, o 10 do Santos e do Brasil. Nesse momento, fica tão evidente como a arte está acima das estatísticas…

É evidente que vencer campeonatos é importante, porém, acima das circunstâncias de momento, o compromisso maior do Santos deve ser com a arte do futebol e a imortalidade que vem com ela. Essa é a meta que uma gestão ousada deve seguir buscando. As estatísticas têm o seu valor, mas o Santos nasceu para pairar acima delas.


Classificação Planejada 2018

Leia o post original por Rica Perrone

Todo começo de temporada os treinadores fazem um planejamento. Aí você pode perguntar: “Que diabos de planejamento é esse? Ele planeja perder? Não era pra tentar ganhar todas?”. Sim, era. Mas nem treinador é tão apaixonado e maluco de imaginar que vencerá todos os jogos de um campeonato como o Brasileirão. Assim sendo, eles planejam…

Entenda o porque do “escanteio curto”

Leia o post original por Rica Perrone

Talvez  você não tenha notado, mas o futebol moderno tem algumas características que mesmo não gostando devemos nos perguntar os motivos.  O escanteio curto é uma delas. Gera gozação, a gente brinca e vai contra. Também acho “chato”. Mas ele é estatisticamente a melhor escolha, sabia? Um cruzamento na área, hoje, é uma perda de …