Arquivo da categoria: Felipe Melo

Renovaram com Felipe Melo? Então joga a base do Palmeiras fora!!!

Leia o post original por Craque Neto 10

O Palmeiras anunciou nesta terça-feira (11) a renovação de contrato por mais duas temporadas com o volante Felipe Melo, que está prestes a completar 36 anos de idade. Sei que o cara é ídolo do clube – muito mais pela postura agressiva do que pela bola que vem jogando – mas ainda assim acho uma tremenda inconsequência da direção (leia-se Alexandre Mattos e o presidente Maurício Galiotte) aumentar o vínculo com um atleta veterano de salário tão alto. Ou seja, analisando esse novo contrato o Palmeiras vai pagar para ele mais de R$ 25 milhões. Somado aos outros dois anos […]

O post Renovaram com Felipe Melo? Então joga a base do Palmeiras fora!!! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

“Respeite quem pode chegar…”

Leia o post original por Rica Perrone

“… onde a gente chegou!”, disse Jorge Aragão num dos mais memoráveis sambas deste país. As vezes a gente exagera. Por clubismo, paixão, burrice ou mera arrogância, tanto faz. A gente quase sempre exagera. Você pode olhar pro seu mercado e achar os maiores nomes dele uns merdas. É um direito seu. No esporte isso…

Genitais ousadas

Leia o post original por Craque Neto

Nunca tive nenhum tipo de relacionamento próximo do Felipe Melo. Aliás já tivemos muitos problemas através da TV e mídias sociais. Mas tenho que reconhecer que esse cara é um personagem marcante no futebol. Quando não arruma confusão dentro de campo – e é aí que estão minhas críticas mais severas – ele diz coisas engraçadas e polêmicas. Situações que dão pauta pra muita gente da imprensa. A entrevista curiosa da vez foi após a vitória do Palmeiras diante do Melgar do Peru pela Libertadores. Após dar uma entrada ‘criminosa’ no pobre coitado do gringo ele justificou dizendo que as […]

O post Genitais ousadas apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Valor de luvas é principal entrave entre Palmeiras e F. Melo por renovação

Leia o post original por Perrone

Foto: Daniel Vorley/AGIF

O valor das luvas a serem pagas pelo Palmeiras é por enquanto o principal obstáculo para Felipe Melo acertar sua renovação antecipada de contrato com o clube. Nenhuma das partes fala sobre o assunto, porém, o blog apurou que o volante aceitou uma redução em relação ao que recebe de luvas em seu compromisso atual. Acontece que ele ainda quer mais do que a oferta alviverde.

Nos últimos dias, as tratativas para a renovação travaram sob a justificativa da diretoria de que precisava se concentrar na partida de ontem, contra o Melgar, pela Libertadores.

Curiosamente, no duelo contra os peruanos, o volante foi um dos protagonistas da partida. Foi dele o gol que abriu o placar na vitória por 3 a 0 e, depois, Felipe Melo fez a torcida alviverde temer uma expulsão ao acertar um carrinho violento por trás, porém o árbitro só o advertiu com um cartão amarelo.

A negociação deve ser retomada ainda esta semana. Apesar da redução das luvas, as conversas até aqui caminharam para um pequeno aumento no salário do volante, além da manutenção de um sistema que premie assiduidade do atleta nos jogos. Como mostrou a coluna De Primeira, para trazer Melo, o Palmeiras prometeu em seu contrato atual o pagamento de R$ 8,4 milhões em luvas parceladas.

VEJA TAMBÉM:

Felipe Melo explica tesoura “com genitais” e admite medo de ser expulso

Valor de luvas é principal entrave entre Palmeiras e F. Melo por renovação

Leia o post original por Perrone

Foto: Daniel Vorley/AGIF

O valor das luvas a serem pagas pelo Palmeiras é por enquanto o principal obstáculo para Felipe Melo acertar sua renovação antecipada de contrato com o clube. Nenhuma das partes fala sobre o assunto, porém, o blog apurou que o volante aceitou uma redução em relação ao que recebe de luvas em seu compromisso atual. Acontece que ele ainda quer mais do que a oferta alviverde.

Nos últimos dias, as tratativas para a renovação travaram sob a justificativa da diretoria de que precisava se concentrar na partida de ontem, contra o Melgar, pela Libertadores.

Curiosamente, no duelo contra os peruanos, o volante foi um dos protagonistas da partida. Foi dele o gol que abriu o placar na vitória por 3 a 0 e, depois, Felipe Melo fez a torcida alviverde temer uma expulsão ao acertar um carrinho violento por trás, porém o árbitro só o advertiu com um cartão amarelo.

A negociação deve ser retomada ainda esta semana. Apesar da redução das luvas, as conversas até aqui caminharam para um pequeno aumento no salário do volante, além da manutenção de um sistema que premie assiduidade do atleta nos jogos. Como mostrou a coluna De Primeira, para trazer Melo, o Palmeiras prometeu em seu contrato atual o pagamento de R$ 8,4 milhões em luvas parceladas.

VEJA TAMBÉM:

Felipe Melo explica tesoura “com genitais” e admite medo de ser expulso

Opinião: Palmeiras precisa melhorar da cabeça para sonhar com Libertadores

Leia o post original por Perrone

A falta de controle emocional foi um dos fatores que levaram o Palmeiras a perder para o Corinthians por 1 a 0 neste sábado (2). O problema é grave porque é antigo.

Na opinião deste blogueiro, se Felipão não controlar os nervos de seu time, pode esquecer de conquistar a Libertadores.

Se os palmeirenses se descontrolaram diante de um Corinthians nada provocador, o que vão fazer ao enfrentarem rivais sul-americanos com talento para tirar os outros do sério?

O nervosismo alviverde no dérbi foi notado do início ao fim com com lances violentos e infantis. Exemplos são uma bolada disparada por Felipe Melo num rival caído e a cusparada de Deyverson em Richard, seguida de expulsão.

O nervosismo certamente influenciou para que os palmeirenses jogassem no lixo um caminhão de chances de gol.

A missão de Scolari não é fácil, especialmente por conta de Felipe Melo e Deyverson. Se eu que não sou prejudicado pela falta de espírito esportivo, de educação e pelos chiliques da dupla estou de saco cheio desse comportamento, imagine Felipão e os jogadores que se ferram por causa deles?

São dois caras rodados, que têm idade suficiente para terem aprendido que agindo como esquentadinhos mimados só atrapalham o time, muitas vezes contaminado por eles.

Especialista em botar pilha em seus atletas, Felipão agora se vê na missão de acalmar a tropa. Disso depende o futuro palmeirense, principalmente na Libertadores.

Futuro de F. Melo tem Fla sumido, contradição com Boca e renovação parada

Leia o post original por Perrone

Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O Flamengo sumiu, o Boca segue no radar, apesar de recente negativa, e o Palmeiras ainda não o procurou para renovar contrato. Assim está a situação de Felipe Melo neste momento.

Depois de contatos com o estafe do volante e da reação negativa do alviverde, os flamenguistas não voltaram a conversar sobre a possibilidade de levá-lo para a Gávea. No entorno do jogador, a possibilidade de o negócio acontecer é dada como praticamente nula.

Já em relação ao Boca, o estafe de Felipe Melo trabalha com a informação de que os argentinos buscam alternativas para conseguir viabilizar uma proposta. Quem convive com o atleta diz que gente ligada ao clube de Buenos Aires tem feito contatos telefônicos mantendo o interesse vivo. No entanto, a informação contradiz à declaração dada pelo presidente do Boca, Daniel Angelici, de que não tem interesse no brasileiro.

No Palmeiras, o relato é de que ninguém procurou a diretoria para tentar levar o volante. Por sua vez, o alviverde ainda não se movimentou para impedir que o ex-jogador da seleção brasileira fique livre no meio do ano para assinar pré-contrato com outra equipe. Seu compromisso atual termina em dezembro de 2019. Até agora, o jogador não foi procurado para discutir a renovação. O discurso da direção palmeirense é de que a conversa será iniciada na hora certa. Mas não há sinal de quando é o momento ideal.

Felipe Melo não perde a cabeça, mas perde de cabeça em vitória do Boca

Leia o post original por Perrone

Irritar Felipe Melo e cavar a expulsão do volante. Ficou claro que essa era uma das estratégias para do Boca Juniors para vencer o Palmeiras no primeiro duelo entre as duas equipes pelas semifinais da Libertadores, na Argentina.

Essa tática não funcionou. O explosivo brasileiro foi provocado, apanhou, também bateu, mas não se descontrolou. Foi eficiente na marcação e incansável, correndo por todas as partes.

Até que aos 35 minutos do segundo tempo cometeu falta que resultou em escanteio para o adversário. Na cobrança, Felipe, que não perdera a cabeça, perdeu de cabeça para Benedetto e viu o adversário abrir o placar.

Aos 38, o volante até tentou se aproximar de Benedetto para evitar o segundo gol dele na partida, mas não deu tempo. Felipe não teve culpa no lance. Também seria injusto culpá-lo pela derrota por 2 a 0.

Porém, o volante se transformou num dos principais personagens da derrota alviverde. Justo ele, que controlou tanto os nervos para não ser o ponto fraco do time, participou diretamente do gol que abriu o caminho para a vitória argentina.

Provocação desnecessária e fora de hora

Leia o post original por Craque Neto

Entendo que muitas vezes o jogador mais raçudo e viril é sinal de que tem mais vontade de vencer as partidas. Isso cativa os torcedores e acontece justamente com o volante Felipe Melo. Boa parte palmeirenses venera o cara. E faço aqui um mea culpa que de fato ele é bom de bola. Tem um passe preciso, bom posicionamento e visão de jogo. Organiza bem a equipe taticamente e tem consciência de que não é o mesmo moleque de antes. Evita sair muito porque não vai conseguir recuperar a marcação. Ainda assim o poder que esse rapaz tem de arrumar […]

O post Provocação desnecessária e fora de hora apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Dribles e lançamentos. O outro lado de Felipe Melo

Leia o post original por Perrone

Marcado pelas faltas violentes que comete e pelos cartões recebidos, Felipe Melo ostenta no Campeonato Brasileiro estatísticas que o definem como um jogador importante para a equipe não só na destruição (é o quarto palmeirense que mais desarma na competição).

De acordo com dados do site “Footstats”, o volante é o segundo maior driblador alviverde no Brasileirão ao lado de Dudu. Cada um acertou nove dribles, mas Melo fez dois jogos a menos que o colega. Willian é o primeiro no ranking de dribladores do time com 13 fintas.

O volante é o sexto que mais acerta passes (458). Ele também contribui para a armação de jogadas sendo o quinto que mais fez lançamentos até aqui. Foram 31 em 14 partidas.

Neste domingo, na vitória por 2 a 1 sobre a Chapecoense, Melo deu sua primeira assistência no campeonato ao ajudar Hyoran a balançar as redes.

No mesmo jogo ele aplicou chapéu em um adversário e acertou uma bola na trave. A atuação em nada lembrou o atleta que foi expulso no começo da partida contra o Cerro Porteño pelas oitavas de final da Libertadores e que lidera o ranking de cartões amarelos do time no Brasileiro. O volante já foi punido nove vezes no Nacional deste ano.