Arquivo da categoria: Flamengo

Missão da diretora do Flamengo é menos difícil do que quando achou Jesus

Leia o post original por Perrone

O impacto da notícia da saída de Jorge Jesus na torcida do Flamengo sugere que a missão da diretoria de encontrar um substituto é mais difícil do que realmente é. Na opinião deste blogueiro, a tarefa é mais fácil do que foi quando a direção rubro-negra procurava alguém para a vaga de Abel Braga em 2019.

Naquela oportunidade, era necessário achar um comandante que fizesse um bom time jogar mais do que jogava. Mas não só isso. Era preciso botar a equipe no ataque e dar mais plasticidade ao estilo de jogo. Na verdade, o Flamengo procurava alguém para iniciar um novo projeto tático, o que não costuma ser simples.

Leia também

O elenco era forte, mas inferior ao que o sucessor do português receberá. Hoje o Flamengo tem um padrão consolidado.

A pressão pelas conquistas da Libertadores e do Campeonato Brasileiro é menos intensa do que quando Jesus chegou, já que os dois canecos foram levantados no ano passado.

Nesse cenário, os cartolas do Flamengo precisam encontrar um técnico que seja capaz de manter o que já foi construído. Pelo menos em tese, é menos complicado do que garimpar um profissional gabaritado para construir um grande projeto.

Talvez, o principal trabalho da direção seja fisgar alguém que não tenha o ego dilatado a ponto de querer fazer mudanças só pra não carregar o rótulo de herdeiro sortudo de Jesus.

Essa é uma das principais preocupações que os dirigentes rubro-negros devem ter. As outras são se certificar de que o novo técnico seja bom de vestiário, esteja disposto a jogar no ataque até fora de casa e tenha alergia a poupar jogadores.

Mas é importante a diretoria não esquecer como foi deixada na mão por Jesus. Desde o primeiro dia de trabalho do novo comandante é prudente pensar em criar um mecanismo que torne mudanças de treinadores menos traumáticas. No mundo ideal, sucessores devem ser preparados em casa, aprendendo com o chefe do momento.

Flamengo sem Jorge Jesus não será o mesmo

Leia o post original por Nilson Cesar

O Flamengo não tem mais Jorge Jesus . Ele foi embora para o Benfica . Resta saber se jogadores importantes sairão com ele . O grupo é forte. Tem o melhor elenco do futebol brasileiro . Flamengo terá que buscar um grande gestor de pessoas . São jogadores consagrados que não irão aceitar com tranquilidade um treinador “meia boca” . Precisa chegar um cara que esse grupo se identifique .

Fonte

Flamengo e seu treinador precisam de mais humildade !

Leia o post original por Nilson Cesar

Todos sabem o quanto falo que o Flamengo está à frente dos demais . Está para o futebol do Brasil como a Mercedes está para a Fórmula 1 . Tudo isso é fato , é verdade. Só não pode perder a humildade . Quanto se perde a humildade , perde-se o foco também . O time não está bem , pois está se perdendo na sua soberba e soberba do seu treinador .É superior e vai ganhar o campeonato carioca.

Fonte

Flamengo será o campeão carioca de 2020.

Leia o post original por Nilson Cesar

O Fluminense jogou com muita garra e mereceu o título da Taça Rio de 2020. Teremos agora 2 jogos para decidir o título do Rio de Janeiro . O Flamengo será o campeão na minha opinião . Tem um time bem melhor e no jogo de ontem jogou muito pouco do que pode . Só não pode achar que já ganhou . Humildade e aplicação total levará o Flamengo ao título . O Fluminense estava focado e mostrou ao Flamengo…

Fonte

Tenho dúvidas se o Palmeiras será a segunda força este ano !

Leia o post original por Nilson Cesar

O Palmeiras me parece com mais pé no chão para esta temporada de 2020. O Flamengo é a primeira força do futebol do Brasil e tenho muitas dúvidas se o Verdão será a segunda . Confirmando a saída de Dudu e outros jogadores a equipe irá enfraquecer tecnicamente . Resta esperar que tipo de reposição será feita . O Atlético MG promete vir forte. O Grêmio e Inter tem sua base. O São Paulo pode evoluir…

Fonte

Esquema Mengão gera confusão

Leia o post original por Fernando Sampaio

Durante anos, acompanhei futebol na Globo, Record, Bandeirantes, Cultura… Antigamente, não existia só uma emissora aberta transmitindo o futebol. Trabalhei na TV Record, fui câmera e diretor de TV de inúmeras transmissões. Nossa equipe e a equipe da Band eram as melhores do esporte. Naquela época, a Globo não valorizava muito o futebol na sua grade de programação. Mas, os tempos mudaram.

Fonte

O Flamengo pode se tornar o Bayern de Munique aqui do Brasil .

Leia o post original por Nilson Cesar

O Bayern de Munique conquistou o oitavo campeonato alemão consecutivo . Se as outras equipes do Brasil não se coçarem o Flamengo pode ganhar inúmeros campeonatos brasileiros consecutivamente também . Vejo o Palmeiras com possibilidade financeira para tentar brigar . Só que precisa ser mais ágil para não permitir ao Mengão abrir grande distância . Gestões profissionais são necessárias e…

Fonte

Flamengo é muito maior que Jorge Jesus !

Leia o post original por Nilson Cesar

O Flamengo pode seguir o seu caminho tranquilamente sem o português Jorge Jesus . O Mengão não pode se tornar refém de nenhum treinador no planeta . Tem um grande elenco e com outro treinador de qualidade pode continuar ganhando títulos . Reconheço o quanto Jesus está sendo importante para o Flamengo . Só posso assegurar que o Flamengo foi muito mais importante para ele. Se quiser ir embora para o…

Fonte

Ação da Globo reforça queixas sobre falta de debate antes de ‘MP do Fla’

Leia o post original por Perrone

Com seu pedido de liminar para tentar impedir que o Flamengo transmita ou  negocie a transmissão de jogos como mandante no Campeonato Carioca, a Globo engrossa o coro de parte dos dirigentes de clubes e de parlamentares. Eles afirmam ter faltado ao presidente Jair Bolsonaro ouvir outros interessados no assunto antes de publicar a Medida Provisória 984.

Os argumentos da emissora na ação na Justiça coincidem com a tese de cartolas e congressistas de que o presidente da República agiu para atender à vontade do rubro-negro e, ao mesmo tempo, alfinetar o grupo de comunicação, que tem como desafeto. Esse sentimento fez a medida ficar conhecida no Congresso Nacional como “MP do Flamengo”.

“Conforme declarado à imprensa pelas partes envolvidas, a MP foi editada para atender a um pedido específico do Clube de Regatas do Flamengo, que pretende, com a polêmica retomada do Campeonato Carioca, poder transmitir e televisionar seus próprios jogos”, escreveram os advogados da Globo no pedido de liminar.

Antes da Medida Provisória, um jogo só poderia ser televisionado com a concordância das duas equipes envolvidas. Nesse cenário, a maior rede de televisão do país, que comprou os direitos do Estadual do Rio, não poderia exibir os jogos do rubro-negro na competição, pois não entrou em acordo com ele. Por outro lado, o clube da Gávea também não poderia negociar separadamente suas partidas.

Agora, a emissora alega que a MP não pode ter valor retroativo afetando contratos assinados antes dela. Por isso pede que o Flamengo já não possa exibir seus jogos ou negociá-los enquanto a ação se desenrola. A Medida Provisória ainda precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional, mas está em vigor até que isso aconteça.

Como mostrou o “Blog do Rodrigo Mattos“, no pedido de liminar, os advogados da Globo deixam explicito o entendimento de que faltou debate, o que coincide com o pensamento de cartolas como Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético-MG.

“Note-se bem: a discussão sobre a melhor forma de alocar os direitos de transmissão de um evento esportivo é legítima e precisa ser feita. O que não se pode admitir em ordenamentos jurídicos sérios é que isso se dê numa canetada para beneficiar aliados, sem qualquer debate sobre o tema”, escreveram os representantes da rede de TV na ação.

No último domingo, 21, o principal dirigente do Galo havia se queixado da falta de diálogo antes de a Medida Provisória ser assinada.

“Foi um voo solo do Landim. Acho que a forma como foi feita pegou todo mundo de surpresa, e isso incomodou os presidentes”, havia dito Sette Câmara.

Na ação, a Globo anexou entrevistas de cartolas criticando a falta de debate, como esse trecho atribuído a Mário Bittencourt, presidente do Fluminense: “o que nos preocupa inicialmente na publicação dessa Medida Provisória é ela ter sido feita num momento de pandemia quando tem tantos outros assuntos mais
emergenciais no país. Em segundo lugar, ter sido elaborada sem uma discussão ampla e profunda com os
maiores interessados, que são os clubes de futebol. Não houve um grande debate, não houve o esgotamento do tema.
Um tema que pode trazer muitos impactos econômicos e comerciais aos clubes”.

Também pela ausência de debate congressistas falam em modificações na MP, como mostrou o blog.

No pedido de liminar, a Globo diz que, incomodado com a situação atual, o Flamengo buscou ajuda de Bolsonaro para mudar a antiga regra relativa aos direitos de transmissão.

“Conforme amplamente noticiado
por inúmeros veículos de imprensa e relatado, em primeira pessoa,
pelo presidente do Flamengo em entrevista ao vivo para a TV Band,
em almoço com o presidente da República no último dia 17,
o Flamengo expôs a sua insatisfação e solicitou a mudança da regra que o impedia de dispor dos direitos de transmissão de uma partida sem a anuência da equipe contrária, no que foi prontamente atendido com a edição da MP”, escreveram os advogados da Globo na ação.

Eles também reproduziram no pedido de liminar trecho de entrevista televisiva dada por Rodolfo Landim, presidente do Flamengo para a Band.

Na conversa, de acordo com a reprodução feita pelos advogados da Globo, Landim diz o seguinte:

“Como vocês sabem o Flamengo, diferente dos demais clubes, não assinou o contrato de cessão dos direitos de transmissão com a rede de televisão que detém de todos os outros. Por causa disso, os jogos do Flamengo não vinham sendo transmitidos. Quando nós tivemos o problema de público, nós entramos em contato com eles para poder abrir para o público. Nós negociamos fazer isso com a abertura da mídia digital. […] A gente ficou conversando com o presidente ontem, teve essa posse do Ministro de Comunicações. Ele convidou a mim, ao Felipe Melo e ao próprio Ministro. Nós estávamos conversando e o presidente perguntou: ‘Vai voltar mesmo o futebol no Rio? E o televisionamento?’ Eu expliquei para ele em detalhes que a gente tem um problema na legislação que diz o seguinte: os dois clubes precisam aprovar para que um jogo possa ser passado. […] Dito isto, eu expliquei isso para o presidente, falei como ocorre em vários outros países, diversas outras ligas, onde o mandante tem direito sobre seus jogos. […] O Presidente entendeu isso,  disse que ia agir rapidamente, e eu recebi a notícia aqui de que ele acabou de publicar no Diário Oficial uma medida dizendo que o direito de imagem do clube é do mandante do jogo”.

Após reproduzirem as palavras do presidente flamenguista, os representantes da emissora concluem que “assim, sem que o tema tenha sido tratado com os demais clubes do país, com as federações de futebol, com veículos de mídia,
potenciais cessionários dos direitos, atletas e sindicatos ou
quaisquer das outras diversas entidades e pessoas impactadas direta
e indiretamente, mudou-se a norma que regia os Direitos de Arena
consagrada na Lei Pelé e em legislações anteriores desde 1973”.

Por sua vez, Landim chegou a dar e entrevista afirmando que a MP é boa para todos os clubes. A direção rubro-negra mantém o entendimento de que, enquanto o Congresso Nacional decide se aprova ou não a MP, a agremiação tem o direito de exibir ou negociar seus jogos como mandante.

Nesta quarta (24), o site do Flamengo publicou declaração do vice-presidente de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, exaltando a Medida Provisória.

“Entendemos que a MP para gente é uma carta de alforria, uma lei áurea. No estatuto do torcedor, o mandante tem que cumprir com suas responsabilidades e obrigações. A MP assinada é um sopro de esperança, e tomara que seja aprovada no Congresso Nacional. Essa é a nossa opinião”, disse o cartola.

Palmeiras precisa de reforços com qualidade !

Leia o post original por Nilson Cesar

O Palmeiras tem um bom elenco , mas ainda distante da qualidade que tem o Flamengo . Para brigar com títulos com o Mengão precisa de reforços com mais qualidade . O Flamengo tem um time e elenco superior aos demais clubes do futebol brasileiro . O Verdão investiu muito mal na temporada passada e pagou o preço . Necessita de 3 ou 4 caras de ponta para o seu elenco . Se investir corretamente acho…

Fonte