Arquivo da categoria: Flamengo

Direção do Corinthians não vê postura do Palmeiras com a Globo como ameaça

Leia o post original por Perrone

O discurso interno de pelo menos parte da diretoria do Corinthians é de que a atitude agressiva do Palmeiras em suas negociações com a Globo não representa ameaça para o alvinegro a curto ou a longo prazo.

O principal argumento é o de que a emissora teria convicção de que o alviverde não é capaz de manter uma média de audiência superior à da equipe de Itaquera.

Outra tese é a de que o Palmeiras segue com torcida menor do que a do rival e que isso se reflete no número de assinantes do pay-per-view.

Historicamente, o Corinthians ganha mais da Globo do que o Palmeiras. De acordo com o balanço dos dois clubes, em 2018, a agremiação presidida por Andrés Sanchez recebeu pelos direitos de exibição dos jogos R$ 197.756.000,00 contra R$ 136.724.000 do rival. Entre as principais fontes de receita, essa foi a única em que os corintianos conseguiram mais dinheiro.

O formato atual de pagamento dos direitos de transmissão dá pouca margem para os clubes negociarem. Na TV aberta, os R$ 600 milhões pagos pelo brasileirão são divididos pelos 20 times de acordo com critérios fixos. Do total destinado para cada um, 40% são iguais (R$ 12 milhões por time), 30% dependem da colocação das equipes na competição e 30% estão atrelados ao número de jogos exibidos.

Ou seja, para diminuir a vantagem corintiana, o Palmeiras teria que terminar o campeonato em melhor posição (o que acontece neste momento) e ter mais jogos transmitidos.

Caso se mantenha na liderança, a equipe treinada por Felipão, em tese, é um grande atrativo para a grade da Globo. Mesmo assim, ao menos uma parcela da diretoria corintiana acredita que a emissora não mudará o tratamento dispensado ao alvinegro na hora de montar sua programação.

Vale lembrar que jogos envolvendo o Palmeiras obtiveram resultados expressivos para o canal TNT até aqui. A partida contra o Internacional registrou a melhor audiência na televisão paga na ocasião.

No pay-per-view a projeção inicial é de uma divisão mínima R$ 650 milhões entre os clubes de acordo com pesquisa feita pela Globo para avaliar a quantidade dos torcedores de cada clube assinantes do sistema. O Palmeiras quer a garantia de receber pelo menos 10%. Corinthians e Flamengo têm mínimo garantido de cerca de 18,5% cada.

Além disso, as luvas podem ser negociadas de maneira independente pelos times.

O Palmeiras já mostrou força na negociação com a Globo conseguindo retirar a multa aplicada pela a emissora pelo fato de o clube ter assinado contrato com a Turner para a TV fechada.

As negociações entre Palmeiras e Globo estão adiantadas e a expectativa no clube é de que o acerto aconteça antes do final de semana.

Opinião: por que mesmo com escalação ousada, Corinthians teve ataque fraco?

Leia o post original por Perrone

Mesmo iniciando o jogo com uma escalação teoricamente ofensiva, com Ralf como único volante de origem, e Boselli e Love jogando juntos, o Corinthians não foi forte no ataque na derrota por 1 a 0 para o Flamengo, nesta quarta (15), pela Copa do Brasil. Isso ocorreu por uma série de motivos. Confira a seguir.

Posicionamento

Os meio-campistas corintianos se preocuparam muito em manter seus postos na faixa central do gramado para não dar espaços ao rival. Isso funcionou defensivamente, gerando dificuldades para a criação do Flamengo.

Mas, ofensivamente não deu certo. Na maioria das vezes, o alvinegro chegava ao ataque em desvantagem numérica em relação à defesa flamenguista.

Distância

Esse posicionamento quase fixo dos meio-campistas alvinegros fazia com que quem estivesse com a bola no campo de ataque contasse com poucas opções para fazer o passe na maior parte do tempo.

O principal exemplo foi o sofrimento de Clayson, que em diversas oportunidades foi marcado por dois ou até três rivais sem receber ajuda dos companheiros.

Lentidão

De novo, o time de Fábio Carille sentiu a falta de jogadores capazes de fazer a transição para o ataque em velocidade, sem abusar dos passes laterais e para trás. A bola “engasgada” no meio-campo dava tempo para a defesa do Flamengo se reorganizar.

Passes errados

Os erros nas trocas de bola também impediram que o alvinegro contra-atacasse com rapidez. O índice de acerto de passe da equipe de Carille foi de 86%, pior que o do Flamengo, que também não foi brilhante nesse quesito, registrando precisão de 88,41%.

Falta de pontaria

Quando teve a chance de finalizar, o Corinthians errou na maioria das vezes. Acertou apenas dois arremates e errou cinco. Já o Flamengo, finalizou com eficácia quatro vezes e falhou em seis.

O Corinthians não está nada bem.

Leia o post original por Nilson Cesar

Faz tempo que o Corinthians não está apresentando um bom futebol. O técnico Carille também anda muito nervoso e com mania de perseguição. Os atacantes estão falhando muito e as peças não estão funcionando. Precisa de reforços evidentemente se tiver interesse em conquistar mais algum título este ano. Reverter contra o Flamengo no Maracanã acho praticamente impossível. O Flamengo tem uma equipe bem…

Fonte

Corinthians e Flamengo começam duelo sem trio que custou quase R$ 100 mi

Leia o post original por Perrone

Corinthians e Flamengo devem iniciar a partida desta quarta (15) pelas oitavas de final da Copa do Brasil, em Itaquera, sem três jogadores que juntos custaram quase R$ 100 milhões. Os flamenguistas Vitinho e Piris da Motta e o corintiano Angelo Araos representaram para seus clubes gasto de R$ 97.939.000. Os números referentes às contratações estão nos balanços dos dois times relativos a 2018.

Vitinho e Piris são reservas que entram na equipe. Ambos participaram da vitória do Flamengo, que poupou titulares, sobre a Chapecoense, no último domingo, por 2 a 1, e foram bem. Por sua vez, Araos não atua há três meses e pode ser emprestado.

Para tirar Vitinho do CSKA, o Flamengo investiu R$ 53.932.000, de acordo com o balanço do clube.

O documento mostra também que o gasto para buscar Piris da Motta no San Lorenzo foi de R$ 23.404.000. Nos dois casos, os montantes são registrados como “valor reconhecido incluindo gastos necessários”.

Nessas despesas necessárias não estão comissões pagas a empresários, já que existe outra tabela com tais gastos. Nela, está registrado o pagamento de R$ 2.469.000 com comissões na compra de Piris da Motta. O dinheiro foi repassado para IG Teams e Players S.A. Não há registro de gasto de intermediação na compra dos direitos de Vitinho.

No balanço corintiano, é divulgado o valor de R$ 20.603.000 como custo da contratação de Araos junto à Universidad de Chile. Ele é o jogador mais caro de uma lista de 35 contratações feitas pelo alvinegro nos últimos anos. A relação foi divulgada no documento sobre as finanças no ano passado.

Paulistas começam dominando o Brasileirão.

Leia o post original por Nilson Cesar

Palmeiras , Santos e São Paulo estão na ponta do campeonato brasileiro. A tendência é que as equipes de São Paulo permaneçam na ponta durante bom tempo. O Santos jogando um futebol muito bonito. Palmeiras eficiente e com resultados e o São Paulo apostando nos garotos. Vejo ainda Cruzeiro, Internacional, Flamengo e Grêmio brigando pelo título até as últimas rodadas. Quem vai ganhar com isso é o…

Fonte

Deixem o Abel trabalhar, seus malas!

Leia o post original por Craque Neto

Tem coisa que acontece no futebol que é difícil de compreender. Uma delas recente é o comportamento da torcida do Flamengo em relação ao técnico Abel Braga. Pelo amor de Deus! Está rolando uma baita pressão pra tirar ele do cargo. Toda hora tem neguinho xingando o desempenho do time e cornetando as alterações do treinador durante a partida. Algo que chega até chato de acompanhar, diga-se de passagem. Se não fosse a classificação na fase de grupos da Libertadores – após empatar com o Peñarol – era bem capaz da diretoria dar o boné para ele. O inacreditável é […]

O post Deixem o Abel trabalhar, seus malas! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Peñarol 0x0 Flamengo: Hoje ela não puniu

Leia o post original por Rica Perrone

O Flamengo segue jogando a Libertadores com a mesma habilidade que o Pará domina um lançamento.  Ele pede, flerta com a eliminação e chega a insistir quando ela o rejeita. Hoje ela conseguiu dizer não. Não porque jogou mal. Ao contrário, foi melhor que o Peñarol lá e deveria ter ganhado o jogo pelas chances…