Arquivo da categoria: Gabriel

Estafe de Gabriel defende que ele acione Al-Hilal na Fifa

Leia o post original por Perrone

A Elenko  Sports, responsável pela carreira do volante Gabriel, do Corinthians, planeja que seu cliente acione na Fifa o Al-Hilal, conforme apurou o blog. O clube da Arábia Saudita desistiu de contratar o jogador depois de que ele já havia embarcado para formalizar a operação. Os árabes preferiram fechar com o Flamengo a compra de Cuéllar.

Os representantes do atleta sustentam que ele recebeu por escrito uma proposta de contrato, gostou, e deu seu aceite. A avaliação é de que isso basta para cobrar na Fifa uma indenização. O blog ouviu dois especialistas em direito esportivos que confirmaram ser possível a medida. Um deles, que prefere não ser identificado, vê boas chances de Gabriel ter sucesso numa eventual ação. Já o advogado Eduardo Carlezzo considera o caso complexo.

Um dos caminhos, segundo os especialistas, seria tentar convencer a Fifa de que a proposta, complementada com a aceitação do jogador, tenha status de contrato de trabalho. Nesse caso, os árabes teriam descumprido o contrato. O entendimento é de que o atleta poderia tentar receber a diferença entre seu salário no Corinthians e o que ele receberia no Al-Hilal.

Porém, os dois advogados consideram remotas as chances de essa estratégia vingar. “Essa proposta tem que ser muito robusta, com muita informação para tentarem equipará-la ao contrato de trabalho. Esse tipo de situação não tem tratamento no regulamento de transferências da Fifa. Então, depende de cada caso, do que conseguirem juntar de informação”, afirmou Callezzo.

O outro advogado ouvido indicou ainda uma estratégia que teria mais chance de sucesso em sua opinião. Alegar a responsabilidade pré-contratual por parte dos árabes por não cumprirem a proposta aceita pelo jogador. A pedida seria por uma indenização para compensar a expectativa frustrada de aumento de ganhos salariais. Se vencesse, ele receberia uma indenização muito inferior ao aumento prometido. Porém, na opinião do especialista, suas chances de triunfar seriam boas.

Indignado, o experiente estafe de Gabriel alega nunca ter vivido situação semelhante. Mas, segundo Carlezzo, o caso não é tão incomum. Ele afirma defender dois jogadores que passaram pela mesma decepção envolvendo times árabes. Um dos casos é recente e a estratégia ainda está sendo preparada. “São casos sensíveis inclusive para nós, experientes na área. A Fifa só prevê indenização para o jogador quando há quebra de contrato sem justa causa, por isso essa complexidade”, declarou.

 

E o ‘DESMANCHEZ’ no Timão continua!? Incrível!!!

Leia o post original por Craque Neto

Acabo de receber a informação que a diretoria do Corinthians, em nome de seu presidente, o Sr. Andrés Sanchez, está negociando mais um jogador do atual elenco. Depois de perder TODOS os seus principais nome após o título do Paulistão, é chegada a vez de negociar o volante Gabriel, que interessa ao Napoli da Itália. Isso mesmo! Os dirigentes vão vender um dos poucos jogadores que ainda tem um pouco de qualidade. Gabriel Girotto tem 26 anos, disputou até aqui 122 jogos com a camisa do Timão e marcou 4 gols. Destacado pela marcação forte ele conquistou nesse período de […]

O post E o 'DESMANCHEZ' no Timão continua!? Incrível!!! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Festa na Gaviões em meio à ‘maratona’? Corinthians diz que só durou 1 hora

Leia o post original por Perrone

Em meio a uma “maratona” de jogos fora de casa, parte dos jogadores do Corinthians participou na última sexta (27) de uma festa na quadra da Gaviões da Fiel para comemorar o bicampeonato paulista. A presença foi autorizada pela diretoria, que viabilizou a exibição do troféu conquistado na final com o Palmeiras no local.

Já na manhã deste sábado, os atletas treinaram para depois embarcarem a Belo Horizonte. Na capital mineira, neste domingo, a equipe enfrenta o Atlético-MG  tentando manter seu aproveitamento de 100% no Brasileiro.

O desgaste provocado por viagens e jogos pode fazer Fábio Carille, que também esteve no evento, poupar titulares. Antes do Galo, o alvinegro paulista atuou como visitante diante de Independiente, na Argentina, Paraná Clube, em Curitiba, e Vitória, em Salvador. Os duelos aconteceram entre os dias 18 e 25 de abril.

Cássio, Romero, Balbuena, Henrique, Gabriel,  Sheik, Kazim e Pedro Henrique estão entre os corintianos que participaram do festejo.

Indagada sobre a participação de jogadores na festa da Gaviões num momento de desgaste provocado por seguidos deslocamentos e jogos, a assessoria de imprensa do Corinthians afirmou que eles ficaram pouco tempo na comemoração.

“A torcida em questão fez uma recepção para os bicampeões paulistas e alguns membros do clube permaneceram no local durante uma hora. A programação de treinos e viagem não foi alterada”, respondeu o departamento de comunicação corintiano.

O que está em jogo para o Corinthians diante do Bragantino

Leia o post original por Perrone

1 – Tranquilidade de Fábio Carille

Com as conquistas do Paulista e do Brasileiro no ano passado, o treinador ganhou fôlego no clube. Não se fala em demissão no caso de eliminação diante do Bragantino, nesta quinta, pelas quartas de final do Estadual. Porém, a queda precoce faria ele começar a ser pressionado. A decisão dele de fazer mudanças radicais no time aumenta sua responsabilidade no resultado da partida. Está em jogo sua tese de que vale tirar Gabriel, um dos mais regulares da equipe, para colocar Ralf, ainda uma incógnita em seu retorno ao clube, para ganhar altura. Será colocada à prova a aposta de que centímetros a mais podem estancar os gols sofridos em jogadas pelo alto. Isso mesmo sendo a maioria deles causada por falhas de marcação.

2 – Dinheiro

A eliminação representaria o adeus à chance de obter a arrecadação de até dois clássicos decisivos em Itaquera. Pelo menos uma, na semifinal, estaria garantida com a classificação diante do Bragantino. A receita é importante para o alvinegro em termos de pagar parcelas do financiamento de R$ 400 milhões para a construção de seu estádio.

3 – Caldeirão

Está em jogo também a fama da arena corintiana sustentada pelo slogan “caiu em Itaquera já era”. A pressão da torcida em seu estádio é uma das armas alvinegras para alcançar a vitória por dois gols de diferença e a classificação sem precisar dos pênaltis. O fracasso na missão abalaria a reputação da Arena Corinthians.

4 – Recuperação de Cássio

O camisa 12 entra pressionado a ter uma atuação fundamental para a classificação. Ele falhou pelo menos em um dos gols do Bragantino na derrota por 3 a 2 e faz uma temporada irregular até aqui. O goleiro precisa reverter a situação para não deixar escapar a chance de disputar a Copa da Rússia. Além disso, ele tem a sombra de Walter na reserva.

Volta de Gabriel

Leia o post original por Flavio Prado

Gabriel voltou ao Santos com gol. Sempre foi artilheiro com a camisa santista, marcou mais de 50 gols no time profissional.

Foto: Ivan Storti/SFC

O melhor momento de Gabriel pelo Santos foi entre os anos de 2015 e 2016. Nestes 2 anos, Gabriel jogou aberto pela direita com Ricardo Oliveira de centroavante. No seu retorno contra a Ferroviária, Gabriel foi centroavante, Sasha que fez a função contra o Palmeiras foi deslocado para a esquerda no lugar do suspenso Copete com Arthur Gomes mantido na direita. No atual elenco, existe uma carência na posição de centroavante. Rodrigão nunca conseguiu tomar conta da posição e Sasha não é exatamente um camisa 9, pelos lados sobram opções, Arthur Gomes, Copete, Bruno Henrique, Sasha e Rodrygo. Provavelmente Gabriel fará muitos jogos no centro do ataque.

Um grande defeito de Gabriel é a falta de intensidade, acredito que este fator contribuiu no insucesso na Europa. Gabriel é artilheiro, mas participa pouco do jogo. No futebol brasileiro, mais lento e espaçado, deve funcionar mais uma vez, mas pensando em Europa e seleção ele precisa melhorar muito neste quesito.

Carille tem quase um time PENDURADO! E daí???

Leia o post original por Craque Neto

O Corinthians que entrará em campo no próximo domingo contra a Ponte Preta terá quase que um time completo de jogadores pendurados com dois cartões amarelos. Ou seja, qualquer vacilo poderá ficar suspenso da partida decisiva contra o Palmeiras na outra semana. No total são oito atletas que Carille tem que ficar esperto. Entre eles nomes importantes do elenco como o goleiro Cássio, o zagueiro Balbuena, o volante Gabriel, os meias Jadson e Rodriguinho, além do atacante e artilheiro Jô. O que fazer??? NADA! Isso mesmo! Não acho que o Corinthians deverá tirar o pé de alguma jogada contra a […]

O post Carille tem quase um time PENDURADO! E daí??? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Punição justa! Que sirva de exemplo…

Leia o post original por Craque Neto

Quem sou eu pra dizer alguma coisa de comportamento como jogador de futebol? Cansei de fazer besteiras. Fui punido e aprendi bastante com meus erros. Faz parte da vida de qualquer pessoa. O que o volante Gabriel do Corinthians fez no clássico contra o São Paulo foi muito feio. Aqueles gestos obscenos não são legais. Ainda mais porque tinha muita criança assistindo. Péssimo exemplo de civilidade. Não à toa o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o jogador com duas partidas de suspensão no Brasileirão. A cumprir já no duelo da próxima rodada contra o Cruzeiro em Itaquera. Desfalque […]

O post Punição justa! Que sirva de exemplo… apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Empate que não resolve no Morumbi

Leia o post original por Antero Greco

O título desta crônica pode ser contestado, admito. O 1 a 1 entre São Paulo e Corinthians, no final da manhã, no Morumbi, tende a duas leituras para cada um dos lados.

Os são-paulinos podem festejar o ponto conquistado e que, por ora, deixa o time fora da zona de rebaixamento; depende ainda dos demais jogos. Ou podem lamentar a vitória escapada. Afinal, outros dois pontos seriam extraordinários na campanha de recuperação.

Os corintianos ficam aliviados com o resultado, pois a equipe não jogou bem e ainda botou um ponto no bolso e permanece folgada na frente. Ou enxergam outro sinal de desgaste do grupo, num segundo turno até agora com 3 derrotas, 2 vitórias, 1 empate.

O placar reflete virtudes e defeitos de ambos. O São Paulo teve primeiro tempo muito bom, obteve a vantagem com gol de Petros, em bela finalização e com ligeira falha de Cássio, que não acreditou no lance. O tricolor controlou o meio-campo, esteve seguro na defesa.

Nessa fase, criou duas outras boas chances, uma no comecinho e outra no fim. Os mais de 60 mil torcedores que estavam no estádio ficaram com a sensação de sucesso no clássico. Arboleda na zaga e Petros no meio eram o resumo da eficiência.

E o Corinthians apagado, sem graça, sem pegada, com Jadson apagado, Jô sumido, Fagner e Arana sem arranque. Um chute a gol, nada além disso. Cansaço pelo meio da semana? Oscilação normal, ao contrário da trajetória impecável do primeiro turno. Um pouco de cada.

Fábio Carille mexeu no intervalo – e fez bem em tirar Jadson e colocar Marquinhos Gabriel. Não que tenha melhorado demais o Corinthians, mas o tornou mais vivo. O São Paulo voltou igual – na escalação, não na forma de jogar. Diminuiu o ritmo, esperou o adversário, optou pelo contra-ataque, quando deveria buscar o golpe de misericórdia.

Carille fez mais mexidas, com Camacho no lugar de Romero e Clayson na vaga de Gabriel. E foi Cleyson quem fez o gol de empate, em jogada em que Rodriguinho foi mais esperto do que Júnior Tavares. São-paulinos reclamaram de falta, que não houve. Tricolores chiaram também com gol de Militão anulado – mas, no lance, Pratto havia feito falta em Cássio.

O mérito alvinegro na segunda parte foi o de ter jogado, o que não havia feito na primeira. A falha tricolor foi a de ter baixado a guarda justamente quando era melhor do que o rival.

Vejo condições de o São Paulo se safar da queda; há evolução, mas não sequência. Deve sofrer ainda por bom tempo.

Noto o Corinthians no rumo do título. Porém, não de maneira tão implacável como antes. Talvez não leve a taça com muitos pontos de diferença. Mas tem tudo pra levá-la.

  1. E que gesto feio de Gabriel na hora do gol de empate. Jogador profissional deve evitar esse tipo de atitude com a torcida do rival. E que covardia atirar pedra no ônibus são-paulino na chegada ao estádio…

 

Sujeira pra baixo do tapete?

Leia o post original por Craque Neto

Poxa vida! Tem coisa que não dá pra entender no Corinthians. As excelente fase vivida pelo time no Brasileirão tem feito muita coisa errada ser jogada pra debaixo do tapete. Vejam só, não vou nem falar das dívidas referentes a Arena de Itaquera que realmente estão prejudicando demais os cofres do clube. Mas não consigo compreender a lógica de determinadas atitudes da atual diretoria. Uma delas surgiu esses dias em relação ao desconhecido atacante Luidy, que o ex-diretor Edu Ferreira contratou. Hoje ele está emprestado para o Figueirense e foi comprado junto ao CRB de Alagoas por R$ 400 mil. […]

O post Sujeira pra baixo do tapete? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Volante do Timão, Gabriel diz: estou feliz no Corinthians!

Leia o post original por Craque Neto

Direto do C.T. do Corinthians, o volante Gabriel fala ao vivo no ‘Donos’ sobre o crescimento do clube no Campeonato Brasileiro, e explica qual sua principal função no esquema de Carille.

O post Volante do Timão, Gabriel diz: estou feliz no Corinthians! apareceu primeiro em Craque Neto 10.