Arquivo da categoria: gênio

Neymar anda meio perdido. O que ele precisa achar de verdade é o caminho do gol!

Leia o post original por Nilson Cesar

Neymar quando pintou os caras afirmavam que poderia ser o melhor do mundo. Não estou nessa turma. Sempre disse que tratava-se sim de um grande jogador e mais nada.Nada de gênio, super craque. Quiseram vender e criar um produto que não existia. Ele logo estará com seus trinta anos e precisa sim retomar o caminho do gol. Ainda existe tempo para que o cara evolua como jogador de futebol.

Fonte

Neymar jamais foi gênio. Trata-se apenas de um bom jogador.

Leia o post original por Nilson Cesar

Quem me conhece sabe que jamais achei Neymar gênio no futebol. Na vida então está muito distante disso. Com a carência que temos de ídolos no futebol brasileiro muitos quiseram transformar Neymar em gênio da bola. Continuo afirmando que Denner com 23 anos de idade era muito mais jogador que o Neymar. Trata=se de um bom jogador com um comportamento muito ruim e mais nada. Está bem distante dos…

Fonte

Neymar regrediu como jogador de futebol indo jogar pelo PSG.

Leia o post original por Nilson Cesar

Neymar na minha opinião cometeu um erro incrível na gestão de sua carreira quando trocou o Barcelona pelo PSG. No Barcelona ganharia muito mais títulos e poderia até vir a ser o substituto do Messi como protagonista. O campeonato francês é sem graça e já tem o vencedor antes mesmo de começar. A camisa do Barcelona nem se compara com o PSG em nível internacional. A sede de ser o protagonista vem…

Fonte

Zico, o último “moicano” de craques reais brasileiros

Leia o post original por Mion

    

Cercado de argentino, Zico tira a marcação com um toque de classe. Cracaço!

Cercado de argentinos, Zico desmonta a marcação dupla com um toque de classe. Cracaço!

  Zico completa 60. Todas as homenagens e foram centenas, não conseguiram suprir tudo aquilo que não recebeu em sua carreira. Respeitado no exterior não usufruiu da globalização da mídia. O futebol brasileiro não era tão badalado como nas décadas de 90 e início do anos 2000. Desde Zico tivemos um monte de mentiras Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Robinho, Adriano entre outros. Talvez quem mais aproximou-se de Zico foi Rivaldo, entretanto não tinha carisma, simpatia e não sabia trabalhar a imagem, isso o prejudicou perdeu espaço para Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho. A mídia também não compreendeu o jeito simples de Rivaldo e o valorizar por não ser estrela, gostar de badalação.

Aqueles com menos de 40 anos não têm a menor ideia do que estou relatando. Esses vivem a fantasia, lavagem cerebral imposta pela mídia. Até hoje fico indignado quando colocam Ronaldo e Ronaldinho acima de Zico, Falcão e Sócrates. Zico além de brilhante disputava “pau a pau” com Maradona a condição de maior craque de sua época. Veja bem estou apresentando um fato e falando do brilhante Maradona.

 

Maradaona X Zico:  disputada de maior craque do mundo na década de 80.

Maradona X Zico: disputa de maior craque do mundo na década de 80.

   Zico era meia-atacante, habilidoso, inteligente, veloz, finalizava com a direita, esquerda, cabeceava consciente, especialista em armar e deixar companheiros na cara do gol, tabelava como poucos e para completar exímio cobrador de falta principalmente e penalidades. Um craque e completo tática e tecnicamente. Vou resumir com um fato incontestável. Zico marcou 699 gols em sua carreira, sendo 509 pelo Flamengo. Se somar Ronaldo (que só sabia fazer gol) com 414 gols na carreira e Ronaldinho Gaúcho 187, os dois juntos somaram 601 gols não atingem a marca do Galinho. E a desculpa das lesões de Ronaldo não vale, Zico teve o seu joelho estraçalhado por um zagueiro do Bangu e na época a medicina desportiva apenas engatinhava, quase foi obrigado a parar de jogar. Depois não foi o mesmo, apesar das limitações continuou craque. Ainda sobrava!

Na seleção outro fato real: o Galinho defendeu a amarelinha em 72 jogos e fez 52 gols (participou de 3 Copas), uma média de 0,72 por jogo. Ronaldo atuou em 98 jogos e marcou 62, média 0,63 e Ronaldinho Gaúcho 100, deixou 35 nas redes adversárias, uma marca medíocre de 0,35. Aí vem aquele papo, Zico não ganhou nenhuma Copa. Plagiando o mestre Juca Kfouri “azar da Copa”. Messi também não ganhou e se não vencer uma Copa deixará de ser um dos três maiores craques de todos os tempos do futebol mundial? Nunca… jamais!

Parabéns Zico pelos 60, muita saúde. Pena que a Copa do Mundo não teve a honra de premiar o talento e genialidade de um grande craque.

Afinal, qual é a de Neymar: trata-se de um gênio, um perseguido por beques e apitos ou um exibido que adora humilhar os adversários?

Leia o post original por miltonneves

Craque indiscutível, Neymar empilha fãs e críticas na mesma proporção.

Apesar de conquistar números incríveis com a camisa do Santos, o “Pelézinho da Vila” ainda apronta algumas traquinagens dignas de seus vinte e poucos anos.

Mas, afinal, qual é a do Neymar?

Na partida diante do Botafogo de Ribeirão Preto, o camisa 11 deu um show.

Passe de calcanhar, embaixadinha, drible desconcertante… E gol.

Porém, a polêmica também pagou ingresso.

Parado na frente do atacante Nunes, que o marcava a distância, Neymar colocou as mãos na cintura e despertou a fúria de torcedores e do próprio rival.

O centroavante do clube paulista chegou a afirmar que “quebraria” o craque santista.

Claro que a resposta foi desnecessária e deve ser contextualizada, mas se isso tivesse acontecido Neymar seria culpado?

O que você acha do comportamento de Neymar?

Opine!

Sócrates sempre foi singular… continua sendo

Leia o post original por Mion

Nos últimos anos o álcool e a doença desgastaram demais o corpo de Sócrates

Durante a vida e agora, após a morte, Sócrates continua sendo Sócrates. É difícil um ser humano conquistar tal estágio. Cansei de ver gente após morte se tornar alguém especial. Sócrates atingiu um status superior em vida: exemplo de cidadania, democrata por excelência, craque, gênio e marcado pelo abuso do álcool.

O Doutor passou a vida inteira sob estas definições. Mesmo após a morte nada de seu perfil foi adicionado e muito menos subtraído. Ele mesmo dizia: porque me criticam por beber, que isso não é coisa de atleta, se eu nunca fui atleta.

Sócrates agiu com transparência em tudo, nunca escondeu as suas fraquezas e nem maximizou as virtudes. Tímido conquistou a notoriedade por ser carismático e firme em suas posições, sejam sociais ou políticas. Dentro de campo sobrava bola, fora dele, sobra caráter e personalidade.

Sócrates foi e sempre será Sócrates, a referência irretocável de como é viver seguro de seus valores e consciente de seus defeitos e virtudes. Dotado de uma inteligência acima da média causou inveja a muito dirigente, técnico e até político. Eles passaram e nem são lembrados. Já Sócrates será eterno na lembrança de todos os brasileiros, admiradores ou não do futebol.