Arquivo da categoria: guilherme arana

Corinthians pede paciência a credores e culpa penhoras em contas bancárias

Leia o post original por Perrone

O Corinthians pede paciência para pelo menos parte de seus credores por não conseguir honrar pagamentos e culpa recentes bloqueios judiciais em suas contas. A situação contrasta com a tentativa do alvinegro de fechar a contratação de Guilherme Arana por 8 milhões de euros (cerca de R$ 34 milhões) parceladamente.

Procurado, por meio de sua assessoria de imprensa, o clube disse que não se manifestaria sobre o assunto. Sob a condição de anonimato, um dirigente negou problemas enfrentados por bloqueio. Duas pessoas que fazem parte de empresas com dinheiro a receber do Corinthians, também pedindo para não serem identificadas, relataram que recentemente ouviram justificativas de que não receberiam por conta dos bloqueios.

Em mensagem enviada a um desses credores no último dia 26 e a qual o blog teve acesso o departamento financeiro corintiano diz estar com um problema sério de bloqueio nas contas e pede “mais alguns dias da enorme paciência de vocês”.

Na semana passada, outro credor que tentou receber alega ter sido informado por um funcionário da área financeira do Corinthians de que o pagamento não poderia ser feito por causa de um bloqueio judicial por conta de ação movida pelo técnico Adilson Batista referente ao tempo em que ele atuou pelo clube como jogador, em 2000. A explicação também foi seguida por um pedido de paciência, segundo o cobrador.

No último dia 22, contas alvinegras foram penhoradas por causa da ação de Batista, que cobra cerca de R$ 2,6 milhões na Justiça. As penhoras, no entanto, encontraram cerca de R$ 132 mil numa conta e aproximadamente R$ 16 mil em outra. Isso no momento em que o Corinthians havia feito oferta ao Sevilla para dar uma parte dos 8 milhões de euros à vista por Arana. Entre outras divergências que emperraram a negociação até aqui, os espanhóis querem garantias de que vão receber em dia.

Outra ordem de bloqueio foi feita no último dia 28 para tentar buscar os R$ 2.530.448,65 restantes. No processo, os advogados corintianos alegam que ela foi cumprida integralmente, porém, a Justiça ainda precisava confirmar o sucesso da busca.

 

 

Corinthians ainda sonha com Arana, mas negociação segue travada

Leia o post original por Perrone

Imagem: Quality Sport Images/Getty Images

Iniciada em janeiro, a novela envolvendo Guilherme Arana, Sevilla e Corinthians está travada neste momento. Mesmo assim, a diretoria do clube brasileiro ainda acredita ter chances de repatriar o lateral-esquerdo.

Segundo fonte com trânsito em todas as partes envolvidas, neste momento não há negociação. As conversas pararam na exigência espanhola de receber uma parte do parcelamento à vista.

No Corinthians o discurso é de que há possibilidade de o clube arrecadar a quantia para o sinal. Mas não se sabe quando isso pode acontecer. Por isso, a contratação é tratada como possível, mas sem previsão de data. Em tese, porém, a demora pode dificultar a negociação se o brasileiro fizer boas apresentações. Se ele não for bem, a tendência é as bases serem mantidas.

Inicialmente, o alvinegro pretendia pagar a primeira parcela em 2020. A proposta foi rechaçada pelo Sevilla. Como UOL Esporte mostrou, os dois clubes concordaram em bater o martelo por 8 milhões de euros (cerca de R$ 33,4 milhões) relativos a 90% dos direitos econômicos do lateral. Desde então, a missão corintiana é levantar quantia que os espanhóis aceitem como entrada.

 

Em fim de janela, Léo Santos atrai interesse do Atlético de Madri

Leia o post original por Perrone

O zagueiro Léo Santos, do Corinthians, chega ao último dia da atual janela de transferências na Europa, nesta quinta (31), despertando o interesse do Atlético de Madri. Apesar de o tempo ser escasso, no entorno do jogador há quem acredite que os espanhóis ainda façam uma oferta tentadora ao alvinegro para levar o beque.

No final da tarde desta quarta-feira (30), o discurso da diretoria corintiana era de que o clube não tinha sido procurado pela equipe espanhola para tratar do assunto.

Léo Santos começou a temporada pressionado por uma acirrada disputa de vaga na zaga corintiana. Além dele, Henrique, Manoel, Marllon e Pedro Henrique brigam pela titularidade.

Nesta quarta, na derrota por 2 a 0 para o Red Bull,o jovem beque foi improvisado na lateral esquerda por Fábio Carille numa tentativa do técnico de resolver os problemas do time no setor. Os dois gols do adversário saíram de jogadas pela esquerda da defesa, porém, o zagueiro tinha sido substituído por Danilo Avelar no intervalo. Enquanto esteve em campo, Léo não comprometeu a equipe.

A lateral esquerda segue sendo o ponto crítico corintiano depois de o Sevilla rejeitar proposta para vender Guilherme Arana, revelado na base alvinegra, assim como Léo Santos.

Clube pede tempo para responder ao Corinthians sobre Romarinho, diz agente

Leia o post original por Perrone

O Al-Ittihad FC, clube de Romarinho na Arábia Saudita, ainda não respondeu se aceita a oferta do Corinthians pelo atacante, segundo o empresário Eduardo Maluf. Ele faz a intermediação das tratativas.

“Eles não chegaram ao ponto de dizer se a proposta é boa ou não. Primeiro, estão analisando se há interesse em vender o jogador. O negócio está parado. Eles tem um jogo importante agora, devem responder depois, pediram um tempo”, afirmou o agente ao blog, sem saber precisar quando e com quem é o duelo.

Se a opção for por negociar o brasileiro, só a partir deste momento o clube árabe vai dizer o que pensa do valor proposto pelos alvinegros e mantido em sigilo. “É difícil um clube querer vender o Romarinho, é um jogador interessante, está bem, já recebeu várias propostas. Mas vamos ver. Estou tentando equacionar os interesses dos clubes”, declarou Maluf.

No Corinthians a demora para a resposta foi recebida com pessimismo. Na última quarta (23), Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol corintiano, classificou a contratação de Romarinho como quase impossível.

Love e Romarinho

Internamente, nas últimas horas, cresceu o otimismo no Corinthians em relação às chances de o clube contratar Vágner Love e  Guilherme Arana, que como Romarinho voltariam ao alvinegro. A esperança a respeito de Love vem da informação de que a conversa do estafe do atleta com o Besiktas, da Turquia, por uma liberação amigável evoluiu. A diretoria corintiana espera o atacante ficar livre para tentar bater o martelo com ele. O brasileiro chegou a notificar os turcos por conta de salários atrasados.

Sobre Arana, o alvinegro recebeu uma sinalização de que pode haver acordo com o Sevilla. A negociação havia se complicado após a entrada no circuito de um clube estrangeiro interessado no lateral-esquerdo.

Opinião: cinco fatores dificultam missão de Carille no Corinthians

Leia o post original por Perrone

A maior parte da torcida do Corinthians comemorou o anúncio da volta de Fábio Carille como um gigantesco reforço. Por seu currículo vencedor no alvinegro, o treinador tem praticamente o status de salvador da pátria. Porém, na opinião deste blogueiro, uma série de fatores torna a missão do técnico mais difícil em relação a seus feitos anteriores. Leia a seguir.

1 – Qualidade do elenco

Em seu retorno, Carille encontra um elenco de qualidade inferior ao que teve durante o maior tempo de sua passagem anterior pelo clube.

Do time que venceu o Palmeiras na final do Paulista de 2018, Balbuena, Sidicley, Rodriguinho e Maycon saíram e não foram substituídos no mesmo nível.

Claro que a diretoria pode trazer reforços de bom nível para a próxima temporada. O problema é a falta de dinheiro para isso.

2- Novidades

Um dos trunfos de Carille para conquistar dois estaduais e um Brasileirão foi conhecer a fundo o grupo de jogadores do clube. O domínio, inclusive das categorias de base, facilitou a remontagem da equipe para o início de 2018, por exemplo.

Neste momento, o elenco já tem nove jogadores novos em relação à última vez em que o treinador comandou o time. Hoje, esse número corresponde a mais de 25% do time.

Quase todas as caras novas são de atletas que não foram escolhidos por ele, pois o técnico já havia deixado o Corinthians quando essa leva foi contratada. Danilo Avelar é exceção. O lateral tinha sido indicado por Carille.

As primeiras contratações para 2019 (Gustavo Mosquito, Michel Macedo e André Luis) foram feitas antes de o retorno do treinador se concretizar.

3 – Base

Arana e Maycon são exemplos de como os jogadores vindos das categorias de base foram importantes na passagem anterior de Carille pelo clube.

No retorno, porém, ele deve ter dificuldades para garimpar jovens cem casa. As principais promessas dos últimos anos do popular “terrão” corintiano já foram negociadas ou estão no time principal (Pedrinho e Léo Santos).

No Parque São Jorge, quem conhece bem as categorias de base diz que a próxima safra não é animadora.

4 – Vendas

Carille corre o risco de perder jogadores antes mesmo de a próxima temporada começar. Com pouco dinheiro para contratar, o clube não deve recusar ofertas interessantes por seus atletas.

Pedrinho interessa ao Borussia Dortumund, da Alemanha. Há outros caras valorizados no grupo, principalmente Fágner e Cássio, que estiveram com a seleção brasileira na Copa da Rússia.

5 – Salário acima do teto

Indiscutivelmente, Carille é querido pela maior parte dos atletas que trabalharam com ele no clube. Porém, em tese, o fator financeiro, pode complicar a relação com alguns.

O treinador deve ganhar R$ 500 mil mensais, sem contar eventuais luvas. A quantia supera o teto salarial estipulado pela diretoria de R$ 400 mil. Jadson, por exemplo, aceitou reduzir seus ganhos para se enquadrar nessa política. A dúvida é como ele e outros profissionais que não puderam ganhar mais vão reagir ao salário superior do chefe.

Na diretoria do Corinthians a LÓGICA deixou de existir!

Leia o post original por Craque Neto

Fiquei sabendo nesta terça-feira (31) que o Corinthians acabou de acertar contrato com o jovem meia Ángelo Araos, de 21 anos, que estava jogando pela Universidad de Chile. Dizem por lá que o moleque é até bom de bola e tudo mais, só que a diretoria pagou por ele – que é uma APOSTA – pouco mais de R$ 17 milhões. Ou seja, mais do que venderam o Rodriguinho, um dos melhores do elenco e REALIDADE, que foi negociado por R$ 15 milhões. O que me faz perguntar em alto e bom som: QUAL A LÓGICA??? A mesma ‘Família Transparência’, […]

O post Na diretoria do Corinthians a LÓGICA deixou de existir! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Compare os desempenhos de Danilo Avelar e Arana

Leia o post original por Perrone

O lateral-esquerdo Danilo Avelar, de 28 anos, pretendido pelo Corinthians como opção para substituir Guilherme Arana, é pouco conhecido pelos torcedores alvinegros. As estatísticas do atleta do Torino, da Itália, emprestado ao francês Amiens. ajudam a revelar quem é o jogador desejado pelo clube paulista. Os números servem também como comparação entre ele e o ex-dono da posição no time corintiano, apesar de os jogadores disputarem competições diferentes.

Na definição do site WhoScored.com, especializado em estatísticas, Avelar é forte no jogo aéreo e nas interceptações de bola. Porém, é fraco nos passes e muito fraco em termos de concentração.

A página também descreve o brasileiro como um jogador que gosta de cruzar e de desarmar os adversários.

O perfil foi traçado com dados sobre o rendimento do lateral.

Ao avaliar Avelar como fraco nos passes, o site leva em conta o desempenho dele nesse quesito. Em dez jogos da atual edição do Campeonato Francês, ele registra índice de 70,7% de passes certos. Nesse fundamento, Avelar perde feio na comparação o desempenho de Arana no Brasileirão de 2017. O atleta vendido pelo Corinthians ao Sevilla acertou 93,3% de seus passes, de acordo com dados do site Footstats. Arana também leva vantagem sobre seu possível substituto nas assistências. Fez quatro em 32 jogos do Brasileiro. Avelar não deu nenhuma em dez partidas do Francês.

O ex-corintiano é ainda superior na quantidade de finalizações por jogo. Sua média é de 0,66 contra 0,20 de Avelar. Porém, Arana marcou dois gols no Brasileirão inteiro. Danilo já fez um em dez partidas do campeonato da França.

Num dos pontos considerados fortes do jogador que pertence ao Torino, os cruzamentos, ele também fica atrás de Arana. Sua média é de 0,5 por jogo. Já o ex-lateral corintiano terminou o

Brasileirão com média de 3,28 bolas cruzadas por partida.

Em outro fundamento considerado destaque de Avelar, as interceptações de bola, não foi possível fazer a comparação com Arana. Os dados defensivos do jogador não estavam disponíveis no WhoScored.com.

Como mostrou o blog, o estafe de Danilo espera concretizar a transferência para o Corinthians ainda nesta semana.

 

Opinião: Corinthians repete falha ao não se preparar para saída de campeões

Leia o post original por Perrone

Após as saídas de Guilherme Arana, Pablo e Jô, o Corinthians revive a situação de 2015, quando venceu o Brasileirão e sofreu para remontar a equipe. Na opinião deste blogueiro as perdas são compreensíveis. O que não dá para entender é a nova falta de planejamento da diretoria que acarreta demora para repor os desfalques.

Já pela campanha arrasadora no primeiro turno do campeonato nacional era esperada a valorização dos atletas corintianos e a dificuldade para manter parte deles. A própria política da direção alvinegra de segurar atletas na janela de transferências para Europa no meio do ano com a promessa a empresários de analisar propostas depois do campeonato indicava isso. O caso mais emblemático é o de Arana. Desde de agosto estava prevista sua saída para o Sevilla. Difícil segurar um jovem jogador nesse caso. Porém não é demais cobrar dos dirigentes que antes do fim da temporada já tivessem contratado o substituto do lateral-esquerdo.

A saída de Jô pegou a Fiel de surpresa, mas também é uma situação para a qual o clube poderia ter se preparado melhor. O Corinthians possuía 100% dos direitos econômicos do artilheiro. Ou seja, tinha um bom controle da situação. A proposta do Nagoya Grampus foi irrecusável para clube (cerca de R$ 38 milhões) e jogador. Trazer um reserva com características semelhantes às de Jô já estava nos planos. Júnior Dutra, que pode atuar como centroavante ou pelos lados do ataque foi contratado enquanto Jô ainda fazia parte do elenco, mas ele não é exatamente o que os alvinegros procuram como substituto.

Em relação a Pablo, a saída também era previsível. A negociação pela renovação do contrato do zagueiro travou faz pelo menos três meses. Era de se imaginar que ao endurecer com o empresário Fernando César, responsável pela carreira do beque, a diretoria tivesse uma carta na manga. Um substituto que fosse anunciado logo depois da oficialização do rompimento com Pablo. Mas nada aconteceu.

Ex-diretor de futebol e agora candidato à vice-presidência do clube na chapa de Paulo Garcia, Flávio Adauto diz que enquanto estava no cargo chegou a conversar sobre possíveis saídas de atletas com o técnico Fábio Carille. Ele acredita que há tempo para reconstruir um time forte desde que a base seja mantida.

Evidentemente, a situação de momento está longe de ser desesperadora. Mas o atual campeão brasileiro poderia se sentir mais confortável em relação a 2018 se tivesse olhado para erros do passado e se planejado um pouco melhor.

 

Estafe de Danilo Avelar vê vontade de lateral como trunfo do Corinthians

Leia o post original por Perrone

Com Dassler Marques, do UOL, em São Paulo

Apesar de ser uma negociação complexa, o estafe do lateral-esquerdo Danilo Avelar está otimista em relação à possível transferência do jogador para o Corinthians e vê o negócio como bem encaminhado.

O atleta está emprestado pelo Torino ao Amiens, da França, com opção de compra, até junho. Os italianos sinalizaram que topam antecipar a saída do brasileiro do time francês e fazer um empréstimo aos corintianos por uma temporada.

Segundo gente envolvida nas tratativas, porém, para a operação vingar os franceses precisam receber uma indenização. A ideia inicial é que o Corinthians banque essa compensação para o Amiens. Além disso, está sendo negociado o valor que o clube brasileiro teria que pagar para ficar com Avelar em definitivo ao final do empréstimo. No cenário considerado ideal pelos italianos, essa quantia seria maior do que a acertada com o Amiens. Os valores são mantidos em sigilo.

O jogador já demonstrou que quer atuar com a camisa alvinegra. Para o estafe dele esse é o principal trunfo para convencer franceses e italianos a cederem.

Uma das prioridades do alvinegro é repor a perda de Guilherme Arana, vendido para o Sevilla. A negociação por Juninho Capixaba, de 22 anos, com o Bahia está bem adiantada. Mas os atuais campeões brasileiros entendem que precisam de um jogador mais experiente para a posição. Avelar tem 28 anos e construiu sua carreira na Europa com passagens por Shalcke-04 (ALE) e Cagliari (ITA).

 

Esqueçam, Corinthians não trará grandes reforços!

Leia o post original por Craque Neto

O torcedor corintiano está totalmente perdido e sem entender por é que ‘cargas d’água’ o time foi campeão do Brasileirão, ganhou uma baita grana de premiação e não contrata NINGUÉM de expressão para a próxima temporada? Simples a resposta. NÃO TEM GRANA! Isso mesmo! Tudo que entra abate os milhões – juntando o estádio chega a bilhões – e não sobre nada para reforçar o elenco. O único que chegou oficialmente foi o atacante Junior Dutra, rebaixado com o Avaí. É brincadeira? O Sr. Roberto juntamente com a diretoria tentaram o colombiano Tréllez, que era menos pior e escapou por […]

O post Esqueçam, Corinthians não trará grandes reforços! apareceu primeiro em Craque Neto 10.