Arquivo da categoria: henrique

Que curiosa relação existe ali, hein?

Leia o post original por Craque Neto 10

Acho que vou morrer e ainda assim não vou ver de tudo nesse futebol. Tem coisas que por serem aparentemente irrelevantes passam desapercebidos aos olhos da maioria das pessoas. Mas na verdade tem uma tremenda importância para outras. Veja o curioso caso de relacionamento recente entre Corinthians e Fluminense. No meio do ano passado a diretoria do Sr. Andrés Sanchez anunciou a contratação do volante Douglas. Oficialmente o Timão teria pago ao Flu quase R$ 5 milhões por esse rapaz. Não deu nem seis meses e ele foi emprestado de graça ao Bahia. De graça não! Deve ter parte dos […]

Festa na Gaviões em meio à ‘maratona’? Corinthians diz que só durou 1 hora

Leia o post original por Perrone

Em meio a uma “maratona” de jogos fora de casa, parte dos jogadores do Corinthians participou na última sexta (27) de uma festa na quadra da Gaviões da Fiel para comemorar o bicampeonato paulista. A presença foi autorizada pela diretoria, que viabilizou a exibição do troféu conquistado na final com o Palmeiras no local.

Já na manhã deste sábado, os atletas treinaram para depois embarcarem a Belo Horizonte. Na capital mineira, neste domingo, a equipe enfrenta o Atlético-MG  tentando manter seu aproveitamento de 100% no Brasileiro.

O desgaste provocado por viagens e jogos pode fazer Fábio Carille, que também esteve no evento, poupar titulares. Antes do Galo, o alvinegro paulista atuou como visitante diante de Independiente, na Argentina, Paraná Clube, em Curitiba, e Vitória, em Salvador. Os duelos aconteceram entre os dias 18 e 25 de abril.

Cássio, Romero, Balbuena, Henrique, Gabriel,  Sheik, Kazim e Pedro Henrique estão entre os corintianos que participaram do festejo.

Indagada sobre a participação de jogadores na festa da Gaviões num momento de desgaste provocado por seguidos deslocamentos e jogos, a assessoria de imprensa do Corinthians afirmou que eles ficaram pouco tempo na comemoração.

“A torcida em questão fez uma recepção para os bicampeões paulistas e alguns membros do clube permaneceram no local durante uma hora. A programação de treinos e viagem não foi alterada”, respondeu o departamento de comunicação corintiano.

Eu AVISEI hein? Sem o patrocinador o TIME iria QUEBRAR!

Leia o post original por Craque Neto

O Fluminense divulgou nota nesta quinta-feira (28) que para aliviar a folha salarial do clube dispensará oito jogadores. Entre eles estão nomes importantes do atual futebol brasileiro, como o goleiro Diego Cavalieri e o zagueiro Henrique, que fez parte da Seleção Brasileira na última Copa do Mundo. Além deles estão na lista de negociação de saída Arthur, Higor Leite, Maranhão, Marquinho, Roberto e o lateral Wellington Silva. Sabe o que é o mais engraçado? Quando a Unimed, patrocinadora que ficou por muitos anos nas Laranjeiras, gastava rios de dinheiro em reforços – bancando uma fortuna para jogadores pontuais – fui […]

O post Eu AVISEI hein? Sem o patrocinador o TIME iria QUEBRAR! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Cruzeiro, goleada para ganhar fôlego

Leia o post original por Antero Greco

Placar de 4 a 0 a favor é para comemorar sempre. Quando a fase anda esquisita, uma vitória dessas grita e tem valor aumentado. Pois que o Cruzeiro escute o significado do resultado obtido diante da Ponte Preta, na noite desta quarta-feira, e inicie reação pra valer no Brasileiro.  No momento, saiu da zona de descenso e subiu alguns degraus.

Talvez tenha sido uma das melhores apresentações sob o comando de Paulo Bento. O Cruzeiro foi para Campinas consciente de que não poderia falhar, sob risco de enfrentar turbilhão e pressão tremendos. E cumpriu à risca o roteiro que traçou. Que consistiu, basicamente, e impedir que os donos da casa tivessem liberdade, impusessem o ritmo, criassem. O Cruzeiro marcou, bem e forte. Além disso, foi eficiente nas roubadas de bola e sobretudo nos arremates.

Aproveitou como nunca as chances que apareceram. Não foi por acaso que praticamente definiu a vantagem final ainda no primeiro tempo, com os gols de Henrique aos 9 minutos e De Arrascaeta aos 20. O próprio De Arrascaeta ampliou a diferença, aos 3 do segundo tempo, em cobrança de pênalti. Alisson, de pênalti muito estranho, fechou a conta aos 34.

O Cruzeiro explorou os lados, inverteu jogadas com habilidade, trocou passes. Não parecia a equipe acuada das últimas rodadas. Contou com uma pitada de sorte com os dois gols em menos de 25 minutos de jogo. Dessa maneira, desmontou a Ponte, empurrou um caminhão de responsabilidade para cima dela, e ficou à vontade.

Num campeonato tão equilibrado como este, pode até sonhar em avançar muito, se mantiver a toada e ganhar mais duas ou três em seguida. Parece doideira, porém é verdade. E a Ponte perambula pelo meio da classificação, com tendência de baixa.

 

Um CT é mais urgente

Leia o post original por Rica Perrone

Henrique, Diego Souza e provavelmente Wellington Nem.  Enquanto todo mundo vende o time, o Fluminense se reforça e monta um time de 30 anos pronto pra disputar títulos. Talvez eles venham, talvez não. O que me parece relevante é a discussão do que quer o torcedor do Flu. Se é que ele sabe… Porque se …

Palmeiras e Santos só pensam naquilo

Leia o post original por Quartarollo

Palmeiras e Santos já se despediram do Campeonato Brasileiro. Jogaram com reservas neste domingo dando chances aos adversários que estavam precisando do resultado por causa do rebaixamento.

Ambos só pensam naquilo. Só pensam nela, a Copa do Brasil, a taça que vale um passaporte para a Libertadores-2016.

O Palmeiras conseguiu se despedir da Arena Palestra Itália, no Brasileiro, com uma derrota por 2 x 0 para o fraco Coritiba.

Entrou apenas com Lucas que é titular e porque está fora do jogo de quarta-feira contra o Santos pela expulsão na Vila Belmiro.

Os demais eram reservas autênticos e jogaram como autênticos jogadores do time B.

Disso se aproveitou o Coritiba para fazer dois gols com Juan, aquele mesmo que foi lateral do Flamengo e São Paulo, e Henrique Almeida, aquele mesmo que foi dispensado do São Paulo depois de aparecer bem nas equipes de base do Brasil.

Marcelo Oliveira admitiu que o time fez menos do que podia no Brasileiro e agora só resta a Copa do Brasil para amainar as críticas.

A equipe perdeu 15 jogos com o de hoje. É muita coisa num Campeonato só.

O Santos foi no inundado e superado estádio de São Januário e conseguiu perder para o Vasco da Gama por 1 x 0, gol do ex-santista e palmeirense, Nenê, que se não jogasse em um time tão ruim estaria na seleção do Campeonato com folga.

Dorival Júnior não teve vergonha nenhuma em deixar todo o time titular de fora. Largou de vez o Brasileiro embora com uma vitória pudesse ainda matematicamente brigar com o São Paulo pelo G-4.

Talvez o treinador soubesse que fora de casa nem mesmo com os titulares tem conseguido vencer. Então os reservas só repetiram o ritual da equipe principal.

Palmeiras e Santos jogaram a toalha no Brasileiro. Mas um deles vai sobrar e não chegará à Libertadores-2016. E daí? Como isso será analisado?

Se for o Palmeiras dizem até que Marcelo corre risco de não continuar. Na Vila, Dorival está mais tranquilo, mas já começaria 2016 sob pressão.

Enquanto o Coritiba fugia da zona do rebaixamento aqui em São Paulo, embora ainda corra risco, o Vasco continua sonhando em sair lá de baixo e não cair pela terceira vez para a segunda divisão.

Culpa de quem? Culpa do Santos que deu a vitória de mão beijada para o time do Eurico Miranda.

Aliás, para começar, não era nem para ter jogo. Túneis inundados, gramado impraticável e a falta de coragem de Leandro Pedro Vuaden para adiar o encontro.

Justamente Vuaden que no começo da carreira era muito mais corajoso.

Mas parece que nada disso vai adiantar para o Vasco. O seu caminho para a segunda divisão já está asfaltado.

Ele tem que vencer o Coritiba, domingo próximo, em Curitiba, e ainda torcer contra Figueirense e Avaí para escapar da Série B.

Mesmo que vença não conseguiria ultrapassar o Coritiba. O seu saldo negativo é de menos 26. Teria que vencer por uma quantidade absurda de gols. Cairia mesmo com uma vitória.

Ao Coritiba resta empatar o jogo com o Vasco que estará salvo. Se perder terá que torcer contra Figueirense ou Avaí, um dos dois não poderia ganhar.

O Avaí tem 41 pontos e poderia ultrapassar o Coritiba, mas terá que vencer o Corinthians, em Itaquera.

O Figueirense mesmo vencendo o Fluminense, em Florianópolis, ainda teria que tirar o saldo de gols que nesse momento é negativo com menos 15, enquanto que o saldo negativo do Coritiba é de menos 11.

Tem ainda o Goiás com 38 pontos praticamente na Série B. Domingo recebe o São Paulo, no Serra Dourada, em Goiânia, e precisa vencer e ao mesmo tempo torcer contra Vasco, Figueirense e Avaí.

Se vencer vai a 41 pontos e como tem um saldo negativo de 9 gols, ou seja, menos que os outros concorrentes, se terminar empatado em pontos com o mesmo número de vitórias, escaparia no quesito desempate.

Mas se o Avaí empatar com o Corinthians, o Goiás cairá de qualquer maneira. O Avaí já tem 41 pontos ganhos e é o primeiro fora da zona do rebaixamento e não seria mais alcançado pelo Goiás que só chegaria a esses mesmos 41 pontos.

 

Trocando o certo pelo duvidoso???

Leia o post original por Neto

Bom negócio? Diretoria vai trocar o vice-artilheiro Henrique por Leandro, ex-Chapecoense

Bom negócio? Diretoria prefere Leandro, ex-Chapecoense, que o vice-artilheiro Henrique

Não compreendo a incrível má vontade de boa parte da torcida do Palmeiras com o atacante Henrique. Ele se sagrou vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro com 16 gols e foi decisivo quando mais o time precisou. Ou alguém esquece quem pegou a bola pra cobrar o pênalti contra o Atlético/PR na última rodada? Pois ainda assim quase todo mundo acha ele grosso e que deveria sair do Verdão. Engraçado que o motivo para tal dispensa seriam os R$ 6 milhões pedidos pelos seus direitos econômicos. Segundo o presidente Paulo Nobre, muita grana à ser investida em um atleta de nível razoável.

O curioso é que por pouco menos (R$ 5 milhões) o cartola está gastando para contratar o centroavante Leandro, ex-Chapecoense. Pelo time catarinense o jogador marcou 10 gols e ainda não atuou por uma equipe grande na carreira. Ambos tem idade similares (Henrique 25 e Leandro 23) e ambos defenderam a Portuguesa no Paulistão, sendo que Henrique fez mais gols, sendo vice-artilheiro no Estadual.

Não sou advogado do Henrique, nem estou ganhando um real dele para defendê-lo. Mas está ficando claro pra mim que a diretoria está trocando o certo pelo duvidoso. Os dois são jogadores de nível razoável, parecidos, só que o centroavante que terminou a temporada é uma realidade concreta. Está incorporado ao elenco e vem dando certo. Mesmo que tecnicamente ele irrite o torcedor, o cara balança as redes dos adversários. Isso tudo está comprovado, não tem implicância da minha parte.

A não ser que role outras coisas que fica bem difícil comprovar…. certo?

COMPROVADO: Um santista também livrou o Palmeiras e não foi Thiago Ribeiro

Leia o post original por Kako Ferreira

palmeiras santos
(por motivos óbvios essa imagem está em branco e preto)

Estava mesmo escrito que o Santos salvaria o Palmeiras do rebaixamento, não somente pelo gol de Thiago Ribeiro contra o Vitória da Bahia.
Lembre-se que o Palmeiras empatava com o Bahia da Bahia, feito de um santista de verdade, de arquibancada como ele mesmo já afirmou.

Comprove assistindo e ouvindo o que ele diz, nesse vídeo da SantosTV:

De nada, Palmeiras!

Isso não é Palmeiras

Leia o post original por Rica Perrone

Não sei bem por onde começar o texto. Menos ainda por onde passar e onde terminá-lo. É uma vontade tremenda de dizer aos palmeirenses que tudo acabou bem, que deu tudo “certo” e que em 2015 o clube poderá tentar sua retomada ainda na série A. Mas é inaceitável que esse não rebaixamento seja uma […]

Desmanche no Verdão?

Leia o post original por Neto

Lateral Juninho tem proposta para jogar no Fluminense em 2015

Lateral Juninho teria proposta para jogar no Fluminense em 2015

Faltando praticamente um mês para o final da temporada o Palmeiras vive um dilema. Cinco dos principais jogadores do elenco têm seus vínculos com o clube vencendo no final de 2015. São eles o lateral Juninho, os volantes Wesley e Marcelo Oliveira, além de Valdívia e do artilheiro Henrique. Com exceção do chileno, a direção ainda não se pronunciou sobre a renovação dos demais. Só se sabe que o Juninho tem proposta do Fluminense. Wesley já teria assinado até pré-contrato com o arquirrival São Paulo. Autor de 15 gols, o camisa 19 do Verdão também tem futuro incerto. Por alguma razão desconhecida o presidente Paulo Nobre ainda não pagou os R$ 2 milhões pedidos pelo Mirassol (detentor dos direitos do atleta). Convenhamos, preço de banana para o mundo do futebol.

Não sei se o silêncio está acontecendo por causa do período eleitoral que o Verdão está vivendo. Mas como é praticamente certa a reeleição de Nobre não vejo sentido para tamanho mistério. Ainda mais porque o técnico Dorival Junior precisa traçar o planejamento para a próxima temporada. A parceria da AEG e a WTorre deverá trazer bons reforços ao time. Mas ainda acho fundamental a manutenção da espinha dorsal da equipe. E esses nomes fazem parte disso. Quer dizer, teoricamente.

Dessa vez Nobre precisa acertar em suas decisões pra não correr o risco de repetir equívocos do passado. Atitudes polêmicas que tiraram do Palmeiras grandes jogadores como Barcos, Henrique e Alan Kardec. Agora vai?