Arquivo da categoria: John Isner

Djokovic vence a segunda e busca sétimo Finals

Leia o post original por Fernando Sampaio

Novak Djokovic conquistou nesta quarta-feira (14/11) a segunda vitória no Grupo Guga Kuerten do ATP Finals, superando o alemão Alexander Zverev por 6-4 e 6-1. O número 1 do mundo, que tenta levantar o sexto troféu no final da temporada, conquistou 75 por cento dos pontos no primeiro saque e salvou os dois pontos de quebra que enfrentou para conquistar a vitória aos 76 minutos.

Depois das vitórias contra Isner e Zverev, Djokovic irá se classificar para as semifinais pela oitava vez se John Isner derrotar Marin Cilic na noite desta quarta-feira. O jogador de 30 anos também vai se classificar para os quatro últimos se Cilic bater Isner em três sets.

“Eu pensei que joguei bem do meio do segundo set”, disse Djokovic. “Eu comecei a balançar a bola. Eu não tenho servido tão bem. Ele obviamente fez muitos erros não-forçados que me permitiram ganhar mais do que o esperado.”

Ronaldo curte vitória de Djokovic

Leia o post original por Fernando Sampaio

Cristiano Ronaldo teve um belo domingo, marcou seu primeiro gol no famoso San Siro para a Juventus contra o Milan. Ontem, o português saiu de Milão e foi até Londres para curtir a estreia vitoriosa de Novak Djokovic contra John Isner por 6/4 3e 6/3. “Eu tinha as cores do clube dele em minha roupa hoje à noite”, brincou Djokovic, que usava preto e branco. “Tenho certeza que ele ficou feliz em ver isso.”
Não é a primeira vez que Ronaldo assiste Djokovic ou a qualquer profissional de tênis em pessoa. No ano passado, o jogador de futebol estava presente quando Rafael Nadal derrotou Djokovic nas semifinais do Mutua Madrid Open. “É ótimo ter uma grande estrela do futebol, uma estrela do esporte como ele, uma quadra assistindo ao tênis. Ele costumava vir e assistir muito em Madri. Rafa, claro, Roger, eu mesmo. Ele é fã de tênis. É realmente muito bom ”, disse Djokovic. “Ele é uma das maiores estrelas do esporte na última década. É ótimo para o nosso esporte tê-lo aqui. Eu vi que ele estava lá com sua família. Não tive a chance de vê-lo após o jogo, mas espero ter essa chance talvez no final desta semana. ”
Djokovic voltará em ação nesta quarta-feira (14), quando enfrenta Alexander Zverev. O alemão derrotou na estreia o croata Marin Cilic, no primeiro jogo do Grupo Guga Kuerten.

Europa leva o bi na Laver Cup

Leia o post original por Fernando Sampaio

A Laver Cup foi novamente um sucesso. Na primeira edição, realizada em Praga, deu Europa 15-9. Este ano os europeus levaram o bi em Chicago: 13-8.  No último dia do torneio de exibição o suíço Roger Federer e o alemão Alexander Zverev perderam nas duplas para os norte-americanos John Isner e Jack Sock, Federer venceu Isner por 6-7 (5-7) 7-6 (10-8) 10-7 e Zverev venceu o sul-africano Kevin Anderson por 6-7 (3-7), 7-5 e 10-7.
A equipe europeia foi liderada pela sueco Bjorn Borg que após a vitória declarou: “Foi uma semana inacreditável. Estou muito orgulhoso do meu time – sabíamos que seria muito difícil vencer o Team World”. A competição no próximo ano será em Genebra, de 20 a 22 de setembro.

Del Potro volta a semifinal do US Open

Leia o post original por Fernando Sampaio

Juan Martin Del Potro venceu uma verdadeira batalha de 3h30, sob forte calor, para chegar na semifinal do US Open. O argentino bateu o norte-americano John Isner de virada, parciais 6/7 (5-7), 6/3, 7/6 (7-4) e 6/2.

Esta é a sexta semifinal de Grand Slam na carreira de Del Potro, sendo a terceira em Nova York, onde foi campeão em 2009. Em busca de sua segunda final de Grand Slam, Del Potro enfrentará o vencedor da partida entre Rafael Nadal e Dominic Thiem. O histórico contra Nadal, número 1 do mundo, é desfavorável com apenas cinco vitórias em dezesseis confrontos. Já diante do austríaco de 25 anos e nono colocado, o argentino venceu os quatro duelos anteriores.

Del Potro volta a semifinal do US Open

Leia o post original por Fernando Sampaio

Juan Martin Del Potro venceu uma verdadeira batalha de 3h30, sob forte calor, para chegar na semifinal do US Open. O argentino bateu o norte-americano John Isner de virada, parciais 6/7 (5-7), 6/3, 7/6 (7-4) e 6/2.

Esta é a sexta semifinal de Grand Slam na carreira de Del Potro, sendo a terceira em Nova York, onde foi campeão em 2009. Em busca de sua segunda final de Grand Slam, Del Potro enfrentará o vencedor da partida entre Rafael Nadal e Dominic Thiem. O histórico contra Nadal, número 1 do mundo, é desfavorável com apenas cinco vitórias em dezesseis confrontos. Já diante do austríaco de 25 anos e nono colocado, o argentino venceu os quatro duelos anteriores.

Nadal e Serena serão destaques na abertura do US Open

Leia o post original por Fernando Sampaio

Rafael Nadal, campeão em 2017, e Serena Williams, seis vezes campeã do Aberto dos Estados Unidos, serão os destaques da noite de abertura do Estádio Arthur Ashe, o principal estádio do US Open. As duas estrelas, que possuem juntos 40 títulos de Grand Slam, começarão nesta segunda-feira 27 de agosto suas respectivas buscas pelo título masculino e feminino. Serena estreia contra a polonesa Magda Linette, número 60 do ranking WTA e Nadal enfrenta o compatriota David Ferrer, atualmente número 148 na ATP. 

Pela primeira vez, o novo Estádio Louis Armstrong receberá também uma programação de jogos noturnos. Victoria Azarenka e Juan Martin. del Potro serão as estrelas da noite de estreia no Armstrong. Azarenka enfrenta Viktoria Kuzmova da Eslováquia e Del Potro encara o norte-americano Donald Young.

Além deles, outras estrelas estarão em ação nesta segunda-feira: os ex-campeões do US Open Sloane Stephens, Venus Williams, Andy Murray, Stan Wawrinka e Svetlana Kuznetsova, além de Simona Halep, número 1 do mundo, Kevin Anderson, Garbiñe Muguruza e grandes americanos como John Isner, Sam Querrey e Jack Sock.

Anderson x Isner, maratona histórica em Wimbledon

Leia o post original por Fernando Sampaio

Kevin Anderson bateu John Isner na mais longa semifinal de Grand Slam da história. O jogo durou 6h36 e só acabou depois 50 games no 5º set, com placar final de 7/6 (8-6), 6/7 (5-7), 6/7 (9-11), 6/4 e 26/24. Inacreditável. E os dois já haviam salvado match point na competição em situação dramática – Anderson contra Federer  Isner contra Rubens Bemelmans. ambos perdendo de 2 sets a 0.

Não deve ser sido fácil para John Isner. O norte-americano já havia feito uma partida épica em Wimbledon. Em 2010, na primeira rodada, o jogo contra o francês Nicolas Mahut durou de 11 horas e 5 minutos e terminou 70×68 no 5º set. Aos 33 anos de idade, Isner teve a chance de chegar na sua primeira final de Grand Slam.

Já Anderson saiu emocionado e comemorou a sua segunda final de Grand Slam na carreira. O finalista do U.S.Open em 2017 enfrentará neste domingo o vencedor de Djokovic x Nadal.

Del Potro fecha as quartas de final

Leia o post original por Fernando Sampaio

Faltava Del Potro x Simon para definir as quartas de final do masculino em Wimbledon. O argentino terminou a partida interrompida ontem e confirmou a vitória por 3×1. Parciais 7/6, 7/6, 5/7 e 7/6.

Na parte de cima da tabela: Roger Federer x Kevin Anderson e John Isner x Milos Raonic.

Na parte de baixo da tabela: Novak Djokovic x Kei Nishikori e Rafael Nadal x Juan Martin Del Potro.

Sensacional.

 

 

Del Potro fecha as quartas de final

Leia o post original por Fernando Sampaio

Faltava Del Potro x Simon para definir as quartas de final do masculino em Wimbledon. O argentino terminou a partida interrompida ontem e confirmou a vitória por 3×1. Parciais 7/6, 7/6, 5/7 e 7/6.

Na parte de cima da tabela: Roger Federer x Kevin Anderson e John Isner x Milos Raonic.

Na parte de baixo da tabela: Novak Djokovic x Kei Nishikori e Rafael Nadal x Juan Martin Del Potro.

Sensacional.