Arquivo da categoria: Jorge Sampaoli

É o salário atrasar pra maionese azedar!

Leia o post original por Craque Neto

Uma notícia que repercutiu na manhã desta segunda-feira foi o atraso de salários por parte da diretoria do Santos. Isso mesmo! Após o treino na Baixada a boleirada comentou sobre o fato que há algum tempo não acontecia por lá. Coincidência ou não o Peixe, que vinha fazendo a melhor campanha da classificação geral do Paulistão, perdeu para o Novorizontino na frente de sua torcida do Pacaembu. Aí não é nem tirar o mérito do time do interior, que vem de fato fazendo uma ótima campanha no grupo ‘B’ do Estadual (onde é vice-líder), mas é analisar o fraco futebol […]

O post É o salário atrasar pra maionese azedar! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

No Santos, Sampaoli escapa ileso de vexame diante do Ituano

Leia o post original por Perrone

Praticamente nada mudou na avaliação da diretoria do Santos sobre Jorge Sampaoli com a humilhante derrota por 5 a 1 para o Ituano, em Itu, no último domingo (3), pelo Campeonato Paulista. A análise é de que o treinador e os jogadores cometeram falhas, mas é cedo para crucificar o técnico.

O principal argumento é o de que o argentino ainda não tem o elenco fechado. Faltam reforços e isso precisa ser levado em consideração. Uma das prioridades é trazer um meio-campista. O clube tenta a contratação do peruano Cueva.

Há o entendimento na Vila Belmiro de que assim como é cedo para endeusar o argentino, seria precipitado massacrá-lo por conta da vexatória derrota no interior. Até parte da oposição, naturalmente mais feroz, compartilha essa ideia.

Opositores, porém, criticam a direção por lentidão nas contratações, queixa que Sampaoli também chegou a fazer. Por sua vez, os dirigentes argumentam que as dificuldades financeiras enfrentadas pelo clube tornam as negociações mais complexas. Alegam que até clubes com mais recursos enfrentam problemas para contratar.

Pesa a favor de Sampaoli o fato de a torcida estar a seu lado. A queda em Itu foi a primeira derrota do Santos sob o comando do argentino. Até então, a equipe havia vencido suas quatro partidas na competição e empatado um amistoso com o Corinthians.

 

No Santos, Sampaoli escapa ileso de vexame diante do Ituano

Leia o post original por Perrone

Praticamente nada mudou na avaliação da diretoria do Santos sobre Jorge Sampaoli com a humilhante derrota por 5 a 1 para o Ituano, em Itu, no último domingo (3), pelo Campeonato Paulista. A análise é de que o treinador e os jogadores cometeram falhas, mas é cedo para crucificar o técnico.

O principal argumento é o de que o argentino ainda não tem o elenco fechado. Faltam reforços e isso precisa ser levado em consideração. Uma das prioridades é trazer um meio-campista. O clube tenta a contratação do peruano Cueva.

Há o entendimento na Vila Belmiro de que assim como é cedo para endeusar o argentino, seria precipitado massacrá-lo por conta da vexatória derrota no interior. Até parte da oposição, naturalmente mais feroz, compartilha essa ideia.

Opositores, porém, criticam a direção por lentidão nas contratações, queixa que Sampaoli também chegou a fazer. Por sua vez, os dirigentes argumentam que as dificuldades financeiras enfrentadas pelo clube tornam as negociações mais complexas. Alegam que até clubes com mais recursos enfrentam problemas para contratar.

Pesa a favor de Sampaoli o fato de a torcida estar a seu lado. A queda em Itu foi a primeira derrota do Santos sob o comando do argentino. Até então, a equipe havia vencido suas quatro partidas na competição e empatado um amistoso com o Corinthians.

 

Argentino vai dar certo na Vila?

Leia o post original por Craque Neto

Mesmo com um desencontro de informações, a diretoria do Santos praticamente garantiu que o argentino Jorge Sampaoli será o novo técnico do clube para a próxima temporada. Ele chega para substituir o Cuca, que deixou a Vila no fim do Brasileirão. Mas a dúvida que fica é: será que finalmente iremos ver um treinador gringo dar certo em terras brasileiras? Sinceramente não acredito. Com exceção feita ao trabalho realizado na Seleção do Chile, onde ele deu sorte de pegar nas mãos a melhor geração da história do País, o restante da carreira como técnico foi bem meia boca. Aliás, as […]

O post Argentino vai dar certo na Vila? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Tranquilizado por Tite, Ganso descarta pedir para sair do Sevilla agora

Leia o post original por Perrone

Sem ser aproveitado no Sevilla, Paulo Henrique Ganso tem recebido constantes sondagens de clubes brasileiros. Santos e Grêmio estão entre os que já manifestaram interesse em repatriar o jogador. Porém, o meia e seu estafe não têm planos para pedir uma transferência agora em busca de mais visibilidade.

A recente conversa com Tite, que esteve na Espanha e disse entender o período de adaptação dele ao futebol espanhol, acalmou o atleta em relação às suas chances de disputar a Copa da Rússia. Por isso, encontrar um time para ser titular agora não é visto como algo fundamental em busca da vaga no Mundial do ano que vem.

A ideia é que o empresário do atleta, Giuseppe Dioguardi, só converse com a diretoria do Sevilla sobre o futuro do jogador após ao final desta temporada. A partir daí, se não houver a perspectiva de ele ser aproveitado, será sugerida a negociação com outro clube europeu para que Ganso jogue com frequência e conquiste seu espaço na seleção. Voltar ao Brasil no segundo semestre também não faz parte da estratégia. Seria um retrocesso. Além disso, a negociação com um clube brasileiro é vista como muito difícil por questões financeiras.

No momento, Ganso está convencido de que deve treinar sem reclamar, pois o time está bem, briga pelo título Espanhol e não há como criticar o técnico Jorge Sampaoli por sua ausência.

O que acontece com o Ganso?

Leia o post original por Craque Neto

Sempre exaltei o Paulo Henrique Ganso como um dos últimos grandes meias armadores do futebol brasileiro. Desses personagens raros que pensam o jogo e dão o toque de qualidade na partida. A bola que esse rapaz jogou no início da carreira no Santos é impressionante. Tanto é que muita gente colocava o Neymar como coadjuvante dele naquela dupla sensacional. Agora o que vem acontecendo com ele no Sevilla é de chamar a atenção. O técnico Jorge Sampaoli, que foi inclusive quem o indicou ao clube espanhol, só o critica e não tem lhe dado oportunidades. Segundo o comandante argentino o […]

O post O que acontece com o Ganso? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Pizzi, outro técnico argentino em alta

Leia o post original por Antero Greco

Os técnicos argentinos continuam cheios  de moral.

O mais novo nessa constelação é Juan Antonio Pizzi, o Lagarto, apelido dos tempos de jogador de futebol.

Pois o Lagarto, aos 48 anos, anda exibindo sorriso enorme pelos campos norte-americanos, neste centenário da Copa América. Por causa da campanha do Chile, seleção sob o comando dele, que passou pela Colômbia e vai à decisão diante da Argentina de Messi & Cia., domingo, em Nova Jersey.

“… Uma Roja indestrutível. A máquina ruge. Esta seleção, a chilena, parece um bólido perfeito…” , sentenciou na primeira página o jornal El Mercurio, após os 2 a 0 marcados logo no início do jogo da noite de quarta-feira, posteriormente paralisado por duas horas e meia, em virtude de uma trovoada que caiu sobre Chicago.

Quando Pizzi foi confirmado como substituto de Jorge Sampaoli, em janeiro, muita gente ficou desconfiada. Afinal, Sampaoli tinha desempenho brilhante com a equipe vermelha e até se chegou a falar dele na seleção brasileira.

E o Lagarto, quem era?

Esclarecimentos são necessários: embora ainda jovem, e com a carreira de técnico no início, tinha uma história de artilheiro, que passava pela Argentina e pela Espanha, com títulos pelo Barcelona, de 1996 a 98, época em que jogou ao lado de Rivaldo. Também naturalizado espanhol, jogou pela “Fúria” o Mundial da França, em 1998, com direito a um gol marcado.

Sendo assim, era alguém de nome, com títulos já como técnico pela Universidade Católica do Chile e pelo San Lorenzo, da Argentina.

Uma tentativa ousada dos dirigentes chilenos, que foram buscá-lo no Leon, do México, no começo do ano. Chegou e já ficou com moral.

A participação chilena na Copa América diz tudo. Como escreveu o jornalista Enzo Garrido, de El Mercurio: “A Roja está outra vez onde lhe agrada: a uma partida da eternidade.”

Que venham os argentinos!

(Com participação de Roberto Salim.)

CBF procura Sampaoli, mas só para ouvir sugestões

Leia o post original por Perrone

A CBF quer ouvir sugestões de pelo menos um treinador rival da seleção brasileira: Jorge Sampaoli, técnico do Chile. O argentino recebeu um convite de Gilmar Rinaldi para conversar com a comissão técnica comandada por Dunga. No primeiro telefonema dado pelo coordenador de seleções da CBF, Sampaoli não respondeu se aceita o convite.

O argentino tem dúvidas se Dunga reagiu bem à ideia. Porém, o técnico brasileiro está em sintonia com Gilmar no projeto de reunir técnicos estrangeiros para discutir o futebol nacional.

A meta do coordenador era juntar vários treinadores de outras nacionalidades de uma só vez, mas ele encontra dificuldades por conta da agenda de cada um. Assim, pode realizar encontros individuais.

O blog procurou Gilmar para falar sobre o assunto, no entanto, seu celular foi atendido pela assessoria de imprensa da CBF que declarou que informações só serão divulgadas por meio do site da entidade.

Campeão da Copa América, Sampaoli se transformou num dos estrangeiros mais desejados pelos times brasileiros desde o ano passado.

O São Paulo foi clube que mais se aprofundou nas negociações. Após a saída de Muricy Ramalho, Carlos Miguel Aidar, acompanhado do empresário e ex-volante Bernardo Silva, que tem bom relacionamento com o argentino, mas não é agente dele, teve uma longa conversa com treinador.

Durante a Copa América, foi a vez de Modesto Roma Júnior, presidente do Santos, tentar a contratação em vão.

Por sua vez, apesar de querer ouvir Sampaoli e outros estrangeiros, a CBF mantém a postura de rejeitar técnicos de fora do país no comando da seleção. E assegura que Dunga segue firme no cargo.

 

Santos sonhou com Sampaoli. Agora mira Alexandre Gallo

Leia o post original por Perrone

A diretoria do Santos, inquilino da zona de rebaixamento do Brasileirão, concluiu que não pode mais manter Marcelo Fernandes como treinador do time. Acredita, após a derrota por 3 a 1 para o Grêmio, no domingo, que ele está desgastado e tem até dúvidas sobre se o técnico quer continuar no posto. Assim, a palavra de ordem é tentar definir um substituto já no início desta semana.

A busca é por um treinador experiente. O sonho era o argentino Jorge Sampaoli, mas a realidade mais próxima é Alexandre Gallo.

O blog apurou que Modesto Roma, presidente do Santos e que assistiu à final da Copa América como convidado da Ambev, ouviu de uma pessoa próxima ao treinador do Chile que o campeão da competição não pretende conversar com nenhum clube agora. E que ele considera difícil conciliar as Eliminatórias da Copa de 2018 com o trabalho num clube, já que não pretende deixar a seleção chilena. O Santos até aceitaria dividir o profissional.

Assim, a cúpula santista voltou suas atenções para o mercado interno e viu poucas opções. Mano Menezes, desempregado, não agrada ao presidente. Oswaldo de Oliveira, que chegou a ter um acerto adiantado com Modesto mas foi vetado pelo Comitê de Gestão do Santos, está descartado. Isso mesmo após dois cartolas que barraram o treinador terem sido afastados.

Nesse cenário, Alexandre Gallo, ex-coordenador das categorias de base da CBF, passou a ser desejado. A seu favor pesa o fato de conhecer o clube do qual foi jogador e treinador, além de ter experiência no trabalho com jovens atletas.

Modesto chega do Chile nesta segunda e marcou para o final da tarde uma reunião, que terá a participação do ex-jogador e consultor de futebol Clodoaldo, para discutir a troca de treinador.

 

Chile de Vidal em festa e Messi de novo é vice com a Argentina

Leia o post original por Quartarollo

Foi uma longa espera. Valeu à pena. Chile pela primeira vez na história campeão da Copa América depois de empate no tempo regulamentar e na prorrogação, 0 x 0, com a Argentina.

Na decisão por pênaltis os chilenos converteram com categoria e só Messi deixou sua marca pela Argentina. Higuain e Banega perderam.

Chile fez 4 x 1 com direito a cavadinha de Sanchez para completar a série e iniciar a festa no estádio Nacional.

Vidal foi o grande jogador do time superando Aránguiz, o próprio Sanchez, o goleiro Bravo e Valdívia.

O quase ex-palmeirense saiu de campo substituído por Mathias Fernandez e esbravejou contra o técnico Sampaoli.

Esta foi a última imagem de Valdívia na Copa América. A outra foi na comemoração com filho no colo e mais calmo um pouquinho.

Na Argentina, que sem dúvida tem jogadores mais qualificados que o Chile, muita coisa não deu certo. O time completou 22 anos sem conquistar a Copa América.

Di Maria fazia boa partida até sentir contusão muscular no meio do primeiro tempo. Ele saiu para dar lugar ao tosco Lavezzi e a Argentina perdeu a força de ataque.

Messi até tentou incomodar no primeiro tempo, mas depois sumiu do jogo.

Só reapareceu no último minuto armando um belo ataque que Lavezzi não concluiu e errou ao tentar passar uma bola muito forçada para Higuain perdendo a chance de evitar a prorrogação.

Messi fica devendo de novo em uma final pela Seleção Argentina a exemplo do que aconteceu no Maracanã na Copa do Mundo contra a Alemanha.

Seria seu primeiro título com a Seleção principal. De novo é vice e já é pela terceira vez que isso acontece.

Restou a luta de Mascherano, de novo um gigante em campo com a camisa argentina.

Ele joga mais na Seleção do que no Barcelona onde é apenas um zagueirão improvisado.

Título coroa o bom trabalho do técnico do argentino Jorge Sampaoli, técnico do Chile, e mostra que Tata Martino, o argentino que dirige a Argentina, não tem sido grande ganhador nos últimos tempos.

Passou em branco no Barcelona, e por isso saiu para dar lugar ao vencedor Luiz Henrique que ganhou tudo nessa temporada, e com a seleção era seu primeiro torneio oficial.

Agora resta a Martino provar o seu trabalho nas Eliminatórias sul-americanas

 

 

 

 

Share This: