Arquivo da categoria: Libertadores

São Paulo pode ter mais um ano de muitas decepções.

Leia o post original por Nilson Cesar

O São Paulo não para de cometer erros. Cuca precisa fazer milagre para tentar reinventar o Tricolor. Não será nada fácil. Alem de tentar extrair o máximo de futebol do seu elenco, irá ter que trabalhar e muito o aspecto emocional e psicológico do grupo. Trata-se de um grupo abatido, com pouquíssimo poder de reação. Isso não condiz com um clube 3 vezes campeão mundial, com 3 Libertadores e 6 vezes…

Fonte

Pitacos – Verdão ‘DEITA’ nos peruanos e Galo e Grêmio levam ‘PORRADA’!

Leia o post original por Craque Neto

Noite especial de terça-feira para os clubes brasileiros na Libertadores. Mais cedo o Palmeiras recebeu o modesto time peruano do Melgar no Allianz Parque. E nem o mais pessimista torcedor alviverde poderia esperar um resultado que não fosse uma vitória nessa segunda rodada da primeira fase. E a verdade é que o Verdão do Felipão passeou pra cima dos gringos. Em ritmo de treino abriu a vantagem de dois gols ainda na primeira etapa e só fechou o placar de 3 a 0 no segundo tempo com o belo gol do Deyverson. Aliás, muito se falou da briga de posição […]

O post Pitacos – Verdão 'DEITA' nos peruanos e Galo e Grêmio levam 'PORRADA'! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Vocês sabem como é

Leia o post original por Rica Perrone

Parece obrigação, mas não é. O campeonato mais difícil do mundo não pode ter sua análise a palavra “obrigação”, e se existe um clube que pode exemplificar isso com sua própria história é o Atlético em sua conquista da América. Poderia ser mais fácil aqui. Mas também poderia ser bem mais complicado lá. Esperar que…

Situação do São Paulo é bem preocupante .

Leia o post original por Nilson Cesar

O São Paulo tem uma equipe de futebol com bastante deficiência técnica . Quando isso ocorre precisa tentar com muita aplicação , transpiração e força . Não vejo nada disso no tricolor . Cuca foi contratado e só deve assumir em abril . O ano parece que já está perdido . Lutar por uma vaga na Libertadores deve ser uma meta no campeonato brasileiro . Erros consecutivos da diretoria e os jogadores não…

Fonte

São Paulo eliminado da Libertadores . Time fraco demais e foi normal .

Leia o post original por Nilson Cesar

O São Paulo está eliminado já na pré -Libertadores . Foi eliminado pelo pequeno Talleres e sem nenhuma contestação . O time é muito ruim e vejo um técnico ainda não pronto para dirigir o São Paulo . Lamentável o time tricolor . Ninguém pode ser destacado . Todos jogando muito mal . Se não melhorar existe a certeza que dificilmente conquista algum título este ano . Vamos ver os próximos passos que…

Fonte

Opinião: São Paulo já entrou derrotado no Morumbi

Leia o post original por Perrone

Um time que não consegue corrigir seus erros só tem uma fórmula para reverter a derrota por 2 a 0 no primeiro jogo de um mata-mata: acreditar na virada na partida de volta, sufocar o adversário, contaminar torcida e não desistir até o fim. O São Paulo não fez nada disso nesta quarta (13), no Morumbi, emperrou no empate sem gols com o Talleres e está eliminado da Libertadores antes da fase de grupos. Deu adeus ao torneio sem chegar a falar olá.

A impressão que ficou, pelo menos para este blogueiro, é de que os tricolores já entraram derrotados em campo. Os comandados de Jardine não sentiram o jogo decisivo. O treinador não conseguiu mandar a campo uma equipe com sangue nos olhos. O estilo burocrático ajudou a criar a imagem de que os são-paulinos apenas esperavam a hora de o fracasso se tornar oficial.

As doses de apatia e ineficiência fizeram a torcida sentir o golpe. Tanto que com menos de 20 minutos de segundo tempo parte do estádio tinha pulmões para ofender Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do clube e um dos responsáveis pelo fiasco, mas não para empurrar a equipe.

De novo, o time paulistano foi lento em todos os setores e particularmente burocrático na criação. Faltou alguém também que decidisse. Aquele cara que num lance individual desequilibra, marca o gol e faz o estádio inteiro acreditar no que parece impossível.

Por sua vez, os argentinos foram gelados e pouco falharam. Jogaram de forma compacta, marcaram com competência. Souberam cozinhar o adversário que deu seus sinais de descontrole, como na expulsão de Everton, que tirou sangue do rosto de Diaz com a chuteira. Ficar com um a menos era o que faltava para o dono da casa decretar de vez o seu fracasso. Daí para frente era só esperar o desfecho inevitável, com o São Paulo saindo de campo como entrou: “derrotado”, apesar do empate no placar.