Arquivo da categoria: lucca

Novela CHATA!

Leia o post original por Craque Neto

Quando eu era moleque adorava ficar ao lado da minha mãe e da minha avó vendo novelas na Globo. Sério mesmo! De dia era futebol e de noite corria pra frente da TV pra ver novela. Com o passar dos anos perdi um pouco essa admiração. Hoje fico correndo atrás dos filhos mais do que qualquer outra coisa, diga-se de passagem. Mas vamos falar a verdade? Que coisa chata essa novela do Corinthians em busca de um novo camisa 9. Pelo amor de Deus! Desde que o Jô saiu só tentaram por perna-de-anão por ali. Kazim e Junior Dutra que […]

O post Novela CHATA! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Troca-troca favorece o São Paulo

Leia o post original por Craque Neto

Há umas duas semanas fiquei sabendo que o Dorival Junior, técnico do São Paulo, estava seriamente interessado na contratação do atacante Lucca, que vem disputando o Brasileirão pela Ponte Preta. O jogador, que ainda tem os direitos federativos presos ao Corinthians, fez 22 gols na temporada. Sendo 12 deles no Nacional onde é um dos principais goleadores. A diretoria já teria entrado em contato com o presidente Roberto de Andrade para uma negociação. Isso soube lá atrás. Só que para minha surpresa está para sair uma troca do Lucca com o lateral Junior Tavares, que apesar de ter qualidade, terminou […]

O post Troca-troca favorece o São Paulo apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Sem receber propostas, Lucca vê indefinição do Corinthians

Leia o post original por Perrone

O Corinthians quer um atacante para se reforçar na próxima temporada. Mesmo assim, não existe certeza no clube em relação ao aproveitamento de Lucca, emprestado até dezembro para a Ponte Preta.

De acordo com a diretoria, a palavra final sobre todos os jogadores que voltarão de empréstimo será de Fábio Carille, mas o treinador não quer pensar nisso agora, antes de o Brasileirão acabar, mesmo com o título já conquistado pelo alvinegro.

Pelo menos parte da direção entende que a melhor opção é negociar o atacante, autor de 11 gols pela Ponte no Nacional. Porém, até agora nenhuma proposta apareceu para ele. Assim, Lucca vive uma indefinição sobre sua próxima temporada, apesar do bom desempenho.

Na janela europeia no meio do ano, o Nantes, da França, acenou com  cerca de US$ 3 milhões pelo jogador, mas a direção alvinegra achou pouco. O clube do Parque São Jorge tem 60% dos direitos econômicos do atleta.

Lucca tende a escolher Bota, e Corinthians pode esperar mais por Pottker

Leia o post original por Perrone

O corintiano Lucca está propenso a preferir o Botafogo à Ponte Preta pela chance de disputar a próxima Libertadores. Isso é o que o Corinthians temia, pois a ida do atacante para o time de Campinas facilitaria a venda imediata de Pottker.

A Ponte não quer ficar sem seu goleador no Campeonato Paulista, por isso tende a vender o atacante para o alvinegro da capital só depois do Estadual. Mas se conseguir Lucca, já terá um substituto, podendo liberar Pottker imediatamente.

Para o clube campineiro, o Corinthians emprestaria o atacante como parte da transação envolvendo Pottker. Já o Botafogo precisa negociar um valor pelo jogador.

A vontade do atleta será decisiva para o desfecho de seu futuro. Como o salário será o mesmo em Campinas ou no Rio, outros fatores pesam na escolha. E nesse momento, tem peso maior a oportunidade de jogar o torneio continental, mas a decisão ainda não foi tomada.

Enquanto isso, dirigentes corintianos já dão como certo que terão Potkker. Só não sabem imediatamente ou apenas a partir do Brasileirão.

Corinthians faz o certo e Sport afunda

Leia o post original por Antero Greco

O Corinthians costuma levar ao pé da letra a lição de aproveitar-se de adversário instável. No meio da semana, sapecou 3 a 0 na Ponte Preta e deu uma reerguida. Neste domingo, lascou 2 a 0 no Sport e subiu muito na tabela. Sabe que o caminho para o sucesso passa por não ceder pontos para quem anda por baixo.

Não foi moleza, como se pode supor. Foi necessário um pouco de suor – mais pelo calor de Recife do que pela qualidade atual do Sport. Impressiona como caiu o time pernambucano. Um ano atrás, a esta altura, era das sensações da Série A, frequentava o topo da classificação e assustava rivais de porte.

O Sport de hoje é limitado, assustado e perdido. Não por acaso segura a lanterna, com 1 ponto. E dela não sai nesta rodada. Para complicar, na quarta tem clássico com o Santa Cruz, que o substituiu na condição de destaque do torneio. Oswaldo de Oliveira já é um dos que entram no alvo de mira da crítica e da cartolagem.

No primeiro tempo, houve equilíbrio, diria até com o Sport ligeiramente melhor na marcação. Tanto que impediu que Giovanni Augusto, Guilherme e Marquinhos Gabriel criassem. O Corinthians a rigor teve uma chance, contra ao menos três da turma da casa. Parecia promissor.

No segundo, o ritmo caiu, e ficou evidente que os dois lados sentiram os efeitos da temperatura de início de tarde. O Corinthians, um pouco mais solto, foi à frente e só não abriu o marcador numa finalização de Marquinhos Gabriel por causa de defesa preciosa de Marcão. O Sport tratou de responder e testou Walter.

A mudança veio com a saída de Luciano e a entrada de Lucca. No segundo lance de que participou, aos 24 minutos, o rapaz abriu o placar, ao completar de cabeça bola lançada por Giovanni Augusto. O gol desmontou o Sport, escancarou brechas. O segundo, aos 33, foi numa conclusão impecável de Marquinhos Gabriel. Ficou fácil daí pra frente. O Sport desmoronou e o Corinthians só gastou o tempo.

A tendência: Corinthians sobe, se estabiliza no bloco principal. O Sport entra em turbulência, surge como o primeiro dos candidatos para lutar contra o rebaixamento. E terá dificuldade. Em compensação, tem tempo para reagir.

 

Aniversário especial de Gabriel Jesus

Leia o post original por Antero Greco

Quem não teve um aniversário inesquecível? Daqueles para contar o resto da vida para os filhos e os netos.

O menino Gabriel Jesus já tem essa data: completou 19 anos neste domingo e ajudou o Palmeiras a ganhar do Corinthians por 1 a 0 e voltou a sonhar com a classificação para a próxima fase do Paulista.

Desde o começo foi um jogo com jeito alviverde no Pacaembu. O Palmeiras parecia o time de Tite, consciente, calmo e aplicado. Já o Corinthians , mesmo classificado, era um time nervoso, que fazia mais faltas que o normal e tirando um chute de Lucca, que passou perto da trave de Fernando Prass, parecia o time de Cuca dos últimos tempos.

Foi nesse jogo, que Gabriel Jesus fez sua festa particular. Logo no começo fez bela jogada e deu para Jean desperdiçar. Em um contra-ataque armado por Robinho, ele acertou um chute fortíssimo, muito bem defendido pelo goleiro Cássio. Depois recebeu falta de Elias.

Na sequência deu um pontapé em Lucca e recebeu cartão amarelo. Quase no finalzinho do primeiro tempo se meteu a dar pedaladas na frente de Yago – era um menino brincando de jogar bola. E quando o juiz apitou o encerramento dos primeiros 45 minutos, foi chamado por Elias que trocou de camisa com ele.

Gabriel Jesus é um jogador diferenciado.

E na volta ao segundo tempo deu o gol para Alecsandro, que finalizou com perfeição: mas novamente Cássio apareceu para impedir o gol. Agora uma pausa na festa.

O Palmeiras continuava jogando melhor, mas num ataque corintiano o zagueiro Thiago Martins cometeu um pênalti infantil em Giovanni Augusto. No velho estádio, a torcida palmeirense se calou. Talvez tivesse esquecido de Fernando Prass. Pois ele fez uma defesa incrível na cobrança de Lucca.

E quase na sequência do lance, como se fosse um presente de todo o time para o aniversariante, Egídio cobrou falta, Zé Roberto desviou e Dudu apareceu à frente de Cássio para tocar de cabeça: Palmeiras 1 a 0.

De volta ao domingo do menino Gabriel Jesus. Faltava o gol, claro! Dudu escapou pela direita, bateu na frente de Cássio e provavelmente a bola entraria, mas Gabriel chegou para empurrar de vez para dentro do gol. Estava impedido.

O jogo acabou mesmo 1 a 0 para o Palmeiras, que pode assim dar a guinada definitiva e reencontrar o caminho do sucesso. Resultado que o anima para o duelo com o Rosario, no meio da semana, pela Libertadores.

Com Gabriel Jesus em campo, depois de um aniversário inesquecível.

(Com participação de Roberto Salim.)

Corinthians ressurge e São Paulo afunda

Leia o post original por Quartarollo

Com a vitória sobre o Cerro Porteño, 2 x 0, no Itaquerão, ontem à noite, o Corinthians ressurgiu na Libertadores e agora mais do que nunca só depende dele mesmo para se classificar para as oitavas de final.

Mesmo que não vença o Independiente Santa Fé, em Bogotá, no dia 6 de abril, ainda assim decide em casa contra o Cobresal, no dia 20 do mês que vem, e com 12 pontos estará classificado.

Havia uma certa apreensão antes do jogo já que um empate poderia gerar mais pressão na sequência da Libertadores.

O Corinthians ainda não jogou o bom futebol do ano passado, mas foi melhor que o Cerro e mereceu vencer.

Lucca fez o primeiro gol, participou ativamente do segundo feito contra pelo zagueiro Mareco e ajudou demais ao Corinthians.

Destaques também para Maycon, menino vai ganhando espaço com Tite; Giovani Augusto caiu nas graças da torcida e Fagner vivendo grande momento.

Guilherme continua devendo. Posicionado um pouco mais atrás do que estava acostumando ainda demonstra certa dificuldade em se adaptar, mas é bom jogador e talvez seja a solução para a posição.

Quando Elias voltar de contusão pode ajudar muito a mobilidade do meio-campo com sua categoria e experiência.

Enquanto o Corinthians ressurge com força, o São Paulo cai pelas tabelas. Acabou apenas empatando com o Trujillanos, em Valera, na Venezuela.

Cidade longe para chegar, dificuldades de logística, um cansaço incrível e o tricolor começou perdendo, mas empatou com Paulo Henrique Ganso que tem jogado bem, mas perdeu um pênalti no segundo tempo.

Com esse empate, o São Paulo praticamente dá adeus à Libertadores e pode começar a limpa no Morumbi antes do previsto.

A diretoria garante o técnico Edgardo Bauza, mas acreditar na palavra da diretoria está difícil.

Michel Bastos tem proposta para sair e por estar estremecido com a torcida organizada, pode ser negociado para o Brasileiro.

O São Paulo precisa se organizar urgentemente.

Prometi que ia dar um tempo para o Lugano porque senão iria aparecer perseguição, mas ele perdeu de cabeça no primeiro gol do Trujillanos, mas é o ídolo maior da torcida. Boa sorte.

O gol mais bonito Lucca não fez

Leia o post original por Antero Greco

É bom a diretoria do Corinthians correr e acertar de vez a situação do atacante Lucca. Ele tem contrato apenas até o fim de maio, mas já mostrou que é importante no novo time de Tite. Lucca marcou os dois gols da vitória sobre o Cerro Porteño, em Itaquera, diante de mais de 42 mil torcedores.

Mas o gol mais bonito da noite ele não fez: deu um chapéu no zagueiro, venceu outro paraguaio na corrida e bateu com a certeza de que estava fazendo história. O goleiro Antony Silva conseguiu atrapalhar o que seria um sonho de menino e a bola ainda se chocou na trave.

“Estou tranquilo, a diretoria está acertando a minha contratação”, disse sem afetação após os 2 a 0, que levaram o Corinthians à liderança do grupo 8, da Libertadores.

Lucca foi o nome da noite, mas o lateral Fagner também jogou muito pela direita, o zagueiro Felipe mostrou a firmeza habitual, Giovanni Augusto vai se firmando no ataque e Maycon é a grata e jovem surpresa do time corintiano.

Aliás, o técnico Tite já faz o torcedor acreditar na reconstrução de um time de verdade, após a venda de vários titulares. O Corinthians marcou o Cerro Porteño com eficiência e atacou com sabedoria, passes rápidos e uma movimentação que evidencia muito treino, suor e inteligência.

Fica a impressão de que este Corinthians, mesmo sem grandes figuras individuais, vai ficar um time extremamente competitivo, com a volta de Elias (ainda em tratamento) e o retorno de Rodriguinho (que cumpriu suspensão pela expulsão no jogo anterior, em Assunção, quando o Cerro venceu por 3 a 2).

Por enquanto, o grande nome alvinegro é o treinador.

Que já fez história e pelo jeito vai bater o recorde de Oswaldo Brandão, que dirigiu o Corinthians em 435 ocasiões. Nesta quarta-feira, Tite completou 359 jogos como comandante corintiano: venceu 185 vezes, empatou 105 e perdeu 69 partidas.

A fiel torcida volta a ter motivos para acreditar em um 2016 de conquistas.

(Com colaboração de Roberto Salim.)

Ricardo Dias, ainda bem que tem

Leia o post original por Fernando Sampaio

ricardo-oliveira-santos-ituano-campeonato-paulista-06022016_1le405etnpgia1pkfhrbf1yituFutebol no Brasil está complicado.

Já disse isso.

O Corinthians, domingo passado, jogou o clássico com Lucca, Luciano e Romero.

Caraca.

E os titulares são André e Guilherme.

Meu Deus, vai passar sufoco no Paraguai.

O elenco está enfraquecido com as saídas de jogadores importantes.

E o Corinthians é o atual campeão brasileiro, melhor do país em 2015.

Sorte que ainda temos Ricardo Oliveira, matou a pau.

Lucas Lima tem potencial, mereceu a Seleção. Não é gênio mas é o que temos como meia de criação jogando aqui no Brasil. Espero que vire máscara. Pintou o cabelo, está querendo aparecer…

O Santos tem hoje o melhor elenco tecnicamente.

 

Corinthians dormiu abraçado a Taça de campeão

Leia o post original por Quartarollo

Falta apenas um pequeno tropeço do Atlético Mineiro para o Corinthians confirmar aquilo que todo mundo já sabe: É campeão brasileiro de 2015 com rodadas de antecedência para o final.

Ontem na vitória sobre o Coritiba, 2 x 1, jogadores não deram a volta olímpica, mas fizeram uma festa particular com os torcedores quando o árbitro apitou o fim de jogo.

Tite saiu emocionado e os jogadores já falaram como campeões embora nas palavras dissessem que ainda não.

Corinthians teve um jogo mais difícil do que esperava. Fez 1 x 0, gol de pênalti de Jadson, o centésimo da história da Arena, o primeiro do Corinthians lá também foi dele, e tomou empate no comecinho do segundo tempo.

Lucca, garoto iluminado entrou novamente no lugar do Malcon que foi mal desta vez, e deixou a sua marca.

Fez 2 x 1 quando faltavam dois minutos para acabar o jogo e confirmou um título que já está sendo esperado há várias rodadas.

O Corinthians foi o melhor em tudo nesse Campeonato Brasileiro. Superou problemas, montou e remontou seu time e Tite deu uma aula com um trabalho de triangulações, marcação campo todo e usando bem o elenco nas horas mais difíceis.

Corinthians merece gritar é campeão. A Taça já dormiu com ele e não vai sair mais da sua casa.

Aos demais só resta aplaudir o digníssimo campeão.