Arquivo da categoria: Maradona

Messi jamais será Pelé

Leia o post original por Rica Perrone

Quando vejo um argentino comparar Maradona com Pelé eu logo entendo porque são nossos rivais e porque os odeio. Quando vejo um brasileiro sugerir essa discussão eu entendo outra parte do Brasil, a do lado colonizado, vira-latas e auto-destrutivo. Quando ligo a tv e vejo alguém com mais de 40 sequer sugerir tal debate eu…

Maradona é um idiota

Leia o post original por Rica Perrone

Você já deve ter visto diversos fãs de Maradona por aí. É comum se idolatrar o jogador eternamente mesmo se tratando de um profissional sujo, um homem sem caráter e um ídolo de merda. Diego foi um jogador desleal. Usou drogas para atuar em diversas oportunidades, dopou seus rivais e se diverte com isso. Fora…

Pelé em 3º como MELHOR da história? Atrás de argentinos???

Leia o post original por Craque Neto

A cada dia que passa fico impressionado com a ignorância das pessoas da imprensa mundial. Ou até mesmo falta de conhecimento, diga-se de passagem! Recentemente a conceituada (pra mim não!) revista inglesa ‘FourFourTwo’ publicou uma pesquisa polêmica enumerando os 100 maiores jogadores de futebol de todos os tempos. O eterno ‘Rei’ Pelé foi colocado em 3º lugar. É brincadeira??? Na frente dele colocaram os argentinos Maradona e Lionel Messi. Dá pra acreditar? Sinceramente! Como pode um jogador que fez mais de 1300 jogos com mais de 1200 gols na carreira, 37 títulos e 3 Copas do Mundo ficar atrás desses […]

O post Pelé em 3º como MELHOR da história? Atrás de argentinos??? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Desculpe Itália, torci pela Alemanha

Leia o post original por Fernando Sampaio

alemanhaToque, toque, toque… Hipnotizantes.

Drible nem pensar.

Alemanha e Itália são duas super escolas de futebol, conquistaram vários títulos, sou fã da seleção alemã desde 1974, primeira Copa que estive presente, perfeitos nos fundamentos, jogo coletivo, inteligente, eficiente, mas sem dribles.

Maradona, Messi, Pelé, Garrincha, Romário, Neymar…

Drible é na América do Sul.

Foi um jogo truncado com dois gols, um construído, outro lambança.

Ai se fosse o Lucão !!!! Ufa, era Boateng.

Nos pênaltis mais craques na lista daqueles que desperdiçaram cobranças importantes: Sócrates, Zico, Messi, Baggio, Platini, Schweinsteiger, Özil, Thomaz Muller….. Teve Pellé também, mas o fake. Não era Pelé. Era tipo Romarinho.

Torci pela Alemanha.

Com todo respeito aos amigos e parentes italianos, não curto retranca. Os alemães procuraram mais o gol, jogaram mais, tem mais qualidade individual. A Azzurra forte é bom para o futebol, fico feliz pela Itália.

 

 

“No tiene personalidad…”

Leia o post original por Rica Perrone

Falar bem do Messi é um esporte. Um dos mais praticados, aliás.  Messi segue o protocolo Sandy de sucesso e apenas joga futebol. Não tem opinião sobre quase nada, ninguém conhece sua voz, suas posições. Apenas o atacante. E basta. Talvez pra ser comercialmente especial hoje em dia o melhor caminho seja mesmo não se …

Chile campeão, Argentina chora, Héber desastre

Leia o post original por Fernando Sampaio

Cl7QZr0WEAARlTKO Chile levou mais uma Copa América.

A Argentina continua na fila de 23 anos.

Foi um jogo igual, truncado, quente, muita discussão e poucas oportunidades.

Héber Roberto Lopes foi um desastre no primeiro tempo. O árbitro brasileiro errou feio na expulsão do Diaz. Daí em diante ficou perdido, buscando compensação. Conseguiu. Expulsou Rojo numa jogada para amarelo.

Ridículo.

Héber deveria ter se aposentado há um bom tempo.

O jogo ganhou emoção na prorrogação.

Infelizmente ficou no 0x0.

Vidal e Messi abriram a série desperdiçando suas cobranças. Incrível. Raí, Sócrates, Zico, Baggio… Muitos craques perderam pênaltis importantes. Vidal foi o melhor em campo. Apesar do pênalti perdido, saiu feliz. Já Messi saiu desolado. Derrota amarga. Maradona vai cair matando.

Taticamente e coletivamente o Chile é a melhor seleção da América.

Título merecido.

Argentinos eufóricos, por ontem e por hoje

Leia o post original por Antero Greco

A seleção argentina atual e as lembranças do passado dividem manchetes do diário esportivo “Olé!”, da Argentina.

O fantástico gol de Messi na goleada de 4 a 0 sobre os Estados Unidos. E um encontro com Dieguito Maradona, falando do grupo que 30 anos atrás ganhou a Copa do Mundo, no México. “O time de 86 é irrepetível”, diz Maradona.

O time do bi mundial era invejável. Mas irrepetíveis mesmo – pelo menos até o surgimento de Messi – foram as jogadas de Maradona com a camisa da Argentina.

Don Diego encantava a cada partida disputada em 1986.

O jogo contra os ingleses, após a desigual Guerra das Malvinas, era uma questão de honra. Os argentinos queriam descontar na bola a surra militar levada dos ingleses quatro anos antes. E todos sentiam esse desejo de desforra no Mundial. Maradona fez das suas. Primeiro com os pés, deixando os inimigos para trás… depois com… “la mano de Dios”.

No treino do dia seguinte à vitória por 2 a 1 sobre a Inglaterra, Maradona atendeu a todos com carinho e educação. Na época, SBT e Record fizeram um “pool” na cobertura e uma equipe chegou atrasada ao treino no campo do América, concentração dos argentinos. O saudoso repórter Eli Coimbra chamou Maradona, que ia para os vestiários. E um sorridente Dieguito reapareceu para um papo amigo com os “hermanos de Brasil”.

Veio a semifinal com a Bélgica e um novo golaço. Depois, a final contra a Alemanha, e vitória por 3 a 2. “Aquele time não se repetirá”, admite Maradona, com nostalgia, 30 anos depois.

Talvez não se veja na Argentina um craque tão decisivo quanto Maradona… Se bem que Lionel Messi chega perto, em diabruras e gols maravilhosos. A cobrança de falta nos 4 a 0 sobre os EUA já faz parte da história do futebol. A Argentina classificou-se para a final de mais uma Copa América.

Faltam os títulos pela seleção. Mas, pelo visto, estão a caminho.

(Com colaboração de Roberto Salim.)

 

Cruyff morre e definitivamente vira lenda

Leia o post original por Quartarollo

Johan Cruyff morreu aos 68 anos vítima de câncer de pulmão. Fumou demais, tanto quanto jogou.

Foi um dos grandes do futebol mundial e marcou como líder da laranja mecânica, a Seleção Holandesa de 1974 que perdeu a final para a Alemanha depois de grandes exibições contra potências da época como Uruguai e o então campeão Brasil.

Era o único jogador acima da média daquele time. Muita gente não concorda comigo nessa tese entendendo que a Holanda era perfeita, não era, tinha um goleiro fraco, uma defesa falha que se beneficiava já na época da marcação total campo inteiro dos companheiros à frente.

Esse mesmo pessoal fala mais de ouvir dizer do que ver in loco ou pelo menos conversar com alguém que a enfrentou ou com jogadores que conviveram com os holandeses.

Quando a coisa ficava feia com as saídas mais intempestivas de Kroll, que era bom zagueiro e bom líbero, Suurbier dava o socorro para o time não ficar desguarnecido atrás. Era um líbero ao contrário.

Na Copa perdeu a final para a Alemanha que tinha melhores jogadores individualmente, na minha opinião.

Tinha Sepp Maier, um goleiro extraordinário, um gênio, Franz Beckenbauer, o kaiser e o maior da historia do futebol alemão, um dos maiores de todos os tempos; Paul Breitner, gênio que atuava de lateral e meio-campo; Overath, craque do meio-campo e para completar um dos maiores artilheiros da história, Gerd Müller, baixinho para os padrões germânicos, meio gordinho e fatal para os adversários.

Cruyff teve grandes momentos no Ajax, de Amsterdã, e no Barcelona como jogador e como técnico.

Não ganhou a Liga dos campeões pelo Barça, mas incutiu uma forma de jogar que se reflete até hoje e depois foi aprimorada por Guardiola com a chamada posse de bola quase que total.

Foi um bom treinador e gostava dos jogadores brasileiros, mas ultimamente estava tão decepcionado quanto nós.

Dizia que o Brasil perdeu a sua forma de jogar, jogou fora a sua cultura de qualidade e posse de bola.

O Brasil era essa referência nas décadas de 60 e 70. Jogadores que gostavam da bola e que queriam jogar com ela no pé o tempo todo.

Cruyff errou feio quando falou, fez campanha e escreveu para todo mundo ler que Messi e Neymar não poderia nunca jogar juntos.

Estão provando que o holandês estava redondamente enganado, mas isso jamais tirará o seu brilho.

Houve uma época depois que saiu do Barcelona que Cruyff vivia cutucando os treinados que por lá passavam.

Eles colocavam o seu filho Jordi no banco, mas estavam certo. Nem de longe se comparava com o pai do qual só herdou o sobrenome.

Antes de Guardiola sentar no banco principal e ganhar tudo, todo técnico do Barça passava pelo crivo crítico de Cruyff. Tratava o clube ainda como um feudo seu.

Cruyff indiscutivelmente foi um grande talento, mas não o coloco ao lado de Pelé, Maradona, Messi, Ronaldo, Neymar, Platini, Beckenbauer,Garrincha, Di Stéfano, Didi e Zidane, mas formaria um grande time com eles. Era mais tático, mais coletivo, esses eram gênios da bola.

Vai com Deus, Cruyff. Deixou bons exemplos e faltou o título de uma Copa do Mundo.

Só jogou a de 74, em 1978 por causa da ditadura argentina protestou e não veio a Copa deste lado do Mundo, mas talvez já estivesse percebendo que a idade estava chegando.

Cruyff agora vira lenda, uma bonita lenda do futebol mundial com um currículo super-expressivo.

Maradona acredita que Neymar já está pronto para ganhar a Bola de Ouro. Você concorda com o ídolo argentino?

Leia o post original por Milton Neves

 

maradona e ney

 

Do Blog do Marcondes Brito

http://terceirotempo.bol.uol.com.br/colunistas/colunas/marcondes-brito

O caminho de Neymar até a Bola de Ouro da Fifa está bem “pavimentado”. Todos parecem acreditar que está chegando o momento de o atacante brasileiro subir no ponto mais alto do pódio, inclusive nossos rivais argentinos. Neste final de semana, ninguém menos que Diego Armando Maradona, numa rápida entrevista ao jornal Marca, da Espanha – durante a última etapa do Dubai Tour – respondeu a duas perguntas do repórter:

Como foi a temporada de Messi?
Perfeito, como sempre.
 
Você acha que Neymar pode ser o próximo Bola de Ouro?
Creio que sim, ele já está merecendo.

 

FELIZ COMPLEAÑOS
No último dia 5 Maradona já havia dado, em sua página pessoal no Facebook, outra demonstração de carinho a Neymar. El Pibe felicitou o brasileiro pelo aniversário e publicou uma foto com a seguinte legenda:
“Tenías 14 años en esta foto… Feliz cumpleaños, Neymar JR!!”

 

 

Foto: reprodução /// Siga o blog no Twitter: @marcondesbrito  /// Curta no Facebook: https://www.facebook.com/blogmarcondesbrito/

Opine!