Arquivo da categoria: Marcelo Grohe

O Dunga voltou a enxergar o futebol brasileiro?

Leia o post original por Neto

Marcelo Grohe não sofre gols há 8 partidas com a camisa do Grêmio

Marcelo Grohe não sofre gols há 8 partidas com a camisa do Grêmio

Na primeira passagem do Dunga como técnico da Seleção ele só tinha olhos para o futebol gringo. Era um tal de inventar jogador  que impressionava. Afinal quem não se lembra, por exemplo, do lendário atacante Afonso Alves? Sim, ele foi um achado do ‘poderoso’ Heerenveen da Holanda. É brincadeira? Pois é, o resultado final da nossa Seleção na Copa da África todo mundo está cansado de saber. Mas não é que nesse retorno do capitão do tetra ao comando do Brasil alguma coisa aparentemente está mudando???

Acreditem! Me parece que ele voltou a ter olhos para o futebol brasileiro. Observou muito bem o volante Souza e o goleiro Marcelo Grohe. O primeiro é talvez o grande destaque do meio-campo do São Paulo. Jogador voluntarioso que sabe marcar com qualidade e avançar como homem surpresa. Excelente! O goleirão do Grêmio também mereceu essa oportunidade. Não sofre gols há oito rodadas. É o ponto de equilíbrio da melhor defesa do Brasileirão.

O torcedor mais pessimista vai criticar a convocação do Kaká na vaga do cortado Ricardo Goulart. Até porque o camisa 8 do Tricolor vem apresentando um futebolzinho bem mais ou menos. As críticas são válidas até pela idade do jogador do São Paulo (tem 32 anos). Nesse caso eu levaria o Lucas do PSG, mas prefiro dar um crédito ao Dunga. Achei bacana ele ter valorizado jogadores que atuam por aqui. Isso fortalece o esporte no nosso País.

Se os resultado virão é outra história. O fato é que o Dunga parece estar no caminho certo. Sou crítico ao trabalho dele. Mas quando é pra elogiar tenho que reconhecer.

A Copa Sul-Americana não deve ser menosprezada

Leia o post original por Pedro Ernesto

Abel Braga/Agência RBS

Abel Braga/Agência RBS

Não quero entender que o Inter esteja menosprezando a Sul-Americana. Logo o Inter, o primeiro brasileiro a ser campeão dela e que tanto festejou a conquista em 2008. Vale ressaltar que não está fácil ser campeão brasileiro pela campanha invejável do Cruzeiro. Tem ainda o crescimento do São Paulo, a afirmação do Corinthians e a retomada do Fluminense depois da crise de seus jogadores com as organizadas e o 4 a 0 no Sport. Não se tem nenhuma certeza de sucesso do Inter no Brasileirão. Nem de classificação no G4 e consequente ida à Libertadores, muito menos de título, que não conquista desde 1979. Faz muito tempo.

A Sul Americana pode ser uma grande conquista e leva à Libertadores, à Recopa e à Copa Suruga. Não é pouco. Abel Braga poupará jogadores por necessidade. São veteranos que não aguentam jogos duas vezes por semana, têm recuperação mais lenta. Mas quero acreditar que o Inter não esteja abrindo mão dessa competição. A torcida não concordaria. Seja qual for o time escalado por Abel, será o melhor possível. É só assim que entendo a postura colorada.

Hora do Felipão

Entre as especialidades do técnico do Grêmio está o mata-mata. Felipão foi campeão da Copa do Brasil quatro vezes. O Grêmio, com ou sem ele, também. Temos aí um profissional e um clube com a cultura da competição. O caminho não é fácil. Começa com o Santos. Sorte do Grêmio que Robinho não deverá atuar quinta-feira. Ele faz muita diferença. Sua lesão é muscular e, se voltar, será na Vila Belmiro, dia 3. Felipão tem problemas para escalar volantes. Fellipe Bastos está fora porque já jogou pelo Vasco. Riveros e Edinho estão lesionados. Mas não vejo muito problema nisso. Os volantes se parecem em defeitos e virtudes. Seja quem for, a capacidade do time não se altera. É a hora do Felipão, da competição que ele gosta e na qual teve muito sucesso.

Bom Senso F.C.

Depois de ouvir clubes da elite do Brasileirão, a Rede Globo marcou encontro com os líderes do Bom Senso F.C.. A emissora, que investe R$ 2 bilhões anuais em futebol, pretende ouvir o que pensam os jogadores. Pelo que sei, buscam regionais menores e competições nacionais mais longas. Para jogadores de grandes clubes, uma beleza. Não sei como poderão encontrar trabalho para os dos pequenos, que recebem salários baixos e são a maioria. Há formas de resolver esse impasse. Mas os milionários do futebol brasileiro não podem pensar apenas no seu bem-estar em detrimento da maioria, muito pobre. Quero saudar o encontro. Afinal, é conversando que as pessoas se entendem.

Demmmmaaaiiisss

Marcelo Grohe se consagra, cada vez mais, como um dos grandes goleiros do futebol brasileiro. Não são poucos os jogos em que salva o Grêmio. Suas virtudes são grandes. Começam pela liderança que exerce e pela educação e comportamento. Grohe tem elasticidade e faz defesas que parecem impossíveis, sabe sair do gol. Quase nunca erra. Os gremistas reconhecem sua competência.

De menos

Jogo às 20h é problema sério. Penso ser pior do que às 22h. O torcedor precisa encarar a hora do pico, com ruas congestionadas pelo número de automóveis, que só aumenta. Esse será o horário de Grêmio x Santos quinta-feira. Os gremistas entendem que o melhor caminho está na Copa do Brasil. É importante chegar cedo e evitar atropelos na chegada à Arena.

 

O lugar de Marcelo Grohe é na Seleção Brasileira

Leia o post original por Pedro Ernesto

O grande lançamento de Werley e o gol bem marcado por Rodriguinho não são suficientes para contar como foi a grande vitória de ontem do Grêmio contra o Fluminense. Do outro lado, o time teve defesas espantosamente qualificadas de Marcelo Grohe.

Mais uma vez, o goleiro foi o grande nome do Grêmio. No lance em que Fred cabeceou, ele lembrou o inglês Gordan Banks, naquela inesquecível defesa na cabeceada de Pelé, na Copa do Mundo de 1970. Grohe Fez ainda mais duas defesas magníficas em chutes de Rafael Sóbis.

E eu fico lembrando que o goleiro escolhido para titular da Seleção Brasileira é Júlio César. Ouso afirmar que Marcelo Grohe, neste momento, está jogando muito mais. No Grêmio ele é, disparado, o melhor jogador do time.

Preocupante

Cada vez que vejo o atacante Fred jogar, aumenta o meu grau de preocupação com sua participação na Copa do Mundo como titular absoluto da Seleção Brasileira. Parece fora de forma, desembocado, muito distante do jogador brilhante que já foi no Cruzeiro e na Seleção. Pior do que isso é que seu reserva não chega a ser melhor.

E no jogo de ontem, Fred ainda se mostrou nervoso e provocou uma expulsão boba, prejudicando frontalmente o seu time que saiu derrotado.

Sem forças 

Os auxiliares dos treinadores montam relatórios que apontam erros e acertos de passe, posse de bola, chutes, escanteios e sei lá o que mais. Quase tudo inútil. Para provar isso, basta lembrar o jogo do Inter, ontem, no Heriberto Hülse. Foram 76% de posse de bola do Colorado e um monumento de
inoperância.

E isso que o pobre Criciúma, de fraca campanha, ficou com dez homens em campo todo segundo tempo. Continua líder isolado mas deveria ter trazido três pontos. Até D’Alessandro jogou muito mal.

É demais!

O Corinthians lotou sua nova Arena, que vai ser palco da abertura da Copa do Mundo, e deu um grande vexame. Perdeu para o modesto Figueirense por 1 a 0, decepcionando sua fiel torcida. Não dá para prever nada neste Brasileirão. Quando se espera alguma coisa, dali é que não sai nada. Não
existe o grande time como foi o Cruzeiro do ano passado.

Futuro da Copa do Mundo na Capital está nas mãos da Assembleia

Leia o post original por Pedro Ernesto

Ficou para a Assembleia Legislativa o futuro da Copa do Mundo. Com o impasse sobre os gastos com as estruturas temporárias indefinido, o governo do Estado resolveu criar um projeto de isenção fiscal para empresas que queiram investir nesses equipamentos em troca de um desconto no ICMS.

A Fifa está preocupada. Tanto que ontem, o secretário geral Jérôme Valcke esteve novamente em Porto Alegre para conferir em que pé andava a situação. A entidade tem medo que, como o governo tem minoria na Assembleia, o  projeto de lei não seja aprovado.

Então, a Copa do Mundo em Porto Alegre está nas mãos da Assembleia. Espero que os deputados tenham consciência do prejuízo que será se a Fifa resolver tirar o Mundial daqui.

Fabrício

Apesar da expulsão na terça-feira, o lateral-esquerdo do Inter vive um grande momento. Ontem, ele de uma  entrevista à repórter do Diário Gaúcho Amanda Munhoz e admitiu que errou. Mais, disse que está na hora de mudar. De amadurecer.

Até o ano passado, sem ganhar sequência de jogo, até por conta das suspensões por cartões, Fabrício não vinha rendendo. Mas este ano já acumula boas atuações e é, ao lado de Rafael Moura, goleador da equipe, com quatro gols. Se colocar mesmo a cabeça no lugar, só tem a crescer.

Boa notícia

Não que Busatto não sirva para ser goleiro do Grêmio. Mas Marcelo Grohe dá mais segurança e tem muito mais experiência. E, ontem, o titular do Tricolor voltou a treinar. Após duas partidas sem jogar, por conta de um entorse no tornozelo esquerdo, Grohe pode voltar já amanhã, contra o Novo Hamburgo.

É um bom teste para saber se está completamente recuperado. Afinal, na terça-feira, o Grêmio volta a jogar pela Libertadores, que é o que realmente interessa. Tudo bem que é na Arena, mas o Nacional-Col é um bom time e é melhor ter um jogador experiente no gol.

É demais!

Apesar das ameaças de protestos, tudo correu bem na visita de Dilma Rousseff ao remodelado Beira-Rio. A mandatária tabelou com D’Alessandro e ainda ouviu brincadeiras dos envolvidos, para devolver a bola antes que o argentino reclamasse. Esse é o clima que a Copa do Mundo deve ter. Torço para que no Mundial tudo siga nesse clima. Quero um país melhor, assim como aqueles que têm ido às ruas. Mas também quero que o Brasil faça uma boa Copa para que todos possam ganhar.

Corinthians

Leia o post original por Pedro Ernesto

O primeiro, amanhã na Arena, pelo Brasileirão. O segundo, também na casa Tricolor, no dia 23, quarta-feira da semana que vem, pela Copa do Brasil. São jogos decisivos. O Corinthians, nos últimos 12 jogos, tem cinco derrotas, seis empates pelo Brasileirão e um empate contra o Grêmio na Copa do Brasil. A direção avisa os jogadores que ganhar a Copa do Brasil é obrigação.

Tite diz que vai separar os meninos dos homens. São apenas frases. Mas o Grêmio deve ter cuidado. Quem já jogou bem um dia, poderá voltar a jogar novamente. Um desafio nesses dois jogos contra o Timão.

Procurador

Quem procura acha. E não é muito difícil. A televisão mostra, os jornais fotografam e as rádios denunciam. No Morumbi, torcedores da Independente, a furiosa organizada do São Paulo, se pegaram a pau com os policiais. Eles queriam invadir o espaço dos corintianos e foram impedidos pela polícia.

No Mineirão, pedaços dissidentes das organizadas do Cruzeiro se pegaram. Estas duas torcidas foram denunciadas pelo procurador Paulo Schmidt, que promete fortes punições. É uma boa forma de acabar com estas organizadas que só criam problemas e promovem brigas campais.

Organizadas

Não é a primeira vez que escrevo sobre isto, mas devo repetir uma pergunta que continua sem resposta: para que torcida organizada? Alguns torcedores decretaram que é crime quando um outro torcedor veste camisa de um time antagonista.

Dirigentes pagam para estas torcidas em nome de um incentivo que não ganha jogo. O que ganha são jogadores de qualidade. No Grêmio, por exemplo, depois da criação da Geral, muitas brigas com dissidentes, mas nenhum título. Já faz mais de uma década que o Grêmio não ganha competição importante.

Grohe

Espantosa a atuação de Marcelo Grohe no Maracanã. Foram defesas repetidas num mesmo ataque com os pés, com as mãos e com o corpo. De todas as formas.

Claro que Dida tem sido um goleiro muito correto, mas Grohe é fantástico. Não jogava desde o mês de janeiro e, mesmo assim, deu um show particular mostrando, definitivamente, que o problema do Grêmio passa longe da goleira.