Arquivo da categoria: Mauro Silva

Apesar de irritação com FPF, São Paulo está longe de romper com entidade

Leia o post original por Perrone

Apesar da irritação de dirigentes do São Paulo com a Federação Paulista por conta de recentes erros de arbitragem contra o time, o clube está longe de romper com a entidade, como fez o Palmeiras em 2018.

Isso principalmente porque os cartolas tricolores entendem que a FPF recebeu suas críticas de maneira respeitosa e num clima propício ao diálogo. Nos bastidores do Morumbi o discurso é de que os dirigentes da entidade admitiram os erros contra a equipe e que prometeram tomar providências.

Do lado da federação há  um sentimento de compreensão com as queixas do clube. Mauro Silva, um dos vices da casa, conversou com jogadores, como Tiago Volpi, e agradeceu pelo comportamento deles diante dos erros de arbitragem no empate com o Novorizontino. Isso porque crê que eles tiveram calma para evitar uma rebelião de maiores proporções em campo.

Na ocasião a FPF admitiu que dois gols tricolores foram anulados incorretamente e que a equipe sofreu com a não marcação de dois pênaltis a seu favor.

Como mostrou a coluna De Primeira, o São Paulo montou uma ofensiva para cobrar a FPF. Foram pelo menos três ligações com cobranças feitas entre sábado, dia do jogo contra o Corinthians em que o clube reclamou da não marcação de um pênalti que teria ocorrido a seu favor, e a última segunda.

O presidente são-paulino, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, telefonou para Reinaldo Carneiro Bastos, mandatário da federação, que estava na Itália.

Os dirigentes remunerados  Raí e Alexandre Pássaro ligaram para Mauro Silva. Nos telefonemas, os cartolas do São Paulo repetiram críticas que foram feitas em público por Lugano e Raí.

Em entrevista coletiva depois do empate sem gols com o Corinthians, Raí chegou a dizer que seu clube tem sido roubado em jogos em casa e que isso não pode acontecer.

Apesar da forte cobrança, nenhuma das conversas descambou para o bate-boca, o que sustenta a tese de que um atrito maior está descartado neste momento.

Leco não se pronunciou publicamente sobre o tema. Mas gente que conversou recentemente com o dirigente tricolor o descreve como muito irritado com a Federação Paulista, porém, sem citar a possibilidade de rompimento.

Em meio à saída de Carille, perda de observador preocupa Corinthians

Leia o post original por Perrone

Em meio à saída de Fábio Carille, a perda do observador técnico Mauro Silva provoca grande preocupação à diretoria do Corinthians. Membro da direção e um colaborador do departamento de futebol disseram ao blog que a ida do observador para a Arábia Saudita causa em ambos até mais preocupação do que a transferência do treinador.

A explicação passa pelo fato de o clube já ter decidido preparar Osmar Loss para comandar a comissão técnica antes de Carille aceitar oferta do Al Weda. E vai além de Mauro, que acompanhará o técnico, ser elogiado no clube pelo seu trabalho de observar atletas que interessam à agremiação. A dificuldade que a direção enxerga em substituir o funcionário e ex-jogador do time é encontrar alguém com capacidade para fazer o mesmo trabalho executado diariamente por ele com elenco e comissão técnica.

Um dos membros mais antigos do departamento de futebol alvinegro, Mauro tinha trânsito com jogadores, estafe técnico, funcionários e conhecia como poucos a engrenagem do CT do clube, na opinião dos que já sentem sua ausência. Constantemente, ele apagava incêndios, apontava focos de problemas no elenco e fazia a ligação entre jogadores e comissão técnica.

Na parte tática, Mauro também era visto como importante. Ele costumava observar as partidas e ir até o vestiário no intervalo para trocar opiniões com Carille.

A manutenção dele era tida como importante para dar suporte a Osmar Loss, que conhece o clube, mas trabalha no time principal faz pouco menos de um ano e meio.

Mesmo diante de toda a importância dada a Mauro, a direção não viu como segurar o profissional, já que ele deve receber na Arábia pelo menos cinco vezes mais do que ganhava no Corinthians.