Arquivo da categoria: Napoli

Palmeiras fica perto de acordo com André Cury sobre dívida de R$ 444,4 mil

Leia o post original por Perrone

Advogados do Palmeiras e do empresário André Cury estão perto de oficializar um acordo para encerrar cobrança feita pela empresa do agente na Justiça. Como mostrou o blog, a Link Assessoria Esportiva e Propaganda cobra na ação R$ 444.486,00 mais juros e correção.

No dia 1º de junho, a juíza Adriana Cardoso dos Reis acatou pedido das duas partes para suspender o processo por 60 dias. O prazo foi dado para os representantes de clube e empresário tentarem selar o trato. Conforme apurou o blog, a tratativa está adiantada. No clube, o acordo já é dado como fechado.

Cury, ligado ao Barcelona e agente do palmeirense Dudu, alega que a dívida foi contraída pelo Palmeiras em 2014 por conta da venda do zagueiro Henrique para o Napoli, por 3,8 milhões de euros. No processo, a Link sustenta que tinha direito a 7% do valor da transação e que recebeu duas de três parcelas combinadas. Faltou a última, no valor de 70 mil euros.

De acordo com documento anexado ao processo, o Palmeiras cedeu gratuitamente 20% dos direitos econômicos de Henrique para a empresa de Cury. Mas a Link repassou, com anuência do alviverde, 13% para a Marcosul Corretora de Mercadorias.

Empresa cobra R$ 444,4 mil do Palmeiras por venda de zagueiro Henrique

Leia o post original por Perrone

A Link Assessoria Esportiva e Propaganda, do empresário André Cury, entrou em dezembro com ação na Justiça para cobrar do Palmeiras R$ 444.486,00 mais juros e correção.

O valor se refere à dívida que a empresa alega existir referente à venda do zagueiro Henrique ao Napoli, em 2014, por 3,8 milhões de euros.

A assessoria de imprensa do Palmeiras disse que o clube não foi notificado e que por isso não vai se manifestar.

A empresa sustenta que tinha direito a 7% da quantia recebida pelo alviverde. Aponta também que recebeu o pagamento de duas parcelas, mas que a última prestação, de 70 mil euros, não foi quitada.

Assim, cobra a dívida alegada e uma multa de outros 70 mil euros. Porém, estabelece que deve ser usada a cotação de janeiro de 2015. Foi dessa forma que a Link chegou aos cerca de R$ 444,4 mil.

Atualmente, a Fifa veta a cessão de direitos econômicos para terceiros que não sejam clubes. Porém, em 2012, quando o compromisso foi firmado, tal prática era permitida.

De acordo com documento anexado ao processo, o Palmeiras cedeu gratuitamente 20% dos direitos econômicos de Henrique para a empresa de Cury. Mas a Link repassou, com anuência do alviverde, 13% para a Marcosul Corretora de Mercadorias.

Na ação, a Link pede que o Palmeiras exiba a documentação relativa à venda. Outra solicitação é para que a CBF mostre se há em seus arquivos registro de que o alviverde recebeu todo o valor acertado com o Napoli.

Além de intermediar negociações entre diversos clubes e jogadores, Cury representa o Barcelona em negociações no Brasil. Assim como acontece em relação a uma série de grandes equipes brasileiras, o empresário tem histórico de operações com o Palmeiras.

No ano passado, Henrique foi liberado pelo Corinthians e acertou com o Al-Ittihad Kalba, dos Emirados Árabes.

E o ‘DESMANCHEZ’ no Timão continua!? Incrível!!!

Leia o post original por Craque Neto

Acabo de receber a informação que a diretoria do Corinthians, em nome de seu presidente, o Sr. Andrés Sanchez, está negociando mais um jogador do atual elenco. Depois de perder TODOS os seus principais nome após o título do Paulistão, é chegada a vez de negociar o volante Gabriel, que interessa ao Napoli da Itália. Isso mesmo! Os dirigentes vão vender um dos poucos jogadores que ainda tem um pouco de qualidade. Gabriel Girotto tem 26 anos, disputou até aqui 122 jogos com a camisa do Timão e marcou 4 gols. Destacado pela marcação forte ele conquistou nesse período de […]

O post E o 'DESMANCHEZ' no Timão continua!? Incrível!!! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Fagner e Pedrinho estão entre os que o Corinthians corre risco de perder

Leia o post original por Perrone

Depois de o Corinthians vencer o Botafogo-RJ por 2 a 0, na última quarta (18), Andrés Sanchez afirmou que não poderá impedir mais jogadores que queiram deixar o clube na atual janela de transferência europeia. A afirmação reflete o sentimento da diretoria de que outros atletas podem sair, como aconteceu recentemente com o paraguaio Balbuena, agora zagueiro do West Ham, da Inglaterra.

O alvinegro corre o risco de perder pelo menos mais dois atletas: Fagner e Pedrinho. Ambos têm sido alvo de sondagens de agremiações do exterior.

Um dos que estão de olho no lateral-direito da seleção brasileira é o Napoli. Nos bastidores, a cartolagem alvinegra admite que há mais de uma sondagem sobre o atleta que terminou a Copa da Rússia como titular de Tite.

Por sua vez, Pedrinho fez o Ajax se movimentar. Giuliano Bertolucci, um dos agentes mais influentes na Europa e amigo do presidente corintiano, foi o responsável por fazer a sondagem. A informação foi dada inicialmente pelo Globoesporte.com. Conforme o blog apurou, o agente acenou com 20 milhões de euros (cerca de R$ 90,1 milhões) a serem pagos pelos holandeses. O Corinthians respondeu que só libera o meia-atacante pelo valor da multa rescisória, que é de 50 milhões de euros (aproximadamente R$ 225,3 milhões).

Apesar da negativa, pessoa próxima ao jogador afirma existir a possibilidade de o time europeu reabrir a conversa, mas ainda com valor inferior à multa.

O Ajax não foi o primeiro a manifestar interesse em Pedrinho. No mês passado, a Udinese sondou o estafe do jogador. Até agora, porém, a equipe italiana não reapareceu para fazer uma proposta.

O Corinthians possui 70% dos direitos econômicos do meia-atacante. A fatia restante pertence a empresa do agente do jogador, Will Dantas.

Shakhtar tenta contratar corintiano Maycon. Napoli também tem interesse

Leia o post original por Perrone

Com Dassler Marques, do UOL, em São Paulo

O Shakhtar Donetsk tenta a contratação do corintiano Maycon. Os ucranianos estão dispostos a pagar 6 milhões de euros (cerca de R$ 23,4 milhões) pelo volante. O interesse já foi levado ao Corinthians por um empresário. Porém, o intermediário ouviu que o valor é considerado baixo pelo time paulista. O alvinegro avalia que o atleta vale entre 8 milhões de euros (R$ 31,27 milhões) e 9 milhões de euros (R$ 35,17 milhões).

Mas o clube da Ucrânia não é o único que tem interesse em Maycon. O Napoli também mira o jogador.

Para o estafe do meio-campista o time italiano é a principal alternativa. Porém, o fato de o brasileiro não ter cidadania europeia reduz as chance de o negócio com os napolitanos dar certo neste momento.

A reportagem enviou mensagem de celular sobre o interesse do Shakhtar em Maycon para Alessandro Nunes, gerente de futebol corintiano. No entanto, ele não respondeu até a publicação deste post.

O Corinthians tem 80% dos direitos econômicos do jogador. Os 20% restantes pertencem a agentes.

 

Menino iluminado!

Leia o post original por Craque Neto

Acabei de acompanhar a partida do Manchester City contra o Napoli pela Liga dos Campeões. Os ingleses venceram por 2 a 1 com mais um gol do atacante brasileiro Gabriel Jesus. Incrível a bola que esse rapaz vem jogando! Já tem 15 gols em 20 partidas pelo atual clube no futebol europeu. Participou nesse período diretamente de 21 gols. Pelo amor de Deus! E de pensar que há pouco mais de três anos esse menino estava empinando pipa na periferia de São Paulo. Isso é mérito exclusivo dele e da sua mãe que sempre colocou juízo na cabeça dos filhos. […]

O post Menino iluminado! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Falta de acerto salarial é barreira para Napoli ter Rodrigo Caio

Leia o post original por Perrone

Com Pedro Lopes, do UOL, em São Paulo

Às vésperas do fechamento da janela de transferências para a Europa, o Napoli procurou o estafe de Rodrigo Caio para tentar contratar o zagueiro. Porém, os representantes do jogador são-paulino acreditam ser muito difícil o acerto porque não houve acordo em relação aos salários a serem pagos.

Para o negócio dar certo, além de aumentar a oferta, o time italiano teria que correr contra o tempo, já que o período para inscrições na Europa se encerra nesta quarta-feira. Mas até a conclusão deste post, o Napoli não havia sinalizado que fará uma nova tentativa.

Os Italianos topam pagar cerca de 13,5 milhões de euros por 100% dos direitos econômicos do beque. O blog apurou que a oferta foi apresentada ao empresário André Cury, como representante do atleta na negociação, e que ela nem chegou a ser enviada ao São Paulo por conta do desacerto em relação aos salários.

Procurada, a assessoria de imprensa do clube do Morumbi disse desconhecer o assunto.

Perto do fim da janela, o estafe de Rodrigo Caio avalia só haver tempo hábil para um acerto caso chegue proposta do Milan, que já sinalizou interesse no jogador. Isso porque o fato de existir voo direto de São Paulo para Milão faria as partes ganharem tempo.

Assim, que o Napoli se apresentou, o zagueiro ficou de sobreaviso para embarcar às 15h desta terça para a Itália, mas essa possibilidade foi logo descartada.

O Sevilla, que apresentou ofertas por meio de Cury, mas não agradou ao São Paulo, já dá como certo que não terá Rodrigo Caio.

Italianos ignoram renovação encaminhada de Gabigol. São quatro interessados

Leia o post original por Perrone

Santos e Gabigol ajustam as últimas cláusulas para que o atacante assine seu novo contrato com o clube, porém times italianos ignoram a renovação. Além da Juventus, como mostrou o UOL Esporte, têm interesse no brasileiro Fiorentina, Inter de Milão e Napoli.

Modesto Roma Júnior diz que não recebeu nenhuma oferta oficial pelo jogador. Porém, o presidente santista ouviu do agente do atleta, Wagner Ribeiro, que apresentará uma oferta de 20 milhões de euros pela fatia de 40% dos direitos econômicos pertencentes ao clube. O cartola aceita vender Gabigol por esse valor, mas duvida que essa proposta seja oficializada.

Na Itália, dirigentes da Juventus falam nos bastidores que Gabigol é a segunda opção do clube para o ataque. Seria contratado se não der certo a negociação com Higuaín, do Napoli, que coloca Gabigol como uma de suas opções se perder o argentino.

Dirigentes da Fiorentina têm demonstrado forte interesse no Brasileiro. A Inter de Milão também está na lista, mas a preferência do clube é por Gabriel Jesus, palmeirense que flerta com o Barcelona.  

Buffon, Juve e outro título a caminho

Leia o post original por Antero Greco

Bordão do futebol é falar que grande time começa com grande goleiro. Pode ser surrado, mas funciona. Taí Gianluigi Buffon para confirmar. O moço é titular da Juventus (e da seleção da Itália) há mais de uma década e continua com uma forma de dar inveja. O tempo não consegue enferrujá-lo.

Neste domingo mostrou que os reflexos se mantêm firmes e ajudou a equipe dele a ficar a milímetros do quinto título consecutivo, ao pegar pênalti chutado por Kalinic. Isso aos 46 do segundo tempo, na vitória por 2 a 1 sobre a Fiorentina, fora de casa.

Com esse resultado, a Juve foi a 85 e com mais três rodadas para disputar. Pode festejar nesta segunda-feira, desde que o Napoli, vice-líder com 73, não ganhe da Roma, terceira colocada com 68. O jogo será no Estádio Olímpico.

Mas, mesmo que os napolitanos vençam, só uma conjunção de desastres para arrancar o scudetto. Nas últimas rodadas, a Juventus só pega babas: Carpi, Verona e Sampdoria.

A Juventus é um fenômeno, quando o assunto é Série A italiana. Impressiona como manda no futebol doméstico: são 31 conquistas oficiais, fora outras duas revogadas no tapetão (que a torcida não aceita). Inter e Milan, outros integrantes do trio de ferro local, têm 18 títulos cada um. A soma deles ultrapassa um pouco a Juventus sozinha.

A trajetória na temporada 2015-16 é extraordinária. Até a 10.ª rodada, a Juve colecionava quatro derrotas, três empates e três vitórias. Retrospecto decepcionante e reflexo da perda de jogadores como Pirlo, Tevez e Vidal. O ano pintava sem graça.

Daí, meu amigo, se arrumou, tomou gosto por vencer, emendou 15 vitórias em seguida. Fez pausa no 0 a 0 com o Bologna, e retomou, com outras nove vitórias enfileiradas. Para ficar na linguagem do turfe, chega com vários corpos de vantagem sobre os demais concorrentes.

A Velha Senhora é encantadora.

 

 

Juventus 1 x 0 Napoli

Leia o post original por Mauro Beting

Serie A TIM Juve x Napoli 13-02_POSICIONAMENTO 1

Em Turim, no Juventus Stadium, a equipe da casa recebeu o, até então, líder da Serie A, Napoli em jogo que valia a liderança do Campeonato. O duelo reuniu os técnicos Massimiliano Allegri e Maurício Sarri, da Juventus e Napoli, respectivamente.

O jogo começou aberto. Ambas as equipes buscando o gol. Juventus propondo, por estar em casa e por precisar da vitória para tomar a liderança do Napoli. Para isso, Massimiliano Alegri levou a campo a Juve no 4-4-2 em linhas sem a bola, com Pogba e Cuadrado nas pontas, e Dybala e Morata na frente. Khedira e Marchisio também compunham o meio-campo.

444 juve

Jogo disputado, muita marcação e pouco espaço. Juve marcando pressão a partir dos 20’min. Alta marcação, no campo de ataque, pressionando a saída de bola napolitana. Napoli compacta as linhas e tenta sair em velocidade.

Sem espaços, pouca finalização, prevalecendo os sistemas defensivos. Napoli com mais dificuldades de criar chances. Juve pressionando o portador da bola, principalmente no meio-campo.

Napoli no 4-3-3, com Higuain, Insigne e Callejón na frente. Jorginho, Allan e Hamsik formavam o tridente defensivo. Sem a bola, 4-4-2 em linhas, como na imagem abaixo.

442 Napoli

Aos 34’min, o Higuain quase marcou, após cruzamento de Callejón. Bonucci tirou para escanteio. As principais jogadas ofensivas napolitanas eram pelo flanco direito com Callejon, visando Higuain na área.

A partir daí, o Napoli alternou entre pressionar a saída de bola da Velha Senhora e compactar as linhas. A Juve, sempre que podia, pressionava a saída.

pressao juve
O segundo tempo começou mais aberto. Com as equipes querendo abrir o placar. A Juve tentava furar o bloqueio napolitano, na maioria das vezes com Pogba pela esquerda. Chiellini saiu machucado. Rugani entrou no seu lugar. O Napoli tentava tirar o zero do placar, pelo lado esquerdo, com as jogadas individuais de Insigne.

Alegri mexeu. Tirou Morata e colocou Zaza. Mais velocidade e mobilidade no ataque da Velha Senhora.

442 zaza

Aos 62, Pogba dominou na ponta esquerda, na entrada da área, dominou, ajeitou, e deu belo passe para Zaza, que bateu firme porém pra fora.

O jogo era bom e disputado. Mas faltava espaços. As defesas se comportavam muito bem. A Juve propunha mais o jogo, entretanto, assim como o Napoli, não encontrava espaços para infiltração/penetração nos sistemas defensivos adversários.

Aos 76’ min, Insigne saiu e entrou Mertens. Hamsik fechava o lado esquerdo defensivo do Napoli, ocupando o espaço para não ter ultrapassagem de Lichsteiner e Cuadrado (2×1).

Aos 80’min, chance boa para os napolitanos. Mertens bateu na entrada da área e quase abriu o placar para os visitantes. Os momentos finais, o Napoli teve a posse e a Juve recuou e buscou o contra-golpe. Alex Sandro entrou no lugar de Dybala.

Aos 87, o golpe fatal. Em jogada despretenciosa, Zaza avançou na intermediária ofensiva e acertou um chutaço, de fora da área, a bola desviou e entrou no fundo das redes de Reina. Juve 1 a 0. Mauricio Sarri ainda tentou o empate. Tirou Allan e colocou Gabbidini. Em vão.

A Juve aproveitou os últimos minutos, gastou o tempo, cavou falta e o tempo passou. Fim de jogo. Juve 1 a 0. Liderança para a Velha Senhora.