Arquivo da categoria: Novak Djokovic

Sérvia vence ATP Cup

Leia o post original por Fernando Sampaio

O evento foi um sucesso. A primeira edição da ATP Cup reuniu 24 equipes de 3 a 5 jogadores e foi disputada em 3 sedes australianas. As cidades de Sidney, Brisbane e Perth receberam de 03 a 12 de janeiro as maiores estrelas do tênis mundial masculino. Diferente da Copa Davis, a ATP Cup vale pontos para o ranking mundial. Na final, Sérvia e Espanha se enfrentaram e o confronto foi decidido na…

Fonte

US Open 2019 distribuirá U$ 57 milhões

Leia o post original por Fernando Sampaio

O US Open 2019, cuja chave principal terá início nesta segunda-feira, baterá o recorde mundial do tênis ao distribuir mais de US$ 57 milhões aos participantes. Com premiação igual para homens e mulheres, os campeões na chave de simples receberão US$ 3.850.000 cada um, cerca de R$ 15 milhões. Nada mal. Quem perder na primeira rodada leva U$ 58.000,00. Os jogadores que perderem na segunda rodada…

Fonte

US Open 2019 distribuirá U$ 57 milhões

Leia o post original por Fernando Sampaio

O US Open 2019, cuja chave principal terá início nesta segunda-feira, baterá o recorde mundial do tênis ao distribuir mais de US$ 57 milhões aos participantes. Com premiação igual para homens e mulheres, os campeões na chave de simples receberão US$ 3.850.000 cada um, cerca de R$ 15 milhões. Nada mal. Quem perder na primeira rodada leva U$ 58.000,00. Os jogadores que perderem na segunda rodada…

Fonte

Thiem bate Djoko e chega à final em Paris

Leia o post original por Fernando Sampaio

Foi uma verdadeira batalha. O austríaco Dominic Thiem bateu Novak Djokovic, número 1 do mundo, e chegou pela segunda vez na final de Roland Garros. A partida começou na sexta-feira, foi interrompida pela chuva, e terminou sábado após 4 horas e 13 minutos, parciais 6/2, 3/6, 7/5, 5/7 e 7/5. Thiem é o primeiro austríaco a chegar em duas finais de Grand Slam, superando assim Thomas Muster…

Fonte

Nadal e Djokovic vencem fácil na estreia

Leia o post original por Fernando Sampaio

Novak Djokovic e Rafael Nadal garantiram seus lugares na segunda rodada do Aberto da França. Nadal derrotou o jovem alemão Yannick Hanfmann por 6-2, 6-1 e 6-3. O espanhol de 32 anos continua sendo o favorito para vencer em Paris, apesar de Djokovic estar em ótima forma. O maior campeão de Roland Garros, com onze títulos no saibro francês, enfrentará Yannick Maden na segunda rodada.

Fonte

Nadal brilha em Roma

Leia o post original por Fernando Sampaio

Rafael Nadal arrasou na final do Masters 1000 de Roma. Depois de três eliminações seguidas nas semifinais, o espanhol enfim conquistou seu primeiro título em 2019. O canhoto de Mallorca conquistou a nona taça no Foro Itálico com uma bela vitória em cima do sérvio Novak Djokovic, e com direito a um ‘pneu’ inédito sobre o número 1 do mundo, parciais de 6/0, 4/6 e 6/1, em 2h25 de confronto.

Fonte

Djokovic vence a segunda e busca sétimo Finals

Leia o post original por Fernando Sampaio

Novak Djokovic conquistou nesta quarta-feira (14/11) a segunda vitória no Grupo Guga Kuerten do ATP Finals, superando o alemão Alexander Zverev por 6-4 e 6-1. O número 1 do mundo, que tenta levantar o sexto troféu no final da temporada, conquistou 75 por cento dos pontos no primeiro saque e salvou os dois pontos de quebra que enfrentou para conquistar a vitória aos 76 minutos.

Depois das vitórias contra Isner e Zverev, Djokovic irá se classificar para as semifinais pela oitava vez se John Isner derrotar Marin Cilic na noite desta quarta-feira. O jogador de 30 anos também vai se classificar para os quatro últimos se Cilic bater Isner em três sets.

“Eu pensei que joguei bem do meio do segundo set”, disse Djokovic. “Eu comecei a balançar a bola. Eu não tenho servido tão bem. Ele obviamente fez muitos erros não-forçados que me permitiram ganhar mais do que o esperado.”

Ronaldo curte vitória de Djokovic

Leia o post original por Fernando Sampaio

Cristiano Ronaldo teve um belo domingo, marcou seu primeiro gol no famoso San Siro para a Juventus contra o Milan. Ontem, o português saiu de Milão e foi até Londres para curtir a estreia vitoriosa de Novak Djokovic contra John Isner por 6/4 3e 6/3. “Eu tinha as cores do clube dele em minha roupa hoje à noite”, brincou Djokovic, que usava preto e branco. “Tenho certeza que ele ficou feliz em ver isso.”
Não é a primeira vez que Ronaldo assiste Djokovic ou a qualquer profissional de tênis em pessoa. No ano passado, o jogador de futebol estava presente quando Rafael Nadal derrotou Djokovic nas semifinais do Mutua Madrid Open. “É ótimo ter uma grande estrela do futebol, uma estrela do esporte como ele, uma quadra assistindo ao tênis. Ele costumava vir e assistir muito em Madri. Rafa, claro, Roger, eu mesmo. Ele é fã de tênis. É realmente muito bom ”, disse Djokovic. “Ele é uma das maiores estrelas do esporte na última década. É ótimo para o nosso esporte tê-lo aqui. Eu vi que ele estava lá com sua família. Não tive a chance de vê-lo após o jogo, mas espero ter essa chance talvez no final desta semana. ”
Djokovic voltará em ação nesta quarta-feira (14), quando enfrenta Alexander Zverev. O alemão derrotou na estreia o croata Marin Cilic, no primeiro jogo do Grupo Guga Kuerten.

Japão coloca dois semifinalistas no US Open

Leia o post original por Fernando Sampaio

Kei Nishikori e Naomi Osaka estão na semifinal do US Open.

O japonês de 28 anos bateu ontem nas quartas de final o croata Marin Cilic, número 7 do mundo, por 2/6, 6/4, 7/6 (7-5), 4/6 e 6/4 em 4h07 de partida. Foi uma vitória com gostinho de revanche. Em 2014, numa final inesperada do US Open, Cilic levou a melhor e conquistou o título. Esta é a terceira vez que Nishikori chega na semi em Nova Iorque. Na próxima rodada o japonês enfrentará o vencedor de Novak Djokovic e John Millman.

A japonesa de 20 anos chega pela primeira vez numa semifinal de Grand Slam. Naomi Osaka bateu ontem a ucraniana Lesia Tsurenko por duplo 6/1 em apenas 59 minutos de partida. Osaka enfrentará na semifinal a norte-americana Madison Keys, atual vice-campeã do torneio.

Djokovic conquista Cincinnati, o Masters que faltava

Leia o post original por Fernando Sampaio

Depois de cinco derrotas na final em Cincinnati, duas para Andy Murray e três para Roger Federer, finalmente Djokovic conquistou o único título de Masters que faltava no seu currículo, fechando assim o Career Golden Masters. O sérvio tem agora 31 troféus de Masters, dois a menos que o recordista Rafael Nadal.

Com a vitória na final por 6/4 e 6/4 em cima de Federer, o tenista de Belgrado levou US$ 1.088.450 e subiu da décima para a sexta posição no ranking mundial. Feliz, Djoko declarou: “Passei por momentos difíceis e a minha carreira virou uma montanha-russa com a lesão (no cotovelo) que me obrigou a passar por cirurgia no começo deste ano. É um pouco irreal conseguir voltar a esse nível”, disse o sérvio.