Arquivo da categoria: Palmeiras

Brasil na final de Libertadores?

Leia o post original por Celso Cardoso

Não deu para o Athlético Paranaense eliminado pelo Boca ontem, assim como acabou Libertadores para o Cruzeiro que acovardado em sua própria casa viu o River Plate fazer a festa dois dias atrás. Boca e River, os dois finalistas da edição passada, seguem no torneio e podem se reencontrar nas semifinais. É uma possibilidade e tanto. Mas de certo mesmo é que em caso de classificação gremista na noite desta quinta-feira, depois dos 2 a 0 impostos ao Libertad em Porto Alegre, teremos um finalista brasileiro nesta temporada. Isso porque o clube gaúcho se juntaria ao Palmeiras e ao Inter que se classificaram na terça e ao Flamengo que nos pênaltis despachou o Emelec. Aí teríamos Palmeiras contra o Grêmio, Flamengo versus Inter nas quartas, garantia de uma semifinal brasileira e carimbo no passaporte de um representante do País na tão esperada decisão programada para a cidade de Santiago do Chile. O sonho segue vivo para os quatro. É só esperar o Grêmio fazer a parte dele logo mais em Assunção.

 

Ganhar do Godoy Cruz no APITO e na retranca é uma VERGONHA!!!

Leia o post original por Craque Neto 10

Quando vi o Palmeiras entrando em campo para encarar o modesto Godoy Cruz achei sinceramente que a postura da equipe brasileira seria diferente das últimas participações. Afinal o Felipão finalmente se tocou, sacou o tiriça do Lucas Lima do time e escalou uma linha mais participativa com Raphael Veiga na armação e Dudu, Willian e Borja na frente. Mas impressionante a ‘nhaca’ desses caras durante o tempo todo. Não consegui enxergar um momento real de transpiração do time alviverde. O primeiro tempo foi horroroso! Das duas partes, diga-se de passagem! Na etapa final o jogo continuou ruim, truncado e foi […]

O post Ganhar do Godoy Cruz no APITO e na retranca é uma VERGONHA!!! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Vai saber queimar dinheiro assim lá na Pompéia, viu?

Leia o post original por Craque Neto 10

O Palmeiras anunciou na tarde desta terça-feira (30) que chegou a um acordo para a contratação do atacante Luiz Adriano, que estava defendendo o Spartak Moscou da Rússia. Reza a lenda que para sair o negócio o jogador abriu mão do valor da rescisão e virá só pelos salários. Só juvenil acredita nisso, vai! Ou alguém crê que não teve intermediários e esse rapaz vai deixar de receber o dinheiro que lhe é de direito só por AMOR ao Palmeiras? Para vai! Só acho curioso esse acerto de quatro anos de contrato com um jogador que já tem 32 anos […]

O post Vai saber queimar dinheiro assim lá na Pompéia, viu? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

No topo, o bom futebol!

Leia o post original por Celso Cardoso

Clubismo à parte, e devo dizer que não há nada de clubismo nas palavras que se seguem, é bom demais ver o Santos no topo da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Na contramão dos principais treinadores brasileiros contaminados pelo medo da derrota, Sampaoli põe seu time pra jogar pra frente, com coragem, com volúpia, com ofensividade, independentemente do placar. Pode estar perdendo por dois, três, ou ganhando por dois, três. Dá gosto de ver! Nem sempre os resultados aparecem, mas no momento, o santista não tem do que reclamar. Já são seis vitórias seguidas e o que parecia improvável pelo elenco inferior quando comparado com Palmeiras e Flamengo os maiores favoritos para a conquista do título, aconteceu: O Santos está no topo, dois pontos à frente da esquadra comandada por Felipão.

Muitos se perguntam agora, inclusive o colunista que neste momento escreve: “Será que fôlego para terminar na frente?” Sampaoli já disse hoje que o psicológico é o maior adversário santista na briga pelo título, além, claro, do Palmeiras. Se mantiver esse entendimento tático, essa intensidade e precisão na pontaria, não há dúvidas de que vai brigar pela taça. E, caso a conquiste, será uma vitória não só do Santos, mas também do futebol.

Pipoca com sal ou açúcar? Tá de brincadeira???

Leia o post original por Craque Neto 10

O Palmeiras talvez seja o exemplo mais bem acabado do quanto o futebol é cíclico (bonita a palavra, hein?). Até a Copa América o País todo valorizada o Verdão como o melhor do País e elenco mais valioso. O Felipão? Era tido merecidamente como unanimidade. Controlou o vestiário de uma forma incrível. Vinha com uma invencibilidade monstruosa no Brasileirão. Mas passou o torneio, a Seleção Brasileira foi campeã e a bola voltou a rolar por aqui. E em seis jogos o mesmo time até então IMBATÍVEL venceu apenas um. O primeiro duelo contra o Inter pelo mata-mata da Copa do […]

O post Pipoca com sal ou açúcar? Tá de brincadeira??? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Mais uma vergonha se desenhava…. Borja salvou a pátria verde! Ufa!

Leia o post original por Craque Neto 10

Que curioso esse jogo em Mendoza na Argentina, hein? Primeiro o estádio com pouquíssimo público viu o até então desconhecido time do Godoy Cruz apresentar um futebol avassalador pra cima do Palmeiras. Abriu o placar logo no começo do jogo e ainda ampliou com Santiago Garcia provando que realmente o psicológico do líder do Brasileirão não anda lá essas coisas. Com o tempo deu pra ver que esse time argentino é bem fraco tecnicamente. Aí foi só o Verdão se ajustar dentro de campo para comandar as principais ações ofensivas. Em uma delas, ainda no primeiro tempo, o Felipe Melo […]

O post Mais uma vergonha se desenhava…. Borja salvou a pátria verde! Ufa! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Santos com mesma pontuação do Palmeiras força visitantes a serem ofensivos

Leia o post original por Perrone

O fato de o Santos alcançar o líder Palmeiras em número de pontos no Brasileirão impõe nova lógica e novo ritmo à competição na opinião deste blogueiro. Isso porque o time de Sampaoli não é conservador como a maioria das equipes na disputa. Ou seja, joga para ganhar dentro e fora de casa contra rivais do topo ou do fundo da tabela.

Assim, o que normalmente parece ser um bom resultado pode na prática não ser. Por exemplo, uma equipe que briga pela liderança pode partir para um jogo fora de casa imaginando que o empate é um bom negócio, se na mesma rodada os santistas atuarem como visitantes diante de outro concorrente ao título. Mas, em tese, as chances de o Santos ganhar fora de casa são maiores do que as equipes mais cautelosas costumam ser. Assim, é possível que a pontuação alcançada pelo alvinegro paulista force os demais postulantes à taça a serem mais ofensivos mesmo atuando fora de seus domínios.

Foi assim que o Santos jogou contra o Botafogo no Rio, no último domingo (21). Ignorou o fator casa. Jogou para vencer até quando tinha um jogador a menos e acabou ganhando por 1 a 0.

Claro que essa ousadia tem preço. Às vezes os comandados de Sampaoli tomam um sacode pelo meio do caminho, o que torna o campeonato mais imprevisível. Para aproveitar esses eventuais tropeços, é preciso que os adversários ganhem. Foi assim que o Santos se igualou ao Palmeiras, vencendo num momento de declínio, absolutamente normal, do rival alviverde.

Nesse cenário, o fato de os santistas alcançarem o líder Palmeiras em número de pontos é extremamente saudável para o Brasileirão. A competição que havia chegado à parada da Copa América apressadamente com o Palmeiras apontado por muitos, incluindo este blogueiro, como provável campeão, agora ganha mais competitividade.

Peixe de boa na lagoa

Leia o post original por Celso Cardoso

Quem diria? O Santos está colado ao Palmeiras na liderança no Campeonato Brasileiro. Se considerarmos apenas a camisa, a tradição, não há razão para surpresas. Porém, quando comparamos elencos, o feito santista é de encher os olhos dos amantes do futebol. Sampaoli, o maior responsável pelo feito, não tem “os camarões” dos quais dispõem Luís Felipe Scolari e o recém chegado Jorge Jesus. Pra piorar, ainda perdeu jogadores importantes como Jean Lucas e Rodrygo que vinham fazendo parte do time titular. Pois bem, a equipe comandada pelo argentino está ao lado do Palmeiras na liderança do Brasileirão, atrás apenas no saldo de gols.

Contra o Botafogo, no Rio, o time da Vila Belmiro conquistou a quinta vitória seguida, a segunda consecutiva fora de casa. E para os críticos da “falta de equilíbrio” do esquema treinador santista, desde a goleada sofrida para o Palmeiras em maio ( 4 a 0) aconteceram mais seis jogos e o Santos sofreu apenas um gol na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético Mineiro. Mais que resultados, Sampaoli tem feito esse time jogar bola, futebol vistoso há muito raro nesse certame.

A situação do vice-líder contrasta com a do líder Palmeiras. A tensão sobre o mais rico clube do Estado sobe no momento em que se aproxima jogo decisivo pela competição mais importante no planejamento palestrino: a Libertadores da América. O Godoy Cruz está bem longe de ser um bicho-papão, mas em caso de tropeço em Mendonza, famosa pela produção de vinhos, velhos fantasmas vão assombrar o Palestra que antes da parada para a Copa América era o virtual campeão de quase tudo. Aliás, afirmação que despertava a  ira de Felipão. E o tempo mostrou que ele tinha razão para se irritar. A vasta experiência mostra que não há paz que resista à fumaça que o vento traz.

 

Queda do Palmeiras é normal, mas não hostilidade de grupo de torcedores

Leia o post original por Perrone

Absolutamente normal a queda de desempenho que o Palmeiras apresenta neste momento. É previsível até. Praticamente todos os últimos campeões brasileiros passaram por isso durante a temporada, sempre desgastante.

O que não é normal é torcedor hostilizar seu time apesar de ele liderar o Brasileirão, até então de forma invicta.

Não é possível afirmar que o nervosismo da equipe de Felipão na derrota por 2 a 0 para o Ceará neste sábado (20) tenha a ver com o protesto de alguns torcedores na porta do hotel em Fortaleza. Mas, diante do resultado do jogo, dá pra cravar que a pressão em nada ajudou.

Graças à ação hostil de alguns membros de Mancha Alviverde, Scolari ganhou um problema a mais. Além de corrigir o time em campo, tem que blindar emocionalmente os jogadores da pressão de torcedores. Vale lembrar que o Palmeiras já teve até ônibus apedrejado por sua torcida. Ou seja, é natural que atletas fiquem com medo que possa acontecer depois do fracasso em Fortaleza.

Perceba o absurdo, estamos falando do líder do Brasileirão e um dos candidatos ao título da Libertadores. Não há motivo para desespero do torcedor alviverde.

Até porque os problemas são tão claros que Felipão não deve sofrer pra acabar com eles.

Resumidamente, falhas de posicionamento na marcação, erros nas finalizações e  algumas atualizações individuais fracas, como as de Lucas Lima e Deyverson são as causas da queda de rendimento. Nada difícil de resolver, diferentemente de lidar com ações hostis de torcedores.

Acabou a magia do líder? E aí ‘Mamãe’???

Leia o post original por Craque Neto 10

Alguém aí viu o jogo entre Ceará e Palmeiras no Castelão? Que vergonha, hein? O Felipão lançou a campo seus titulares e deu branco nos caras. Não viram a cor da bola e levaram um vareio monstruoso do Vovô, que merecidamente construiu a vitória por 2 a 0 e DESTRUÍRAM com a invencibilidade alviverde. Sinceramente queria entender o que aconteceu com o tão poderoso líder do Brasileirão? Aquela equipe milionária, tão exaltada, que não perdia de ninguém e nem sequer levava gol. Só consigo enxergar que é puro psicológico, ou em outras palavras, aquela baita ‘PIPOCADA’ né? Poxa, descansaram e […]