Arquivo da categoria: Pesquisas

7/10 – Dia da independência

Leia o post original por Rica Perrone

Há muito desconfiamos, mas era preciso uma prova determinante para poder garantir. O Brasil não é mais um país manipulado pela mídia, classe artistica e velhos partidos. Em 2018 os três poderes escolheram dizer “não” a um só homem, que sequer tinha tempo de resposta. Eram miseráveis 8 segundos de tv, o que até outro…

“PALMEIRENCÍDIO”: Denúncia contra o extermínio da torcida palestrina nos ‘rankings de torcida’. Alguém está nos assassinando, em milhões…

Leia o post original por Flavio Canuto

Saudações palestrinas, nobres esmeraldinos!

Quero avisar logo de imediato que não tenho nada, absolutamente nada contra o Vasco da Gama. Pelo contrário, simpatizo muito com o Gigante da Colina, afinal é um clube que sempre respeitou o Palmeiras (até por isso possui uma certa aliança), é uma entidade fundada por imigrantes, que carrega consigo a história de quem a inventou, valoriza sua tradição, enfim.

Mas, lá estava eu, tranquilo e calmo no jornal onde trabalho, escrevendo minhas matérias, quando me deparo com uma pesquisa, veiculada por toda a mídia, dando conta de que o São Paulo estava isolado na terceira posição do ranking de torcedores no Brasil, enquanto a quarta colocação era ocupada pelo… Vasco?!

Olhei com mais atenção, antes de soltar aquela gargalhada estrondosa (uma de minhas características), verifiquei com paciência e percebi que era aquilo mesmo. Pelo menos era o que constava na tal pesquisa. O Vasco, afundado em crise até o último fio de cabelo português, mergulhado em um dos piores períodos de sua bela história, sem ganhar nada há tempos, ultrapassou o Verdão quando falamos em torcida.

Não vou cometer a injúria de afirmar categoricamente que a empresa responsável pela pesquisa não merece crédito, pelo contrário, a Pluri Consultoria é bastante renomada, mas nessa pesquisa eles pisaram na bola e perderam um gol praticamente feito. A quem eu mostrei os números, sendo palestrino ou não, deu risada. Porque é essa a reação normal de quem acompanha futebol.

Se acreditar que o São Paulo possui mais torcida que o Palmeiras já é algo que soa pândego, sendo uma informação basicamente valorizada apenas por quem torce pelo time do outro lado do muro, e só, porque quem entende da bola rolando de verdade, vive o meio futebolístico e é totalmente são, sabe que torcida nenhuma cresce incontrolavelmente em 10 anos, a ponto de passar outra que sempre esteve muito à frente.

E que nenhuma torcida simplesmente deixa de crescer, do nada, ainda mais de um clube gigante, em contrapartida. Basta sair às ruas e atestar o que estou dizendo. Ainda somos a terceira torcida do Brasil sim, podemos não ter o crescimento de outrora, mas ainda somos. O que aconteceu foi um trabalho minucioso de propagação de uma invenção, que virou senso comum e hoje é uma “verdade”, tipo as de Joseph Goebbels na Alemanha nazista. Não digo que os caras não têm torcida, tem sim e é grande, numerosa, isso é fato, ninguém aqui está discordando, mas não é maior que a nossa. Isso é outro fato.

Agora, como as coisas estão fora do limite, do controle do que se classifica como racional, perdermos espaço para os vascaínos? Aí nem colocando penas de pavão nos pés e fazendo cócegas causaria tanta ânsia de riso como estes dados, amigo. Pelo amor de Deus! Não estou, com isso, afirmando que a pesquisa é fraudulenta, arquitetada ou algo do gênero. Não, não é isso. Mas, os dados não condizem com a realidade. Para falar a verdade, eu nem dou crédito a rankings, essas coisas. Acredito quando, sendo bem utópico, ouvirem todo mundo, que nem o Censo, aí sim poderíamos considerar algo.

Me desculpem, profissionais da Pluri Consultoria e Stochos Sports, mas considerar a torcida do Vasco, mesmo que seja quase dentro da margem de erro, maior que a do Palmeiras é algo tão absurdo quanto acreditar que o nosso futebol é resolvido apenas dentro das quatro linhas, que não há favorecimentos e nem falcatruas, que não há trabalhos escusos em bastidores, que todo mundo no meio do futebol é honesto, que treinadores não ganham comissão por escalarem jogadores de empresários A ou B, que o Itaquerão (ou Favorzão, Impressorão, Ajudão, Calotão, ou algo do tipo) será totalmente quitado pelo Nome Feio, que nunca houve compra de resultados, que Edilson Pereira de Carvalho é um homem honesto e íntegro e por aí vai…

ALGUÉM SAIU POR AÍ ASSASSINANDO PALMEIRENSES, É ISSO?

A própria Pluri Consultoria divulgou, em março do ano passado, ou seja, um ano atrás, a mesma pesquisa e olhem os resultados. Em 365 dias, saímos de 12,3 milhões de torcedores (o que já é um disparate), para apenas  4,9% dos entrevistados. Bem sensato! hehehehehehehe!

Ainda em 2012, o portal Lance!, em parceria com o Datafolha, divulgou estes números:

A Globo divulgou os números de uma pesquisa do Datafolha, antes de acontecer o “Palmeirencídio”, ou seja, o extermínio de milhões e milhões de alviverdes no País:

É DEMAIS PARA A MINHA POBRE INTELIGÊNCIA…

Já disse e repito: não confio nesses rankings e nem em pesquisas, a não ser que seja entrevistando cada brasileiro em sua casa. Certa vez, um amigo meu, de infância, foi perguntado sobre uma tal pesquisa para avaliar torcidas, ele respondeu que, aqui no Estado, ele torce pelo Fortaleza, por sempre acompanhar, desde pequeno, mas que é apaixonado pelo Palmeiras. A moça agradeceu e marcou no Palmeiras e no Fortaleza, ou seja, foram computados dois votos, atribuídos a uma pessoa só. Confiável, não?

Dizem que as tevês por assinatura também avaliam e elaboram seus rankings de torcida. Nunca, jamais, me perguntaram qual o time que torço. E nem a ninguém que eu conheço. Segundo, na minha casa assistem, no mínimo, três ou quatro palmeirenses, como sabem a quantidade? Inúmeros grupos se reúnem para assistir a jogos, em vários lugares, um número considerável de pessoas, então como avaliar? Como podem afirmar que fulano é o maior consumidor de PPV? Enfim…

Somos 18 milhões de palestrinos, ou mais, apesar dos números darem conta de que o “Palmeirencídio” já dizimou praticamente metade de nossa torcida. E a campanha para diminuir a nossa quantidade continuará. Somos, de longe, os maiores consumidores de produtos de um clube de futebol em proporção no Brasil e olha que faz tempo que não temos motivos para comemorar, hein? Estranho para quem é a “quinta torcida”, não?

Segundo esses mesmos dados divulgados por aí, no ano do centenádario de alguém, com estrelas no elenco, com todo o apelo midiático (que, como todos sabem, não é pouco), com toda pompa a circunstância, com uma população inteira da China a mais de torcedores (segundo as tais pesquisas) que os outros e… venderam 1,038 milhão de camisas. Palmas, palmas, parabéns! Uma outra agremiação, esverdeada, que está tendo toda sua torcida dizimada (é o que dizem as tais pesquisas), vendeu, no mesmo período do clube anterior, 1,027 milhão de mantos.

Como assim? E o São Paulo, nesse período, vendeu quantas milhões de camisas? 380 mil? É isso mesmo, produção? Mas não é a torcida que mais cresce, todos que nascem no Brasil não são são-paulinos e nomefeianos? Bem estranho, produção…

Mais uma? O Palmeiras foi o quinto maior vendedor de produtos oficiais da Adidas no planeta em 2011? Como, se a torcida está morrendo, sendo exterminada? Em 2011, só perdeu para o Flamengo em venda de camisas e foi por pouco? Ah, assim vou acreditar que estamos mesmo “diminuindo”…

E ainda querem que nós acreditemos nessas coisas? Façam-me o favor, viu…

“NÃO SOMOS A MAIORIA, MAS TEMOS OS MELHORES AO NOSSO LADO, E ISSO É O QUE NOS FAZ MELHOR QUE OS DEMAIS!” (MÁLAGA, Fellipe).

Abraço e boas risadas a todos!

________________________________________________

Adicionem, Curtam e Sigam-me os bons (e alviverdes), conto com todos vocês, afinal somos muito mais que uma torcida, somos uma família:
Facebook – http://www.facebook.com/femalaga
Fan Page – http://www.facebook.com/FellipeMalagaBrasil
Twitter – @FellipeMalaga

O “novo” Camisa 1!

Leia o post original por Luiz Filho

atualizado em 25.mai.2012 em 16h30

Lusitanos,

Depois de muitos boatos e especulações da imprensa, a diretoria de futebol da nossa Portuguesa confirmou na na quinta-feira, a contratação do nosso “novo” goleiro. DIDA irá defender as cores da nossa Lusa no Campeonato Brasileiro.


Aos 38 anos, o goleiro Dida ficará à frente do gol lusitano até o fim desta temporada. A apresentação do jogador, que deixou a aposentadoria de lado para vestir nossa camisa, aconteceu nesta sexta-feira, no Canindé. Clique aqui e veja como foi a apresentação do goleiro.

Assista trechos da entrevista coletiva do Dida no Canindé.

Participe da pesquisa abaixo e deixe sua opinião a respeito da contratação: