Arquivo da categoria: ponte

Ponte larga na frente

Leia o post original por Flavio Prado

A Ponte Preta foi melhor que o Santos na maior parte do jogo. Os times tinham propostas opostas, o Santos queria a posse de bola e a Ponte buscava o contra-ataque. O time de Campinas conseguiu executar melhor.

Em muitos jogos no campeonato, o Santos teve muita posse de bola e pouca finalização, o time roda a bola de forma lenta, não consegue avançar e agredir o adversário. A Ponte Preta se defende bem e usa velocidade pelo lado.

No primeiro tempo, o lado direito da Ponte funcionou bem com Nino Paraíba e Claysson. Jean Mota, que jogou na lateral, muitas vezes teve que encarar os dois jogadores da Macaca. Com dificuldade de avançar, Lucas Lima recuou muito para ajudar na saída de bola e ficou distante de Ricardo Oliveira, os pontas também não conseguiam encostar no camisa 9. Dorival inverteu Vitor Bueno e Bruno Henrique, por alguns minutos pressionou, mas não conseguiu manter a intensidade por muito tempo.

No intervalo, saiu Vitor Bueno e entrou Copete. O Santos passou a ter dois jogadores de força física pelo lado, mas só conseguiu pressionar nos primeiros minutos. A Ponte voltou a levar perigo no contra-ataque, principalmente com Potker aberto pela direita.

O resultado foi justo. O time de Campinas esteve até mais perto do segundo gol do que o Santos do empate. A volta será no Pacaembu com o confronto ainda muito aberto.

Resultado melhor do que o desempenho

Leia o post original por Flavio Prado

Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press

O empate contra a Ponte Preta em Campinas foi bom para o Corinthians. O time não apresentou um bom futebol e escapou da derrota.

Nos jogos contra Santos e Luverdense, a equipe mostrou evolução na parte ofensiva, mas em Campinas lembrou o time dos jogos anteriores, lento na troca de passes e com pouca intensidade.

Jádson acrescenta qualidade, mas ainda não está inteiro fisicamente, a sequência de jogos pesou para o meia que foi substituído por Marlone na segunda etapa.

O ano de 2017 é de reconstrução no Corinthians. A primeira etapa de reconstrução defensiva funcionou, ofensivamente o time dá sinais de melhora, mas ainda não consegue ter uma boa regularidade no nível de atuação. Dentro das possibilidades, o ano é bom até aqui para o Corinthians, nas copas pode até obter sucesso, no Brasileiro por pontos corridos não tem como sonhar tão alto.

Ponte Preta decola, Vasco balança

Leia o post original por Antero Greco

O jogo que Vasco e Ponte fizeram no início da noite desta quarta-feira, em São Januário, teve uma coisa bacana e outra ruim. Positiva a atuação da Macaca, que sobrou na vitória por 3 a 0 e continua no bloco de cima do Brasileiro. Negativa perspectiva cruzmaltina, com uma equipe cheia de falhas e que, se não se acertar logo, provocará sofrimentos no torcedor.

A angústia de um e a alegria de outro começaram logo aos 2 minutos, com o gol de Diego Oliveira que abriu os trabalhos. A vantagem da Ponte mexeu com o emocional vascaíno. O time de Doriva tentou sair do sufoco, mas com erros de passe acima da média e com meio-campo confuso, só se expôs a contragolpes.

Ainda assim, teve chance de empatar em pênalti no mínimo duvidoso. Gilberto bateu no centro do gol e Lomba defendeu com os pés. O goleiro ponte-pretano ainda fez uma defesa difícil, mais adiante, em cabeçada à queima-roupa.

Desgraça pouca é bobagem, quando uma equipe está por baixo.  O Vasco não fugiu à regra. Num dos tantos erros em saída de bola, Felipe Azevedo arrancou livre para a área e foi derrubado pelo goleiro Jordi: vermelho sem contestação. Minutos depois, Tiago Alves aumentou a diferença. No segundo tempo, Borges aos 32 fechou a conta.

O Vasco entra em parafuso, expõe limitações em todos os setores e Doriva não consegue aprumar o grupo. Fica a dúvida a respeito de quanto tempo resistirá, se a má fase não acabar logo. E, por ironia, recusou convite do Grêmio dias atrás.

 

Valeu, Ponte! O sonho era gigante, do tamanho de sua história e tradição, mas a Copa Sul-Americana ficou nos braços do Lanús! E o Botafogo agradece com a vaga da Libertadores sem tapetão!!!

Leia o post original por Milton Neves

seedorf

Valeu, Ponte!

Foi bom, foi histórico, mas não deu.

Caiu de pé, Macaca.

Talvez se tivesse vencido no Pacaembu a história fosse outra.

Mas, se há vice com gosto de título, este sentimento é ponte-pretano nesta noite.

O Lanús nem é tudo isso,  mas foi mais frio para a decisão.

A velha catimba argentina funcionou outra vez.

E quem gostou mesmo foi o Botafogo.

Que com este resultado, garante vaga para a Copa Libertadores 2014 sem tapetão!!!

placar

A campanha da Ponte merece reconhecimento?

OPINE!!!