Arquivo da categoria: Red Bull Brasil

Onde o povo está

Leia o post original por Odir Cunha

Devemos agradecer ao Red Bull Brasil por dar aos santistas da Capital e do Interior próximo a oportunidade de ver o Santos mais uma vez. Será neste domingo, às 11 horas da manhã, no aconchegante e belo Pacaembu.

Todo clube que quer consegue jogar no Pacaembu, o único que alega problemas insolúveis com a Polícia Militar é o Santos. Está mais do que evidente que o problema não é a PM e sim a profunda má vontade dessa diretoria com o santista que não mora em Santos.

Como Renato não jogará, será uma boa oportunidade de assistir ao meio-campo do Santos com uma nova formação. Ricardo Oliveira, com uma caxumba braba, também ficará de fora, dando nova oportunidade para Rodrigão, Thiago Ribeiro ou outros que possam ser escalados no ataque.

O Santos foi o time que mostrou o melhor futebol na primeira rodada do Campeonato Paulista e, ao menos para quem gosta de futebol bem jogado e bonito, é a equipe a ser assistida no Estadual. Não acredite quando boa parte da imprensa quer transformar times e jogadores medíocres naquilo que não são.

O Pacaembu é o caminho natural de crescimento do Santos e toda oportunidade de jogar nele deve ser aproveitada pelos santistas. Sabemos que se depender da gestão atual o time volta para o casulo e de lá não sai mais, perdendo dinheiro com arrecadações de jogos, novos associados, patrocínios e merchandisings.

E se você, sócio do Alvinegro Praiano, concorda que o Santos deve jogar mais vezes no Pacaembu, prepare-se desde já para votar nas próximas eleições presidenciais do Santos, a serem realizadas no final deste ano. Para isso, mantenha suas mensalidades, ou anuidades em dia.

Caso você seja um dos milhares de inadimplentes que abandonaram o clube por falta de motivação pessoal e de atenção da diretoria, peço que faça um esforço e deixe suas taxas em dia para que possa votar.

O clube está sugerindo aos inadimplentes que esqueçam as dívidas e se tornem associados novamente. Parece bom, mas com isso o inadimplente perde o direito de votar, e como a maioria dos inadimplentes é de fora de Santos e quer o Santos jogando mais vezes na Capital e mesmo no Interior, a estratégia favorece a gestão regional que hoje comanda o clube e prefere que ele arrecade menos, mas continue sobre o seu poder.

Vá domingo ao Pacaembu, assista a mais um bom jogo desse bom time do Santos e testemunhe como é gratificante assistir a uma partida do Santos com mais de 15 mil pessoas no estádio, o que nunca ocorre quando o time joga na querida Vila Belmiro.

E você, o que acha disso?

licoes de jornalismo
Você pretende ser jornalista, ou se interessa pela profissão? Quer saber o que aprendi de mais importante em 40 anos de jornalismo? Então fique atento porque logo mais será lançado o livro LIÇÕES DE JORNALISMO. Ele vai fazer o bichinho do jornalismo entrar no seu sangue. Clique neste texto para saber um pouco mais.

E você, o que acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Escolha o seu livro e pague só o valor em promoção. Sem frete.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Time dos Sonhos – A história completa do Santos até o título brasileiro de 2002.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar de “Time dos Sonhos” com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e os ebooks de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time por apenas 49 reais.

dossie - livro
Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar do “Dossiê” por apenas 49 reais, com frete grátis, dedicatória exclusiva ao autor e, se quiser, os três ebooks de livros sobre o Santos.

segundotlat
Segundo Tempo, de Ídolo a Mito.
Apenas R$ 69,00
Clique aqui para adquirir um exemplar de “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e três ebooks de presente (Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time) por apenas 69 reais.

Sonhos mais que possiveis - capa
Sonhos mais que possíveis – 60 histórias de superação de atletas olímpicos.
Apenas R$ 17,00
Clique aqui para comprar o livro de bolso “Sonhos mais que possíveis”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 17 reais.

Dinheiro
Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Apenas R$ 26,00
Clique aqui para comprar o livro “Dinheiro, é possível ser feliz sem ele”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 26 reais.

Atenção: os livros Dossiê unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, Time dos Sonhos e Dinheiro é possível ser feliz sem ele oferecem descontos incríveis para quem comprar dois exemplares. Entre na loja e confira!

Clique aqui para entrar na livraria do blog e fazer a festa


Só a FPF não sabia. O jogo de domingo é outro

Leia o post original por Quartarollo

Só a FPF não sabia. O jogo de domingo é outro

Federação Paulista de Futebol divulgou nota lamentando a antecipação do jogo Corinthians x Red Bull Brasil para o sábado às 16h20, no Itaquerão.

Deixou claro que não gostou e que queria manter o encontro para domingo às 16 horas no mesmo local.

Desde que os jogos se decidiram esperava-se uma alteração. Só a gloriosa FPF não sabia que domingo o jogo é outro e envolve toda a nação.

Será votado a partir das 14 horas em plenário o relatório do Impeachment de Dilmar Rousseff e a previsão é que a votação se estenda até às 22 horas.

Haverá manifestações por todo o país e principalmente nas grandes capitais como São Paulo, por exemplo.

A Federação teimosamente marcou para domingo um jogo que nem a TV Globo quer, pois ela vai também transmitir o jogo da política nacional.

Demonstrou mais uma vez a entidade e seus dirigentes que vivem numa bolha à parte, que são bem alienados quanto aos acontecimentos fora do futebol.

A Polícia Militar e a Rede Globo, que paga o Campeonato, pediram e a Federação mesmo com beicinho de lamento teve que aceitar, mas manteve os outros jogos para os horários já divulgados.

Santos e São Bento jogam no sábado às 18h30, na Vila Belmiro, e Audax e São Paulo jogam às 18h30 do domingo, em Osasco.

Na segunda-feira, um dia atípico para nós brasileiros, o Palmeiras enfrenta na Arena Palestra Itália o São Bernardo.

São jogos únicos que se terminarem empatados serão decididos nos pênaltis.

Coisa que não vale para a votação, em Brasília, no domingo. Se aprovado o relatório, o assunto irá para uma decisão também em plenário no Senado da República que é comandado pelo indefectível Renan Calheiros, não tão diferente do presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Muitos acham que Dilma está na marca do pênalti, mas o goleiro pode fazer uma grande defesa também e entrar para a história boa ou má, dependendo da tendência e da torcida de cada um.

O problema é que vamos ouvir domingo mais uma sessão cheia de blá-blá-blá com os deputados querendo os seus minutinhos de fama, principalmente quando a Globo estiver transmitindo ao vivo, com discursos intermináveis, incompreensíveis, português de baixa qualidade e muita gente querendo tumultuar. De um lado e do outro.

Dizem que a democracia é a convivência dos desiguais, mas os desiguais no Brasil estão cada vez mais iguais. Não dá para acreditar em nenhum deles.

Impeachment, ao contrário do que muitos dizem, na minha opinião, não é golpe, é algo previsto na Constituição, portanto dentro da lei.

O próprio PT que hoje reclama tanto quando era oposição vivia pedindo Impeachment contra todos os que estavam no governo.

Temos algo a Temer?. Temos muito. Com qualquer resultado. É só olhar o quadro, o time é ruim de doer.

Em qualquer direção que se olhar tem um oportunista ou uma jararaca à espreita.

Assim não há futuro para ninguém. E como haver futuro sem presente?

Empate serve como ensaio pra Libertadores

Leia o post original por Antero Greco

Amigo são-paulino, gostou do empate com o Red Bull, na abertura do Paulistão? O 1 a 1 em Campinas não foi grande coisa, pelas imperfeições do time e pelo nervosismo. Não era a estreia que se imaginava de uma equipe que passou por reformulações e tem técnico novo.

No entanto, não se viu nenhum desastre em Campinas, no campo da Ponte Preta, onde o RB mandou o jogo. O São Paulo mostrou erros e defeitos previsíveis de início de temporada. Muita coisa vai mudar, e logo. Nem a formação titular é definitiva.

Edgardo Bauza está convencido de equipe compacta significa o melhor caminho para o sucesso. É uma tese, e às vezes pode ser confundida com retranca. Não foi assim. O São Paulo teve muitos momentos ofensivos, ao mesmo tempo em que se notou preocupação dos jogadores de se reagruparem logo, assim que perdiam a bola. Falta sincronia entre defesa e meio-campo.

Há muitas caras novas, a começar pelo gol, agora por conta de Denis, depois de duas décadas de reinado absoluto de Rogério Ceni. O herdeiro não comprometeu e não teve chance alguma no pênalti cobrado por Roger, na etapa final, e que estabeleceu o empate no resultado.

Na zaga, Breno teve chance, participou de lance de perigo no início, depois foi trocado por Lucão. A vaga tem dono e será de Lugano, tão logo esteja pronto. Mena foi discreto na esquerda.

No meio-campo, Thiago Mendes e Hudson se revezaram na marcação, Ganso teve espaço para avançar (fez o gol). Mais à frente, Michel Bastos se esforçou (foi dos melhores), enquanto Kardec e Centurión ensaiaram entrosar-se e ficaram longo do ideal.

A exibição tricolor não foi nada excepcional. O importante, porém, é que serviu de etapa de preparação para os jogos com o Cesar Vallejo por vaga na fase de grupos da Libertadores. O primeiro jogo será na semana que vem. No estágio atual, o São Paulo pode ter dificuldades, mas mostra condições de classificar-se.