Arquivo da categoria: Reforços

O Santos precisa reforçar.

Leia o post original por Nilson Cesar

O novo técnico do Santos Sampaoli está reclamando por reforços. Acho que ele tem razão. Não acho que o argentino é um super técnico, mas sem bons ovos fica difícil fazer um bom omelete. Claramente o problema no Santos é a falta de dinheiro. Não existe milagre. Com grana se faz bom time. Sem dinheiro precisa contar muito com o fator sorte. Sorte é o que o Peixe vai precisar mesmo. Torcer para que com o elenco que têm forme-se um bom time. Vou prestar muita atenção também no trabalho do Sampaoli. As vezes é muito mais milonga do que competência. Hora de aguardar, observar e depois opinar. Vamos aguardar…

Vocês precisam chegar num acordo

Leia o post original por Rica Perrone

O Flamengo montou o time de 2017 e não havia um torcedor rubro-negro pessimista. Era “timaço”, obrigação de títulos e os caralho. O ano foi passando e o “timaço” foi chegando em tudo, menos na Libertadores onde tradicionalmente o clube vai muito mal mesmo.

Termina o ano. O time é mantido. Você não consegue falar com um rubro-negro sem ouvir dele o desespero pela falta de reforços.

E eu lhes pergunto: o time é um timaço ou uma merda que precisa de reforços desesperadamente?

Vocês todos erraram a avaliação durante 2017, portanto? Quando montado, agradava. Após o resultado, não mais. Então quem montou o fez com a mesma lógica da maioria, já que todos criaram a mesma expectativa.

Quando troca-se meio time de ano pra ano é loucura e falta de planejamento. Quando se espera pra contratar um ou dois pra ajustar o que deu errado, é falta de ousadia.

Dirigir o Flamengo deve ser a coisa mais difícil do futebol mundial. Porque se num dia nada pode ser melhor, no outro nada presta. E isso mesmo sem a bola rolar, o que torna ainda mais surreal.

Veja, meus caros. Um time forte como o Flamengo tem –  tem, queira você ou não – não precisa sair na janela de transferencias comprando Deus e o mundo. Ele precisa de fulano aqui, ciclano ali e ponto final.  Moreno é uma aposta muito boa, pois sempre foi muito bom jogador.

Ah vai vingar?

Sei lá, ué! Quer garantia compra uma maquina de lavar, não um ser humano.  Fosse assim era só o time mais rico anunciar o elenco e davam a taça pra ele.

Wallace é muito bom jogador. Muito mesmo.  Se vier também resolve e qualifica o meio campo.

“Ah mas eu não quero o Pará!”

O que você quer é o time de 81.  Eu também queria vê-lo de novo. Mas não existe mais. E sua referência de time competitivo deve ser por definição básica a competição.  Olhando em volta nota-se que o Flamengo está no nivel de seus principais rivais sim. E portanto, montou um time competitivo.

Encher esse time de reforços é um atestado de que não sabiam o que faziam em 2017. E se sabiam, estão ajustando os problemas e não começando tudo de novo.

Vocês querem pagar dívida, construir um estádio, ganhar o campeonato, usar a base, seguir um planejamento e contratar meio mundo.

Acho que vocês sentem saudades do Flamengo décimo sexto com 5 meses de salário atrasado comprando estrela sem pagar em dezembro pra diminuir a pressão…

abs,
RicaPerrone

E a base vem como?

Leia o post original por Rica Perrone

Cada dia que passa me questiono mais sobre a necessidade dos clubes em contratar.  Vejo que o nivel técnico do jogo caiu muito, que hoje os jogadores se parecem muito.  Os salários são altos, as transações absurdas, e o retorno… nem sempre.

Pra ser bonzinho. Pois na real, quase nunca.

Eu vou ser prático com exemplos:

A base do Flamengo não tem ninguém que jogue o mesmo que o Gabriel, por exemplo?

Na base do Palmeiras não tem jogadores que possam preencher o elenco e pra isso é preciso contratar quase 2 times inteiros?

O Corinthians precisa de um centroavante pra fazer o que o Romero faz que na sua base não tenha?

Não tem um menino no gol do SPFC em toda a base capaz de não cometer as falhas do Denis por 1 anos?

Você tem 200 meninos na base. Não consegue repor um lateral reserva sem gastar um milhãozinho no mercado?

Será?

Ou será que o dinheiro “dos outros” girando ainda é mais negócio?

Olha pro seu time. Quantos jogadores absolutamente comuns você tem por mais de 150 mil reais por mês?  Será que precisava? E quanto custou pra vir?

Olha o mercado, a janela. Os valores. Quem são os alvos. Não estamos duelando por Carecas, Zicos, Romários. Estamos brigando por Bruno Silva, com todo respeito. Ou lamentando a perda do Fernandinho, de tantos outros “bons jogadores”, mas que são “ok”.  Não fazem nada muito melhor que um garoto possa fazer ganhando 20% do que ele ganha, não tendo que comprar e valorizando o produto que você fez por anos.

Será mesmo que é preciso tanto dinheiro assim pra fazer futebol no Brasil onde a gente inventa jogador todo dia?

Sera que o Grêmio e o Corinthians de 2017 não mostraram nada aos demais? Ou ali tinha algum timaço cheio de contratações?

abs,
RicaPerrone

Palmeiras mesmo sem jogar bem vai conquistar o campeonato brasileiro.

Leia o post original por Nilson Cesar

Faz algumas rodadas que o Palmeiras não vem jogando bem. Mesmo assim a vantagem sobre o segundo colocado vem aumentando. Estamos vivendo um campeonato brasileiro de baixo nível técnico, mas de boa disputa. O líder tem dificuldades para vencer em casa uma equipe que está beirando a zona de rebaixamento. Ninguém pode contestar o provável título do Verdão , pois na verdade ninguém vem tendo competência para alcançar o time do Cuca. Boa gestão, pagamentos e prêmios rigorosamente em dia, isso também faz um time ser campeão. O Palmeiras têm que reforçar sim para a Libertadores da América do ano que vêm . Só com bons reforços o Verdão pode voltar a ser campeão da América também . Tenho certeza que a diretoria do Palmeiras sabe disso e deve estar já se mexendo para a temporada de 2017,. Não tem jeito, Palmeiras será campeão brasileiro de 2016.

A série B é o menos importante

Leia o post original por Rica Perrone

Qual o objetivo do Vasco em 2016?  Muitos dirão “subir pra série A”, e não deixam de ter razão.  Embora seja óbvio, tanto o objetivo quanto a realização dele, o preocupante pra mim é o que será preparado pra 2017. De que adianta ser campeão da série B e começar 2017 tendo que refazer um …

Sr. Olhão: 8 reforços na série A

Leia o post original por Rica Perrone

A sétima rodada se aproxima, e com ela muitos atletas talentosos não poderão trocar mais de equipe. Fiz uma lista com jogadores que até agora me agradaram no Campeonato Brasileiro e poderiam trocar de time. Rodnei – Lateral Direito – Ponte Preta – É um lateral que possui força e bom poder de marcação, sobe […]

SPFC torrou mais que o dobro do que Cruzeiro em reforços em 2014. Foi vice

Leia o post original por Perrone

O São Paulo pode começar a descontar nesta quarta contra o Cruzeiro, pela Libertadores, uma diferença que dói no bolso e está registrada no balanço patrimonial de 2014 dos dois clubes. No ano passado, o time paulista gastou em contratações mais que o dobro em relação ao bicampeão brasileiro, e ficou com o vice-campeonato.

Foram R$ 38.813 milhões desembolsados em reforços pelos são-paulinos contra R$ 16.899.389,78 dos cruzeirenses.

Em seu balanço, a diretoria tricolor diz que fez contratações pontuais em 2014, citando Alan Kardec, Souza, Michel Bastos, Thiago Mendes e Alexandre Pato, trocado por empréstimo com o Corinthians.

O time mineiro gastou menos no ano passado, pois já tinha torrado uma grana alta em 2013. Mesmo assim, na soma das duas temporadas suas despesas com contratações foram menores que as do rival desta noite nas oitavas de final da Libertadores. Nessa conta são R$ 8 milhões a menos do Cruzeiro: R$ 52 milhões contra R$ 60,2 milhões acumulados nos últimos dois anos.

Porém, em 2013, ano em que teve Dedé como sua contratação mais cara, o clube de Belo Horizonte gastou mais em reforços do que o São Paulo: R$ 35,1 milhões contra R$ 21,4 milhões. Naquele ano, enquanto o Cruzeiro comemorava o título nacional, o time paulista sentia alívio por ter alcançado a nona posição, após se distanciar da luta contra o rebaixamento.

Para se ter uma ideia do que é gastar R$ 60 milhões com reforços em duas temporadas sem conquistar um título, o Corinthians desembolsou R$ 60,4 milhões entre 2011 e 2012, mas levantou a taça do Brasileiro no primeiro ano e da Libertadores e do Mundial no segundo. Só que nas contas de suas despesas com contratações, o alvinegro também inclui despesas registradas nas vendas de jogadores, como pagamento de comissões.

“Investimos muito em reforços nos últimos anos. Agora a situação mudou. Em qualquer área do clube é muito difícil fazer investimento. Tem que conversar com o presidente (Carlos Miguel Aidar). Os investimentos podem esperar”, disse ao blog Osvaldo Vieira de Abreu, vice-presidente de administração e finanças são-paulino.

O fato de ter gastado tanto na formação de suas e equipes sem transformar as despesas em taças, ajuda a dar a dimensão da pressão sofrida pelo São Paulo para avançar às quartas de final e continuar buscando o título continental.

 

Sr. Olhão avalia reforços do SPFC

Leia o post original por Rica Perrone

Chegamos a ele esperado por muitos tido como um dos melhores elencos do país veremos como se reforçou o São Paulo FC para 2015. Vou começar pelos 1os. nomes, anunciados ainda em 2014. Bruno – lateral direito – Possui boa técnica, sabe passar e tabelar, tem alguma habilidade e cruza com precisão. Não é uma […]