Arquivo da categoria: reinauguração

Luigi deve apresentar Beira-Rio como estádio da decisão do Gauchão

Leia o post original por Pedro Ernesto

Foi um final de semana completo para os colorados. Na sexta-feira, dia do aniversário do clube, o grande banquete numa das casas mais bonitas e charmosas de eventos de Porto Alegre. No sábado, a grande festa. Lembrando uma abertura de Copa do Mundo ou de Olímpiada, na qual foram contadas as últimas quatro décadas que marcam a maioridade do clube, seus grandes títulos, seus grandes ídolos, seus grandes dirigentes.

Foi uma noite que emocionou colorados que estavam no Beira-Rio ou mesmo assistindo pela televisão. Uma montagem que superou R$ 20 milhões e que teve em Edson Erdmann, Flávio Steiner, Karina Fernandes, Renata  Germano, Maria Bastos, entre outros, figuras centrais. No domingo foi o jogo. Veio o Peñarol, que, 45 anos atrás, estava no festival de inauguração do Beira-Rio. Vitória colorada por 2 a 1.

Prós e contras

O Beira-Rio lotou. Foram mais de 50 mil colorados que quiseram ver o time voltando, na sua plenitude, ao velho lar. Em campo, um Peñarol todo reserva. Considero um desrespeito ao torcedor que pagou caro para assistir ao jogo. O Inter entrou em campo com todos os titulares e, no segundo tempo, Abel trocou os 11. Também acho um exagero.

Acho que o torcedor colorado merecia mais. Mas como o Inter foi ao Chile inaugurar o Estádio Elias Figueroa e levou só reservas, não pode reclamar de nada.

Definição

Entramos na semana Gre-Nal, mas o Grêmio tem antes um compromisso importante com o Nacional-Uru na quinta-feira, na Arena. Ganhando, o Tricolor termina a fase de grupos entre os primeiros e obtém a vantagem de decidir em
casa. Os exemplos são para os dois lados, mas é inegável que a decisão na frente de seu torcedor sempre é importante.

Neste jogo, Enderson Moreira vai testar o substituto de Luan, que fica 40 dias fora. Pode ser Alán Ruiz, pode ser Zé Roberto que volta de lesão. A quinta-feira vai mostrar o que é melhor para o Gre-Nal decisivo.

É demais!

O Beira-Rio recebeu dois grandes eventos e se saiu muito bem. Não há registro de acontecimentos que se possa lamentar. Sendo assim, na terça-feira, Giovani Luigi deve apresentar o Beira-Rio como o estádio da decisão do Gauchão. Claro que muita coisa pode melhorar no entorno. Mas nada que não possa ser feito num mutirão de  trabalho.

A reinauguração do Gigante da Beira-Rio

Leia o post original por Pedro Ernesto

Não quero furar o grande diretor Edson Erdmann, o responsável pela grande festa que o  Gigante da Beira-Rio verá neste sábado, em sua reinauguração. Na quinta-feira, por curioso, estive no Beira-Rio assistindo ao último ensaio. Fiquei impressionado com o que vi. Imagine, torcedor, que um imenso barco atravessa o campo, lembrando os tempos em que não havia o aterro, mas o Guaíba onde hoje está o estádio. Vi o Zé Adão Barbosa fazendo uma manifestação sobre um andaime de obra, contando o que foi a grande obra dos colorados, há 45 anos atrás. Vi depoimentos dos mais importantes jogadores das quatro últimas décadas, efeitos sonoros fantásticos e artistas colorados desfilando ou cantando sucessos de época. Serão cerca de 1500 figurantes fazendo grande evoluções pelo campo, relembrando fatos e recontando a história do estádio que depois deste final de semana será, oficialmente, entregue ao seu torcedor. Apesar de todo o brilho, das luzes, o espetáculo, antes de tudo, emocional. Tenho certeza que 50 mil colorados vão se emocionar muito com o que poderão ver neste sábado. Será uma grande festa.
Emoção
No coração de cada torcedores, existe o amor pelo clube. A gente sabe que o cara pode trocar de mulher, mas nunca de clube. Os torcedores colorados, que na sexta-feira viveram o dia do aniversário, e neste sábado viverão a grande festa “Os protagonistas” e no domingo assistirão ao jogo do Inter contra o Peñarol, estão vivendo momentos de grande emoção. É isso que um clube pode colocar no coração de seus torcedores. Alegria e a tristeza vem junto com os resultados, mas a ideia de torcer para o clube é permanente, seja qual fora a situação. Os colorados estão vivendo um momento emocional de grande importância. São três dias de festas, comemoração, recordações e de grande demonstrações de amor pelo Inter.
Zagueiros
O departamento de futebol do Inter vai ter que dar uma olhada na possibilidade de contratar mais um zagueiro, visando a copa do Brasil e o Brasileirão. Paulão é titular absoluto. Mesmo não sendo um jogador tecnicamente importante, ele é jovem e tem saúde. Ernando é outra boa solução encontrada pelo Inter. O problema está nos dois veteranos, Índio e Juan. São jogadores notáveis, mas pela idade, não está seguindo o ritmo que o clube necessita. Eles se lesionam com muita frequência e tiram do treinador a opção de escalá-los. Acho que a direção colorada poderia se preparar e buscar mia sum jogadores para essa posição.

É demaaaiiiiis!!!!!
Os jogadores do Grêmio estão vivendo um momento diferente em suas vidas particulares. Ganharam folga de um final de semana inteiro. Desde quatro de janeiro, quando se apresentaram para a temporada, não tiveram nenhuma folga, pois estavam na disputa do Gauchão e da Libertadores. Foi um período de jogos importantes, decisivos e com grande viagens entre eles. Certamente de muito desgaste físico e, principalmente, emocional. Nada melhor do que passar um final de semana com a família.  Poder relaxar   passear. Enfim, um fim de semana de pessoas comuns. Depois de tanto trabalho, é claro que eles merecem.

Festa do Beira-Rio será impressionante

Leia o post original por Redação Diário Gaúcho

Fui até o Beira-Rio para ver como se faz uma grande festa. Fiquei impressionado. Serão 2 mil figurantes, com figurinos diferenciados, uma orquestra de mais de cem músicos, som maravilhoso e iluminação especial. Claro que não vi quase nada. Mas já foi o suficiente para ficar impressionado com a grandeza que o produtor Edson Erdmann prepara. Tenho certeza de que será uma festa repleta de emoção. Pelo que ouvi falar, será uma choradeira só pelos fatos emocionantes que serão relatados ao longo da exibição de Os Protagonistas.

Os colorados vão se encher de orgulho. Vi o novo Beira-Rio. Lindo, exuberante. Os torcedores ficarão mais próximos do campo. As cadeiras vermelhas dão o toque especial com a cor do clube. O gramado é simplesmente perfeito. Faz tempo que foi plantado e recebe cuidados especiais. Tomara que a Andrade Gutierrez e a prefeitura consigam melhorar o entorno para que as pessoas possam chegar tranquilas. O fim de semana tem tudo para ficar na história do Inter como a grande festa que marcou a reinauguração da casa dos colorados.

Viaduto

O prefeito José Fortunati percorreu o Viaduto Pinheiro Borba a pé ontem. Foi de uma extremidade à outra. Deu a entender que não falta muito para conclusão da obra, fundamental para os jogos da Copa. O estaqueamento é a parte mais complicada. Nesse momento, a construtora trata da parte da pista de rolamento dos carros. Nesse caso, são painéis de concreto pré-moldados que são colocados sobre as estruturas já existentes. Isso significa que falta pouco e a cidade  receberá essa obra, importante para a Copa e a cidade.

Fratura

Luan sofreu fratura na mão no jogo contra o Nacional-Col. O médico Felipe do Canto ainda não definiu se o tratamento será conservador, com imobilização ou se o caso é cirúrgico. O fato é que Luan não enfrentará o Nacional-Uru, quinta-feira, e deve ficar de fora do Gre-Nal. Aí reside um problema para Enderson Moreira. Ou volta Zé Roberto, que começa a treinar na próxima semana, ou entra Alán Ruiz.

DEMAIS

A campanha do Grêmio é espetacular. Contra o Nacional-Col, nos dois jogos, somou seis pontos e fez 5 a 0. Fantástico. Não perdeu nenhuma partida. Em nove pontos como visitante, ganhou sete. O Grupo da Morte tornou-se relativamente fácil pelo desempenho do Grêmio. Ganhando do Nacional-Uru, deve ficar entre os três primeiros na classificação geral. Assim, obterá a vantagem de decidir as fases seguintes quase sempre na Arena, com o calor da sua torcida.