Arquivo da categoria: Sampaoli

Santos já esperava por cobranças de Sampaoli e justifica demora no mercado

Leia o post original por Perrone

O discurso na diretoria do Santos é de que as cobranças públicas de Jorge Sampaoli por reforços já eram esperadas. Ao contratar o argentino, a direção conhecia seu perfil exigente e inquieto. Assim, entende que agora não pode reclamar.

Administrar a situação explicando as dificuldades encontradas pelo clube para atender imediatamente aos pedidos feitos pelo treinador é o caminho escolhido pelos santistas. Uma das justificativas é de que até agremiações que estão com boa saúde financeira demoram para conseguir alguns dos reforços almejados. Principal exemplo é o Flamengo, que sofreu para tirar Arrascaeta do Cruzeiro e não foi capaz de fazer o mesmo com Dedé.

Conhecido no clube por ter temperamento difícil como o de Sampaoli, o presidente José Carlos Peres tem conversado com o técnico e explicado a situação. Ele também assegura ao treinador que os reforços chegarão.

O argentino falou a respeito do tema depois do empate em um gol com o Corinthians no último domingo. “Sobre a insatisfação (pela demora nas contratações), quando eu vim, vim para uma equipe com muita história. Temos que estar à altura dessa história, Neymar, Pelé. Expressamos nosso desejo de manter esse alto nível e pedimos ao presidente para que nos ajude nisso. No curto prazo, esperamos que ele possa cumprir esse compromisso, até para que o Santos tenha a chance de competir com outros times já formados. Queremos um time competitivo para fazer jus à história. Tomara que o Santos tenha o que merece em breve”, disse ele em entrevista coletiva.

Internamente, a avaliação santista é de que o treinador não conhece o mercado brasileiro. Suas referências são atletas sul-americanos, especialmente os argentinos e jogadores do continente que atuaram na Europa. Nesse universo, o clube crê que as contratações são mais caras e difíceis. É o caso de Pablo Pérez, volante e capitão do Boca Juniors indicado por Sampaoli.

Há também o entendimento na direção do Santos que outros pedidos foram atendidos com rapidez. Foi assim com a demissão do gerente Sérgio Dimas e a substituição dele por Gabriel Andreata, brasileiro que trabalhou com Sampaoli no peruano Coronel Bolognesi.

Em relação ao trabalho do treinador, o amistoso com o Corinthians deixou boa impressão na cúpula santista. A análise é de que já foi possível identificar o estilo do técnico na equipe e que, com os futuros reforços, a tendência é brigar por títulos na temporada.

O Santos precisa reforçar.

Leia o post original por Nilson Cesar

O novo técnico do Santos Sampaoli está reclamando por reforços. Acho que ele tem razão. Não acho que o argentino é um super técnico, mas sem bons ovos fica difícil fazer um bom omelete. Claramente o problema no Santos é a falta de dinheiro. Não existe milagre. Com grana se faz bom time. Sem dinheiro precisa contar muito com o fator sorte. Sorte é o que o Peixe vai precisar mesmo. Torcer para que com o elenco que têm forme-se um bom time. Vou prestar muita atenção também no trabalho do Sampaoli. As vezes é muito mais milonga do que competência. Hora de aguardar, observar e depois opinar. Vamos aguardar…

Argentino vai dar certo na Vila?

Leia o post original por Craque Neto

Mesmo com um desencontro de informações, a diretoria do Santos praticamente garantiu que o argentino Jorge Sampaoli será o novo técnico do clube para a próxima temporada. Ele chega para substituir o Cuca, que deixou a Vila no fim do Brasileirão. Mas a dúvida que fica é: será que finalmente iremos ver um treinador gringo dar certo em terras brasileiras? Sinceramente não acredito. Com exceção feita ao trabalho realizado na Seleção do Chile, onde ele deu sorte de pegar nas mãos a melhor geração da história do País, o restante da carreira como técnico foi bem meia boca. Aliás, as […]

O post Argentino vai dar certo na Vila? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Sem defesa ELES vão passar VERGONHA!!!

Leia o post original por Craque Neto

Acompanhei uma boa parte do jogo amistoso entre Espanha e Argentina em Madrid e fiquei impressionado com a falta de categoria da Seleção dos nossos hermanos. Pelo amor de Deus! Levar uma surra de 6 deve ter feito o Messi, que estava sentado nas arquibancadas, querer se esconder no casaco. É verdade que nós brasileiros não temos muita moral para criticar, já que graças a segunda geração da tal ‘Família Scolari’ levamos um vergonhoso 7 a 1 da Alemanha em uma semifinal de Copa. Ainda assim 6 foi demais! Os próprios jornais argentinos chamaram o resultado desta terça de “Papelão […]

O post Sem defesa ELES vão passar VERGONHA!!! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

De toda derrota se tira lições

Leia o post original por Craque Neto

Hoje ‘madruguei’ para acompanhar o jogo da Seleção Brasileira contra a Argentina, em mais um desses amistosos caça-níqueis que a CBF arrumou na Austrália. Pra falar a verdade fiz isso por causa do técnico Tite, que de fato revolucionou o trabalho por ali. Hoje dá gosto ver esses caras jogando bola! E o mais interessante foi notar que apesar de estar em campo com um mistão o Brasil desempenhou bem o seu papel e jogou de igual para igual com o time principal dos hermanos. Com direito a estar em campo estrelas mundiais como Messi, Di Maria, Higuaín e Dybala. […]

O post De toda derrota se tira lições apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Mudanças de Argentina e Chile

Leia o post original por Flavio Prado

NELSON ALMEIDA/AFP
NELSON ALMEIDA/AFP

Neste domingo, Argentina e Chile repetem a final da Copa América 2015, mas com mudanças importantes.

Logo de cara, já podemos apontar o local como uma diferença importante em relação ao ano passado. O Chile decidiu a Copa América em casa e conquistou seu primeiro título. O ambiente era totalmente favorável aos chilenos, que aproveitaram muito bem este fator somado ao bom time comandado por Sampaoli.

O técnico é outro fator. Sampaoli seguiu a mesma linha de trabalho implantada por Marcelo Bielsa na seleção chilena. De coadjuvante, o Chile virou protagonista no continente. O time de Sampaoli queria a bola, tinha a iniciativa e tentava ditar o ritmo de todos os jogos, independente do adversário. Sampaoli saiu, chegou Pizzi. Os melhores momentos do atual Chile, foram nos contra-ataques, o massacre contra o México de Osório foi construído desta forma.

A Argentina evoluiu. Tata Martino está no segundo ano de trabalho. Martino tem um estilo de trabalho muito diferente de Sabella, vice-campeão do mundo em 2014. No Mundial do Brasil, a Argentina usava muito o contra-ataque, com a defesa bem postada e com liberdade para Messi. Martino prefere a posse de bola, busca o protagonismo do jogo e o trabalho evoluiu no último ano.

Messi é um grande diferencial. O desempenho do craque na atual edição, está muito melhor do que na competição do ano passado. A Argentina chega como favorita, em 2015 o equilíbrio era maior e talvez até com pequeno favoritismo chileno pelo fator casa.

Espero um ótimo jogo, mas desta vez a bola deve ser argentina e os chilenos devem buscar a velocidade com Sanchez.

Dunga, Tite, Sampaoli, Imprensa, CBF e onde está a nossa aclamada ética?

Leia o post original por Quartarollo

Dunga, Tite, Sampaoli, Imprensa, CBF e onde está a nossa aclamada ética?

A grande imprensa gosta de vender teorias. Muitas com razão, outras nem tanto.

Sempre diz que um trabalho precisa de sequência. Que técnico não deve ser demitido no meio do trabalho.

Chorou por Marcelo Oliveira que vinha mal no Palmeiras e agora aplaude Cuca que entrou em seu lugar.

Alguns até já estão chegando a conclusão que a troca foi boa, o que prova que nem toda a demissão atrapalha.

Agora os mesmos defensores da continuidade dos técnicos querem Dunga fora da Seleção.

Ele não perdeu, mas jogou um mau segundo tempo contra o Uruguai, no Recife, foi bem no primeiro, e um bom segundo tempo contra o Paraguai, em Assunção, foi mal no primeiro.

Dois resultados de 2 x 2, Normal pela história desses confrontos em Eliminatórias na América do Sul, mas Dunga tem contra si o fato de Neymar não ser contido disciplinarmente na Seleção, o que é função dele e também de Gilmar.

O futebol em si não tem muita diferença do que se joga por aqui. São os mesmos jogadores e se vier outro técnico as convocações serão basicamente iguais.

As últimas informações de bastidores, nem sempre corretas, dizem que Tite foi sondado e teria dito não por não gostar das pessoas que mandam na CBF.

Pelo que sei não foi isso. Ele foi sondado por um dirigente da Federação Paulista se aceitaria assumir a Seleção e respondeu que lá tem um técnico e que ele é técnico do Corinthians.

Não citou nada contra quem está no comando da CBF, mas a notícia fica mais forte dessa forma, por isso alguns postam dessa forma.

O que ficou claro é que Tite foi ético, mas que até aceitaria a Seleção se o cargo estivesse vago, o que não é o caso de momento.

Outra informação diz que Jorge Sampaoli teria se oferecido para ser técnico da Seleção Brasileira.

Mentira. Duvido que Sampaoli tire o celular do bolso para se oferecer. Se alguém o fez, foi um agente que o representa ou gente que sondou essa possibilidade para depois levar dinheiro por indica-lo, como se ele precisasse disso.

Todo mundo sabe quem é o ex-técnico do Chile, mas futebol tem disso. No Palmeiras, na volta de Valdívia até o pai do jogador ganhou comissão.

Mas daí de novo coloco a palavra ética na conversa. É ético um técnico se oferecer para um cargo já ocupado por outro?

A nossa grande imprensa quando é alguém daqui que faz isso cai de pau em nome da ética, mas como está babando por um técnico estrangeiro na Seleção e ainda mais sendo Sampaoli, o salvador do futebol chileno, se esqueceu desse importante detalhe.

Ou seja, vale para uns mas não vale para outros. Se é Vanderlei Luxemburgo que faz isso a casa cai e pedem instalação de CPI contra o cara, mas Sampaoli pode.

Se colocar no mercado é uma coisa, se oferecer para o lugar do outro é outra coisa. E a pergunta é: Será que Sampaoli fez isso mesmo ou vai ser mais uma estória da carochinha do Guardiola querendo a Seleção Brasileira?

Não estou entrando no mérito sobre o trabalho de Tite, Sampaoli e Dunga, até porque os três são bem diferentes e eu prefiro muito mais o primeiro, mas estou analisando de como as coisas são ditas, escritas, inventadas e viram verdades que não se sustentam nem até a segunda página.

O que é certo nesse momento é que Dunga continua técnico da Seleção. Deve ficar até a Copa América centenária e se fizer um bom papel, acho (e daí já é opinião) que ele continua.

O seu problema é a vaidade de querer dirigir a Seleção na Olimpíada. A medalha de ouro nunca conquistada já derrubou muitos outros e Dunga já passou por isso e parece que não aprendeu.

Brasil não resiste e perde do ex-freguês Chile

Leia o post original por Fernando Sampaio

chile x brasilO Brasil foi além das minhas expectativas.

A Seleção Brasileira deixou a sensação de que poderia ter saído na frente.

Eu não esperava isso.

A Seleção Chilena está num estágio bem mais avançado. Sampaoli, além de ser um treinador diferenciado, começou o trabalho em 2012. Os frutos estão sendo colhidos agora. Campeão da Copa América, time mais entrosado, confiança, qualidade, Sanchez e Vidal acima da média, com certeza esta é a melhor seleção do país de todos os tempos.

Em casa achei que seria domínio total.

Não foi.

O Brasil estava bem organizado, sofreu a esperada pressão no início depois equilibrou o jogo e levou perigo ao adversário. O time mostrou marcação encaixada, transição rápida, atacantes de velocidade…. William fez uma bela partida. A defesa estava segura, a bola na trave foi de fora da área. É absolutamente normal o Chile criar uma grande oportunidade.

No segundo tempo o jogo ficou aberto e continuou equilibrado até a saída do Valdívia.

Mesmo com a saída de David Luis o time continuou firme. Marquinhos não estava bem. Os ataques do Chile pelo lado do Marcelo tornaram-se mais intensos e perigosos. Oscar estava bem na função tática mas o último passe estava um desastre. O meia atacante puxou bons contra-ataques pela esquerda mas desperdiçou a possibilidade de criar boas oportunidades.

Quando Valdívia saiu o jogo mudou. O chinelinho chileno era a esperança do Brasil. A maioria dos ataques brasileiros saíram de seus passes errados. Quando Sampaoli mudou twittei que Dunga poderia colocar Lucas Lima e Ricardo Oliveira. Não vou fazer o exercício do “outrismo” e dizer que isso mudaria o jogo. Não dá pra saber. A diferença é que o jogo ainda estava 0x0, a dupla santista entraria descansada e teria mais tempo em campo para criar alguma jogada.

O Chile cresceu com a saída de Valdívia e marcou com Vargas.

Ricardo Oliveira entrou bem e teve duas chances de empate. No final Dunga foi para o tudo ou nada e tirou Luiz Gustavo. A defesa ficou exposta, Alexis Sánchez aproveitou e matou o jogo.

Resultado normal.

O Chile não vencia o Brasil desde 1993.

A última vitória aconteceu justamente um ano antes do Brasil conquistar o tetracampeonato nos Estados Unidos. Parreira, Cafu, Roberto Carlos, César Sampaio, Edmundo, Zinho e Cia perderam de 3×2. No ano seguinte o Brasil foi campeão mundial quebrando um jejum de 24 anos. Portanto, muita calma quando analisar só o resultado isolado.

 

Foto: Mario Ruiz/EFE