Arquivo da categoria: Sem bola

O capitalismo jornalístico

Leia o post original por Rica Perrone

Pra Amazonia ninguém olhou por todo esse tempo. Bastou o governo não agradar a mídia que ela se tornou ambientalista. Bolsonaro é péssimo. Fala mal. Fala besteira. Alimenta uma mídia sedenta por frases infelizes, que é sua especialidade. O maior inimigo do governo é o próprio Bolsonaro. Suas brigas são absolutamente desnecessárias. Ou é muita…

Perdoem-nos

Leia o post original por Rica Perrone

Preocupado. A classe está desunida, sem rumos e sem critérios. Um patrimônio nacional sucateado pela própria falta de auto estima em tempos sombrios onde, por incrível que pareça, nossos corpos, vossas regras. Refiro-me ao gordo, é claro. Primeiro um gordo come a mulher do próximo e vaza na web. Um erro brutal, gordos sempre foram…

Um professor de física no primário

Leia o post original por Rica Perrone

Gremistas não são racistas. Colorados não agridem crianças. É uma idiotice do tamanho da dessa estúpida da imagem acima rotular torcidas e querer colocar clubismo numa discussão dessas. Há imbecís como essa mulher na torcida do Grêmio, do Vasco, do meu SPFC, de qualquer clube brasileiro. Simplesmente porque estamos num país onde essas pessoas existem…

Leitão e a censura

Leia o post original por Rica Perrone

Jornalista critica. Tudo. O tempo todo. Tendo ou não capacidade de avaliar, ele critica. É assim que ele é formado, pra ser contestador. Do contestador leigo ao especialista há uma diferença. E nesse meio a única semelhança entre quase todos os jornalistas é o corporativismo. Miriam Leitão foi desconvidada de um evento porque pessoas se…

Então, Galvão…

Leia o post original por Rica Perrone

Ídolo. Assim me refiro a Galvão Bueno e portanto aqui não vai uma linha irônica ou maldosa sobre o maior narrador que esse país já teve. Dono dos bordões mais notáveis do nosso esporte e voz oficial das maiores alegrias da minha vida. Hoje ao final do jogo ele e o Casagrande reclamaram da distância…

Demagogia em alta

Leia o post original por Rica Perrone

Antes de mais nada, um elogio. O documentário é muito bem feito. Não sei quem é a equipe, diretor, etc, mas quem fez está de parabéns. Nem mesmo a voz de choro da narradora e protagonista consegue desequilibrar a boa produção. Dito isso, vamos aos comentários. É tendencioso? Não. É uma propaganda eleitoral. É bem…