Arquivo da categoria: Sem Categoria

São Paulo consegue vencer o Vasco

Leia o post original por Michelle Giannella

Ufa! Aconteceu o esperado na Copa do Brasil.

O superior time do São Paulo venceu o Vasco de Lisca, no Morumbi.

O Vasco vinha embalado com somente uma derrota nos últimos oito jogos.

Felizmente, a goleada sofrida para o Flamengo não abalou a equipe de Crespo que conseguiu melhorar dentro de campo.

Vencer esse jogo era muito importante para o Tricolor diante da fraca campanha que tinha apenas 4 vitórias em 17 jogos.

E vamos em frente.

 

Corinthians se supera contra rival Tricolor

Leia o post original por Michelle Giannella

Corinthians e São Paulo empataram em Itaquera (Foto: Divulgação/Rodrigo Coca)

Um jogo que começou domingo à noite e terminou na madrugada de segunda feira. O empate por 2 a 2 surpreendeu até os mais otimistas críticos esportivos.

Um Corinthians diferente dentro de campo que soube lidar com um time que vinha embaladíssimo. Apesar dos péssimos ultimamente, no clássico vimos uma equipe jogando bem na marcação contra o São Paulo.

O Tricolor não conseguiu implantar seu estilo de jogo, com troca de passes para chegar ao ataque com muita gente. Já o Corinthians encontrou espaço dentro do jogo e Luan teve um papel importante nisso tudo ao sair da posição de atacante e recuar para meia, atrapalhando a marcação adversária.

O Corinthians merecia a vitória. Mas o empate mostrou que não se pode subestimar o rival alvinegro.

Noite vergonhosa para Palmeiras e Grêmio

Leia o post original por Michelle Giannella

O Grêmio precisava vencer o equatoriano Independiente Del Vale em Porto Alegre por 1 a 0 para seguir na Libertadores. Fez um a zero, mas perdeu de virada por 2 a 1 e acabou eliminado!

Já o Palmeiras precisava empatar com um timinho chamado Defensa Y Justicia pra ser campeão da Recopa Sul -Americana. Também fez 1 a 0, também sofreu a virada por 2 a 1 e perdeu a disputa de pênaltis (de novo!). Pra mim, quando você vai mal uma vez nos pênaltis, pode ser alguma coisa psicológica, nervosismo, mas duas vezes em menos de uma semana, é falta de competência e treinamento.

Não era para o Palmeiras entregar o título com aquele gol do Benítez no último minuto. Por que o time desconcentrou? Por que tomou a virada? Por que não foi competente nos pênaltis?

O fato é que são dois gigantes perdendo os jogos para times pequenos.

Foi merecida a vitória do Defensa Y Justicia? Foi, porque o time atacou e finalizou mais do que o Palmeiras. 0

O futebol brasileiro precisa reaprender a se colocar em campo em alto nível.

Título da Supercopa é simbólico

Leia o post original por Michelle Giannella

A final da Supercopa deste domingo entre Flamengo e Palmeiras, sob o sol escaldante das 11 da manhã (por exigência da patrocinadora Globo) nos faz ainda acreditar no futebol brasileiro. Foi uma belíssima partida entre os dois melhores times do Brasil.

Esse título é simbólico, não é o grande objetivo da temporada de ninguém. Ganhou de verdade o público que assistiu ao empate no tempo normal e depois viu a cobrança das penalidades.

Sobre o Palmeiras: foi intenso no combate, nas roubadas de bola, chegou com velocidade.

Abel Ferreira ficou devendo no quesito equilíbrio. O destempero do treinador e sua expulsão deixaram a equipe nervosa por uns dez minutos dentro de campo. Nunca é bom ter o comandante expulso.

Rogério Ceni parece ter dado um passo a mais como treinador, está ganhando casca, mais experiência com um timaço em mãos.

Quanto aos jogos do final de semana das equipes paulistas, vamos lá:

O São Paulo passou muito fácil pelo São Caetano, mas o adversário era bastante fraco.

O Santos jogou com os reservas contra o Botafogo de Ribeirão Preto e teve problemas para desempenhar seu melhor futebol, mas o time vai atuar pela Libertadores e teve que optar por entrar com os garotos. Ângelo jogou bem, apesar do empate em 0 a 0.

Jogo preocupante mesmo foi o do Corinthians, que mesmo ganhando por 1 a 0, jogou muito mal. O Guarani perdeu muitas oportunidades. O Corinthians até pode ter a melhor campanha do Paulistão , mas o futebol está tão pequenininho…

Boa semana, pessoal!

 

De fato é campeão! Parabéns, Palmeiras!

Leia o post original por Michelle Giannella

O Palmeiras está de parabéns!

Conquistou a Copa do Brasil sobre o Grêmio depois de dois jogos sendo superior ao rival.

Mas agora vamos combinar, o Palmeiras é o único time que tem elenco titular e reserva muito balanceado, ou seja, um elenco competitivo e de muita qualidade se compararmos com os rivais.

Abel Ferreira entra para a história do Palmeiras com esses dois títulos seguidos.

Abel tem méritos na vitória sim, mas a qualidade do time também.

Parabéns, Verdão!

 

 

Santos enterra sonho corintiano

Leia o post original por Michelle Giannella

Foi ele, Soteldo, que mesmo machucado e em apenas 17 minutos, conseguiu dar a vitória para o time do Santos.

O atacante entrou no intervalo da partida, participou do gol de Marcos Leonardo e saiu com dores na coxa. Eu já dizia ontem no Gazeta Esportiva que Soteldo sempre faz a diferença e Celso Cardoso, meu colega, me falou: “Ele não vai jogar!”. Pois então, ele jogou uma fração de tempo e conseguiu fazer o que nenhum outro jogador do time adversário foi capaz.

A vitória deixa o Santos na faixa de classificação da fase preliminar da Libertadores e agora o Peixe depende apenas de si para carimbar a vaga no torneio continental.

Já o Corinthians é um time regular. Não dá nem vontade de comentar, mas vendo os números, de 20 times no Campeonato Brasileiro, está em décimo lugar. De 36 jogos disputados, ganhou 13 , perdeu 13 e empatou 10. Marcou 45 gols e sofreu 45. Acontece que um time regular não tem chances na Libertadores e não tem chances em lugar nenhum. Difícil imaginar uma volta por cima desta equipe agora em 2021…

 

Acabou o sonho do Mundial

Leia o post original por Michelle Giannella

Foto: Karim JAAFAR / AFP

Acabou o sonho do Mundial.

Uma pena que apenas uma semana após uma conquista tão esperada e festejada da Libertadores venha tamanho balde de água fria.

Pensar que enfrentar o Bayern poderia ser um massacre, até conforta a alma do palmeirense, mas a questão é como perdeu o jogo, entende?

O Palmeiras não desempenhou um bom futebol em campo. Só Weverton jogou bem, salvou o time de uma goleada e só.

O Tigres esteve muito mais focado e foi o dono do jogo, mesmo não sendo uma equipe tão melhor assim que o Palmeiras.

Fato é que contra o Santos o time não desenvolveu um futebol bom, consistente. Já tinha faltado futebol ali, mas teve sorte. O título foi definido naquele único lance. No jogo contra o Tigres faltou bola de novo sim.

Agora é seguir a vida porque há ainda a disputa pela Copa do Brasil.

 

5 motivos para a conquista da Libertadores pelo Palmeiras

Leia o post original por Michelle Giannella

Porq

[contact-form]

ue o Palmeiras mereceu e levou o título da Libertadores, em 5 itens:

1. O time recebeu investimento e trabalhou por muito tempo para chegar a este momento. Sendo assim, apesar de todos os méritos de Cuca e das individualidades do Santos, o conjunto da obra palmeirense mereceu a vitória pela seriedade com quem levou as contratações, sempre mantendo os salários em dia e a organização dentro do clube.

2. Elenco forte. Mais do que individualidades o Palmeiras sempre foi elogiado por ter um conjunto bom, tanto no banco quanto fora dele.

3. O Português. Abel Ferreira foi o nome certo na hora exata. Quero descobrir quem indicou o treinador para o presidente Galliote. Desconhecido, sem títulos, mas pela personalidade e pelos trabalhos feitos anteriormente em alguns posts atrás eu disse que confiava muito no trabalho do gajo.

4. Weverton. O goleiro fez a diferença e deu grande respaldo à equipe durante todo o ano de 2020 e agora em 2021.

5. Crefisa. Sem a patrocinadora, o item 1 poderia ser diferente, assim como o item 2. Claro que nem tudo sempre é perfeito no clube, mas sem a tia Leila teria muito difícil o Palmeiras ter chegado onde chegou.

O Corinthians não inspira confiança

Leia o post original por Michelle Giannella

O Red Bull Bragantino venceu o Corinthians por 2 a 0.

O Corinthians tem oscilado, mas precisamos ver o lado positivo: Mancini conseguiu tirar o time da zona do rebaixamento, mérito dele e do bom trabalho que tem feito.

No entanto, no jogo desta segunda, o RB Bragantino foi melhor do primeiro ao último minuto da partida. E aí, o que acontece com o elenco alvinegro?

O gol tomado logo no começo obrigou o Corinthians a sair mais para ataque, mas a equipe claramente ficou atrapalhada e as alterações do treinador não surtiram efeito.

O que essa derrota significa?

Significa que mesmo que o Corinthians consiga a vaga para a Libertadores, não tem chance alguma na competição.

O time é fraco. Não esboça consistência, força, tática e muito menos inspira confiança.

Agora a ironia da história,,,, Claudinho, nascido no terrão corintiano e dispensado, mostra que tinha sim potencial e que jogaria com um pé nas costas nesse time do Corinthians.