Arquivo da categoria: Sem Categoria

Santos enterra sonho corintiano

Leia o post original por Michelle Giannella

Foi ele, Soteldo, que mesmo machucado e em apenas 17 minutos, conseguiu dar a vitória para o time do Santos.

O atacante entrou no intervalo da partida, participou do gol de Marcos Leonardo e saiu com dores na coxa. Eu já dizia ontem no Gazeta Esportiva que Soteldo sempre faz a diferença e Celso Cardoso, meu colega, me falou: “Ele não vai jogar!”. Pois então, ele jogou uma fração de tempo e conseguiu fazer o que nenhum outro jogador do time adversário foi capaz.

A vitória deixa o Santos na faixa de classificação da fase preliminar da Libertadores e agora o Peixe depende apenas de si para carimbar a vaga no torneio continental.

Já o Corinthians é um time regular. Não dá nem vontade de comentar, mas vendo os números, de 20 times no Campeonato Brasileiro, está em décimo lugar. De 36 jogos disputados, ganhou 13 , perdeu 13 e empatou 10. Marcou 45 gols e sofreu 45. Acontece que um time regular não tem chances na Libertadores e não tem chances em lugar nenhum. Difícil imaginar uma volta por cima desta equipe agora em 2021…

 

Acabou o sonho do Mundial

Leia o post original por Michelle Giannella

Foto: Karim JAAFAR / AFP

Acabou o sonho do Mundial.

Uma pena que apenas uma semana após uma conquista tão esperada e festejada da Libertadores venha tamanho balde de água fria.

Pensar que enfrentar o Bayern poderia ser um massacre, até conforta a alma do palmeirense, mas a questão é como perdeu o jogo, entende?

O Palmeiras não desempenhou um bom futebol em campo. Só Weverton jogou bem, salvou o time de uma goleada e só.

O Tigres esteve muito mais focado e foi o dono do jogo, mesmo não sendo uma equipe tão melhor assim que o Palmeiras.

Fato é que contra o Santos o time não desenvolveu um futebol bom, consistente. Já tinha faltado futebol ali, mas teve sorte. O título foi definido naquele único lance. No jogo contra o Tigres faltou bola de novo sim.

Agora é seguir a vida porque há ainda a disputa pela Copa do Brasil.

 

5 motivos para a conquista da Libertadores pelo Palmeiras

Leia o post original por Michelle Giannella

Porq

[contact-form]

ue o Palmeiras mereceu e levou o título da Libertadores, em 5 itens:

1. O time recebeu investimento e trabalhou por muito tempo para chegar a este momento. Sendo assim, apesar de todos os méritos de Cuca e das individualidades do Santos, o conjunto da obra palmeirense mereceu a vitória pela seriedade com quem levou as contratações, sempre mantendo os salários em dia e a organização dentro do clube.

2. Elenco forte. Mais do que individualidades o Palmeiras sempre foi elogiado por ter um conjunto bom, tanto no banco quanto fora dele.

3. O Português. Abel Ferreira foi o nome certo na hora exata. Quero descobrir quem indicou o treinador para o presidente Galliote. Desconhecido, sem títulos, mas pela personalidade e pelos trabalhos feitos anteriormente em alguns posts atrás eu disse que confiava muito no trabalho do gajo.

4. Weverton. O goleiro fez a diferença e deu grande respaldo à equipe durante todo o ano de 2020 e agora em 2021.

5. Crefisa. Sem a patrocinadora, o item 1 poderia ser diferente, assim como o item 2. Claro que nem tudo sempre é perfeito no clube, mas sem a tia Leila teria muito difícil o Palmeiras ter chegado onde chegou.

O Corinthians não inspira confiança

Leia o post original por Michelle Giannella

O Red Bull Bragantino venceu o Corinthians por 2 a 0.

O Corinthians tem oscilado, mas precisamos ver o lado positivo: Mancini conseguiu tirar o time da zona do rebaixamento, mérito dele e do bom trabalho que tem feito.

No entanto, no jogo desta segunda, o RB Bragantino foi melhor do primeiro ao último minuto da partida. E aí, o que acontece com o elenco alvinegro?

O gol tomado logo no começo obrigou o Corinthians a sair mais para ataque, mas a equipe claramente ficou atrapalhada e as alterações do treinador não surtiram efeito.

O que essa derrota significa?

Significa que mesmo que o Corinthians consiga a vaga para a Libertadores, não tem chance alguma na competição.

O time é fraco. Não esboça consistência, força, tática e muito menos inspira confiança.

Agora a ironia da história,,,, Claudinho, nascido no terrão corintiano e dispensado, mostra que tinha sim potencial e que jogaria com um pé nas costas nesse time do Corinthians.

 

5 a 1: Barbaridade, tche!

Leia o post original por Michelle Giannella

O Inter arrebentou o São Paulo ontem no Morumbi.

5 a 1 pra cima do time de Diniz levando a equipe a nocaute. Nos últimos 12 pontos disputados pelo São Paulo, conquistou apenas um, no empate contra o Atlético Paranaense, no último final de semana.

Já o Inter, dos 21 pontos que disputou, conquistou 21!!! Sete vitórias seguidas, com dois pontos de vantagem pra cima do São Paulo agora na tabela.

Sobre a partida: São Paulo muito mal. Distraído. O Inter aproveitou todos os espaços e erros do adversário, aliás, de novo, um erro com saída de bola do São Paulo, ajudou em gol do adversário, e a falha de Dani Alves foi outra contribuição no elástico placar desta derrota.

Este segundo lugar na tabela é assustador porque no retrovisor estão chegando com tudo Flamengo, Galo, Palmeiras e Grêmio.

Não enxergo no São Paulo qualquer capacidade ou consistência para ser campeão no Brasileirão. Nem mesmo para manter a vice liderança na tabela.

Palmeiras: 4 vezes melhor do que o Corinthians

Leia o post original por Michelle Giannella

O Palmeiras mostrou a perfeição em campo na noite desta segunda-feira.

Foi uma diferença tão grande, tão brutal em relação ao Corinthians, que os quatro gols tomados pelo Timão poderiam ter sido seis ou sete. Ficou barata a derrota.

A atuação de todos os jogadores palmeirenses em campo, bem como o trabalho de Abel Ferreira mostram porque este time está disputando 3 títulos.

Ficou evidente a fragilidade corintiana, se bem que o time de Mancini segurou bem o começo da partida, mas depois sucumbiu à excelente capacidade de trabalhar a bola do adversário. O Palmeiras sabia o que queria e construiu lindamente a goleada.

O Verdão tem chances em 3 campeonatos e esse portuga é do babado!

Final gigante na Copa do Brasil

Leia o post original por Michelle Giannella

Último post do ano. Não tem como deixar de falar das semifinais de ontem da Copa do Brasil.

Passaram Palmeiras e Grêmio. Com todo respeito ao América que tem um time bem montado, não dava para fazer frente ao elenco palmeirense. Do outro lado, Renato Gaúcho mostrou o que fazer para não deixar o adversário jogar, segurou o empate e apesar da presença da torcida são paulina do lado de fora do estádio, ficou com a vaga.

Podem falar o que for, mas Renato usou estratégia. Conseguiu o resultado. Trancou travou o jogo. O São Paulo não conseguiu finalizar e deslocar os adversários. Faltou inspiração, sorte e técnica.

Final gigante em breve!

 

Vitória com sabor de goleada

Leia o post original por Michelle Giannella

O Corinthians venceu por 1 a 0 o Majestoso de domingo e o golaço de Otero teve sabor de goleada.

O embalado São Paulo se embolou nas garras do time alvinegro.

E o mérito desta vitória tem nome e sobrenome: Wagner Mancini, que conseguiu armar o time de tal modo que aniquilou o rival. O treinador além de apelar na preleção para “raiva”, dizendo que os jogadores tinham que disputar as bolas com vontade e determinação, desenhou como sairia o gol da partida. Leu direitinho nas entrelinhas o esquema tático de Diniz e deu um nó tático no Tricolor.

Foi 1 a 0, mas poderia ter sido mais, porque o São Paulo não fez uma apresentação digna de seu futebol atual. Parecia outro time na Neoquímica Arena e manteve o tabu de nunca ter vencido na casa do rival.

Final de ano feliz para Mancini.

Tropeço no clássico ruim para Diniz que vai ter que usar toda a sua habilidade como psicólogo para não deixar essa derrota abalar a equipe para o super jogo desta quarta contra o time de Sampaoli.

5 razões para acreditar em Abel Ferreira no Palmeiras

Leia o post original por Michelle Giannella

O desconhecido Abel Ferreira pode ser o futuro treinador palmeirense. Apesar de toda incompetência da diretoria na condução da demissão de Luxemburgo e do desespero para trazer um novo treinador estrangeiro, acredito que o português tem 5 bons motivos para dar certo com o elenco alviverde.

TEM PERSONALIDADE – Abel Ferreira é jovem e tem personalidade forte. Vai colocar todo mundo do elenco palmeirense em seu devido lugar. Jogador chinelinho ou vai ser mandado embora ou vai parar do outro lado do oceano emprestado, podem apostar.

FALA PORTUGUÊS – A barreira na comunicação não será um problema entre o treinador e seus comandados. O técnico fala português e quando quer se fazer entender, fala alto e forte. Grita, se for preciso. .

É JOVEM – Realmente Abel não tem a experiência e a bagagem de treinadores mais experientes, mas por isso mesmo ele pode surpreender tanto os torcedores como os times adversários. O cara é uma incógnita.

GOSTA DE DAR OPORTUNIDADE AOS GAROTOS E JOGAR PRA FRENTE FAZENDO GOLS- Sabe aquele treinador que não tem medo de tirar medalhão do time e colocar um garoto da base pra assumir a bronca? Esse é Abel Ferreira. Outra coisa bacana, Abel gosta de jogo com gols. Vai colocar o time pra ir pra cima.

Claro que o português precisará de tempo. Pra conhecer as peças que tem, uns 15 dias. Pra entender os adversários, mais uns 15. Pra se adaptar ao Brasil, uns 30 dias. Então, os primeiros dois meses poderão ser difíceis, mas o treinador tem força, fôlego e personalidade para fazer esse Verdão jogar o que merece.

CBF: jogo na TV Brasil foi por viabilidade, não para agradar ao governo

Leia o post original por Perrone

Nesta quarta (14), o blog publicou post opinativo comentando sobre a exibição do jogo contra o Peru na TV Brasil mostrar como a seleção  brasileira pode ser usada para empoderar cartolas da CBF. Isso porque o Governo Federal pediu que a partida passasse em TV aberta, e a entidade comprou os direitos cedendo-os à emissora pública. Apesar de ser uma opinião, este blogueiro recebeu à noite telefonema de integrante da confederação refutando argumentos apresentados no artigo.

A versão relatada é de que a CBF não negociou com o Governo Federal pela exibição do jogo e que o principal interesse da cúpula da entidade foi permitir que as pessoas pudessem assistir à seleção sem custos. Também foi negado que os dirigentes vão pedir favores ao governo em troca da transmissão da partida.

O blog não afirmou que isso vai acontecer, mas argumentou que dirigentes de clubes com dificuldades para serem ouvidos em Brasília podem recorrer a Rogério Caboclo, presidente da CBF, que recebeu abraços e agradecimentos do governo durante a transmissão.

A versão informada por membro da confederação dá conta de que a entidade tinha a informação, ainda na terça, de que Globo e SBT tentariam transmitir o jogo. Por volta das 17h, vendo que nenhuma negociação avançou, Caboclo acionou Edu Zebini, diretor de mídia da CBF, e pediu que ele tentasse negociar com a Mediapro, que comprou os direitos da partida junto à federação peruana.

A avaliação na CBF foi de que havia clima para negociar porque a empresa já realizou ação relacionada ao “Museu Seleção Brasileira” e tem interesse em direitos de transmissão de partidas da seleção.

Segundo a mesma fonte, a Mediapro disse que não venderia os direitos do jogo com o Peru se a CBF fizesse uma revenda ou os repassasse para uma emissora que comercializasse cotas de patrocínio, informações anteriormente publicadas pelo “Blog do Marcel Rizzo”. A explicação foi de que a empresa perderia credibilidade no mercado, se isso acontecesse.

Nesse ponto, a confederação entendeu que só a TV Brasil teria condições de cumprir essas exigências. Ela não vende cotas de patrocínio e poderia transmitir o jogo para todo o território nacional, pois já transmite a Série D do Brasileiro.

Zebini, então, ligou para representante da emissora pública, ligada ao poder executivo, para se certificar de que ela poderia viabilizar a transmissão. Com a resposta afirmativa, ele concluiu a negociação com a Mediapro.

A CBF não revela quanto pagou pelos direitos de transmissão do jogo, mas o comentário na entidade dá conta de que “não foi barato”. O relato ouvido pelo blog é de que o interesse em que o público tivesse uma alternativa para ver a partida sem ter que pagar para assistir pelo canal EI Plus e dar visibilidade a seus patrocinadores, especialmente a Nike, motivaram o investimento feito pela CBF.

Em relação ao comentário deste blogueiro sobre existirem interesses em jogo no futebol brasileiro que passam por Brasília, como MP do Mandante e repactuação das dívidas fiscais dos clubes, o mesmo integrante da confederação afirmou que são questões que não estão ligadas diretamente à CBF e que estão no Congresso Nacional, não nas mãos do executivo. E que não existe a possibilidade de a entidade pedir favores ao governo.

Outro ponto negado foi que a CBF possa usar eventual proximidade com o governo federal para manter uma relação de clientelismo junto aos clubes.

Após ouvir todos os argumentos, o blog entendeu ser justo publicá-los. Porém, mantém sua opinião de que a transmissão do jogo pela TV Brasil reforçou que a seleção pode ser usada para aumentar o cacife político  de dirigentes. Não é, no entanto, uma afirmação de que,  necessariamente, cartolas e governantes irão trocar favores.