Arquivo da categoria: série a

Ex-poderoso da Globo volta a se reunir com clubes na CBF, mas nega projeto

Leia o post original por Perrone

Em reunião de clubes da Série A do Brasileiro na última segunda na CBF chamou atenção a presença de Marcelo Campos Pinto, ex-poderoso executivo da Globo, que era responsável pela negociação de direitos de transmissão de jogos.

A participação dele foi vista por parte dos presentes como uma demonstração de que o ex-diretor da Globo Esportes voltou a ter influência na Confederação Brasileira. Houve até quem entendesse que ele participaria do projeto de comercialização das transmissões para fora do país, mas Marcelo negou ao blog existir essa possiblidade.

Campos Pinto deixou a emissora em novembro de 2015. Na ocasião, a Globo afirmou que ele iria se aposentar, desvinculando a mudança das investigações feitas pelo FBI envolvendo, entre outros temas, a venda de direitos de transmissão de partidas.

 Ao blog, o ex-funcionário da maior emissora do país negou que tenha voltado à ativa no ramo de transmissões no futebol brasileiro. “Conheço um pessoal que está trabalhando com produção (em transmissões) e me pediu para apresentar (à CBF). Só fui lá para acompanhar esse pessoal, não estou participando de projeto nenhum de transmissões de jogos. Até cheguei na reunião depois do começo”, declarou Campos Pinto.

O principal objetivo do encontro foi discutir a comercialização das transmissões do Campeonato Brasileiro para o mercado internacional. Sem revelar o nome de quem apresentou para a CBF, Marcelo disse que são pessoas que falaram sobre como padronizar as transmissões para o exterior em nível europeu.

Indagado sobre a participação de Campos Pinto, o departamento de comunicação da CBF respondeu que ele apenas compartilhou experiências, negando o envolvimento dele na venda de direitos. Afirmou ainda que um consultor internacional também esteve presente falando de sua experiência na Europa.

Segundo a CBF, não há negociação em andamento, existindo apenas um debate sobre o projeto de internacionalização do futebol brasileiro.

De acordo com um dos presentes, o ex-diretor da Globo falou da importância de os clubes valorizarem os direitos de transmissão pela Internet e apresentou dados para sobre o aumento de audiência na rede mundial de computadores.

Sr. Olhão: 8 reforços na série A

Leia o post original por Rica Perrone

A sétima rodada se aproxima, e com ela muitos atletas talentosos não poderão trocar mais de equipe. Fiz uma lista com jogadores que até agora me agradaram no Campeonato Brasileiro e poderiam trocar de time. Rodnei – Lateral Direito – Ponte Preta – É um lateral que possui força e bom poder de marcação, sobe […]

Vamos ao que interessa: começa o Brasileiro

Leia o post original por Antero Greco

Logo mais, na tarde deste sábado, começa outra edição do Campeonato Brasileiro da Série A. Será a 13.ª na base dos pontos corridos, turno e returno, todos contra todos, leva o título quem chegar à frente dos demais. Regulamento simples, fácil para ser entendido por torcedores dos 20 clubes que jogarão entre si até dezembro. Sei que há quem deseja o retorno dos mata-matas; nem entro nessa discussão, pois o campeonato é para premiar regularidade.

Também não vou discutir se a competição é de alto nível, se vale pouca coisa ou nada. Para mim, vale, e muito. É o principal torneio do calendário nacional, acima de Estaduais e da Copa do Brasil. Ok, tem a Libertadores, a Sul-Americana e até o Mundial, se algum time daqui chegar. Mas são de âmbito internacional. Aqui em casa, dá pra dizer que 2015 começa agora.

O Brasileiro é equilibrado, no que isso representa de bom ou de ruim. Ao contrário de tantos outros similares, não se parte de uma dupla de favoritos, ou de um grande bicho-papão, como é o caso do Bayern de Munique na Alemanha. Sem exagero, se podem listar 9 ou 10 times para levantar a taça em dezembro, depois de 38 rodadas.

O campeonato é longo, sabemos disso, e muda de cara no segundo semestre, assim que se encerrar o mercado europeu. Muitas equipes sofrerão alterações depois de julho/agosto. Muito difícil, portanto, apontar candidatos à hegemonia. O risco de errar é enorme.

Mas aceito o desafio aqui e coloco a relação dos que, no momento, mostram potencial maior. Não necessariamente em ordem. Os quatro paulistas (Palmeiras, Santos, Corinthians, São Paulo) não são apostas furadas, assim como os gaúchos Inter e Grêmio. O bicampeão Cruzeiro, evidentemente, não pode ser deixado de lado, pela estrutura.

Esse bloco desponta como o mais forte. Já Flamengo e Fluminense, assim como o Atlético-MG e o Vasco, ficam um pouco abaixo. Os demais correm por fora, com espaço para surpresas. Briga para cair? Também será equilibrada.

Enfim, hora de curtir nossa bola por aqui. Com o tempo, saberemos quem se preparou bem e quem não passou de cavalo paraguaio.

Boa sorte a todos.

 

 

Recado dado; missão cumprida

Leia o post original por Rica Perrone

De todos os grandes que “conquistaram” a volta a série A, não me lembro de uma reação tão inteligente quanto a da torcida do Vasco neste sábado. Claro que haveria aplausos com 3×0. Não sou tolo de achar que foram lá com essa intenção. Mas não tendo motivos, podendo escolher, optaram pelas vaias de alívio […]