Arquivo da categoria: Tênis

Ronaldo curte vitória de Djokovic

Leia o post original por Fernando Sampaio

Cristiano Ronaldo teve um belo domingo, marcou seu primeiro gol no famoso San Siro para a Juventus contra o Milan. Ontem, o português saiu de Milão e foi até Londres para curtir a estreia vitoriosa de Novak Djokovic contra John Isner por 6/4 3e 6/3. “Eu tinha as cores do clube dele em minha roupa hoje à noite”, brincou Djokovic, que usava preto e branco. “Tenho certeza que ele ficou feliz em ver isso.”
Não é a primeira vez que Ronaldo assiste Djokovic ou a qualquer profissional de tênis em pessoa. No ano passado, o jogador de futebol estava presente quando Rafael Nadal derrotou Djokovic nas semifinais do Mutua Madrid Open. “É ótimo ter uma grande estrela do futebol, uma estrela do esporte como ele, uma quadra assistindo ao tênis. Ele costumava vir e assistir muito em Madri. Rafa, claro, Roger, eu mesmo. Ele é fã de tênis. É realmente muito bom ”, disse Djokovic. “Ele é uma das maiores estrelas do esporte na última década. É ótimo para o nosso esporte tê-lo aqui. Eu vi que ele estava lá com sua família. Não tive a chance de vê-lo após o jogo, mas espero ter essa chance talvez no final desta semana. ”
Djokovic voltará em ação nesta quarta-feira (14), quando enfrenta Alexander Zverev. O alemão derrotou na estreia o croata Marin Cilic, no primeiro jogo do Grupo Guga Kuerten.

Melo perde na estreia do Finals

Leia o post original por Fernando Sampaio

Lukasz Kubot e Marcelo Melo foram superados neste segunda-feira (12) na estreia do ATP Finals pelos norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock por 6-3, 7-6 (5) em 87 minutos. Bryan e Sock, campeões de Wimbledon e US Open, salvaram um set point no segundo set antes de fechar o jogo contra os finalistas do ano passado Kubot e Melo.

Kubot e Melo, dupla número 1 em 2017 no ranking de duplas da ATP, tentavam registrar sua 40ª vitória em 60 jogos nesta temporada. A dupla conquistou este ano os títulos do ATP World Tour no Sydney International (d. Struff / Troicki), o Gerry Weber Open em Halle (d. Zverevs), o China Open em Pequim (d. Marach / Pavic) e o Rolex Shanghai Masters. (d. Murray / Soares)

Bruno Soares estreia com vitória em Londres

Leia o post original por Fernando Sampaio

Bruno Soares e Jamie Murray venceram a partida de abertura do ATP Finals com uma vitória duríssima por 7-6 (5), 4-6, 10-5 sobre Raven Klaasen e Michael Venus com duração de 1h49′. Cabeça de chave 4, a dupla salvou três set points antes de conquistar sua 38ª vitória na temporada (38-18 no total).
A dupla Murray/Soares está fazendo sua terceira participação consecutiva no torneio de Londres, onde foram semifinalistas nos últimos dois anos. “Achei que jogamos muito bem, especialmente nos tiebreaks, jogamos muito bem quando realmente precisávamos. Sim, estamos muito felizes em ganhar o primeiro jogo” disse Bruno Soares.

Tsitsipas é o primeiro semifinalista do ATP Next Gen

Leia o post original por Fernando Sampaio

Stefanos Tsitsipas comprovou o favoritismo no ATP Next Gen e conseguiu a segunda vitória no torneio, derrotando o norte-americano Frances Tiafoe por 4-3 (5), 4-2 e 4-2. Com a vitória o tenista grego tornou-se o primeiro jogador a garantir vaga nas semifinais de Milão.

“Estou muito satisfeito por ter conseguido me manter calmo e jogar cada ponto como um match point, espero poder jogar assim em todos os jogos que vou jogar aqui nas finais do Next Gen ATP”, disse Tsitsipas.

Depois de duas atuações impressionantes contra os fortes adversários do Grupo A, Jaime Munar e Frances Tiafoe, o jogador de 21 anos terá a oportunidade de garantir o primeiro lugar no grupo nesta quinta-feira enfrentando o polonês nº 1 Hubert Hurkacz.

Nadal passa por cirurgia no tornozelo

Leia o post original por Fernando Sampaio

A cirurgia de Rafael Nadal no tornozelo deve ajudá-lo a começar a próxima temporada em forma, de acordo com seu médico. O atleta de 32 anos foi submetido a cirurgia artroscópica para remover um objeto flutuante em seu tornozelo. “Foram cerca de 35 minutos no tornozelo direito”, disse o médico Angel Ruiz-Cotorro à rádio espanhola. “Ele tinha um pequeno pedaço impedindo a articulação. Decidimos resolver este problema agora para que possamos começar a próxima temporada nas melhores condições.”
Nadal teve problemas frequentes de lesão nesta temporada, incluindo a parte superior da perna, joelho e músculos abdominais, o que o forçou a desistir do Masters de Paris. Nadal observou que também foi a lesão abdominal que provocou sua retirada de Londres, e que a questão do tornozelo não era nova. Em um comunicado na mídia social, ele disse: “Nós detectamos há pouco tempo e isso me incomoda de vez em quando. Mas como o problema com os abdominais também me impede de jogar em Londres, decidimos aproveitar e intervir no tornozelo para evitar problemas futuros “.
Nadal caiu para o segundo lugar no ranking.

Confira a programação do ATP Finals

Leia o post original por Fernando Sampaio

O mineiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray abrirão o torneio no domingo, seguidos pelo duelo entre o sul-africano Kevin Anderson e o austríaco Dominic Thiem. Seis vezes campeão do evento, o suíço Roger Federer irá fechar o primeiro dia de competições contra o japonês Kei Nishikori. O tenista da Basileia leva vantagem no retrospecto, venceu sete dos nove embates entre eles até então, sendo dois deles no Finals, em 2014 e 2015.

O segundo dia do torneio terá o confronto do alemão Alexander Zverev com o croata Marin Cilic na rodada diurna e a estreia do mineiro Marcelo Melo e do polonês Lukasz Kubot na abertura da rodada noturna de segunda-feira.

Caberá ao sérvio Novak Djokovic e ao norte-americano John Isner fecharem o dia. O número 1 do mundo tem ótimo histórico diante do substituto do espanhol Rafael Nadal no evento, venceu oito dos 10 jogos anteriores e não perde para o rival desde 2013, em Cincinnati.

Veja a programação dos dois primeiros dias de ATP Finals:

Domingo

10h Jamie Murray (GBR)/Bruno Soares (BRA) vs. Raven Klaasen (AFS)/Michael Venus (NZL)
12h Kevin Anderson (AFS) vs. Dominic Thiem (AUT)
16h Juan Sebastian Cabal/Robert Farah (COL) vs. Nikola Mektic (CRO)/Alexander Peya (AUT)
18h Roger Federer (SUI) vs. Kei Nishikori (JAP)

Segunda-feira

10h Olivier Marach (AUT)/Mate Pavic (CRO) vs. Pierre-Hugues Herbert/Nicolas Mahut (FRA)
12h Alexander Zverev (ALE) vs. Marin Cilic (CRO)
16h Lukasz Kubot (POL)/Marcelo Melo (BRA) vs. Mike Bryan/Jack Sock (EUA)
18h Novak Djokovic (SER) vs. John Isner (EUA)

 

www.tenisbrasil.com.br

 

Khachanov, a nova estrela russa

Leia o post original por Fernando Sampaio

Karen Khachanov foi uma das maiores surpresas do ano. O russo venceu neste domingo o Masters 1000 de Paris batendo na final o número 2 do mundo, e quatro vezes campeão do torneio francês, Novak Djokovic por 7-5, 6-4.  O russo de 22 anos de idade, nascido em Moscou, fez uma belíssima campanha, vencendo durante a semana em Bercy quatro tenistas do top ten: Isner, Zverev, Thiem e Djokovic.

“Isso significa o mundo para mim”, disse Khachanov após o jogo. “Eu não poderia estar mais feliz em terminar a temporada assim.” Foi o seu primeiro Masters 1000 na carreira e o terceiro título na temporada. Kachanov havia vencido o ATP de Marselha em fevereiro e o ATP de Moscou em outubro. Todos as conquistas em quadra rápida coberta. A vitória marcou também a quebra da invencibilidade de Djokovic que vinha de 22 partidas sem derrota.

Com a conquista em Paris, Khachanov se tornou o primeiro russo a ganhar um título do ATP World Tour Masters 1000 desde Nikolay Davydenko, em Shangai 2009. Além disso, o número 18 Khachanov é o jogador de ranking mais baixo a conquistar um troféu Masters 1000 desde o número 26 de Ivan Ljubicic em Indian Wells 2010.

Bia é vice-campeã em Tyler

Leia o post original por Fernando Sampaio

A tenista paulista Beatriz Haddad Maia foi vice-campeã do ITF US$ 80 mil de Tyler, neste domingo, ao ser superada pela norte-americana Whitney Osuigwe, por 6/3 6/4.

“Eu já esperava por um jogo difícil. Apesar da idade (16 anos), ela joga muito bem. Treinamos juntas durante as semanas que estive na IMG Tennis Academy, então já nos conhecíamos bem”, observou Bia.

“Hoje não consegui jogar como nas últimas partidas, mas foi uma semana muito especial aqui, incrível mesmo, principalmente pelo que passei nos últimos meses. Estar 100% saudável sempre será o meu objetivo. Venho melhorando em quadra e só quero continuar fazendo o meu melhor todos os dias e ver onde posso chegar”, afirmou a tenista número 1 do Brasil e 235o. do mundo.

Pela campanha em Tyler, Bia deverá subir 52 posições no ranking da WTA, que será divulgado nesta segunda-feira, e aparecer na 183a. posição.

Bia joga esta semana o ITF US$ 80 mil de Las Vegas.

 

Nadal não joga e Djokovic vira número 1

Leia o post original por Fernando Sampaio

Rafael Nadal não entrou em quadra hoje em Paris. O Masters 1000 francês marcaria a sua volta ao circuito após a contusão no US Open. Ele abriria a rodada desta quarta-feira contra o compatriota Fernando Verdasco. Porém, por orientação médica, o atual líder do ranking mundial, decidiu não jogar o torneio. Desta vez não foi o joelho, foi o abdome.

“Foi ótimo estar em Paris por alguns dias treinando com esses caras, aproveitei bastante. Em termos de tênis, estava melhor agora do que na semana passada, mas nos últimos dias passei a sentir dores no abdome, especialmente quando estava sacando. Procurei o médico para me consultar e ele me recomendou não jogar, pois se continuasse a forçar meu abdome eu poderia aumentar a lesão. Então preferi não entrar em quadra”, acrescentou o espanhol, que acabou sendo substituído na chave pelo lucky-loser tunisiano Malek Jaziri que bateu Verdasco por 2 sets a 1.

Na próxima lista da ATP, que será divulgada na próxima segunda-feira, Novak Djokovic assumirá a liderança do ranking mundial.

 

Melo estreia nesta quinta-feira em Paris

Leia o post original por Fernando Sampaio

O Masters 1000 de Paris encerra a sequência de torneios de Marcelo Melo e Lukasz Kubot antes do ATP Finals. A estreia da dupla na capital francesa – bye na primeira rodada – está marcada para esta quinta-feira (1º), por volta das 10h (horário de Brasília), em partida válida pelas oitavas de final. Será o primeiro passo na defesa do título conquistado no ano passado – Marcelo foi campeão também em 2015, com o croata Ivan Dodig. Os adversários são o paquistanês Aisam Ul-Haq Qureshi e o grego Stefanos Tsitsipas, que nesta quarta-feira (31) derrotaram a dupla da casa, que recebeu wild card, os franceses Gregoire Barrere e Adrian Mannarino, por 2 sets a 0 – 7/6 (9-7) e 6/4.

Nesta etapa final da temporada, Melo e Kubot  – cabeças de chave número 3 em Paris – conquistaram em outubro dois títulos na China, o ATP 500 de Beijing e o Masters 1000 de Xangai. Antes ficaram com o vice-campeonato no US Open, último Grand Slam do ano. No total, somaram 10 vitórias seguidas. Dupla está treinando em Paris desde o fim de semana.

“Eu e o Lukasz temos jogado muito bem, com confiança e, agora, é colocar isso aqui para Paris. Vamos passo a passo. Acho que voltamos a jogar o nosso nível. Então é seguir firme e manter o foco”, afirma Marcelo.